Heróis

Todos eles. Três jogos decisivos a jogar em inferioridade numérica, três apuramentos, três finais. Em casa do mais que provável tricampeão italiano, com muito sofrimento, garra e espírito de sacrifício aguentámos a vantagem mínima trazida de Lisboa e 'roubámos' a final em casa à Juventus mesmo debaixo das barbas do Pirlo. Acabámos o jogo com o Enzo expulso (e afastado da final), o Garay lesionado e o Salvio armado em Thomas Berthold (esta referência é para os que têm idade para se lembrarem do México '86), mas com o apuramento no bolso. Na final parece-me que teremos a equipa algo dizimada e terão que jogar alguns 'Manéis', mas a confiança na equipa será a mesma.

 

A Mística é isto.

por D`Arcy às 22:03 | link do post