VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Domingo, 31 de Maio de 2009

Cardozo

 Venho juntar a minha voz ao coro que diz que é importante manter o Cardozo. Confesso que já me irritei muitas vezes com o seu futebol desajeitado e que costumava estar de acordo com o Quique quando este o sacrificava para jogar o Suazo. Mas a recta final deste goleador sem perfil de herói fala mais alto.  Não que me renda à objectividade: rendo-me aos golos.

  Há anos que o Benfica não tinha um matador - o Simão, sem jogar na posição em que isso se exige, era o único que competia pelo título de melhor marcador do campeonato. Agora que encontrámos um, que tem no seu pé esquerdo o remate mais fácil e potente da liga, não o podemos largar. Além disso, como se viu no jogo com o Belenenses, está melhor a jogar de costas para a baliza e a fazer tabelas e com um bom trabalho dos extremos pode ser um gigante perigoso no cabeceamento. E sem dúvida que para o ano os extremos devem ter um desempenho mais mágico, mais venenoso, jogando talvez um pouco mais adiantados no campo, recuando em contrapartida o Aimar para que se torne no dez que ele é e que o Benfica precisa.

 Dizem que vem aí o Jorge Jesus: mas a salvação, caros benfiquistas, passa pelo paraguaio.

publicado por Simão às 23:59
link do post | comentar | ver comentários (19)

Futsal


Parabéns ao nosso futsal, após mais uma vitória na Taça de Portugal. A secção foi criada há oito anos, e esta é a quarta Taça conquistada neste período (metade das disputadas, portanto). Durante estes mesmos oito anos, a modalidade conquistou também já quatro Campeonatos Nacionais, estando ainda na luta por um possível quinto título (que, caso o logremos conquistar, será o tricampeonato). Podemos portanto dizer, e com toda a propriedade, que o futsal do Benfica honra os pergaminhos do nosso clube.

Parabéns também em particular ao nosso treinador André Lima, que com esta vitória conquistou o seu primeiro título como treinador, naquele que é o seu ano de estreia nestas funções. Que possa atingir pelo menos o mesmo sucesso que teve como jogador é o meu desejo. Uma palavra também para o 'histórico' Zé Carlos que, apesar de ter passado uma boa parte da época um pouco na sombra do Bebé, foi ontem um gigante após a expulsão do titular.

Ainda nas modalidades, o nosso basquetebol iniciou também ontem da melhor forma a final do playoff, batendo a Ovarense no primeiro jogo. Tendo em conta a qualidade já demonstrada esta época, e mesmo com a adversidade das lesões em jogadores chave, é legítimo ambicionarmos ver o regresso do título à Luz, título esse que anda arredado desde os já longínquos tempos do Carlos Lisboa (como jogador, que como dirigente temo-lo lá agora).

publicado por D`Arcy às 12:00
link do post | comentar | ver comentários (20)
Sábado, 30 de Maio de 2009

Quique: a vista do ponto e o ponto de vista.

A vista do ponto depende sempre do ponto de vista.

 

Assim, tal como o meu amigo Pedro Fonseca [link], considero que Quique Flores deveria ter sido mais solidário para com o Benfica ao longo da época. Da mesma forma, considero que deveria ter havido um maior apoio público ao treinador por parte de todas as estruturas do Benfica no último mês do campeonato e que Quique tem motivos para se mostrar desagradado com essa falta de apoio.

 

No entanto, não posso ignorar que antes do jogo em casa com o Trofense, Quique comunicou ao seu Director que desejava sair no final da época e inclusivamente pediu que o Benfica abdicasse da indemnização que ele (treinador) teria de pagar por quebra do contrato. Diga-se que ao treinador foi comunicado que o Benfica abdicava da dita indemnização.

 

Depois de este episódio, compreendo e partilho o desagrado do seu Director, quando, após o último jogo com o Belenenses, o mesmo Quique deu o dito por não dito e pediu, ele mesmo, uma indemnização para sair do Benfica.

 

O que é que mudara entretanto? Aparentemente foi a indignação pelo abandono a que se sentiu sujeito. Essencialmente foram os últimos resultados de Abel Resino no Atlético de Madrid. Só assim se explica que, depois de uma vitória por 3-1 ao Belenenses, o resultado que se ouvia discutir em castelhano, no balneário, fosse o 1-4 do Atlético de Madrid aos de Bilbau.

 

Felizmente, o campeonato espanhol acaba neste fim-de-semana.

_____

Já o disse [link e link] e repito-o: a avaliação de Quique não deveria ser feita em função dos resultados, pois estes foram inquinados essencialmente por arbitragens espúrias, mas sim em função das práticas diárias do treinador. Cada vez mais, concordo com a avaliação feita.

publicado por Pedro F. Ferreira às 13:25
link do post | comentar | ver comentários (97)
Sexta-feira, 29 de Maio de 2009

Curiosidades do Futebol em Portugal

Na última jornada da II Liga, o Santa Clara não consegue a subida.  Consegue-a o Leiria.

 

O Estrela da Amadora está em risco de falência.  Se tal suceder, mantém-se o Belenenses.

 

O Vitória de Setúbal, que há dias não tinha dinheiro nem para comprar rifas, paga ontem de uma assentada quatro meses de salários em atraso e as dívidas ao fisco e segurança social.  Aparentemente, ninguém perguntou de onde vem esta súbita riqueza.

 

Adivinha: O que têm em comum os três clubes, Belenenses, Leiria e Vitória?  Pois é.

publicado por Artur Hermenegildo às 11:27
link do post | comentar | ver comentários (33)
Quinta-feira, 28 de Maio de 2009

E calma, não? Parte II (ui, o bicho papão da CMVM)

 

Vamos lá ver uma coisa:
 
Contrariamente ao que a comunicação social anda para aí a vomitar, a CMVM não 'suspendeu as acções da Benfica SAD'. O que a CMVM fez foi solicitar à Euronext a suspensão da negociação das acções até à divulgação de informação esclarecedora, que é uma coisa que acontece vulgar e corriqueiramente quando saem notícias sobre acontecimentos considerados como relevantes e passíveis de alterar o valor das acções de modo significativo.
Acontece a toda a hora, com toda a normalidade, e já aconteceu várias vezes a todos os clubes.
Basta, por exemplo, lançar-se uma OPA sobre uma empresa e a CMVM solicita a suspensão da negociação dessas acções.
Isto não significa rigorosamente nada, a não ser que a CMVM agora acha que o pasquim do Record tem alguma credibilidade, o que me preocupa porque diz alguma coisa sobre o discernimento da CMVM.
 
Pare-se lá com o raio da histeria de vez, porra.
 
Parecem um bando de adolescentes histéricas em frente aos Tokyo Hotel.

 

 

------------------------------------------

Adenda - 12h32m

 

Como é natural, entretanto o Benfica já esclareceu a CMVM e já desmentiu esse produto intestinal que começa por um 'R', acaba num 'D' e tem 'ecord' pelo meio.

 

Querem continuar a ser embalados pelo Grupo Cofina? A escolha é vossa.

 

Ao comportamento desse pasquim já estamos habituados. Fica registada a forma como é gerida a CMVM hoje em dia.

 

publicado por Carlos Miguel Silva (Gwaihir) às 12:20
link do post | comentar | ver comentários (38)
Quarta-feira, 27 de Maio de 2009

Os pontos nos meus ii

1) Não gostaria que Quique Flores continuasse. Não posso defender algo diferente para ele do que defendi para o Fernando Santos. Se não atingiu os objectivos mínimos, deveria ter a hombridade de colocar o lugar à disposição. (Todavia, concedo que a forma como o affair Jesus nunca foi desmentido lhe possa ter caído muito mal. Se ele colocaria o lugar à disposição, caso nós tivéssemos tratado desse assunto de outra forma, é algo que nunca saberemos.)

 
Justificação: para além de não termos conseguido um lugar na Champions, não se viu evolução praticamente nenhuma no nosso jogo desde o início da época. Houve uma série de equívocos (colocação do Amorim à direita, Cardozo no banco, Aimar a avançado ou à colado à esquerda), situações mal geridas (Reyes, Léo, Balboa) e incompreensão sobre o que é o Benfica (“melhorámos em relação ao que foi no ano passado”). O único ponto a favor dele é nós nunca virmos a saber como é que a equipa jogaria se todas as ROUBALHEIRAS que nos foram perpetradas, e que nos impediram de chegar à ou aumentar a liderança em mais do que uma ocasião, não o tivessem sido.
 
 
2) Entre Quique Flores e Jorge Jesus, prefiro claramente o primeiro.
 
Justificação #1: despender entre 4 e 5 milhões de euros para ir buscar um treinador como o Jesus é um tremendo disparate.
 
Justificação #2: objectivamente o Quique, mesmo com todos os equívocos, ficou à frente do Jesus, o “mestre da táctica”. Podem dizer: “ah e tal, o plantel do Benfica é melhor do que o do Braga”. Certo, mas também no ano passado era em relação ao Guimarães e o Cajuda ficou à nossa frente. Mais: o Braga ficou atrás do... Nacional, treinado pelo... Manuel Machado! Vamos trocar um treinador que não atingiu os objectivos no Benfica por um que não o fez no... Braga (link)?!
 
Justificação #3 (e a mais importante): para o bem e para o mal (mais para este...) o Quique nunca falou de arbitragens. Assim sendo, tem uma coluna vertebral mais direita do que alguém que, quando jogava contra nós e era prejudicado, “aqui d’el rei, não nos deixam ganhar, não podemos lutar pelos primeiros lugares, playstation etc.”. Quando jogava contra o CRAC e via o Postiga marcar um golo três metros fora-de-jogo ou serem-lhe perdoados três(!) penalties num só jogo, “ah e tal, o árbitro não esteve bem, mas o CRAC é uma grande equipa”. Enquanto equacionarmos pessoas destas para o nosso clube (e, já agora, outras pessoas que, quando jogavam contra nós e nos marcavam golos, faziam “manguitos” e nos chamavam filhos da Cristián Rodriguez), não nos damos ao respeito e não nos podemos admirar que os Pedros Henriques, os Pedros Proenças e os Vascos Santos desta vida se permitam fazer o que fazem nos nossos jogos. Era bom que nos lembrássemos do que o Joaquim Bogalho fez ao Félix Antunes, na altura capitão do Benfica.
 
 
3) A minha opção seria um treinador estrangeiro, já com títulos ganhos, conhecedor do futebol português ou que aceitasse adjuntos portugueses e que incutisse respeito aos jogadores.
 
Justificação: a margem de manobra dos treinadores portugueses é historicamente muito limitada. Não é por acaso que em 105 anos de história só por duas vezes fomos campeões com treinadores nacionais. Além disso, não vejo nenhum com arcaboiço para suportar a pressão de estar no banco do Benfica. Imaginem só esta época com um treinador nacional. Duvido que no final alguém lhe pedisse para ficar como fizeram ao Quique...
 
 
De qualquer maneira, e independentemente da escolha que vier a ser feita pela nossa SAD, farei o que faço todos os anos: renovarei o meu bilhete de época de título fundador, não faltarei a nenhum jogo em casa e seguirei escrupulosamente a minha regra de nunca assobiar jogadores ou treinadores do Benfica. O Rui Costa continua a ter, OBVIAMENTE, todo o meu apoio. Por uma razão muito simples: porque, para além de ser mais que qualificado para o lugar, jamais defenderá outros interesses que não os do Benfica. Podem parasitar inúmeros empresários à volta dele que tudo o que ele fizer será sempre para o bem do nosso clube. Não tem nenhuma agenda escondida. Se errar, isso acontecerá apenas porque é humano. Como todos nós.
publicado por S.L.B. às 14:30
link do post | comentar | ver comentários (29)

E calma, não?

 

O que era mesmo muito engraçado era se os benfiquistas que comem tudo o que vem nos jornais, na tv e na rádio como eu em determinada altura da minha tenra existência comi pacotes de batatas fritas com sabor a pickles (o que, em abono da verdade, não deve ter exactamente contribuído de forma positiva para a minha saúde mental) deixassem de se comportar como a Manuela Moura Guedes com uma overdose de cafeína ou como um elefante com o cio vendado numa loja da Vista Alegre.
 
É que não há paciência, honestamente, para o espernear desenfreado que se vê e que se lê por aí.
Comem tudo, tudo, tudo e depois rebentam por entre espirais de loucura como um Mr. Creosote histérico e espalham as entranhas pelas paredes do edifício benfiquista.
Emprenham pelos ouvidos e acabam por parir recém-nascidos grotescos com a cara do Sá Pinto e com ‘Grupo Cofina’ tatuado no rabo.
 
Há verdadeiramente necessidade de entrar no carrossel só para andar a vomitar na cara de toda a gente que está cá fora a ver?
 
Onde é que se compram dardos tranquilizantes?
 
Valerá mesmo a pena deixar a caixa de comentários deste post aberta?
 
E mais importante que isso, se algum dia isso se confirmasse, teria a Alexandra Solnado uma palavra activa na contratação de Jesus?
 
publicado por Carlos Miguel Silva (Gwaihir) às 12:36
link do post | comentar | ver comentários (21)
Segunda-feira, 25 de Maio de 2009

'Lose-lose situation'

A reacção [link] foi tardia e, escaldados com as recentes informações sobre Ramires, é natural que estejamos cépticos. Atendendo ao actual contexto, esta solução já surge ferida. Assim, a confirmar-se o cenário actual, fico surpreendido e com a convicção de que se caiu numa lose-lose situation. E não havia necessidade.

 

Agora, arregacemos as mangas e tratemos do futuro!

publicado por Pedro F. Ferreira às 19:47
link do post | comentar | ver comentários (87)

A crise do Benfica!

Benfiquistas,

 

A culpa da crise do Benfica deve-se ao facto de todos os anos mudamos de treinador.

Parece uma frase feita, mas eu vou justificá-la.

Ora, a mudança de treinador geralmente tem como consequências imediatas:

 

1º Novas filosofias de treino;

2º Novos esquemas tácticos e de jogo;

3º Novos planos de treinos físicos para os jogadores;

4º Novas apostas em jogadores ou alterando o posicionamento dos mesmos em função das ideias do novo treinador;

5º Entrada e saída de muitos jogadores.

 

Estas consequências imediatas dão origem a que:

 

1º Em vez de as rotinas do treinador anterior começarem a dar frutos, surgem novas rotinas que levam o seu tempo a estabilizar e a dar resultados;

2º O próprio físico dos jogadores se tenha de adaptar às novas filosofias de treino físico

3º O jogador que estava a começar a evoluir, deixe de ser opção e estagne a sua evolução ou o jogador que começava adaptar-se a uma determinada posição tenha de começar adaptar-se a uma nova posição.

 

A mudança de treinador todos os anos é também prejudicial por outras razões. A saber:

 

1º Passa a mensagem aos jogadores de que estes não precisam de se preocupar muito em esforçarem-se até ao limite, pois no ano a seguir aquele treinador já lá não estará, mas eles continuarão lá. Assim, torna-se difícil que o treinador se imponha. Se o treinador continuasse, obrigava os jogadores a provar que para o ano este podia continuar a contar com eles, e que aqueles mereciam continuar no plantel. Mudando o treinador todos os anos, instala-se a anarquia.

Imaginem vocês se tivessem conhecimento de que todos os anos o vosso superior hierárquico mudava...

 

2º Passa a mensagem de que certos Santos, Lobos, Manhosos, Azevinhos, Pintos de Aviário, entre outros, podem continuar a criticar e mal-dizer tudo o que é feito no futebol do Benfica, porque sabem que alguém lhes dá ouvidos.

 

Além disso, é mais um gasto estúpido com indemnizações e uma mancha numa instituição como o Benfica, que devia honrar os seus compromissos e cumprir os seus contratos.

 

Isto tem de acabar para bem do nosso clube. E tem de ser já! Quique tem de continuar o seu projecto de dois anos.

publicado por LMB às 19:09
link do post | comentar | ver comentários (11)

Dúvidas.

Por um lado, quase todos queremos o Reyes e quase todos achamos que se justifica pagar meia dúzia de milhões de euros para que o futebolista mais exclamativo e entusiasmante do plantel fique no Benfica.

Por outro lado, torcemos o nariz quando percebemos o salário astronómico que o espanhol recebe e que teria de ser o Benfica a suportar integralmente no futuro. Sabendo o que faz uma enorme discrepância salarial num balneário e sabendo o rombo que tal salário faz no orçamento… dizemos-lhe “buen viaje”. E se a sua viagem terminar onde terminou a de Rodriguez? Teremos a capacidade de avaliar esta hipotética decisão do Benfica com a mesma racionalidade?

_____

Por um lado, tenho a pretensão de dizer que ninguém mais do que eu aprecia Luisão (pode haver quem aprecie de forma idêntica, mas dificilmente encontrarei quem por ele tenha maior admiração) e, obviamente, desejo que ele fique no plantel. Mas li aquela despedida dos adeptos como uma despedida do… Benfica. Por um lado, compreendo que com 28 anos está na altura de fazer um excelente contrato e que, precisando o Benfica de fazer dinheiro, este seja um dos principais candidatos a sair. Mas, ainda assim, é o Luisão, caramba! Por outro lado, o mais certo é que eu esteja a fazer uma leitura enviesada daquela despedida sentida…

_____

E o Quim? Acham que pode sair? Aqueles que dizem não se importar com a sua possível saída manterão essa mesma indiferença independentemente do seu futuro clube?

publicado por Pedro F. Ferreira às 00:02
link do post | comentar | ver comentários (52)

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Receio

Passeio

Natural

Pouco

Absurdo

Controlo

Tranquila

Desconcentração

Cinzenta

Frustrante

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds