VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Sexta-feira, 31 de Agosto de 2007

Desabafo - Para andar na montanha russa é preciso ter estômago

Pensei um bom bocado antes de vir aqui escrever isto, mas ir-me-ia claramente ficar atravessado e portanto, nem que seja numa perspectiva de catarse, tenho de o fazer.
Não vos vou mentir, tem-me irritado bastante o conteúdo e linha geral de alguns posts aqui colocados e de muita coisa que li pela blogosfera nesta fase de mudança de treinador do Glorioso.

O que é que me irrita? Irrita-me sobremaneira verificar mais uma vez que os maiores inimigos do Benfica são alguns benfiquistas esquizofrénicos que transportam a sua frágil condição emocional para as considerações que fazem à equipa e ao clube. Malta sem espinha dorsal, que acha que quando a equipa não ganha tudo se deve colocar em causa. E que quando o Benfica ganha, de repente tudo está bem. Gente que entrou em profunda depressão quando o Benfica empatou com o Guimarães em casa e que, estupidamente, atirou coisas como ‘se fosse o F. Santos a tirar dois avançados no final do jogo, era crucificado’ (a parvoíce subjacente a esta afirmação é, honestamente, inexplicável), ou que acusou o LFV de festejar golos dos adversários, antes da saída do Engenheiro. Gente que, de forma absolutamente infundada e profundamente injusta e precipitada, sem matéria de facto que o sustente, atira que o Coentrão, o Adu, o Cardozo, por exemplo, não prestam.


Irrita-me a ingratidão flamejante desta gente que, subitamente, acha o LFV um incompetente agarrado ao poder porque cometeu um erro. Agora, de forma estúpida e mal formada, acusam-no de ser sócio do Sportem e do FC Porco, e esquecem-se da revolução que o clube viveu desde que Vilarinho e LFV pegaram no mesmo. Queriam o quê, o Vale e Azevedo de volta? O Damásio?
Esquecem-se do gigantesco trabalho de recuperação da credibilidade, do hercúleo esforço para devolver ao Benfica a grandeza também nas suas estruturas, da genial recuperação financeira (de uma situação que raiava a ruptura, em risco de ficar sem património - e acreditem, mas dois meses de Vale e Azevedo e não teríamos nenhum) para o tornar, de longe, o clube melhor gerido a nível financeiro, do aproveitamento do gigantesco potencial de uma das melhores marcas do mundo para gerar uma base de receitas estável e em crescendo na lista dos 20 clubes com mais receitas no mundo. Esquecem-se que LFV levou o clube à conquista de um campeonato contra tudo e contra todos passados 10 anos de mentira e corrupção generalizada no futebol português e esquecem-se, sobretudo, que o LFV tem batalhado de forma incansável pela conclusão do processo Apito Dourado, contra tudo e todos, e com grandes custos a nível da sua vida pessoal e reputação. Não fora o seu trabalho no sentido de evitar que o Apito Dourado caísse no esquecimento e no sentido de pedir explicações a um Estado laxista, irresponsável e conivente com o sistema, representado sobretudo através de um Secretário de Estado do Desporto profundamente mal formado e incompetente, e provavelmente não haveria qualquer investigação a fundo, mesmo com livros da anterior concubina de Porco da Costa. Sim, porque o Sportem, esse, vai assobiando para o lado à espera que lhe caiam no colo as migalhas que lhe têm caído como resultado da sua condição de agente passivo. Como resultado, não se enganem, da canalha aliança efectuada desde os tempos do Roquette com a máfia do FC Porco - como foi denunciado pelo João Rocha - no sentido de afastar o Benfica do topo do futebol nacional.
(A este nível, imaginem que o lance que antecedeu o golo que sofreram contra o FC Porco se tinha dado contra o Benfica. O que não seria, o que não vomitariam, o circo que não montariam, as suspeitas que não levantariam. Como foi num jogo com os velhos compinchas do FC Porco, está tudo bem, a malta leva na desportiva. O treinador nem tece considerações, a Avestruz de Alvalade faz uns comentários low profile a ver se não chateia o Papa.)

