VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Quarta-feira, 29 de Agosto de 2007

Atitude

Missão cumprida. Com alguma sorte à mistura (também faz falta), uma boa atitude, e um lance perfeito de laboratório conseguimos o que se exigia: o apuramento para a fase de grupos da Champions. Como bónus, até conseguimos passar a eliminatória com duas vitórias, que sempre contribuem com dois pontos para o ranking de Portugal na UEFA, a que se somam mais três pela qualificação - dada a nossa situação actual, este ano qualquer pontinho é importante. Não foi uma boa exibição do Benfica, mas foi uma exibição esforçada, e suficiente para cumprir os objectivos.

O Luisão não mostrou estar recuperado para este jogo, e mais uma vez o Camacho apostou no júnior Miguel Vítor. E convém frisar que ele é mesmo júnior de segundo ano, ainda pode participar no Campeonato Nacional da categoria, tal como o Romeu Ribeiro. No meio campo duas alterações em relação ao jogo com o Guimarães, com as saídas do Nuno Assis e do Coentrão para a estreia do Di María e a entrada do Luís Filipe. Num cenário como o de hoje, obviamente que o período que mais se teme é o primeiro quarto-de-hora, pois certamente que a equipa da casa irá tentar entrar em força para anular rapidamente a desvantagem. Sem surpresas, foi isso mesmo que aconteceu, e o Benfica viu-se empurrado para a sua área durante este período. O mau estado do terreno também não permitia grandes habilidades, por isso o futebol jogado era, e continuou a sê-lo durante todo o jogo, feio. Após resistirmos este primeiro quarto-de-hora, logo a seguir conseguimos o que o Camacho exigia, ou seja, marcar um golo. Foi um lance de laboratório perfeito, com a bola a passar pelo Rui Costa, Cardozo, Nuno Gomes e Katsouranis, e a acabar dentro da baliza com os dinamarqueses a ver jogar.

O Copenhaga sentiu o golo, e nos minutos que se seguiram pudemos respirar um pouco. Mas foi sol de pouca dura, porque os dinamarqueses voltaram a acordar após um lance em que o árbitro poderia ter assinalado um penalti contra nós. Logo a seguir, a sorte bafejou-nos quando na sequência de um livre a bola foi embater no poste - nesta fase o jogo começava a fazer-me lembrar um outro também disputado com o Camacho como treinador, contra o Rosenborg. Os dinamarqueses optavam por um futebol o mais directo possível, fazendo a bola chegar à nossa área rapidamente, e nós íamos resistindo. Mas ao contrário dos minutos iniciais, já surgiam alguns contra-ataques, sendo que o Di María poderia ter feito melhor em algumas dessas ocasiões, pois os remates sairam-lhe quase sempre enrolados. Mesmo perto do intervalo, felicidade e infelicidade para nós. Felicidade porque em mais uma enorme ocasião para o Copenhaga, o Allbäck completamente à vontade à entrada da pequena área conseguiu cabecear ao lado. Infelicidade porque o Nélson, que na minha opinião estava a fazer um bom jogo, se lesionou.

No segundo tempo entrou o Nuno Assis para o lugar do Nélson, e o Luís Filipe recuou para lateral. Estes segundos quarenta e cinco minutos foram muito pouco parecidos com os primeiros, já que o Copenhaga não conseguiu pressionar tanto como o fizera na primeira parte. Com o Benfica a conseguir mostrar um pouco mais o seu jogo, pelo menos gostei de ver-nos com um jogo mais largo, procurando frequentemente as faixas laterais, o que é uma diferença em relação ao passado recente de afunilamento constante. Conseguimos duas boas oportunidades para matar de vez a eliminatória, mas o Nuno Assis e o Cardozo conseguiram acertar no guarda-redes. Nos vinte minutos finais o Copenhaga voltou a aproximar-se mais da nossa área, mais uma vez recorrendo ao futebol directo, mas a nossa defesa, bem ajudada pelo meio-campo, lá foi dando conta do recado, e a vitória acabou por não fugir.

Como homem do jogo elejo o Katsouranis. Nem tanto pelo golo que marcou, mas sobretudo porque esteve quase imperial na defesa. Não sendo central de raíz, e usando e abusando o Copenhaga do jogo pelo ar, ele foi cortando tudo o que ia aparecendo, e mostrando o excelente sentido posicional que tem. Falar bem do Léo já é praticamente redundante, e do outro lado o Nélson esteve bem na primeira parte, começando a mostrar alguns lampejos do lateral ofensivo que gosta de jogar em antecipação que já foi em tempos. Na segunda parte, e apesar do meu receio, o Luís Filipe aguentou-se bem. O Miguel Vítor, mais uma vez, não comprometeu e chegou e sobrou para as encomendas. Tenho pena que tenhamos comprado o Edcarlos, acho que nestes dois jogos o Miguel Vítor mostrou que merecia o posto de quarto central da equipa. Se não escolhesse o Katsouranis para man of the match, a minha escolha seria o Petit. O auxílio dele à defesa foi inesgotável, e correu quilómetros como sempre. O Rui Costa, sem exuberância, foi o que conhecemos. É um descanso quando a bola lhe chega aos pés, porque sabemos que quase sempre ele vai meter ordem nas coisas. O Nuno Gomes terá feito hoje um jogo como já não lhe via há muitos meses. Inteligente na movimentação e no passe, e muito activo durante todo o jogo. Pareceu transfigurado, e foi dele a assistência para o golo. Quanto ao Cardozo, se quiserem aproveitar para bater mais nele por não ter marcado, força. Eu por mim estou muito contente por termos um avançado com aquelas características, e este jogo mostrou a sua utilidade. Inclusivamente nas ajudas defensivas. Pareceu-me que acabou o jogo completamente esgotado.

Já o comentei com outros benfiquistas há algum tempo: deposito grandes esperanças no Di María. Apesar dele não ter estado brilhante hoje, acabou por deixar-me com ainda mais vontade de o ver plenamente integrado. O jogo não era o mais propício para um jogador como ele, já que o campo parecia um batatal e progredir com a bola dominada era quase impossível. Mas o toque de bola não engana, e acredito que ele ainda nos poderá dar muitas alegrias. Agora até estou chateado porque o próximo jogo na Luz é só daqui a umas três semanas, e eu quero é vê-lo jogar num relvado em condições.

Bem, agora resta-nos esperar pelo sorteio de amanhã, e ver o que nos calha. As minhas preferências têm sempre uma constante: equipas italianas, por favor, não.
publicado por D'Arcy às 23:01
link do post | comentar
28 comentários:
De MAD*MAX a 30 de Agosto de 2007
D'Arcy, concordo c/a analise d'jogo... tanto ke o link ao post vai passar a constar no Benfica-forum!
Embora eu eleja o Petit como homem d'jogo.

Saudações desportivas
SLB 4EVER
De el niño rosso a 30 de Agosto de 2007
Eu que não tenho gostado muito dos últimos jogos do Rui ontem acho que foi o melhor em campo. Bons passes e desmarcações, fintou sem se agarrar demasiado à bola, calmo e sereno que era o que se exigia num batatal. Tirando o Luis Filipe da 1 parte, a equipa foi enorme, enorme. Mereceu a sorte que conquistou. Como Camacho.
De madne0 a 30 de Agosto de 2007
politicamente incorrecto: Olha toma lá esta, directamente de um "jornaleco" chamado Marca

"Los grandes peligros
A sí las cosas, y echando un vistazo al segundo bombo, la Roma de Francesco Totti -flamante Bota de Oro europeo con sus 26 goles en la Serie A la pasada temporada- y el Benfica de José Antonio Camacho, flamante nuevo técnico ‘encarnado’, aparecen como los grandes peligros para madridistas y azulgranas."

http://www.marca.com/edicion/marca/futbol/champions/es/desarrollo/1030220.html
De Ricardo Batista a 30 de Agosto de 2007
Não há dúvida que o Benfica de Camacho têm alma e sabe sofrer. A qualidade de jogo ainda deixa muito a desejar, mas isso é perfeitamente normal. Com as dificuldades que se avizinham, penso que só em Dezembro teremos a equipa verdadeiramente a seu gosto, mas já deu provas que vai melhorar muito até lá.
Quanto ao jogo, tenho que destacar o gigante Petit. De muito longe o melhor jogador em campo. Compensou as subidas dos laterais, ajudou os centrais e ajudava na transição. Igualmente em bom nível estiveram Miguel Vitor, Rui Costa, Nuno Gomes, Nuno Assis e Quim, em particular o miúdo, que muitas vezes foi suprimir as "fugas" do Katso para a zona do trinco, como foi o caso do lance do suposto penalty, em que o Katsouranis simplesmente desapareceu daquela zona.

Agora que venha a fase de grupos.

Ahhhh, ó Edcarlos queres ir rodar para o Estrela da Amadora?

Saudações benfiquistas!
De Artur Hermenegildo a 30 de Agosto de 2007
Uma palavra para o Copenhaga. Gostei da equipa, mostrou muito mais do que no ano passado, não só é muito forte no jogo aéreo como também sabe jogar pelo chão, em tabelas e com progressão, como no lance do (não) penálti. Os jogadores conhecem exactamente os terrenos que pisam e sobretudo os terrenos que pisam os companheiros, o que lhes permite trocar a bola rapidamente e "de olhos fechados", mesmo não possuindo jogadores de grande técnica. E gostei muito do Hutchinson, outra vez.
Equipas piores estarão com certeza este ano na Champions.
De moonwater a 30 de Agosto de 2007
"E valeu sobretudo pelo resultado, porque colectivamente foi medíocre... o Benfica será amanhã uma das equipas mais desejadas do sorteio...!" - politicamente (in)correcto

"Sem dúvida... a qualidade é que é a mesma!" - politicamente (in)correcto

"Quando falo de qualidade... falo da qualidade de jogo colectivo e não da qualidade individual de jogadores..." - politicamente (in)correcto

"Mas, por certo, devido a minha pouca capacidade perceptiva de bola, concentro-me mais no jogo da equipa do que na qualidade individual dos jogadores... e provavelmente também porque sempre fui ouvindo que o futebol é um jogo colectivo..." - politicamente (in)correcto

Totalmente confirmarda a minha opinião anterior: "A tua capacidade para perceber de bola é mesmo muito boa... boa... boazinha... normal... fraca... fraquinha... pronto, é mesmo péssima!!!!"

Ontem, o jogo colectivo da equipa foi bastante superior ao anteriormente demonstrado... foi claramente um jogo de equipa, com grande espirito de entreajuda e capacidade de entrega, ou seja, houve qualidade de jogo colectivo.

Saudações Benfiquistas
De Hugo a 30 de Agosto de 2007
Se fosse com o Nandinho das missas a esta hora já estávamos borda fora.Tínhamos entrado com medo e com medo ficávamos o jogo todo.
O Camacho não é nenhum Salvador da Pátria,mas com ele trabalha-se,vejam o livre (trabalhinho de laboratório).
Com a entrada na fase de grupos a indemnização paga ao Nandinho e ao adjunto já está amortizada.
De Anónimo a 30 de Agosto de 2007
o ano passado empatamos lá. com o simão, micolli, etc.. e agora fomos lá ganhar.

será que a ambição conta mais que jogadores de grande capacidade tecnica?

sinceramente acho que pelo esforço e pelo espirito de entre ajuda demonstrada por toda a equipa, a melhor coisa que tiramos do jogo (sem ser o resultado que era obrigatório) foi a união que me parecia estar muito fraca naquele balneário.

espero ver o meu benfica a jogar como equipa e a conhecer as fragilidades que tem (e são muitas) e a usa-las a nosso favor com o espito de união e entrega. claro que se tivermos 5 jogadores muito bons aliados a uns médios/fracos (que temos muito lá) ainda sou capaz de ser feliz este ano...

falta trabalho e 3 jogadores (avançado, ala direito, e box to box)

red cock
De dezazucr a 30 de Agosto de 2007
Para além da qualificação, o jogo valeu pelo regresso às vitórias. Pode ser um dinâmo importante de moral, dado que a equipa em termos de confiança estava em baixo.

Espero que esta nova moral nos permita ganhar na Madeira. Depois temos 2 semanas para integrar os novos jogadores antes do próximo jogo da Luz. Finalmente as paragens são benéficas para nós.
De Miga a 30 de Agosto de 2007
Concordo que tivémos dificuldades e sorte em vários momentos do jogo, mas não é menos verdade que podíamos ter marcado o 2º golo e arrumado definitivamente com o jogo mais cedo, nomeadamente em dois ou três lances em que o Di Maria podia ter passado ao Cardozo. Ainda, naquele livre ganho pelo Di Maria, frontal, que o nosso maestro quis marcar, quando já estava a pensar no primeiro golo oficial do Cardozo...

Quanto às hipóteses do sorteio gostava que saísse do Pote 1, o Inter. Não me parece tão forte como equipa como as outras (e, para além disso, tentávamos vingarmo-nos da eliminação de há três anos, com o Camacho no comando). Do pote 3, o Steua, e do 4, o Slavia Praga.

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Doloroso

Inequívoca

Tristeza

Deplorável

Descanso

Cumprido

Entradas

Regresso

Inadmissível

Degradante

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds