Rídicula

Uma derrota simplesmente ridícula, num dos jogos mais disparatados que vi esta equipa fazer. Marcámos logo aos seis minutos, pelo Salvio, e depois passámos o resto da primeira parte a adiar o golo da tranquilidade, mais uma vez parecendo dar mostras de sobranceria. E depois, uma coisa que francamente não consegui compreender: será que os nossos jogadores não sabem escolher botas? Passámos o jogo todo a ver os nossos jogadores a patinar ou a escorregar, e a correr como se estivessem a fazê-lo sobre gelo. Mas teria dado perfeitamente para vencer o jogo, não fosse uma entrada na segunda parte absolutamente catastrófica, sofrendo um golo na primeira vez que o Moreirense foi à nossa baliza (e que só foi golo porque, mais uma vez, os nossos jogadores andaram a patinar enquanto que o 'remate' patético do jogador do Moreirense se encaminhava muito lentamente para a baliza). Não contentes com isto, na segunda vez que o Moreirense foi lá à frente, segundo golo, numa bola parada. E a partir daqui então foi o descalabro total. Os nossos centrais (com particular destaque para o Jardel) fizeram uma exibição épica de tão má que foi, e perdi a conta ao número de passes errados e entregas de bola que fizeram aos adversários. Em mais uma dessas entregas, o Jardel perdeu a bola a meio campo e daí resultou o terceiro golo ao Moreirense. Depois foi uma autêntica pelada até ao fim, quase sem táctica, sem meio campo, e com a equipa partida ao meio, o que significava que cada bola recuperada pelo adversário resultava numa situação de contra-ataque em superioridade numérica, porque já ninguém recuava para auxiliar a defesa. Enquanto isto, vários jogadores, como o Salvio ou o Pizzi, resolveram que a melhor receita seria jogarem sozinhos. Nos minutos finais, completamente balanceados para o ataque, entre a falta de sorte, com duas bolas nos ferros, a falta de pontaria, com finalizações para fora quando bastava quase acertar na baliza, e a inspiração do guarda-redes adversário, nem um golo conseguimos marcar.

 

Não vou escrever mais porque não quero estar a quente a desancar os nossos jogadores. Foi uma exibição inadmissível, sobretudo na segunda parte, com a defesa a mostrar-se inacreditavelmente permeável. Se sofrer três golos do Boavista já tinha sido mau, então sofrê-los do Moreirense é ainda pior. E só não foram mais porque eles não são realmente bons, já que os disparates cometidos a partir do terceiro golo foram ainda mais aberrantes e uma equipa com um mínimo de calma teria sabido aproveitá-los para construir um resultado ainda mais escandaloso.

 

Enfim, perdemos de forma vergonhosa um troféu que eu valorizo e que queria muito conquistar. Agora a única coisa a fazer é vencer já o Setúbal no próximo jogo. Não trará o troféu de volta, mas pelo menos ajudará a afastar a má imagem que este jogo mais o contra o Boavista e a primeira parte contra o Tondela têm vindo a construir.

tags:
por D`Arcy às 23:03 | link do post | comentar