Sim, LFV é o grande responsável pela actual situação desportiva que se vive no Benfica. Sim, LFV cometeu um erro de casting absolutamente inexplicável ao contratar Fernando Santos (não percebo nem nunca irei perceber o racional da contratação do Fernando Santos). Sim, LFV é o responsável pela gestão inexplicável das entradas e saídas desta época. Sim, LFV tardou em dispensar o Engenheiro (o ideal seria, como é particularmente óbvio, no final da época passada). Sim, LFV, em suma, errou de forma gritante na vertente desportiva nos últimos 13 meses.
E sim, pode-se fazer um trabalho imaculado a nível financeiro, que se não se fizer o mesmo a nível desportivo (que é o motor da actividade do clube), esse trabalho está minado a médio prazo.

Mas não consigo perceber esta corrente de pensamento que agora considera que o despedimento do Fernando Santos foi uma má opção. Aposto que os mentores desta linha de pensamento eram os mesmos que levavam lenços brancos para o estádio. Haja sentido de benfiquismo, senhores. Segundo esta teoria, mais vale não corrigir um erro do que corrigi-lo tarde.
Porque, dizem os defensores desta teoria, ‘substituir um treinador que fez a pré-época, e romper com os automatismos, hábitos e sistema de jogo já assentes é ter de começar tudo de novo, e caminhar outra vez rumo ao fracasso’. Mas, e agora pergunto eu, quais ‘automatismos’, quais ‘hábitos’, qual ‘sistema de jogo’??? A equipa, cada vez que jogava, parecia que era constituída de 11 tipos que se tinham visto pela primeira vez, caramba! Deixem de ser hipócritas, cínicos e agentes da desgraça.
Gente de pouca fé.
Não pactuo com este tipo de teorias apocalípticas assim como não pactuo com endeusamentos idiotas.

A decisão de trazer o Camacho de volta é tardia, mas é o melhor que se podia fazer para salvar a época.
Não se vê ainda no futebol jogado – quem no seu perfeito juízo o esperaria, passados 3, 4 ou 5 dias de trabalho – mas vê-se na garra, no querer, no espírito, na capacidade de sofrimento, nos tomates, caraças. Nos tomates, f***-se (e nos tomates não quer dizer jogar ao ataque como loucos, significa lutar por cada bola como se fosse a última das suas vidas)! Quem não vir isto, não vê nada.
Viu-se já contra o Guimarães na postura e atitude, viu-se claramente contra o Copenhaga. Viu-se na luta, viu-se no não desistir nunca, viu-se na capacidade de entreajuda. Sim, houve sorte contra estes últimos. Mas a sorte busca-se, a sorte merece-se, a sorte bafeja os audazes. Já não há a nuvem negra por cima da equipa, o estigma do azar, da infelicidade e – pior – da impotência e fatalismo. Já não há um arauto da desgraça com um ar de coitadinho, conformado com a sua (falta de) sorte a transmitir energia negativa. Há, finalmente, energia, voz de comando, inconformismo, porra! Porra!

Não espero milagres. Vamos ganhar jogos, vamos empatar jogos, vamos perder jogos. Mas confio, tenho a esperança, que nos que empatarmos e perdermos vou ter orgulho da equipa e de quem a comanda do banco. E não vou estar à espera desses jogos, como os arautos da desgraça, para começar novamente com as teorias do apocalipse e da desgraça.

Haja união. Sejam benfiquistas a doer, com tudo o que isso acarreta.

Caramba.

Viva o BENFICA. Sempre.
publicado por Carlos Miguel Silva (Gwaihir) às 17:05
link do post | comentar
45 comentários:
De Gwaihir a 2 de Setembro de 2007
Caríssimo Karadas,

quebro aqui a minha auto-imposta regra de não trocar comentários com inúteis que passeiam a sua imbecilidade pela internet apenas para, de uma forma pedagógica (parece-me a maneira correcta de lidar com pobres de espírito que se acham mais importantes do que na verdade são), lhe explicar porque é que o meu amigo se deveria remeter à sua insignificância.
Em boa verdade, não costumo dedicar-me a trocas de comentários porque, a maior parte das vezes, seria colocar-me perante uma forma de concorrência desleal. Os meus afazeres profissionais e a responsabilidade que acarretam não me deixam o tempo suficiente para poder esgrimir comentários com a requerida assiduidade e dar as devidas respostas a gente cujas vidas tristes, patéticas e infantis (sem o mesmo tipo de responsabilidades) lhes permite considerar a colocação de um comentário num post de um blog o highlight dos seus dias. Imagino, caro Karadas, que tenha uma vidinha inconsequente e infeliz com muito tempo livre e que goste de vir chatear e ofender gente que tem mais que fazer ao colocar comentários com acusações de 'imbecilidade' em posts de gente que não lhe pediu a sua opinião. Não me lembro de lhe pedir para escrever nenhum comentário nem me lembro de o obrigar a ler o meu post. Quem não gosta, não come.

Não se se terá todo esse tempo livre por se consumir lenta e inexoravelmente numa ocupação profissional que detesta e que o vai matando por dentro (imagino que todas essas eminências pardas de que está farto ao longo da vida seja uma forma amarga de se referir a todas as pessoas que o ultrapassaram por serem melhores) e por não ter ninguém que tenha pachorra para o aturar na sua vida pessoal, ou por ainda viver com os papás e a sua ideia de diversão ser colocar comentários profundamente idiotas enquanto experimenta os vestidos e saltos altos da sua mãezinha. O que é um facto é que o que quer que seja que lhe distorce a visão da realidade e o faz viver nesse seu mundinho muito próprio o faz passar por um néscio presunçoso e com ambições de ser 'um gajo batido na vida, e logo com direito de mandar bocas sobre a idade'.
Não tenho tempo nem paciência para lidar com gente da sua laia. Infelizmente, também não tenho a capacidade de conseguir descer ao seu nível e tentar perceber o que o faz correr.

Não tenciono com este comentário dar-lhe mais importância do que alguém com a sua linha de argumentação (patente nos seus comentários também a outros posts) ou que alguém que assine como 'karadas' merece.
Apenas tentar explicar-lhe, porque me parece que é algo que lhe passou ao lado, que quem se acha no direito de lhe responder a acusações de 'imbecilidade' não é necessariamente um miúdo e até será muito mais adulto que o menino. Você, caríssimo, é que teria muito a aprender. Tenho idade suficiente para saber que alguém que tem o seu tipo de discurso só pode ser um falhado na vida, amargo e melindrado, a quem a vida passou para trás, e que nunca foi nem será ninguém.

Não aceito lições de benfiquismo nem de vida de ninguém, e muito menos de alguém com a sua falta de nível. Dou-lhe o devido desconto porque estamos claramente na presença de um indivíduo ressabiado, acabado e infantil em bicos dos pés com pretensões de guru. Retribuiria a sua sugestão, e dir-lhe-ia que o tempo se encarregaria de lhe ensinar algo e corrigir a sua presunção. Mas, honestamente, acho que já não há tempo nem professor que o ajude.

Escusa de me tentar com mais trocas de comentários. O seu tempo de antena comigo acabou.
De Charles a 1 de Setembro de 2007
Gosto da tua maneira de pensar. Para muitos " Adeptos " o Benfica não é o mesmo quando perde. Já não apoiam, já não gostam, tudo é diferente. Porquê? Não é justo. Devemos estar lá nos bons e nos maus momentos. Como podem pedir aos jogadores amor a camisola, se os adeptos não sentem o amor ao clube.
Viva o Glorioso.
Gostava de poder contar com a vossa visita no blogue:
escreverslb.blogs.sapo.pt
De Até à Eternidade Benfica! a 1 de Setembro de 2007
Meu caro Gwaihir
Não vou cometer a indelicadeza de , enquanto autor deste post, aliás muito bem escrito, o meter no mesmo saco com alguns dos escribas (os que conseguem escrever) e outros ignorantes ridículos que se arvoram em defensores da actual gerência.
Por consequência recuso, também, ser misturado com os que, porque também os há, proferem autênticas aleivosias contra o presidente & companhia, quando os resultados não são bons.
Entendo que, só poderemos encarar as derrotas com fair play e compreensão, quando tivermos definitivamente recuperado o hábito de ganhar. Ganhar! Ganhar!
Não acredito que esta Direcção nos devolva esse hábito, porque já demonstrou que não tem categoria para isso, nem sequer perfil para estar à frente de uma Instituição da dimensão do Sport Lisboa e Benfica.
O Benfica é um clube que atravessa a sociedade transversalmente, sendo todavia um clube popular, mas ser popular não é o mesmo que ser pimba.
Os sócios/adeptos de referência não podem ser os do costume, Máximos e companhia ( não discuto o seu benfiquismo, discuto na imagem que passa), no blog ou fora dele.
A bipolaridade dos sócios/adeptos já vem de há uns anos (largos) a esta parte, daí que o discurso mude com frequência e esse facto só tem contribuído para que a situação se mantenha, porque vai dando argumentos falaciosos a quem não quer reconhecer que não serve para o lugar.
Daqui as uns meses volto cá, para mais do mesmo, até porque ando assim há muitos anos e já deixei de comprar "vigésimos" premiados, sejam eles vendidos por Damásios , Azevedos, Vilarinhos ou Vieiras.
Até lá divirtam-se a adivinhar sorteios a fazer prognósticos disparatados a contratar pontas de lança e massagistas.
Viva o Benfica!!!
De el niño rosso a 1 de Setembro de 2007
Para muitos que aqui comentam o que importa é ganhar e não interessa como. Nesse caso agradecia que se mudassem para um clube que veste de azul e branco. Fruta é para aqueles lados. E a questão do presidente é igual. Se querem um que ganhe tudo mas que todos sabemos como é, é fácil: entrem para o seu clube de fãs ou tornem-se membros da seita. Prefiro um LFV incompetente como gestor do futebol que um PC ganhador... mas corrupto. E para mim quem é amigo de peito desse corruptor-mor não é, nem nunca poderá ser, bem-vindo ao Benfica. Deixem trabalhar Camacho em paz e no final da época falem... bem ou mal... mas só no final da época. Obrigado.
De anastercioleonardo a 1 de Setembro de 2007
Acho que os comentários do P e do Politicamente in correcto dizem aquilo que eu penso.

E volto a dizer o que já disse....ser do Benfica é criticar quando é de criticar e elogiar quando é de elogiar...! Não é bater palmas cegamente como muitos dos que aqui estão, escrevem fazem.....e chegue o jogador que chegar ficam todos contentes porque é estrela, e nem a evidência dos numeros e do historial do jogador lhe abrem os olhos...!

Fala-se no Vilarinho e no LFV como os salvadores da patria e como um enorme poço de virtudes sem defeitos e sem erros...esses mesmos salvadores que deram um ponta pé no Maniche, no Manuel Fernandes, num médico (Bernardo Vasconcelos) com anos e anos de historial no clube, onde não havia esta onda de lesões, mas que foi esquecida, no melhor fisio-terapeuta português (António Gaspar), dão um ponta pé no treinador campeão de juniores e colocam lá um tal Carraça que nada fez, etc, etc...!

E desculpem....um presidente que está lá, já lá vão uns 6 anos, e que de titulos tem 1 campeonato de futebol, uma taça de futebol, dois campeonatos de futsal, um campeonato de volei, uma taça de volei, para mim como benfiquista é pouco e curto....!

Peço desculpa mas eu gosto de ganhar.....e para mim isto é pouco!
De Paulo a 1 de Setembro de 2007
Queria apenas dizer que concordo em grande parte com a análise do Gwahir. Meter o dedo na ferida, como ele faz, dizendo por exemplo:

"Sim, LFV é o grande responsável pela actual situação desportiva que se vive no Benfica. Sim, LFV cometeu um erro de casting absolutamente inexplicável ao contratar Fernando Santos(...). Sim, LFV é o responsável pela gestão inexplicável das entradas e saídas desta época. Sim, LFV tardou em dispensar o Engenheiro (...). Sim, LFV, em suma, errou de forma gritante na vertente desportiva nos últimos 13 meses."

O problema reside exactamente aqui: a falta de organização e profissionalismo na gestão da equipa profissional de futebol.

E o mais grave é o grau de desresponsabilização desta Direcção.

Não quero com isto dizer que não vou apoiar daqui para a frente a equipa. No estádio, que é onde ela deve ser apoiada!

E estou de acordo com alguém que disse que a maioria das pessoas que vão ao estádio não prestam como adeptos. Assobiam à mínima falha e a impaciência de alguns bêbados tristes que vão ao estádio descarregar as suas frustrações é algo que me incomoda e que me deixa atónito.

Detesto ver as pessoas a assobiar a própria equipa no nosso estádio!

Porque não ficam em casa, caramba???? Não há pachorra!

PS: NÃO VÃO COMEÇAR AGORA COM GUERRAS DE PALAVRAS AQUI, POIS NÃO?
De Anónimo a 1 de Setembro de 2007
Comentando comentários:
Karadas: de uma vez por todas desapareça, homem. desapareça. A sua patética forma de se fazer passar por benfiquista condiz com o seu nikname.

Quanto a este último comentário:
só um individuo com muito má vontade é que pode interpretar um pedido de união como demagogia salazarenta. Triste!

Comentando mais do que o post:
Gwahir, faço-te dois pedidos. Qua não deixes de escrever para este blogue e que não ligues a certos comentários.

Um abraço para os verdadeiros benfiquistas.

André.
De BENFICA FC a 1 de Setembro de 2007
Gwaihir

Parabéns pelo post. Está muito bem escrito e é bastante oportuno.
Na minha perspectiva, e manifesto aqui uma pequena discordância contigo, embora às vezes pareça, os maiores inimigos do Benfica estão fora do Benfica. É um pouco como o adágio popular "cão que ladra não morde" (o que morde não ladra). A maior parte dos grandes inimigos do Benfica, os que estão calados (incluindo alguns benfiquistas), estão à espera de ver o Benfica levar o primeiro grande rombo da temporada para dar a sua estocada.
O que é chato nisto são duas coisas. É o Luís Filipe Vieira ter-se posto a jeito. É também a quantidade de comentários despropositados a respeito dele por pessoas a quem foge a noção da realidade.
http://benfica-fc.com/slbenfica/
De karadas a 1 de Setembro de 2007
Caríssimo Gwaihir:

Aconselho o meu amigo a sair desse pedestal em que incompreensivelmente se coloca, pois de eminências pardas já tenho dose que chegue ao longo da minha vida.

Mais humildade ficava-lhe bem, até porque não vejo motivos para tanta soberba. Você pensa, erradamente, que a inteligência é um exclusivo da sua pessoa mas está redondamente enganado.

Dou-lhe o devido desconto porque estamos em presença de um míudo com necessidade de afirmação. O tempo se encarregará de lhe moldar esse traço negativo do seu carácter. Até lá, vá crescendo e aprendendo com aqueles que lhe podem ensinar alguma coisa.
De bomdebola a 1 de Setembro de 2007
Ora vamos lá a ver se nos entendemos:

a) - Os verdadeiros benfiquistas, onde eu me incluo, querem acima de tudo o melhor para o seu clube;
b) - É impensável que os milhões de adeptos que ainda se revêem neste símbolo pensem todos da mesma forma;
c) - A controvérsia é salutar entre os que vão ao estágio e os que procuram este espaço para trocarem ideias;
d) - Este é um espaço aberto sujeito a este tipo de divergências;
f) - A união constrói-se com vitórias, boas exibições, trabalho, e atitude;
g) - Foram cometidos demasiados erros de avaliação no que concerne ao apetrechamento e à formação do plantel nas últimas épocas;
h) – O meu Benfica deveria ganhar mais títulos que os seus rivais directos.

MFQ

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Confrangedora

Doloroso

Inequívoca

Tristeza

Deplorável

Descanso

Cumprido

Entradas

Regresso

Inadmissível

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds