VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Quarta-feira, 11 de Abril de 2007

As mãos que acenam lenços enxugam lágrimas.

A questão é antiga: até onde pode ir o adepto/sócio no protesto para com o desempenho do seu clube?

Será que o papel do adepto é apenas aplaudir a sua equipa e, quando muito, vaiar árbitros e adversários?

Confesso que não vaio a equipa de futebol do meu clube, nem nenhum futebolista que a componha. Confesso que, esta época, já mostrei lenços brancos ao treinador principal do meu clube. É uma situação que deixa sempre um amargo de boca em quem os vê e, garanto, em quem os mostra. Não é fácil protestar contra quem tem a responsabilidade de liderar tecnicamente o clube pelo qual sofremos. Acaba por ser o reconhecimento do falhanço.

O actual treinador do Benfica tem a seu favor o seu benfiquismo. Pouco mais. Surgiu como um nome menor, perante as ilusões que a comunicação social vendeu aos adeptos: Camacho e Erikson. Surgiu com o anátema de ter perdido um campeonato quando teve o Jardel a marcar umas boas dezenas de golos. Surgiu com o estigma de ter uma ligação fraternal com o presidente do FC Porto. Surgiu com uma equipa técnica que não convence: tirando o Chalana, F. Santos trouxe consigo o inseparável Rosário, o Justino (que, pelo que me dizem, não servia para treinador dos guarda-redes dos seniores do Sporting de Paulo Bento, mas serve para treinador de guarda-redes dos seniores do Benfica de F. Santos) e um jovem promissor preparador físico com uma experiência reduzida na Primeira Divisão do futebol luso. Em suma, F. Santos surgiu no momento errado, com a companhia errada. Isto foi o que sentiu o comum dos adeptos benfiquistas, com excepções.

A época começou mal. Perdemos nos jogos de pré-temporada e perdemos por muitos. F. Santos começou, aí, a perder o benefício da dúvida. A época continuou mal e viram-se os primeiros lenços brancos na Luz. A Direcção protestou. A Direcção apoiou o Treinador. A Direcção deu a entender que os adeptos servem para comprar kits, pagar quotizações, comprar bilhetes de época, apoiar a equipa de futebol do Clube, mas não servem para mostrar lenços brancos. A Direcção fez o papel que dela se esperava na defesa do treinador, mas excedeu-se na crítica aos adeptos que mostraram os lenços brancos. Há duas formas de protestar: mostrar os ditos lenços ou abdicar de ir ao Estádio. A primeira parece causar menos danos do que a segunda.

Entretanto, os resultados foram aparecendo. Os lenços e as vaias pararam, o apoio regressou. A emotividade / irracionalidade do adepto funciona assim: em função do resultado.

Nesta fase da época, os resultados têm sido pouco famosos: nos últimos três jogos tivemos dois empates (FC Porto e Beira-Mar) e uma derrota (Espanhol). Os adeptos começam a duvidar de que seja possível vencer o Campeonato, e a Taça UEFA é uma possibilidade… remota.

Este é o momento mais importante da época, tudo se define. O sucesso ou insucesso é decidido no imediato. Todos esperamos o sucesso: somos benfiquistas e não nos podemos contentar com a mediocridade de ser segundo.

Assim, espero o melhor e temo o pior.

Amanhã, como sempre ao longo desta época e da anterior e da anterior à anterior, lá estarei no Estádio, no nosso Estádio, para apoiar a equipa e celebrar mais uma vitória. Caso assim não suceda, todos sabemos para quem se voltará o implacável dedo acusador. Caso a vitória não surja, surgirão, não duvidemos, os lenços brancos. A Direcção virá em socorro do treinador e acusará os adeptos de mau benfiquismo. Convém, se assim for, que ninguém se esqueça de um pormenor:

As mãos que acenam lenços enxugam lágrimas.

tags:
publicado por Pedro F. Ferreira às 14:06
link do post | comentar
10 comentários:
De pinilla a 16 de Abril de 2007 às 17:26
xD
De mario_coluna a 16 de Abril de 2007 às 17:19
1 apontamento:
EU ESTAVA pela primeira e única vez (até agora) a chorar pelo Benfica, (um dos choros mais sinceros e sentidos que já chorei). Naquele momento, senti-me verdadeiramente, e ao meu Benfica. Foi realmente lindo.
É um privilégio enorme te-lo registado numa fotografia.
ESTOU A FALAR MUITO A SÉRIO.
...mesmo.
De mario_coluna a 16 de Abril de 2007 às 17:12
!!!!!!!!!!
lol, quem é o Anormal do Boné MEMO À BENFICA???!...e quem é o outro, mais po maluco q propriamente anormal, que põe mais uma vez esta fotografia em mais um site (muito bom) da net?
Ò não.
Estou-me para aqui a por com pulgas, mas é na cá no fundo, cá no fundo, um grande Orgulho o fenómeno desta fotografia.
...Que Benfiquista, meu Deus...!
De pinilla a 16 de Abril de 2007 às 00:46
Eu gosto é da foto! Deve ser bonito para um benfiquista, mas para mim, não´apenas por ser sportinguista, faz-me rir. xD Um abraço, Ferreira!
De Anónimo a 13 de Abril de 2007 às 13:51
Perfeitamente delicioso este texto.
Muito bem escrito e uma metafora que diz muito, quase tudo.
Assim e que se "fala"
De Pedro F.F. a 11 de Abril de 2007 às 23:20
Superman Torras, sobre isso já falámos várias vezes e sabes que, ainda que de forma mais "moderada", concordo contigo. Mas, ao ler o teu comentário, lembrei-me de um tópico interessante para a discussão: a gritaria dos 'speakers' nos estádios portugueses. :)
De Superman Torras a 11 de Abril de 2007 às 22:43
Antes de escrever o que quer que seja faço um ponto prévio para dizer que eu não sou daqueles que vão para o estádio assobiar a equipa. Ou, esclarecendo, para assobiar ponto final.

Não o faço porque em primeiro lugar não sei assobiar. Ou melhor, quando o faço o som que os meus lábios reproduzem é um "fiuu" muito sumido e que a ser efectuado em pleno estádio provavelmente mereceria dos 5 ou 6 adeptos que me rodeiam e que ouvissem o tal efeito sonoro um riso de escárnio o que não interessaria a ninguém. Sobretudo a mim.

Portanto, e para finalizar, eu não sou dos que assobiam no estádio. Por mim podem os dirigentes ficar à vontade nesse aspecto. Aliás, agora é que vem aí a finalização, também não sou dos que levam lenços brancos no bolso das calças (ou noutra peça qualquer de vestuário).

O que não admito é que me digam o que devo ou não fazer, como me devo ou não comportar, quando estou naquela que considero a minha casa (partilhada com milhares de correlegionários mas nem por isso menos minha), desde que não esteja a violar alguma lei ou que objectivamente esteja a prejudicar o Benfica com o meu comportamento.

Peço desculpa por inserir um parágrafo que já escrevi no blogue do D'arcy, quando a conversa também havia derivado para este assunto, mas penso que se ajusta perfeitamente ao que o Pedro acabou por escrever:

"Qualquer dia mais vale colocarem uns figurantes em vez de adeptos no estádio, e no relvado, em vez do speaker, coloca-se um daqueles empregados que todo o estúdio televisivo tem e que servem para apresentar os placards a dizer aos figurantes se devem rir, aplaudir, incentivar, ou outra coisa que o valha."
De Johnny Rook a 11 de Abril de 2007 às 22:00
"As mãos que acenam lenços enxugam lágrimas".

Que grande frase! É de ir às lágrimas!
De Ubualdo Chóriça a 11 de Abril de 2007 às 17:21
Para além do seu benfiquismo, o único outro ponto que abona a favor do abominável s. bernardo é o facto de a ele devermos, em 1.ª linha, a contratação do Katsouranis. O resto é para esquecer.
Concordo inteiramente com aqueles que afirmam que, se alguma coisa de jeito o SLB ganhar esta época (o torneio do dubai não entra nas minhas contas)será "apesar" do Fernando Santos.
De J G a 11 de Abril de 2007 às 16:28
Bom blogue.

:)

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

#Reconquista

Um

Crer

Proveitosa

Pujante

Deplorável

Firme

Soberba

Complicado

Merecida

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds