VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Sábado, 30 de Novembro de 2013

Oportunidade

Diz-se que não estamos a jogar bem. É um facto que começámos mal o campeonato e que muitos de nós (eu incluído) puseram em causa se o Benfica estaria à altura para disputar o título.
Entre outras coisas, questionámo-nos se a renovação de contrato com Jorge Jesus terá sido melhor opção, a "novela" Cardozo demorou tempo a ser resolvida (e a realidade é que, mais uma vez, Cardozo tem-se revelado decisivo), temos sido assolados por lesões em jogadores importantes e temos estado a adaptar-nos a um "novo" esquema táctico.
Objectivamente, ainda observo uma certa passividade em processos defensivos (em lances de "bola parada" e, por vezes, na recuperação de bola) e que há jogadores, sobretudo no sector ofensivo, que tardam em "aparecer".

Mas apesar de todas estas contrariedades, o facto é que o Benfica tem jogado o suficiente para ganhar. Mesmo com alguma felicidade à mistura, o Benfica deve a si mesmo as vitórias que conquistou até agora. Embora a qualidade das exibições não seja ainda a desejada, tem vindo a melhorar gradualmente (mesmo apesar das lesões e a "necessidade" de usar um esquema táctico diferente).
Apesar das minhas dúvidas no início da época (e que não estão - se é que alguma vez estarão - completamente dissipadas), nunca deixei de acreditar na capacidade do Benfica em "dar a volta". Esta boa reacção da equipa, tem-me devolvido a convicção de que temos capacidade para discutir o título e que melhorias necessárias irão acontecer.
Ao invés, aquele que tem sido o nosso principal adverário ao longo dos últimos anos, chegou a um ponto em que nem com tentativas de reedição do Académica-FCP de 1985/86 consegue sequer chegar ao empate.

Amanhã temos um jogo no terreno de um adversário que tradicionalmente nos causa dificuldades. As vitórias que temos conseguido em Vila do Conde têm exigido muita paciência e eficácia. Sabemos que teremos ser eficazes ofensivamente, pois não deverá haver muitas oportunidades de golo, e defensivamente, pois uma desatenção poderá (mais uma vez) custar-nos um golo sofrido. Será, por isso, crucial que o Benfica apresente melhorias no seu jogo, pois é evidente que ainda há margem para o fazer.
Para mais, do resultado do jogo disputado hoje em Coimbra surge uma oportunidade ainda maior que temos de aproveitar: alcançar o 1º lugar (ainda que, eventualmente, ex-aequo). Uma oportunidade, também, para a equipa mostrar que está à altura para disputar o título e que está motivada, o que é essencial para alcançar as melhorias necessárias.

O que poderá acontecer a seguir, caso alcancemos a desejada vitória em Vila do Conde, pouco importa agora.
Porque agora só quero mesmo é ganhar ao Rio Ave.
publicado por tma às 23:08
link do post | comentar
7 comentários:
De José Rama a 1 de Dezembro de 2013 às 00:22
Possivelmente para o JJ o jogo não é decisivo.
De Brytto a 1 de Dezembro de 2013 às 09:27
Sendo um "jesuíta" desde a primeira hora, dei sempre a minha opinião contrária à sua substituição no final da época ao contrário da maioria benfiquista. Contudo, devo admitir, com excepção do jogo na Grécia, que perdemos mas onde jogámos brilhantemente ( é isto o que é o futebol e que muita gente ignora - um jogo), temos jogado muito pouco. Claro, as lesões começam a ter contornos inexplicáveis, até do foro transcendental, como é possível haver tantas lesões consecutivas?!!! Mas se não se vislumbrar uma melhoria significativa do futebol praticado, temo que pode acontecer o que aconteceu aos tripeiros!... Quando se joga melhor, o que isso significa é que se fica mais perto da vitória, não é pois garantia de nenhuma vitória, é tudo uma questão de probabilidades... Conclusão, continuando a jogar ao nível patenteado nas últimas jornadas estamos mais perto do empate ou derrota do que da vitória!... E acrescento mais, a nível exibicional nada nos tem separado dos tripeiros, até acho que temos jogado ainda menos, só que temos tido alguma sorte e isso tem feito a diferença, mas ela não dura para sempre!...
De Luis Agostinho a 1 de Dezembro de 2013 às 10:43
Fiquei extremamente preocupado pelo que vi em termos de arbitragem. Acredito que os bois do apito irão fazer tudo para levar os corruptos ao título, incluindo empurrar o Benfica para baixo. Acredito que tudo farão para retardar o declínio dos corruptos. Depois há outro factor, as ligações que eles têm. Alguém viu o presidente do nacional a falar sobre os corruptos ontem na rpt informação?
De Manuel Afonso a 1 de Dezembro de 2013 às 11:37
Caro tma, este seu tópico diz tudo o que há a dizer.
O facto de ser pertinente, e é, discutir se temos ou capacidade para sermos campeões, diz tudo o que há para dizer.
Mais ainda quando só o estamos a fazer porque o nosso rival está ainda pior do que nós.

Olhando para o nosso plantel, para as condições oferecidas pelo clube a técnicos e atletas, se isto não entra por completo no campo do ridículo, não sei o que entrará.

Não é propriamente segredo que na minha opinião isto se deve de Alfa a Omega a Jesus, que de profeta só tem o nome, ou falando numa prespectiva menos "profética", a sua capacidade de sacar dinheiro aos mais incautos, que ainda acreditam nas suas capacidades milagreiras(vulgo LFV).

E a este propósito, mudar o sistema? Ou fingir que muda o sistema?
Os únicos jogos que fez assumidamente em 4-3-3 foram com o Ruben Amorim a titular, culminando no grande jogo feito na Grécia. E assim que este se lesionou, logo aí viu a oportunidade para voltar à sua táctica predilecta, o 4-2-4.
A jogar assim, perante a porcaria de jogo que fizemos com o Braga, sentiu-se pressionado para inventar uma coisa que se pareça mais ou menos com um 4-3-3, mas que não o é. O que se viu na Bélgica foi um 4-quê?!?!-hamm!!!!.

Como é que vamos jogar em Vila do Conde? Nem Deus, o pai, sabe. E aceito apostas.
Isto não perfigura nenhuma mudança de sistema táctico. Perfigura é a completa ausência de um, o que olhando para a forma como jogamos, sendo esta a QUINTA época deste pseudo-treinador no clube, é algo que começa a sair do campo da opinião para entrar no campo factual.
De Antonio Matos a 1 de Dezembro de 2013 às 12:46
Os 3 jogadores contratados para resolver, de uma vez por todas, os problemas das laterais, Cortez , Sílvio e Siqueira, estão lesionados!
Coincidência? Não. Aqui, a única coincidência, é que nenhum deles jogava e/ou treinava, no anterior clube.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Os 3 jogadores contratados para resolver, de uma vez por todas, os problemas das laterais, Cortez , Sílvio e Siqueira, estão lesionados! <BR>Coincidência? Não. Aqui, a única coincidência, é que nenhum deles jogava e/ou treinava, no anterior clube.<BR class=incorrect <a name="incorrect">Cortez</A> </A>, no S. Paulo, por motivos que desconheço, pois não sigo o futebol brasileiro.<BR>Sílvio, no Atlético de Madrid, por arrastar graves e recorrentes problemas físicos.<BR>Siqueira, embora fosse titular do Granada, não tinha efectuado a pré-época e não terá sido por prolongar as férias de Verão.<BR>Coisas do destino? Também não.<BR>Esta situação, aberrante e lamentável, não é fruto do acaso, nem da falta de sorte. A isto chama-se, incompetência de quem contrata, leviandade de quem examina e abaliza e gestão danosa de quem dirige.<BR>Quando se gere um clube da dimensão do nosso, como se duma mercearia de bairro se tratasse, é muito complicado ganhar campeonatos.<BR>
Resta-nos ter fé em...Deus!
De Brytto a 1 de Dezembro de 2013 às 15:08
Jesus não é perfeito, mas está muito longe de ter sido uma desgraça:

1) Quando JJ chegou ao Benfica este estava em quadragésimo e tal no ranking da UEFA, hoje está em sexto, alguma coisa deve ter sido feito de positivo!
2) Somos também o clube europeu, nos últimos 10 anos, com mais jogos nas competições da UEFA, e esta heim?
3) Estivemos a minutos de uma das melhores épocas de sempre e nos 3 jogos finais que perdemos, incluindo final da taça de Portugal onde sofremos o primeiro golo fora de jogo (de que ninguém fala), merecemos ganhar, ou pelo menos não perder ( jogo no dragão). Infelizmente, aconteceu ... futebol - ainda é um jogo!
4) Com JJ viu-se o Benfica praticar um futebol, com a tal nota artística, que não se via há muito na Luz e com a consequente valorização de activos e correspondente encaixe financeiro que rivalizam com o Porto.
5) Bem sei que sei que se investiu muito, mas é incontestável que reduzimos a diferença que nos separava do nosso grande rival, a tal ponto que já discutimos o campeonato até ao fim, coisa que não se passava antes da era JJ, com excepção da era André Villas-Boas, que por acaso, foi um dos melhores portos de sempre!
6) Não esquecer, sem falar dos casos de arbitragem, que estamos a "lutar" contra uma equipa que raramente perde, em 3 campeonatos perdeu um jogo, fenómeno único europeu!!! Temos que convir que é muito difícil competir com algo assim...O Porto em cerca de 108 jogos para o campeonato perdeu UM, só ontem é que voltou a perder outra vez !!!! Pergunto, como se ganha a uma equipa assim? Parece que tem que ser o melhor Benfica de sempre, não vejo outra forma! Um Benfica perfeito... como aliás quase o foi a época passada (um único jogo perdido, em qualquer campeonato normal esta performance é vencedora em 99% das vezes).Mesmo assim, lutámos e merecemos ganhar 2 dos 3 últimos campeonatos.
7) Enfim, nem tudo se fez bem, erros foram cometidos, mas é indesmentivel que hoje estamos mais perto de ganhar do que estávamos há 5 anos atrás e o prestígio do Benfica a nível europeu foi novamente resgatado.
De Manuel Afonso a 1 de Dezembro de 2013 às 22:31
Caro Brytto, sem me alongar demasiado, concordo consigo quando diz que Jesus não é perfeito. Apesar de isto ser aquilo a que os anglo-saxónicos chamariam de "understatement".
O resto são factos que não merecem contestação. Não me parece é que se devam ao trabalho desenvolvido pelo Jesus, antes são-no apesar dele.

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

#Reconquista

Um

Crer

Proveitosa

Pujante

Deplorável

Firme

Soberba

Complicado

Merecida

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds