VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Domingo, 15 de Abril de 2007

Em defesa de Nuno Gomes.




Julgar o Nuno Gomes apenas pelo que fez esta época é, na minha opinião, um erro e uma injustiça.
Julgar o Nuno Gomes apenas pelos golos que falha é, na minha perspectiva, tão obtuso como julgá-lo apenas pelos golos que marca.
Desde que jogou pela primeira vez pelo Benfica, na época de 1997/1998, o Nuno Gomes tem sido opção de todos (todos!) os treinadores que com ele trabalharam no nosso Clube: Manuel José, Mário Wilson, Graeme Souness, Shéu Han, Jupp Heynckes, Jesualdo Ferreira, Fernando Chalana, José António Camacho, Giovanni Trapattoni, Ronald Koeman e Fernando Santos. Foi opção, válida e regular, na Fiorentina: participou em 30 jogos na primeira época e em 23 na segunda.
Como ponta-de-lança, Nuno Gomes não tem apenas a função de marcar golos. Tem a função de criar espaços, levando defesas na marcação; tem a função de criar jogo; tem a função de ser inteligente na forma como se posiciona em campo. Tem a função de se adaptar aos diferentes esquemas tácticos dos diferentes treinadores. Tem a capacidade de jogar para a equipa e não de pôr a equipa a jogar para ele.
Desde que regressou da Fiorentina, só fez uma época inteira sem lesões (a corrente). É minha convicção de que não ganhou o troféu de melhor marcador do campeonato transacto porque um sarrafeiro dos Belenenses lhe causou uma lesão gravíssima que o arredou da luta pelo dito troféu. Individualmente, não precisa desse troféu para provar nada.
Quem aprecia futebol, aprecia a técnica e a inteligência do Nuno Gomes em campo. Fora do campo, basta ouvir o testemunho dos seus colegas para se aquilatar da sua importância.
No entanto, as críticas são várias. Algumas tão mesquinhas como as que teve de ouvir outro grande futebolista do Benfica: o Néné. (Tenham calma os mais assanhados, pois não estou a estabelecer nenhuma comparação entre os dois enquanto futebolistas. Estou apenas a falar da gratuitidade de algumas críticas que são parecidíssimas em ambos).
Ouvir, ler, ver benfiquistas a ridicularizar um futebolista como o Nuno Gomes provoca em mim a sensação de que se está a cometer uma grande injustiça para com um futebolista que muito orgulho tenho em que já leve oito épocas de águia ao peito. Esta sensação de que se está a cometer uma grande injustiça mais se justifica quando vejo um ou outro adepto na bancada do Estádio assobiar uma referência do clube (com oito anos de casa) e aplaudir alguns que nem oito meses de casa farão.
Obviamente que o Nuno Gomes comete erros. Também o Rui Águas, o Nené, o Filipovic, o Magnusson (apenas para falar de alguns dos que vi jogar) os cometeram. Entre o “deve” e o “haver”, o Nuno Gomes, tal como outros grandes futebolistas do Benfica, ainda continua a ter, na minha opinião, uma grande margem de crédito. E quando tenho dúvidas, lembro-me de vários jogos, entre os quais o das imagens que ilustram este post.
A memória é curta apenas para quem a não tem.
publicado por Pedro F. Ferreira às 18:00
link do post | comentar
46 comentários:
De Pedro F.F. a 17 de Abril de 2007
Desisto. Quem não o grama, não o grama mesmo. Por mim, já me contento por saber que, pelo menos alguns dos que o detestam, têm o decoro de não o assobiar.
De jc a 17 de Abril de 2007
O Nuno Gomes a partir da 2ª volta da epoca passada tem sito completamente o exemplo de como não deve jogar de como não deve posicionar-se, em suma de como não deve ser um ponta de lança de uma equipa que quer lutar pelo titulo.

Convenhamos que não interessa estar a dizer que já marcou 100 golos, por favor, o Eusebio também foi o maior mas infelizmente para nós já não joga.
O Nuno perdeu qualidades e tem um ordenado estupidamente alto para o seu rendimento o que inviabiliza que o Benfica possa contratar um ponta de lança capaz de fazer realmente mossa (já nem digo a diferença) nos nossos adversários.

A quem defende o Nuno eu gostava de perguntar:
O Nuno desgasta uma defesa?
O Nuno finaliza ou melhor é um matador?
O Nuno é uma referência, um farol para a equipa?
O Nuno é capaz de prender uma bola e esperar que os medios aparecam de maneira a por vezes aliviar a pressão exercida sobre a nossa defesa?
O Nuno é capaz de uma desmarcação em velocidade?
O Nuno é capaz de ganhar um duelo de 1 para 1?
Voçês por acaso já falaram com jogadores de outras equipas da 1ª divisão e ouviram a opinião que eles têm do Nuno? Qual o respeito que ele mete aos adversários?

O Nuno o que faz é movimentar-se relativamente bem e dar bolas de primeira com medo que o aleijem.

É muito pouco para o que se pretende no Benfica.Como é que é possivel que uma equipa que joga mais de 90% dos jogos no meio campo dos adversários, em ataque continuado tenha um ponta de lança que na 2ª volta do ano passado marca 3 golos e nesta epoca inteira marca apenas 5 ou 6.
Voçes ainda conseguem defender o Nuno?

Eu relembro que é um dos jogadores mais caros do plantel, então não se exige nada ao menino? Bastam 6 golos? Anda o país todo a dormir e só alguns é que são os iluminados? Ser do Benfica não é apoiar qq jogador do Benfica só porque joga no nosso clube.Se nós não formos exigentes vamos continuar com esta equipe que de campeões não tem nada.
De Pedro F.F. a 17 de Abril de 2007
Teresa, até corei. :)

Pl@ka e Cantona, é sempre bom receber amigos em casa. Um grande abraço.

Quanto ao JVP... fica para um post. ;)
De Pl@ka a 17 de Abril de 2007
Mais uma vez de acordo, amigo Pedro. Tenho exactamente a mesma opinião sobre Nuno Gomes.
Aproveito para congratular todos os escribas deste blog, que admiro já há algum tempo. Grandes benfiquistas que irei continuar a ler e admirar. Um blog que nasce num momento mau... um blog que ainda irá viver grandes vitórias do nosso Benfica, porque mesmo neste momento acredito no projecto que está a ser construido e não concordo em começar tudo de novo e em revoluções no plantel. Mudança de treinador? Eu que nunca fui grande apreciador dele, mas que apoiei sempre, obviamente que concordo com a saida de Fernando Santos!
De CANTONA a 17 de Abril de 2007
Pedro FF estou completamente de acordo com o que dizes.
Não tive pachorra (um pouco cansado)para ler a maior parte dos comments aqui postados, mas o comentário do Johnny rook focou um ponto muito importante: JVP. Não estive na Catedral, mas pelo que vi e ouvi em casa, não estou de acordo com as "assobiadelas" dadas ao JVP quando tocava na bola. Será que muita gente se esqueceu do papel que o JVP teve no nosso clube?
Saudações BENFIQUISTAS
De Johnny Rook a 16 de Abril de 2007
Acabei de chegar da Luz e, embora, este seja um post dedicado ao NG (e até por isso), não quero deixar de dizer o quanto me senti hoje orgulhoso de pertencer ao Benfica, que tão ditosos sócios tem e que hoje souberam engrandecer o nome do clube ao ovacionarem de pé um dos maiores jogadores da HISTÓRIA do Sport Lisboa e Benfica, de seu nome JOÃO VIEIRA PINTO que, talvez, tenha pisado pela última vez a Luz.

Obrigado por tudo João grande Capitão!
De Quetzal Guzman a 16 de Abril de 2007
Excelente post que resume a minha própria percepção do que é o Nuno Gomes. Devo dizer que me irrita ouvir os comentários nas bancadas da Luz mas acabo por relativizá-los. No fundo, só se fala assim do Nuno porque há exigência. E se há exigência é porque lhe reconhecem qualidade e potencial. É isso que vejo por trás das palavras enraivecidas que lhe dirigem. Mágoa por não receberem mais. Porque dele esperam mais. Eu, pessoalmente, acho que ele nos dá o que tem. E até acho que nós, ou pelo menos quem o ataca com urros e assobios, quem o apelida de amélia ou cristina, tem culpa no seu corrente deficit de golos. Reparem que durante anos o Nuno assumiu-se como ponta de lança. De repente, já depois do Camacho sair, ele próprio interiorizou o discurso do falso ponta de lança, do constructor de jogo, da muleta a alguém mais forte e possante. Isto denota um claro receio psicológico. Até porque o Nuno regista a sua melhor época de sempre ao lado do João Pinto (num ano em que o Souness, esse génio táctico, até começou por jogar com a dupla Pringle/Deane)! E não será à toa que o ano passado, ao lado do Miccoli, sem completar a época, tenha ficado a escassos três golos dos 18 que marcou ao lado do Deane.
De red rocket a 16 de Abril de 2007
O Nuno Gomes é um jogador que admiro e ainda bem que está no nosso plantel... Querem números? Tá nos tops dos melhores de sempre do Benfica, no meio de verdadeiros monstros sagrados do nosso clube!! Isto sem somar assistências, já nos deu mtas vitórias sem fazer o gosto ao pé!! Ou seja, um avançado completo, que vai fazer muita falta qdo terminar a sua carreira...
Não gostam de números? Perguntem aos treinadores do Benfica que trabalharam com ele porque o consideravam indispensável...
O que vale actualmente? Ou o que vale desde que voltou? Na minha opinião, desde que regressou não esteve mto tempo ao seu nível, devido a lesões e pré-temporadas perdidas, apenas o ano passado esteve no seu melhor até ao momento em que foi "atropelado"... talvez fosse o melhor marcador do campeonato. Não concordo qdo dizem que é uma vaca sagrada porque acho que os seus companheiros de ataque desde que regressou, por diferentes razões, levaram à sua utilização até ao limite...
Força Nuno, espero que ainda metas mais alguns... 50 pelo menos?
Abraço e parabéns pelo blog
De tma a 16 de Abril de 2007
Eu sei, Pedro. Mas eu é que não consigo dissociar o Liedson mau-carácter do Liedson ponta de lança :-)
De Pedro a 16 de Abril de 2007
Eu não falei do caracter do Liedson...falei das qualidades dele enquanto ponta de lança.

s.l.b. - Mas pq comparas com esses? Tens q comparar com quem tem ordenado semelhante.

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Doloroso

Inequívoca

Tristeza

Deplorável

Descanso

Cumprido

Entradas

Regresso

Inadmissível

Degradante

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds