VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Sexta-feira, 14.09.12

Luisão - 2 meses de castigo

Mais do que todas as outras, as injustiças são questões da Justiça.

Acerca deste castigo [link], digam da vossa justiça.

tags:
por Pedro F. Ferreira às 14:44 | link do post | comentar | ver comentários (40)
Sábado, 12.05.07

Os exemplos de Nuno Gomes e Luisão.

Num momento da temporada particularmente delicado, as notícias que surgiam sobre o nosso Benfica vinham sendo não só preocupantes como, essencialmente, desmotivantes: as trapalhadas sucederam-se e tudo aquilo parecia atacado de falta de liderança (vide versões contraditórias do Departamento Médico; o treinador a dizer que estava a preparar a próxima época com José Veiga e o Presidente a desmentir que Veiga volte, no imediato, ao Benfica…).

No entanto, duas notícias surgiram nesta última semana que, de alguma forma, me servem de paliativo: a vontade expressa por Nuno Gomes e Luisão de ficarem no clube. Foi, para mim, muito agradável ver a forma célere como Nuno Gomes apagou mais um foco de instabilidade ao afirmar ao mesmo site que o indicava fora do Benfica na próxima época que o Benfica é a sua casa (link). Igualmente importantes foram as declarações de Luisão quando afirmou que vai “fazer tudo para permanecer e, na próxima época, pagar com o título.” (link)
Efectivamente, é deste tipo de discurso e de práticas (assim espero) que o nosso Benfica necessita.

Não deixa, por outro lado, de ser motivo de reflexão o facto de que as únicas mensagens reconfortantes sobre o futuro tenham surgido de dois dos jogadores que mais peso têm na liderança do balneário. De outros lideres como o Presidente e o treinador o que tem surgido são mensagens que em pouco ou nada apaziguam ânimos.

Do Presidente o que se tem ouvido são discursos parcos de conteúdo e inflamados. Discursos que têm surgido nas inaugurações e aniversários das diferentes casas do Benfica. No caso de Santos, surge a já estafada e inconsequente mensagem de que, a duas jornadas do final do campeonato e com quatro pontos de atraso, ainda acredita na conquista de um título que ele próprio desbaratou (link).
Sempre que o oiço dizer isto não consigo evitar um ligeiro sorriso. Efectivamente, o adágio popular tem a sua razão de existir: “a esperança é a última a morrer”. É este mesmo adágio que, apesar das recentes notícias, me leva a acreditar… na saída de Fernando Santos do Benfica.
por Pedro F. Ferreira às 12:04 | link do post | comentar | ver comentários (8)

escribas

pesquisar neste blog

 

links

arquivos

recentes

tags

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com

Visitas




blogs SAPO

subscrever feeds