VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Segunda-feira, 24 de Outubro de 2011

Capdevila

A situação actual do futebol do Benfica é a seguinte: dezasseis jogos oficiais disputados, nenhuma derrota, liderança repartida da Liga, qualificação tranquila para a fase de grupos da Champions League, onde vai ocupando a liderança isolada do seu grupo, e presente na Taça de Portugal, tendo mesmo agora o sorteio ditado a Naval como adversário na quarta eliminatória. A equipa vai ganhando jogos com naturalidade, conseguindo até algo raro no Benfica - resultados positivos mesmo quando nem joga muito bem - e é perfeitamente capaz de arrancar uma exibição mais conseguida quando tal é necessário. Basicamente, o Benfica este ano parece quase sempre conseguir jogar q.b. para arrancar o resultado necessário ou desejado. Este cenário acaba por ser um tanto ou quanto aborrecido (e até, se calhar, surpreendente, tendo em conta a muita berraria a que uns poucos se dedicaram durante a pré-época), porque é preciso algo com que implicar, já passou muito tempo desde o empate com o Gil Vicente, e já cansa estar sempre a embirrar com o Jesus só por causa do penteado ou das declarações que faz. É preciso algo mais substancial.

 

Nada melhor, portanto, do que recuperar o assunto Capdevila. O Capdevila é apenas mais um na longa linha de jogadores que, por não serem opção regular para o Jorge Jesus, são considerados jogadores fabulosos, que nos permitiriam ganhar todos os jogos por pelo menos seis a zero com a sua simples presença em campo. O Urretamessivizcaya, o Shaffer ou o Nuno Gomes são mais alguns exemplos desta classe de jogador. Na situação actual, basta que o Emerson faça uma asneira qualquer para que se volte a falar do Capdevila. Acho que, no fundo, é o treinador de bancada que existe em cada um de nós, e que no íntimo acha que até era capaz de fazer algumas coisas melhor do que o Jesus. O Capdevila até é um argumento de peso: afinal, trata-se de um jogador campeão europeu e mundial pela sua selecção. Pessoalmente, no entanto, isso não me convence muito sobre uma superior valia dele em relação ao Emerson. A selecção espanhola foi campeã europeia e mundial e o Capdevila, fazendo parte dessa equipa, ganhou esses títulos. Mas honestamente, não me parece que tenha grande concorrência pelo lugar na selecção (alguém consegue nomear um actual defesa esquerdo espanhol de nível?), e isso em parte explicará o facto de, aos 33 anos, continuar a ser opção do seleccionador. Os principais clubes espanhóis têm estrangeiros no lugar de lateral esquerdo, e o próprio Capdevila fez toda a sua carreira em clubes de segunda linha (Deportivo e Villarreal, depois de uma passagem fugaz pelo Atletico), o que explica que tenha pouquíssimos títulos conquistados em clubes (uma Taça e duas Supertaças, se não estou em erro). Nas (poucas) oportunidades que teve esta época, não mostrou mais do que aquilo que o Emerson tem feito - e quem estiver familiarizado com os jogos da selecção espanhola, sabe perfeitamente o tipo de jogador que é: um defesa certinho, pouco dado a exuberâncias. Para mim, campeão do mundo ou não, o Capdevila é apenas mais uma opção no nosso plantel, e considero que o treinador tem toda a legitimidade para escolhê-lo ou não para titular.

 

Eu não acho que o Jorge Jesus esteja sempre certo. Comete erros, como toda a gente, e muitos deles por teimosia ou casmurrice. Acho mesmo que no caso do Capdevila cometeu um erro crasso ao não o inscrever na Champions, e a desculpa que deu para não o ter feito foi perfeitamente esfarrapada. Ao contrário do que ele afirmou, o Jardel não pode fazer mais nenhuma posição a não ser a de defesa central (aliás, tremo só de imaginá-lo a fazer qualquer outra posição), e para aí poderíamos ter o Miguel Vítor e, em caso de muita necessidade, o Javi García. Não faz muito sentido deixarmos a posição de lateral esquerdo entregue a um único jogador, tendo como opção de emergência um outro que ainda não fez um único jogo sénior na sua carreira. Mas apesar de não concordar sempre com ele, sou um apoiante entusiástico do Jorge Jesus. Porque o que eu quero, acima de tudo, é que o Benfica ganhe, seja com o Emerson ou o Capdevila em campo. E a verdade é que, com o Jesus, o Benfica ganha muitas vezes, surpreendendo-me por vezes a memória curta que muitos benfiquistas têm em relação a isto. Parece-me que no caso de um treinador cuja percentagem de vitórias no Benfica é apenas superada pelo inigualável Jimmy Hagan, os resultados falam por si.

 

Eloquentemente, diga-se.

publicado por D'Arcy às 12:26
link do post
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Confrangedora

Doloroso

Inequívoca

Tristeza

Deplorável

Descanso

Cumprido

Entradas

Regresso

Inadmissível

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds