VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Domingo, 2 de Agosto de 2020

Balanço

Optei por não escrever crónicas sobre os jogos que realizámos no regresso pós-confinamento simplesmente porque não tinha condições para o fazer de forma minimamente honesta. O meu entusiasmo era pouco mais do que nulo, não vi (por opção) vários dos jogos, e quanto aos que vi, em nenhum deles vi os noventa minutos (cheguei mesmo a adormecer a meio de alguns jogos). Agora que finalmente está fechada a época, e com uma exibição que podia perfeitamente ser um resumo da mesma, posso tentar fazer o meu pequeno balanço dela.

 

O balanço só pode mesmo ser catastrófico. Sem qualquer explicação racional, na segunda metade da época deitámos tudo a perder. Imitámos o Porto da época passada e desperdiçámos uma vantagem de sete pontos, conseguindo passar de um registo de dezoito vitórias em 19 jogos para o campeonato para apenas três vitórias em doze jogos. Foi aliás ainda pior do que aquilo que o Porto fez a época passada, porque nós na altura fomos quase perfeitos, enquanto que agora o Porto foi pouco mais do que medíocre e mesmo assim nós conseguimos ser piores do que eles. Parecia que quanto pior fosse o Porto, nós conseguíamos baixar ainda mais o nível de forma a mantermo-nos abaixo deles. Literalmente entregámos o ouro ao bandido e persistimos no péssimo hábito de dar vida a um adversário moribundo, o que mais uma vez se confirmou no jogo de ontem, onde lhes oferecemos mais um troféu quando tínhamos tudo para o conquistar. Não o conquistámos, lamento concluir, porque os jogadores do Porto quiseram mais ganhá-lo do que os nossos jogadores, e isto para mim é inadmissível. E um dos pormenores que mais me revolta nisto é o que acho ser um aburguesamento da nossa equipa (para não lhe chamar falta de profissionalismo). Ao contrário do que aconteceu  noutros clubes, não houve cortes de ordenados no Benfica. Não houve layoffs, toda a gente recebeu por inteiro, a tempo e horas, ordenados e prémios. Foram dadas todas as condições aos nossos profissionais para que fizessem aquilo que se lhes exige, que é desempenhar as suas profissões com o mais alto rendimento. A resposta? Jogadores muitas vezes a arrastar-se em campo, de cabeça e ombros caídos, olhar no chão, e resignação. E incapacidade para levar de vencida equipas como o Tondela, o Portimonense, o Marítimo ou o Santa Clara, cujos profissionais, com muito menos condições do que os nossos, dignificaram muito mais as camisolas que envergaram. Não vou citar nomes, mas termino a época com a firme convicção de que uma boa parte dos jogadores que compõem o nosso plantel não são dignos de envergar a nossa camisola, e ficarei muito feliz quando os vir pelas costas.

 

Agora o foco é começar a pensar já na próxima época, celebrando o regresso do 'filho pródigo' Jorge Jesus. Faço desde já a minha declaração de interesses: não me revejo nesta decisão. Sou frontalmente contra o regresso deste homem ao Benfica e sinto-me mesmo magoado com isto. Claro que isto pouco importa para o Benfica, é apenas a minha opinião, e objectivamente o mais importante é que o Benfica regresse às vitórias o quanto antes. Mas por mais vitórias que se consigam com o Jorge Jesus (e espero muito sinceramente que elas venham em catadupa) isso não mudará a minha opinião sobre ele, nem apagará a mágoa que sinto por vê-lo de regresso ao nosso banco. Para mim há pontes que são queimadas que não podem ser reconstruidas, e o Jorge Jesus encarregou-se de se assegurar que várias dessas pontes fossem incineradas quando saiu. Talvez o profissionalismo não se compadeça com o lado emocional e o que interessam são os resultados, mas para mim a ligação emocional à minha equipa é importante e não é a fazer regressar uma pessoa que eu detesto que se fortalece essa ligação. Tal como não são decisões mercantilistas para porventura agradar a mercados asiáticos que ditam que apresentemos um equipamento para a próxima época tão horrível como aquele que usámos ontem. É talvez apenas um pormenor, mas se eu já embirrava com o emblema monocromático nas camisolas alternativas, ver agora o nosso emblema ser também adulterado na camisola principal desilude-me ainda mais, tal como a ausência completa do branco nas mesmas (nem os números nas costas escaparam).

 

Resumindo, estou profundamente desiludido com o que foi esta época, e muito pouco entusiasmado em relação à próxima. Mesmo tendo poucas dúvidas que os resultados terão que ser forçosamente melhores do que os desta época, a verdade é que pela primeira vez em muitos, muitos anos sinto que a minha ligação emocional à equipa de futebol do Benfica foi severamente abalada pelo que se passou esta época, ao ponto de neste momento a indiferença ser o sentimento predominante em relação à mesma.

tags:
publicado por D`Arcy às 15:47
link do post | comentar | ver comentários (27)

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Vendaval

Fracasso

Balanço

Regresso de Jorge Jesus

Treinador interino

Desoladora

Desperdício

Macia

Sucesso

Lisonjeiro

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds