VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Segunda-feira, 21 de Maio de 2007

1 Ano Depois...


O primeiro post que escrevo neste honroso blogue é sobre Fernando Santos. Há um ano atrás (20 de Maio de 2006), Fernando Santos foi apresentado como Treinador principal do nosso clube. Lembro-me perfeitamente desse dia. Estava a jantar na Covilhã, numa tertúlia futebolística salutar, entre adeptos dos dois "grandes" de Lisboa.

Sabia que nesse dia iria ser apresentado o novo treinador do nosso clube, e confesso-vos que estava com as expectativas bastante altas. Para mim, o regresso do melhor treinador de futebol que vi no comando do nosso plantel principal, o sueco Sven-Goran Eriksson, era a opção mais válida. Estava mesmo confiante nessa opção. Qual foi a minha surpresa, quando nesse jantar de amigos, num momento em que estava bastante descontraído, um amigo meu, adepto do outro clube da 2ª circular, dá-me uma palmada no ombro e diz-me para olhar para a televisão. No momento, pensei que fosse alguma notícia relacionada com a nossa equipa de Futsal, visto que nesse dia havia um jogo importante.

Mas não foi. Vejo, de rompante, José Veiga e Luís Filipe Vieira no écran. Só vejo o 3ºelemento (Fernando Santos) alguns segundos depois. Fiquei em estado de choque.

Sabia perfeitamente que Fernando Santos possuía e possui amor filial ao nosso SLB. Mas per si isto não basta. É necessário ser o mais profissional possível. A racionalidade sobrepor-se ao coração e não o contrário.


Fernando Santos começou a sua carreira de treinador no Estoril-Praia (julgo que começou como treinador-jogador tal como o José Torres), onde esteve algumas épocas e fez trabalho interessante com os recursos que tinha à sua disposição. Mas Fernando Santos não se coíbia de dizer que o futebol era para ele um hobby, porque toda a gente sabia que ele era Engenheiro Electrotécnico e não pensava seguir carreira.
Em Maio de 1994, o Estoril desce e Fernando Santos segue para a Amadora, para treinar o Estrela, onde fez 2 ou épocas com resultados positivos com planteis bastante humildes.


Nessa altura, o seu pragmatismo ganhou adeptos. Não tardou muito até ter o presidente portista como seu admirador. Da Amadora ao Porto foi um pulo. Primeiro teve que fazer a sua "barba de mendigo". Depois teve que adaptar o discurso conforme as circunstâncias (tal como o prof. Jesualdo recentemente), treinar um plantel feito pela direcção e contar com as ajudas de terceiros. Ganhou sem saber como. Na 2ª época, com maior margem de manobra, não consegue ser campeão. Vai para a Grécia, onde em dois anos ganha uma Taça da Grécia pelo AEK. Em 2003, volta a Portugal para treinar o outro clube que tem sede na 2ª circular, onde não conseguiu atingir os objectivos propostos pela direcção do clube. Na época a seguir, volta para a Grécia, para o AEK, conseguindo colocar o clube grego na Liga dos Campeões, devido ao 2º lugar conseguido na época de 2005-2006.

Falei bastante na trajectória feita até agora de Fernando Santos como treinador, mas ao nível de perfil ainda não dei a minha opinião, que vai ser sucinta, porque penso que os leitores do blogue podem consubstanciar a minha opinião, ou pensar de forma diferente.

Falo de Fernando Santos hoje, sem me lembrar da época 2006-2007 do nosso SLB.

Faz hoje precisamente um ano que deixei a minha previsão no ar: com Fernando Santos não vamos ser campeões. Por mais palavreado bonito de circunstância que utilizasse para dizer que o "Benfica está no meu coração" ou "que vamos ser campeões", para mim Fernando Santos foi sempre onde esteve, um treinador pouco ousado, quer ao nível táctico, quer ao nível de aproveitamento dos jogadores que tinha à sua disposição. Vejam a pouca rotatividade que deu ao plantel esta época e os efeitos nefastos que proporcionaram. Num espaço de 15 dias, Campeonato Nacional e Taça UEFA, os dois grandes objectivos desta época foram por "água abaixo", numa clara quebra de rendimento por motivos físicos.


Passado um ano, faço uma transcrição do que disse Fernando Santos. Num discurso em que pretende limpar a sua imagem (devido ao facto de ter estado nos nossos 2 grandes rivais) e onde tenta passar a imagem de Benfiquista imaculado:
"Fernando Santos foi hoje apresentado como o novo treinador do Benfica para as próximas duas temporadas. Depois de ter passado pelo Porto e Sporting, o treinador português vai agora orientar a sua equipa do coração. Na conferência de imprensa da sua apresentação, Fernando Santos assumiu que no Benfica só há um objectivo, que é ganhar, e por isso estava ali para vencer todas as provas em que entre. Falou ainda do seu Benfiquismo da memória do seu pai, que o levou com 50 dias aos Estádio da Luz e ainda afirmou "Mas tenho de trabalhar com a cabeça, pois se fosse só com o coração era campeão já hoje."



Passado um ano, gostaram do trabalho de Fernando Santos? Eu não...
publicado por Cantona às 01:20
link do post | comentar
12 comentários:
De CANTONA a 21 de Maio de 2007
Pedro FF:
E com o Rosário sempre a seu lado ;)
De Pedro F.F. a 21 de Maio de 2007
OLheiro, seu lagarto de má índole :),
se for essa a questão, agora bem pode ir dar a outra face para outro lado. Ou pregar para outra freguesia. Ou, se é verdade que o Reino dos Céus aos simples de espírito pertence, já provou à saciedade que lá terá o seu lugar garantido e pode-se (pode-nos) poupar a mais provações. :)
De Olheiro a 21 de Maio de 2007
Cantona
Eu cá gostei do trabalho dele.

Há 3 épocas atrás um golo do Geovani na última jornada tirou ao Sporting do Fernando Santos o 2.º lugar.

É cristão (e fica bem) fazer o que ele fez - pagar as suas dívidas!
De Mantorras a 21 de Maio de 2007
É o que acontece aos beatos quando saiem da sacristia.
De el niño rosso a 21 de Maio de 2007
Para mim um treinador estrangeiro. Digam-me qual o treinador português que fez algo no Benfica? O Toni? E será que Fernando gosta mesmo do clube? Então se é assim porque foi treinar os andrades e depois os lagartos? Eu se tivesse um filho que fosse jogar nos tripeiros ou lagartixas que não esperasse que ficasse contente e fizesse como o Veloso. Não deixava de ser meu filho mas nunca mas nunca mesmo desejaria que fosse campeão contra o Benfica.
De Johnny Rook a 21 de Maio de 2007
Adaptados e muito bem adaptados, já agora!
De nando a 21 de Maio de 2007
A questão é esta, mudar de treinador para quê?
Ou vem o Erickson, Queiróz ou o Camacho para mudar, senão mais vale continuar com Fernando Santos.
Que treinador português bom ou mt bom temos disponível? Se é que exista.
Mesmo estrangeiro, qual é que está disponível?
Para isso ficamos com o que temos que já conhece os jogadores, já tem a sua forma de jogar, os jogadores estão adaptados a ele.
De ze_turkish a 21 de Maio de 2007
Fernando Santos tem de assumir as responsabilidades (embora não todas) pelo fracasso desportivo em que esta época se tornou. O mau arranque pode-se desculpar – houve uma grande indefinição em relação ao plantel (Manuel Fernandes e Simão ora saíam, ora ficavam) e o adiantamento da primeira jornada também em nada nos ajudou. Mas a fatídica fase dos empates sucessivos é que não se pode desculpar, porque foi consequência de uma má gestão do plantel, tanto por falta de rodagem, como por saídas a meio da época que foram altamente penalizadoras (Alcides, Karyaka, Kikin Fonseca, entre outros, foram jogadores que nos teriam sido extremamente úteis na fase de maior desgaste – e nem falo do Ricardo Rocha, já que com este, pelo menos, fizemos um bom negócio). A direcção e Fernando Santos têm de repartir as responsabilidades e não recorrer ao “azar” como desculpa para tudo. Claro que o tivemos, mas as repercussões negativas das diversas lesões que tivemos foram mais graves devido aos erros do “trio mágico” que enumerei anteriormente. Agora resta saber se o trio aprendeu com os erros. Acho que merecem o benefício da dúvida, já que – apesar de tudo – não víamos a equipa a jogar tão bem (ao longo de cerca de dois terços do campeonato) há algum tempo.
De Pedro a 21 de Maio de 2007
"E já agora, sei que muitos não concordam comigo, mas não consigo perceber o que leva a multidão em peso aplaudir um avançado que entra em campo para não fazer golos!"

Estamos a falar de quem???
De Francis a 21 de Maio de 2007
Eu fiquei divídido. Inicialmente fartei-me de bater no homem; mas verdade seja dita, com um plantel destes, só o milagreiro Trapatoni! A equipa está totalmente descompensada e muitos dos jogadores que alinham não têm categoria para jogar no Clube desta dimensão; No outro a Direcção ficou ofendida porque Koeman disse que o trabalho a nível dos escalões mais jovens tem falhado. Qual é problema? Ele disse alguma mentira? Quantos jogadores de qualidade formou o Benfica a seguir ao Rui Costa? Onde estão eles? Por outro lado, esta Politica de só ir buscar jogadores em final de contrato ou baratos não vai dar a lado nenhum.
E já agora, sei que muitos não concordam comigo, mas não consigo perceber o que leva a multidão em peso aplaudir um avançado que entra em campo para não fazer golos!
Ironia das ironias, vamos perder o Miccoli!

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Maio 2024

Abril 2024

Março 2024

Fevereiro 2024

Janeiro 2024

Dezembro 2023

Novembro 2023

Outubro 2023

Setembro 2023

Agosto 2023

Maio 2023

Abril 2023

Março 2023

Fevereiro 2023

Janeiro 2023

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Fevereiro 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Apropriado

Despedida

Vergonha

Emendar

Calendário

Poucochinho

Gestão

Curta

Perdido

Frustrante

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds