VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Segunda-feira, 1 de Fevereiro de 2010

A verdade.

A realidade é esta:

 

1- não há provocação qualquer por parte dos stewards;

2- os futebolistas do fcp não saem do balneário para socorrer o seu chefe de segurança, Fernando Oliveira;

3- os futebolistas do fcp, avisados e incentivados pelo referido chefe de segurança, saem do balneário para pressionar a equipa de arbitragem;

4- os stewards tentam evitar essa atitude dos futebolistas do fcp;

5- sem que alguém os agrida, há futebolistas do fcp que agridem stewards;

6- o quarto árbitro observa e, de acordo com as suas obrigações, relata o que vê;

7- as imagens são divulgadas e um grupo de avençados desesperados tenta, numa jogada de maquilhagem e magia rasteira, negar a realidade;

8- por último, e mais importante do que tudo o resto, é essencial que não nos esqueçamos de que estas imagens provam que é falso o que se diz na nota de culpa enviada pelo instrutor  do processo relativamente à alegada ideia de que os futebolistas do fcp vieram em auxílio do seu chefe de segurança.

publicado por Pedro F. Ferreira às 18:16
link do post | comentar
41 comentários:
De Aguia Dourada a 1 de Fevereiro de 2010 às 18:32
Desculpa Pedro mas está enganado. Conforme já aqui disse, observei as imagens do túnel e confirma-se a existência de provocações. O primeiro a ser provocado foi o Fernando que, provocado pela manga flexível, desferiu um dos melhores pontapés de Kung-Fu na mesma.
De Pedro Carvalho a 1 de Fevereiro de 2010 às 18:39
A realidade é de facto esta, nua e crua! Estou curioso para ouvir, daqui por uns 30 minutos, o comentário do sempre iluminado Miguel Guedes (adepto do porto), no programa de rádio na Antena 1, relativamente a estas imagens!!!!!!!
p.s. Gostaria de perceber, qual o eco que a comunicação social, daria a uma vitória do Glorioso na Choupana, nas mesmas circunstâncias em que ocorreu a dos tripeiros!
De vrtds a 1 de Fevereiro de 2010 às 18:40
Gostaria de comentar o ponto 6
o quarto arbitro não vê tudo, porque a dado momento "foge" para um sitio que não o deixa ver as violentas agressões perpetradas pelos ladrões.
Alias, esse senhor ate devia ser alvo de processo disciplinar ja que voluntariamente afasta-se da confusão (sem que corresse qualquer risco fisico) e so regressa quando as coisas estão mais calmas.
Esta atitude cobarde impossibilitou-o de ver as agressões de outros jogadores do foculporto e a violenta agressão do hulqui.
Se ele fizesse o trabalho dele, se calhar haveria mais jogadores suspensos.

Quanto as provocações... não deixa de ser comico que os ladrões tenham respondido a uma tamanha provocação "vão lá para dentro, vão lá para cima", que falta de respeito :D
mas a conta disso, se calhar vão responder por resposta a agressão e não por agressão.
O melhor mesmo é que os jogadores benfiquistas tenham mais cuidado... imaginem que ao falar uns com os outros digam "vai por dentro..." ainda levam vermelhos...tenham cuidado, o arbitro ainda pensa que é uma provocação.
De Pedro a 1 de Fevereiro de 2010 às 18:41
Estas imagens não servem para a justiça desportiva castigar (como é possivel????) mas servem para a justiça civil punir?
De tma a 1 de Fevereiro de 2010 às 18:54
Quanto ao ponto 7, o mais incrível nem é tentar negar, é tentar provar precisamente o contrário: que o Benfica é o culpado de tudo!!
(Espaço para rebolar no chão a rir).


Para além do estafado argumento da provação por parte dos stewards, ainda põem em causa a presença do Rui Costa no túnel, alegando que ele é que incita as provocações!!!!
Era só o que faltava o Rui Costa, que para além de estar na sua "casa", é o delegado ao jogo, não poder estar ali! E pelo que é possível observar pelas imagens, o Rui Costa até tenta serenar os ânimos.

Bem queriam os andrades que fossemos cegos, surdos e mudos (tal como os indigentes do outro lado da 2ª circular), mas estão com azar...
De tma a 1 de Fevereiro de 2010 às 18:58
Onde se lê "provação por parte dos stewards" devia ser "provocação (...)".
Apesar de tudo, o termo "provação" até se ajusta...
De EX-QSF a 1 de Fevereiro de 2010 às 19:00
É vergonhoso e mau de mais para ser verdade.
1º inventam sanções diferenciadas para corrupção tentada e corrupção consumada (sendo a intencionalidade do corruptor a mesma...);
2º conseguem tornar escutas como inconstitucionais;
3º fazem com as imagens de vídeo não sejam admissíveis como prova para acusar / ilibar jogadores / agentes desportivos.
Como é que é possível não terem vergonha na cara, enfiar a viola no saco e correr com esta corja para fora do desporto?
CARREGA BENFICA!!!!!!!!!!!
4ª FEIRA LÁ ESTAREI!!!!!!!!!
De Arquivo Vivo a 1 de Fevereiro de 2010 às 19:20
As provas são insofismaveis:

A "organização" é criminosa e traulireira, não podemos sair disto. Em caso de diálogo com essa gentalha, só temos de lhes lembrar estes factos.

Não pode haver outro tipo de argumentação; escabrosamente corruptos, sordidamente trauliteiros.

Existe discriminação em Portugal, os negros da Cova da Moura e Bela Vista são punidos, os criminosos de Contumil ficam impunes e estes últimos cometem actos mais graves que os primeiros.

Os palhaços que mandam na justiça cá do sítio deviam por os olhos nisto.

Suponho que a partir de agora foi-nos dada permissão para fazermos o mesmo, pois como se vê
a impunidade é total.

Que tal caparmos o arbitro do jogo de 4ª feira?
De Arquivo Vivo a 1 de Fevereiro de 2010 às 19:40
Isto aconteceu e não é novidade.

Substituamos o "problema" por Benfica e vejamos se não é o mesmo.

O Fim da Linha
Mário Crespo

Terça-feira dia 26 de Janeiro. Dia de Orçamento. O Primeiro-ministro José Sócrates, o Ministro de Estado Pedro Silva Pereira, o Ministro de Assuntos Parlamentares, Jorge Lacão e um executivo de televisão encontraram-se à hora do almoço no restaurante de um hotel em Lisboa. Fui o epicentro da parte mais colérica de uma conversa claramente ouvida nas mesas em redor. Sem fazerem recato, fui publicamente referenciado como sendo mentalmente débil ("um louco") a necessitar de ("ir para o manicómio"). Fui descrito como "um profissional impreparado". Que injustiça. Eu, que dei aulas na Independente. A defunta alma mater de tanto saber em Portugal. Definiram-me como "um problema" que teria que ter "solução". Houve, no restaurante, quem ficasse incomodado com a conversa e me tivesse feito chegar um registo. É fidedigno. Confirmei-o. Uma das minhas fontes para o aval da legitimidade do episódio comentou (por escrito): "(...) o PM tem qualidades e defeitos, entre os quais se inclui uma certa dificuldade para conviver com o jornalismo livre (...)". É banal um jornalista cair no desagrado do poder. Há um grau de adversariedade que é essencial para fazer funcionar o sistema de colheita, retrato e análise da informação que circula num Estado. Sem essa dialéctica só há monólogos. Sem esse confronto só há Yes-Men cabeceando em redor de líderes do momento dizendo yes-coisas, seja qual for o absurdo que sejam chamados a validar. Sem contraditório os líderes ficam sem saber quem são, no meio das realidades construídas pelos bajuladores pagos. Isto é mau para qualquer sociedade. Em sociedades saudáveis os contraditórios são tidos em conta. Executivos saudáveis procuram-nos e distanciam-se dos executores acríticos venerandos e obrigados. Nas comunidades insalubres e nas lideranças decadentes os contraditórios são considerados ofensas, ultrajes e produtos de demência. Os críticos passam a ser "um problema" que exige "solução". Portugal, com José Sócrates, Pedro Silva Pereira, Jorge Lacão e com o executivo de TV que os ouviu sem contraditar, tornou-se numa sociedade insalubre. Em 2010 o Primeiro-ministro já não tem tantos "problemas" nos media como tinha em 2009. O "problema" Manuela Moura Guedes desapareceu. O problema José Eduardo Moniz foi "solucionado". O Jornal de Sexta da TVI passou a ser um jornal à sexta-feira e deixou de ser "um problema". Foi-se o "problema" que era o Director do Público. Agora, que o "problema" Marcelo Rebelo de Sousa começou a ser resolvido na RTP, o Primeiro Ministro de Portugal, o Ministro de Estado e o Ministro dos Assuntos Parlamentares que tem a tutela da comunicação social abordam com um experiente executivo de TV, em dia de Orçamento, mais "um problema que tem que ser solucionado". Eu. Que pervertido sentido de Estado. Que perigosa palhaçada

Percebem o que se passa com quem é incómodo?
De pipasalvador a 1 de Fevereiro de 2010 às 20:11
caro pedro já todos sabiamos o que se teria passado no tunel...mas eu estou a escrever por outro motivo. Como sou "cliente" assiduo do programa debate e até das vossas cronicas aqui na tertulia, venho dizer o seguinte: O que fazer ao mentecapto do Eduardo Barroso? como toda a gente sabe, este estupido de merda tem um ódio de morte que lhe tolda a vista ao Benfica. Acabei de ouvir o programa da antena 1 e estou completamente enraivecido, quase com vontade de o espancar, eu que sou um tipo moderado.. esta união do sporting ao porto é absolutamente canalha, a analise e opinião do futebol em portugal está dominada por gente odiosa e vil.. eles estão a tremer, a estrabuchar, estão assustados com o nosso vigor e classe demonstrada na qualidade da nossa equipa de futebol.
è necessario, direi mesmo, imperioso que ganhemos o campeonato nacional para calar estes canalhas duma vez por todas. estes tipos que usam orgãos de comunicação social ( no caso da antena 1 paga por todos nós) para espalharem o seu veneno, qual cascavel no deserto, terão a seu tempo o melhor antidoto: muitos e muitos anos sem nada ganharem(apesar de a isso estarem habituados)..
obrigado por este espaço que me dão para o meu desabafo.
Viva o Benfica! Viva o Benfica! Viva o Benfica

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Cinzenta

Frustrante

Lamentável

Desnecessário

Desilusão

Estrelinha

Paciência

Incontestável

Difícil

Serenata

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds