E pronto, vai tudo cair-me em cima.

Eu acho lamentável que o Benfica se ponha em bicos dos pés, e tente chegar à Champions, fazendo queixinhas dos outros. Por um lado ergue a bandeira da transparência e verdade desportiva e depois luta por um mérito que desportivamente não conseguiu ter. Quem tiver de ser julgado, julgado será; e se for condenado, que pague pelo(s) crime(s) cometido(s).

Já sei que, na lógica de partido único vigente no nosso clube, em que cada palavra que não seja de elogio é considerada traição, numa cegueira que, estou certo, não será sequer do agrado da própria direcção, não faltará quem me vá cair em cima, mas a minha opinião é esta: o Benfica não devia comentar este caso, ponto. Devia jogar a prova que a UEFA determinar e apontar baterias para o que conta: construir uma equipa capaz de aceder todos os anos à Champions por ser Campeã Nacional.

 

Adenda

 

Face aos comentários, só quero acrescentar algo que é fundamental para mim: se a UEFA colocasse o Benfica na Champions por via administrativa eu acho que o Benfica devia recusar ir, nestas condições, e devia jogar a UEFA. Por uma questão de grandeza. De valores. Ter na alma a chama imensa. Voar acima da medíocridade.

 

por PR às 10:32 | link do post