VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Terça-feira, 28 de Maio de 2013

Renovação de Jorge Jesus?

Confesso que me custa a entender a demora e o silêncio do Benfica nesta questão. Demora e silêncio devidos ao facto de isto ter sido mal feito à partida, ou seja, por esta altura, já o contrato de Jorge Jesus devia estar mais que assinado. E aqui reside para mim a chave da resposta à questão do título do post: se o processo tivesse sido bem conduzido desde o início, neste momento estaríamos dispostos a rescindir o contrato recentemente renovado com o Jesus? Se sim, não se renove; se não, renove-se. Tudo se resume a isto. É muito simples.

 

Custou-nos a todos (E DE QUE MANEIRA!) a derrota no Domingo. Não foi tanto a derrota em si, mas como ela aconteceu. Os jogadores do Benfica não respeitaram os adeptos e isso é imperdoável depois de tudo o que os adeptos apoiaram durante esta época, principalmente após o jogo em casa do CRAC e a final de Amesterdão. Se nós tivéssemos sido respeitados, era facílimo ter ganho a Taça: bastaria que a equipa mostrasse em campo tanta vontade de ganhar como o V. Guimarães. Como somos (muito) melhores, igualada a questão anímica, a nossa superioridade reflectir-se-ia inevitavelmente no resultado. A não ser que tivéssemos tido um novo azar aos 92' ou o Sr. Jorge Sousa a desequilibrar fortemente a balança (o que, de certa maneira aconteceu, mas depois da miserável exibição do Benfica, como a maioria de nós tem vergonha na cara, quase ninguém se atreve a falar do 1º golo deles em evidente fora-de-jogo).

 

Voltando à questão da renovação e utilizando uma comparação, o que está aqui em causa é o seguinte: nós fomos a um óptimo restaurante em que as entradas eram excepcionais, o prato principal maravilhoso, o vinho divinal e a sobremesa de chorar por mais, mas chega o café e é intragável. Conclusão: o restaurante presta, e havemos de lá voltar, ou não? Que peso devemos dar ao miserável café, que foi a última imagem com que ficámos do restaurante? Antes que me venham dizer que a comparação não é aplicável, porque o Benfica não ganhou nenhum dos dois títulos anteriores (portanto, a refeição não poderia ter sido boa), respondo perguntando quantas pessoas é que, antes de Domingo, não estavam a favor da renovação e depois mudaram de ideias? Ou fariam sempre depender a sua decisão de um jogo e uma exibição? Olha-se para a última árvore ou para a floresta toda?

 

A final da Taça foi um grande choque, mas é fundamental manter a cabeça fria. A (reprovável) atitude do Cardozo (aplique-se forte multa, mas qualquer punição superior a isso é um disparate tremendo; foi a quente e ele já veio pedir desculpas públicas) é sinal de que o Jesus perdeu o balneário? Uma atitude irreflectida de um jogador é sinal de alguma coisa mais profunda? Se sim, então quer dizer que a peitada do Luisão no início da época não foi uma casualidade (condenável), é?

 

Quem habitualmente me lê, sabe que eu não tenho problemas nenhuns em dar o braço a torcer. E até gosto se isso tiver sido bom para o Benfica. Não é preciso ir mais longe, no próprio caso do Jesus, por exemplo. Portanto, mantenho convictamente o que escrevi aqui: “independentemente do que suceda até final da temporada” queria dizer isso mesmo. Não é por um (péssimo, horrível, miserável, indecente) jogo (em que o Jesus também tem grandes culpas, quer na constituição inicial, quer nas substituições, mas principalmente por ter pensado que 1-0 era suficente) que eu vou mudar de ideias. Apesar de ser essa a última imagem que fica.

 

P.S. - Caso haja renovação, como espero, a principal consequência desse jogo será a margem de manobra do Jesus ficar reduzida ao mínimo na próxima época. E isso não é bom para ninguém. Mas, em certa medida, a margem também não era muito maior no início desta época e aconteceu o que aconteceu. Se o Benfica lhe providenciar, no mínimo, um médio que seja uma alternativa válida para o Matic e Enzo, e um defesa-esquerdo de raiz, talvez as coisas sejam mais fáceis... Por outro lado, e apesar de isso não dever DE FORMA ALGUMA influenciar a decisão, saberemos para onde irá o Jesus caso não renove. Acreditanto n' A Bola de hoje, achamos mesmo que será com o Paulo Fonseca ou o Rui Vitória (dois indiscutíveis bons treinadores, mas com o devido respeito entre o Benfica e o Paços ou o Guimarães vai um mundo de diferença) que poderemos fazer frente a uma equipa treinada pelo Jesus com a vantagem extra de poder ter defesas a jogar andebol na área, de ter os fiscais do Sr. Pedro Proença a “equivocarem-se” cirurgicamente (para haver este desfecho, foi uma pena a bola ao poste do James não ter entrado), ou mergulhos decisivos de um James qualquer a selarem campeonatos...? Poupem-me!

publicado por S.L.B. às 10:45
link do post | comentar
40 comentários:
De NSC a 28 de Maio de 2013 às 11:00
Eu sou a favor da continuidade de JJ. Não sei é se JJ quer ficar no Benfica.
De João Oliveira a 28 de Maio de 2013 às 11:06
Se o fizermos podemos andar 5 a 6 anos para trás (ou mais). Estamos tão próximos de conquistar o nosso espaço que seria o maior erro de sempre da direcção do Benfica deixar sair JJ. Não podemos deitar tudo a perder agora. Só aceito a não renovação de JJ se efectivamente o balneário não está com ele. Sinceramente acho que não é o caso. Nenhuma equipa faz o que fez se os jogadores não estiverem com o treinador.
De Pedro a 28 de Maio de 2013 às 11:10
O problema não é o café ser intragável, o problema é teres tido uma intoxicação alimentar e aí sim ficas de pé atrás em voltares a esse restaurante.

Não foi UM JOGO. Foram três temporadas. Três temporadas que resultaram em três intoxicações alimentares.

Acho piada as bocas ao Paulo Ferreira e ao Rui Vitória....quem era JJ antes de vir para o SLB? Se JJ tivesse um curriculo vasto até fazia sentido mas era um "zé ninguém" antes de vir para o SLB e hoje, para alguns, é o maior. Pq não o Paulo Ferreira ou o Rui Vitória não podem ter o mesmo caminho?
De Carlos a 28 de Maio de 2013 às 11:40
Não posso estar mais de acordo com esta crónica. De facto, esta cultura Benfiquista do muda tudo de repente, sem reflectir com verdadeira calma, tem-nos dado grandes resultados... Agora que se atinge alguma normalidade e consistência de exibições ao longo da época, mais uma vez vamos mudar tudo. A massa adepta do Benfica desilude-me fortemente, e não é só agora. Foi ao longo da época, a assobiar a equipa com o Bordéus, para logo de seguida já voltarem a ser os maiores, porque se voltou a ganhar... Entre muitos outros exemplos.

Não deixarei de ser o sócio 8889, que vai continuar a acompanhar a equipa, mas quem me dera que tivéssemos adeptos com a mesma \'cultura\' que os do fcp. Que não empurrassem as direcções para decisões que se vê claramente que serão erradas, só para agradar aos media?!?
De António Matos a 28 de Maio de 2013 às 11:44
Hélder, um antigo jogador do Boavista, que actuou várias épocas em Espanha, no todo poderoso Rayo Vallecano e viria a terminar a carreira de futebolista, no não menos poderoso Torreense , no dia seguinte a marcar 1 golo no campeonato do país vizinho, suponho que a clube grande, foi assediado por toda a imprensa portuguesa, como se estivéssemos na presença de uma estrela rutilante do futebol mundial, que acabara de cometer uma façanha sem precedentes. As perguntas, todos as devem imaginar! Vem isto a propósito, dos nomes de Rui Vitória e de Paulo Fonseca, que a Bola hoje adianta, como possíveis substitutos de Jorge Jesus. Como se vencer uma taça de Portugal, numa final disputada contra 11 zombies e ficar em 3.º lugar na competitiva Liga portuguesa, atestassem uma grande competência e fossem suficientes para abrir grandes portas. No Fcp , acredito que possam conquistar títulos, mas isso é porque naquela casa, quem os ganha é o presidente. Mas no Benfica, a coisa fia mais fino. No Benfica os títulos não caem do céu. No Benfica, os títulos são como os salários, custam muito trabalho a ganhar e apenas se conseguem com o suor do rosto dos jogadores e treinadores. Espero que Jesus continue.
De Luis a 28 de Maio de 2013 às 11:51
A analise está certissima. Vamos ver se temos um prsidente a altura...
De Atlas a 28 de Maio de 2013 às 11:52
Tudo perfeito mas o café estava estragado.
Pergunta, porque é que o café estava estragado?
Tinha sido feito com água de lavar a loiça?
Tinha uma cor estanha que nada se parecia com café?
A chávena estava rachada?
Ou o café estava envenenado?
De RIVUS a 28 de Maio de 2013 às 11:56
Não passa de uma opinião minha mas penso que, apesar de tudo, não renovar com o JJ é um erro crasso que o Benfica irá cometer e que vai trazer funestas consequências. Os nossos inimigos beberão "champanhe" e o que vier não fará melhor porque o mal não está no treinador, nem nos jogadores, nem no presidente. De qualquer modo, fique quem ficar, saia quem sair, para o ano a situação vai ser a mesma, senão pior.
De a 28 de Maio de 2013 às 11:57
"nós fomos a um óptimo restaurante em que as entradas eram excepcionais, o prato principal maravilhoso, o vinho divinal e a sobremesa de chorar por mais, mas chega o café e é intragável."

não.. está errado. e digo mais, é sintomático de como se pensa o benfica actualmente. os títulos nunca podem ser considerados o "café".

os títulos, isto é, as decisões, são o prato principal. se as decisões falham, isto é, se não ganhamos títulos, o prato principal é intragável. além de tudo, é caro. 4 milhões por ano para um prato que é intragável...

seja como for.

a minha opinião é duma simplicidade extrema.

se esta tivesse sido a primeira época de jesus ao serviço do slb, caramba, estaria na linha da frente para o apoiar. pela simples razão de que esta performance numa primeira época só podia ser prenuncio de glórias futuras. bastaria melhorar os detalhes que falharam e pronto. jogámos muito bem, perdemos uma final europeia nos descontos.. fomos grandes.

o problema é que isto ocorre na 4ª época, época essa que vem na sequência de duas épocas em que perdemos o principal objectivo da época na nossa casa frente ao nosso maior rival.

por esta razão.. era obrigatório o sucesso. era obrigatório a vitória, a concentração total. jesus e os jogadores deviam isso aos adeptos que sempre, na sua grande maioria, os apoiaram. jesus foi o treinador mais apoiado de sempre do nosso clube. teve condições que nenhum outro teve... vieira, no ano passado, ganha a eleição com uns esmagadors 83% dos votos. apoio, apoio, e mais apoio. foi o que sempre tiveram vieira e jesus.

por estes motivos, não consigo olhar para esta época com o prenuncio de vitórias futuras, mas sim como a conclusão de um período de derrotas. confesso que contra o guimarães... não me surpreendi com a derrota. a derrota foi previsível e lógica. não foi a primeira vez que o benfica de jesus deitou tudo a perder em momento decisivos. e caso permaneça como treinador, não será a última.

porque motivo os adeptos do benfica, numa final de taça, a perder por apenas um golo a 10 minutos do fim começaram a abandonar o estádio? porque viram isto vezes de mais. porque na verdade não confiam em jesus. e se não confiam, a culpa não é deles. é de jesus.

é duro porque jesus é um tipo com muitos conhecimentos. mas não os sabe aproveitar. jesus está no benfica por si próprio, pela sua carreira e pela sua glória e não pelo benfica.

tal como vieira.

por mim saíam os dois.

estou farto.
De SoaresKafe a 28 de Maio de 2013 às 12:00
Eu estou desiludido porque chegamos onde chegamos e agora vamos deitar este trabalho fora e começar do inicio.

Isto é só ajudas aos corruptos

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Arraial

Panaceia

‘Feeling’

Pequeno

Miséria

Normalidade

Selado

Horrível

Sem comentários

Cruel

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds