VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Quinta-feira, 3 de Janeiro de 2013

Fácil

Noite tranquila para o Benfica, que carimbou a passagem aos quartos-de-final da Taça de Portugal com uma goleada num jogo que cedo soube tornar muito fácil.


 

Nem vale a pena estar a escrever muito sobre um jogo cuja história praticamente se resume à meia dúzia de golos que o Benfica marcou. Com meia equipa titular de fora, não foi por isso que a equipa se ressentiu, e os jogadores que alinharam tiveram vontade de mostrar serviço. Mesmo sem impor um ritmo elevado ao jogo, o Benfica marcou logo aos cinco minutos, praticamente na primeira oportunidade de que dispôs, com o Rodrigo a aproveitar a assistência do Gaitán (grande passe do Cardozo a desmarcá-lo) para finalizar de forma muito fácil à boca da baliza. A defesa em linha do Aves foi muito pouco eficaz, as marcações quase não existiram, e os nossos jogadores aproveitavam para surgir diversas vezes soltos nas costas da defesa. Com pouco mais de meia hora de jogo decorrido já o Benfica tinha a questão mais do que resolvida, com quatro golos marcados sem resposta, depois do Cardozo ter feito um hat trick (dos verdadeiros) no espaço de catorze minutos - começou aos dezoito e acabou aos trinta e dois. Primeiro aproveitou um mau atraso de um adversário para contornar o guarda-redes e marcar, e depois cabeceou de forma certeira dois cruzamentos do Rodrigo. E se calhar o resultado ao intervalo até poderia ser mais dilatado, mas entre algum excesso de confiança, alguns foras-de-jogo mal tirados e até o que me pareceu um penálti claro sobre o Gaitán que ficou por marcar, nada se alterou.

 

 

A segunda parte trouxe a experiência (forçada) do Matic a central, dada a lesão do Jardel, mas nada de diferente no jogo. O Benfica nem sequer forçou muito, foi simplesmente jogando, sabendo que mais um ou outro golo acabaria por aparecer. O Aves continuava a defender mal - com uns dez ou quinze segundo decorridos já o guarda-redes tinha oferecido a bola ao Rodrigo, e o lance só não resultou em golo porque nem ele, nem o Nolito quiseram rematar - e o resultado acabou por ser ampliado num bom lance individual do Rodrigo, que sobre o lado direito tirou um adversário do caminho e rematou cruzado para o poste mais distante. Depois disto o Aves criou finalmente algum perigo num curto espaço de tempo, primeiro num remate que não passou longe da barra, e depois num cabeceamento que obrigou o Artur à defesa da noite. O nosso sexto golo chegou da marca de penálti, quando à terceira falta dentro da área (antes já tinha havido outra sobre o Nolito) o sportinguista Hugo Miguel lá se decidiu a apitar - deve ter sido esse o nosso erro o ano passado em Coimbra: só houve dois lances para penálti. Pareceu-me que o Lima, que tinha sofrido a falta, iria deixar o Nolito marcar, mas o Jorge Jesus mandou que fosse mesmo o Lima, e este não falhou. Ainda faltavam dezoito minutos para o final, mas o marcador não voltou mais a funcionar.

 

 

Os destaques maiores da equipa vão para a dupla de avançados: o Cardozo fez três golos e teve participação decisiva noutro, e o Rodrigo marcou dois e deu outros dois a marcar ao parceiro de ataque.

 

Demos mais um passo na direcção do Jamor, onde já não vamos há demasiado tempo. Espera-nos agora um adversário complicado nos quartos-de-final, que em casa defende o troféu conquistado a época passada. Mas se o campeonato é o principal objectivo, a Taça deverá ser o que se lhe segue. Teremos apenas que jogar o nosso futebol e provar que o empate com o Xistra no jogo para a Liga naquele estádio não foi mais do que um acidente de percurso.

publicado por D`Arcy às 01:11
link do post | comentar
15 comentários:
De Avelino Picanço a 3 de Janeiro de 2013 às 01:24
alguns pontos a considerar:

- É impressionante a dinâmica trituradora e avassaladora da equipa.
- Este Aves é claramente superior aos lagartekos pingados, em fase terminal.
- Aquele FDP comentadeiro da sportxulos_tb... não sei como o deixam entrar na Catedral, quem não se dá ao respeito...

Qual dobradinha, eu quero mas é a TRIPADINHA:
Campeonato, T Liga e Troféu do Jamor (o menos importante)
De ÁGUIA GENIAL a 3 de Janeiro de 2013 às 01:38
GANHAMOS FÁCIL, O BENFICA NÃO DEU HIPÓTESES.

CARREGA BENFICA.
De Tiago a 3 de Janeiro de 2013 às 01:39
Caminho aberto para o Jamor e para a 25ª Taça.. segue-se a académica fora..depois a duas mãos o Gil ou o Paços..e depois na final será contra o Braga ou o Guimarães..portanto temos de aproveitar este ano para conquistar este troféu que a seguir ao campeonato deverá ser a grande prioridade..Até ao Jamor..
De Pedro Santos a 3 de Janeiro de 2013 às 02:47
Esta época finalmente o Jesus tem rodado a equipa tanto no ataque, alas, médios e defesas com excepção de Garay e Matic que tem jogado quase sempre. Agora é que vai ser a sério e espero que a equipa não rebente antes de Maio como tem acontecido nas ultimas 2 épocas.
De Tommy_Gun a 3 de Janeiro de 2013 às 09:15
Ao contrário do que aconteceu no jogo para a Taça da Liga em Moreira de Cónegos, o Benfica soube tornar o jogo fácil, impondo um ritmo elevado que naturalmente trouxe ao de cima as fragilidades do adversário. Junte-se a isto a vontade dos jogadores menos utilizados de mostrar serviço, e só há mesmo razões para ficar satisfeito. Passamos á próxima fase, e passamos muito bem!
De João Coelho a 3 de Janeiro de 2013 às 09:16
Jogo sem história perante uma equipa fraquíssima !!! Os jogadores foram sérios e fizeram o que devia ser feito. Pena não terem feito o mesmo em Moreira de Cónegos ! Estávamos apurados para as meias da Taça da Carica e tínhamos a hipótese de fazer descansar jogadores nas vésperas do jogo com os Porkos! Este resultado não me faz alterar a opinião sobre a equipa e a forma como é orientada! Vamos ver como é contra os Porkos !

A presença na final da Taça de Portugal é obrigatória! Quero que a Taça da Carica se lixe, no caso de termos de deixar alguma coisa para trás.
De Manuel Afonso a 3 de Janeiro de 2013 às 12:15
Nunca me passou pela cabeça outro resultado que não a vitória, mas não esperava tanto.
Nos dias que correm dar seis é sempre excelente seja contra quem for.
É evidente que a postura do adversário, um esquema super defensivo sem pressão de espécie alguma no meio campo, particularmente na primeira parte, ajudou sobre maneira, mas ainda assim todo o mérito para os nossos jogadores que foram sérios.
De Vitória do Benfica a 3 de Janeiro de 2013 às 18:04
Bom tarde
Assim é que eu gosto do nosso Benfica. A jogar bem á bola a trocar a fazerem passos muito corretos e a enviar bolas para a cabeça do avançado. 75 % de posse de bola e nos primeiros quinze minutos a marcar quatro golos. Acho que Jesus fez bem depois do jogo com o Moreirense ter dado uma rabecada aos jogadores. Não sei o que nos vai acontecer no domingo antes do porto temos o jogo com o Estoril não vai ser pera doce. Mais uma palavra para o D. ortiga. Não sabia que os bispos agora também tinham preferências clubísticas.
De António Madeira a 3 de Janeiro de 2013 às 19:30
Uma vitória que soubemos tornar fácil logo de início com alguns dos habituais suplentes a mostrarem-se a JJ. Houve boa dinâmica no ataque e segurança no quarteto defensivo. Pena que não se tivessem marcado mais golos, foram tantos os que se perderam na segunda parte...

Mas no meio de uma noite positiva, há duas coisas que me deixam preocupado:

- A lesão do Jardel. Além da sua qualidade e notório entrosamento com Garay (que senhor!), os restantes centrais estão lesionados e o jogo do Estoril avizinha-se.

- O Artur. É certo que defendeu o que havia para defender e fê-lo bem, mas vi-o por três vezes a não sair à bola a cruzamentos quando tinha todas as condições de o fazer, duas vezes na primeira parte e outra na segunda. Independentemente de o 3.º golo do FCP na Luz a época passada ter sido em fora-de-jogo claro, não deixa de ser verdade que não foi a primeira vez, nem a última, que o Artur ficou a meio caminho. Espero que não tenha sido o único a ver isso ontem e que não venhamos a ter dissabores lá mais para a frente. É que com atacantes mais agressivos, há certos cruzamentos como alguns de ontem que não serão tão fáceis de ficar a ver com os olhos...

Saudações benfiquistas.
De yaúca a 3 de Janeiro de 2013 às 21:24
No jogo de ontem houve um pormenor que merece destaque. No penalti era obviamente o lima quem deveria bater porque:
1.foi cometido sobre ele;
2. é ponta de lança e está com sede de golos;
3.tinha falhado o último.
Não percebi por isso a atitude do nolito que se aprontava para atropelar o lima. Aquilo irritou-me logo, mas felizmente o Glorioso não é zebordem nem o jesus é o sá pinto embora o nolito se tenha portado à bojinov. Apreciei a atitude de jesus que saltou furioso do banco e de dedo em riste e aos berros LIIIMAA, MARCA O LIMA, fez aquilo que devia ter sido feito. E assim um dos nossos goleadores saiu com a moral em alta. Espero que sirva de lição ao nolito que deve pensar mais na equipa e nos companheiros que nos seus próprios egoísmos. E se eu estivesse ontem na Luz teria aplaudido o mister - nota máxima!

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Desnecessário

Desilusão

Estrelinha

Paciência

Incontestável

Difícil

Serenata

Crença

Evidente

Talento

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds