VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Sexta-feira, 5 de Março de 2010

Realinhamento

O presidente do Vitória de Guimarães e candidato à reeleição já veio a público anunciar que não pretende renovar o protocolo de cooperação com o Benfica.  Entretanto anuncia um "acordo de cavalheiros" com o braga. 

 

É uma clara manobra oportunista de reaproximação ao fcp e daí extrair benefícios. 

 

Entretanto, quanto ao dito "acordo de cavalheiros", outro candidato responde-lhe:

 

«Não se podem fazer acordos de cavalheiros, quanto mais não seja, pela ausência de cavalheiros do outro lado».

«Não me esqueço de, muito recentemente, ter visto os adeptos do Vitória obrigados a entrar descalços no estádio do Dragão num jogo em que António Salvador surgiu no camarote do FC Porto ao lado de Pinto da Costa»

 

Não posso deixar de achar preocupante este possível realinhamento do VG.  Não sei se não poderíamos fazer mais para mantermos os nossos aliados.

publicado por Artur Hermenegildo às 12:25
link do post | comentar | ver comentários (28)

Prémio ‘Ah, mas também há um Sporting em Portugal, é?’

Já eu, pessoalmente, costumo confundi-los com um circo: link.

 

Peço antecipadamente desculpa por haver uma menção aos Delfins no artigo.

publicado por Carlos Miguel Silva (Gwaihir) às 01:17
link do post | comentar | ver comentários (10)
Quinta-feira, 4 de Março de 2010

Prémio 'Vou ficar com o cu fora da Liga dos Campeões e é melhor garantir que entra guito para comprar fruta e café com leite'

Trata-se de moços que descobriram uma súbita e tocante preocupação com quem não se qualifica para a Liga dos Campeões: link. Altruísmo do mais alto nível, é o que é. Estou emocionado. Tenho uma lágrima no canto do olho. Ou então é remela.

publicado por Carlos Miguel Silva (Gwaihir) às 22:52
link do post | comentar | ver comentários (17)

Prémio 'Ou têm personalidade múltipla ou são burros que nem um Eduardo Barroso'

Num avanço sem precedentes da medicina psiquiátrico-veterinária, investigadores descobrem que existem suínos com distúrbio da personalidade múltipla: link.

 

 

Só falta a seguir convocarem uma conferência de imprensa para, indignados, exigir que se castigue toda a corrupção e as manobras pouco éticas do clube do Porto que veste de azul e branco.

 

publicado por Carlos Miguel Silva (Gwaihir) às 15:05
link do post | comentar | ver comentários (22)
Quarta-feira, 3 de Março de 2010

Manuel José e o elogio público feito ao Benfica.

Nem sempre concordo com Manuel José (o que é perfeitamente normal, visto que nem comigo costumo estar sempre de acordo) e, por diversas vezes, discordei das palavras deste algarvio desassombrado.

 

Lembro-me (e como me poderia esquecer?!) das palavras pouco abonatórias e de desconfiança que ele teve antes da visita dos andrades à Luz, no passado mês de Dezembro. E por me lembrar dessas palavras e do cepticismo que nelas ia, mais valor tem o elogio público que ele fez à qualidade futebolística da nossa equipa. Foi no programa “Dia Seguinte”, na passada segunda-feira, e o que aqui reproduzo é um pequeno excerto do longo e merecido elogio que Manuel José fez ao Benfica. Foi interessante e foi importante.

 

Num país futebolístico em que o elogio, por parte dos agentes do futebol, costuma sair célere e gratuito relativamente às qualidades de gestão de quem ganha campeonatos com envelopes a árbitros e fruta para dormir, este tipo de elogios a quem anda de mãos limpas e cabeça erguida escasseiam pelo desassombro, pela frontalidade e pela justiça dos mesmos. Num programa em que dois toleirões tentam, de forma labrega, sujar o nome, a honra e a qualidade do Glorioso, foi muito interessante ver o incómodo (que neste pequeno excerto não é notório) que as palavras de Manuel José provocaram naquela gente, jornalista incluído.

_____

 

publicado por Pedro F. Ferreira às 11:11
link do post | comentar | ver comentários (33)

O lado esquerdo do Benfica

É sabido que sou um apoiante do César Peixoto. Sou porque tenho a impressão de que ele é, essencialmente, um jogador cumpridor. Admito a idiotice do argumento, afinal de contas quem não cumpre vai-se embora, porém não tenho outro mais racional: não, o Peixoto não é um jogador de levantar estádios, no entanto está lá e cumpre. Sendo isto manifestamente insuficiente para justificar os "sobe, Peixoto", "domina, Peixoto" e etc. que eu vou gritando quando o homem anda em campo, acrescento que o que me agrada realmente é que o Peixoto parece que vai para o campo jogar à bola (e só descobri isto com a ajuda de um adepto no jogo no Restelo). Isto é, andam ali uns tipos a jogar futebol, e o Peixoto anda ali, na boa, a jogar à bola. Bem sei que este "na boa" é, por vezes, enervante, mas o Peixoto, nitidamente, não joga futebol, joga à bola, sem grande stress. Além disso, quando jogamos aos domingos e ele sobe ao relavado, era capaz de jurar que o Peixoto, como diria o Carlos Miguel Silva, tem a vaga ideia de ter sido atropelado no sábado por um camião cisterna cheio de Sagres. Por estas razões, o Peixoto parece um de nós, e é por isso que quando a malta está na bancada e puxa pelo Peixoto, o Peixoto reage. Além de tudo isto, o Peixoto mandou os lagartos às favas no início do campeonato, logo só pode ser mesmo um de nós. Assim, tenho a certeza de que o vou encontrar a festejar o campeonato connosco, e pode trazer a Diana Chaves - há-de haver minis que cheguem para toda a gente (nota: não sou eu o tipo do cartaz  que dizia "PEIXOTO, DÁ-ME A TUA DIANA CHAVES").

 

Lembrei-me disto tudo porque parece que o Peixoto anda a dar umas dicas ao colega Coentrão. Na 2ª feira, numa declaração à imprensa, o Coentrão sai-se com esta, quando interrogado acerca da sua chamada aos sub-23: «vou dar o máximo para mostrar ao Queirós que mereço estar lá». Vale a pena ouvir. Qual mister qual quê? «Ao Queirós» e mais nada. É claro que, depois, com respeitinho chama «mister» ao Jorge Jesus (e acaba por chamar «mister» ao Queirós apenas porque está a falar nos dois treinadores).

 

Eu só digo uma coisa: se este lado esquerdo do Benfica não for levado para a África do Sul, confirma-se a azelhice do Queirós. Eu ficarei contente se eles não forem convocados, e não é porque tenha dúvidas acerca da azelhice do Queirós.

 

Eu só digo mais uma coisa: o Peixoto é grande.

 

Só quero dizer mesmo mais uma coisa: o Coentrão também.

publicado por p às 00:41
link do post | comentar | ver comentários (20)
Terça-feira, 2 de Março de 2010

Já que estamos nisto

Eu, como sou mais básico, sonhei com moças avantajadas em topless e de cachecol do Benfica, a festejar o Benfica Campeão cheio de jogadores à Benfica, bons e dignos de envergar a camisola cor de sangue. Estou-me positivamente a borrifar se são portugueses ou não, que o Benfica é muito maior que Portugal. E é triste que haja benfiquistas que o não percebam.

 

Nos meus sonhos, como na realidade, eu dou o corpo ao manifesto pelo Glorioso. Sempre e em qualquer circunstância.

 

----------------------------------------------------

ADENDA

 

Este post surgiu como complemento/resposta a um post anterior que entretanto foi retirado pelo próprio autor. Admito, portanto, que, descontextualizado, possa parecer estranho e pouco oportuno e até, vá, parvo.

Por respeito a quem aqui veio comentar, e porque apreciei muitos dos comentários, optei por não retirar o raio do meu post. Está explicado. A partir de agora quem vier mandar postas de pescada para a porcaria da caixa dos comentários e perguntar a que propósito vem isto (o que, convenhamos, facilmente se percebe através da leitura dos comentários, se se tiver dois dedos de testa), vai de maca para o limbo internético.

publicado por Carlos Miguel Silva (Gwaihir) às 12:06
link do post | comentar | ver comentários (48)
Segunda-feira, 1 de Março de 2010

Lagartos divididos

Como seria de esperar, uma eventual vitória do SCP perante o FCP no jogo de ontem (e que veio a concretizar-se) iria causar divisão entre os lagartos, porque a derrota do FCP é um resultado que beneficia o Benfica, que é precisamente a pior coisa que pode acontecer à maioria dos seus adeptos.

Nestas alturas que fico com a sensação que lidar com os adeptos do SCP é como pegar num lagarto pela cauda. Quanto tal acontece, o corpo do lagarto separa-se da cauda e foge para algum buraco.
Os adeptos que genuinamente festejaram a vitória de ontem são como a cauda: fica a vibrar durante alguns instantes (até à próxima exibição ridícula) mas não tem qualquer utilidade (pois estão desfasados do que é a verdadeira mentalidade do clube e por isso não são tidos em conta).
Os restantes, que para mim representam verdadeiramente aquilo que é o Cepórtêm e que, portanto, correspodem ao corpo do lagarto, fogem para baixo de uma pedra, amuados por o seu clube ter ajudado o Benfica. Reaparecerão na primeira oportunidade se porem ao lado de seja quem for que lhes proporcione uma oportunidade de manifestar o seu anti-benfiquismo congénito.

publicado por tma às 17:17
link do post | comentar | ver comentários (17)

Empata-f***s

Por mais que nos dê jeito, sou incapaz de ficar contente com vitórias de agremiações patéticas que, a ganhar por 3-0 a uma organização de corruptos que inquinam o futebol português há mais de duas décadas, têm adeptos que cantam músicas ordinárias anti-Benfica nas bordas daquela sanita gigante do Alvalixo, quais farrapos de excremento que se recusam a ir na enxurrada do autoclismo.

 
Parece-me que há por aí (sendo o 'aí' os espaços de comentários do blog, a internet no geral e, sei lá, o raio que o parta do mundo inteiro) muito ingénuo que ainda não percebeu os intrincados mecanismos da psicologia lagarta. Vejam lá se percebem isto: a lagartagem não está contente por ter ganho aos aliados amigalhaços do clube da fruta, dos rebuçados e das escutas. Não: está contente porque isto lhes dá uma confiança acrescida (e descabida) para enfrentar o único objectivo que verdadeiramente lhes resta, no seu pervertido sistema de valores: tentar ganhar-nos e ser o empata-f***s na nossa caminhada para o título.
 
É por isso, senhoras e senhores, que a banda sonora ontem na fossa séptica era aquele involuntário acto de vassalagem à grandeza do Glorioso – vivem obcecados com a nossa magnificência.
 
 
p.s.1 Era, vá, engraçado se o Jesualdo um dia conseguisse retirar (eventualmente com recurso a técnicas cirúrgicas) o gigantesco melão vermelho que tem no rabo e ter aquele tipo de declarações pacíficas e aparentemente lúcidas no final de um jogo com o Benfica. Em vez de, sei lá, mandar piretes para as bancadas e ofender quem lhe deu de comer tantos anos, ou apadrinhar agressões a agentes desportivos;
 
p.s.2 Preparem-se que – ui! – agora é que os correligionários da fruta vão colocar todas as fichas no Porto B. ‘B’ de Braga, evidentemente. Vão colocar toda a carne no assador. Sendo o assador a arbitragem nos jogos da Liga e a carne, bom, aqueles bois pretos que por lá andam e que precisam de fruta para dormir.
publicado por Carlos Miguel Silva (Gwaihir) às 15:00
link do post | comentar | ver comentários (17)

Estranha forma de vida

Após uma vitória contranatural do sportém contra os andrades – contranatural porque acabou indirectamente por beneficiar o Glorioso – encontro um grupo alargado de lagartos com uma incrível sanha anti-benfiquista, dizendo que, se era para ver benfiquistas satisfeitos com os pontos perdidos pelos andrades, melhor fora que não tivesse sido o sportém a surripiá-los.

 

É em momentos como estes que me apercebo da importância de o sportém ter ontem jogado com futebolistas profissionais e não com adeptos. Caso tivessem jogado com onze adeptos, e a julgar pelo que hoje oiço, teríamos ontem visto metade de uma equipa a jogar contra o seu clube.

publicado por Pedro F. Ferreira às 11:37
link do post | comentar | ver comentários (9)

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Obrigação

Banco

Exemplar

Madrugadora

Pouco

Inconsistência

Confrangedora

Arrasador

Sofrível

Solidez

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds