VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Sexta-feira, 5 de Outubro de 2007

A glorificação dos Lobos ou a mania das comparações absurdas

A selecção nacional de rugby participou no campeonato mundial da modalidade, que está a decorrer em França, e foi derrotada em todos os jogos que fez. Os jogadores desta selecção são todos amadores e foi a primeira vez que uma equipa portuguesa se apurou para o campeonato mundial: têm mérito e é compreensível que tenham perdido os jogos todos. O que não é compreensível é o endeusamento da equipa pela boca e pela pena dos comentadores desportivos nacionais, que levou o Benfica, justamente porque imbuído nesta onda pró-rugbyana, a prestar uma homenagem à equipa em pleno relvado da Luz, no intervalo de um jogo entre o Benfica e outra equipa (ainda que esta outra equipa fosse muito medíocre). E isto custou-me. Custou-me ver dois ou três tipos com um cachecol do Sportem a serem homenageados, sublinho, em pleno relvado da Luz. Autorizar que alguém entre na Luz com estes adereços é grave. Permitir que esses cachecóis subam ao relvado é ainda mais grave. Aplaudi-los é absolutamente incompreensível.

 

Em primeiro lugar, a ideia de que temos de apoiar Portugal e o espírito de "equipa de todos nós" causam-me azia. O Benfica é uma causa que eu defendo porque eu me tornei benfiquista. Eu não tenho por hábito defender, em qualquer campo da minha vida, causas que me são impostas. Eu não escolhi ser português logo não tenho de apoiar as selecções nacionais, tal como não tenho de defender o facto de respirar oxigénio. A selecção nacional de futebol interessa-me porque há jogadores do Benfica que são convocados para alinhar nessa equipa. O interesse termina no momento em que, por exemplo, o Petit é substituído, e apenas festejo golos marcados pelo Nuno Gomes. Perdoem-me os apoiantes das selecções, mas eu não consigo aplaudir jogadores que marcam golos ao Benfica e os festejam efusivamente virados para as bancadas a mandarem-me calar! Com a selecção de rugby acontece a mesma coisa: não me sinto obrigado a apoiá-los. 

 

Em segundo lugar, causou-me ainda mais azia o que se passou em Portugal com a selecção de rugby, nomeadamente quando ouvi e li as análises feitas aquando do primeiro jogo da selecção, que se baseavam em comparações perfeitamente absurdas. Os comentadores nacionais tiveram orgasmos com a selecção nacional de rugby a cantar o hino e disseram que a selecção nacional de futebol tinha de aprender com eles, mas ninguém viu que se compararam duas coisas que não têm comparação. O futebol tem jogadores profissionais e a selecção nacional de futebol tem participado ultimamente com alguma regularidade em campeonatos europeus e mundiais. O rugby tem jogadores amadores que nunca tinham ido a um campeonato mundial. Como é evidente, a reacção ao protocolo do hino nacional só pode ser diferente: os últimos fizeram história naquele dia, os primeiros já não fazem história. Mas já que estamos numa toada de comparações patetas, eu também podia dizer que, quando andei pela primeira vez de gaivota num lago no Zoo de Lisboa, estava tão emocionado que fiz xixi nas calças, e que esse xixi é igual às lágrimas que os jogadores da selecção nacional soltaram quando gritaram o hino: é que eu, tal como eles no mês passado, também fiz história naquele dia. Se querem comparar a selecção nacional de rugby com qualquer coisa, comparem-na com... uma selecção de rugby. E agora sou que comparo estupidamente: "isto é que é, os jogadores de rugby deviam era fazer como a selecção de rugby da Nova Zelândia". O Petit, o Nuno Gomes e os outros a cantarem o hino nacional pode ser comparado às outras selecções de futebol a cantarem o hino, mas não àquilo que os jogadores de rugby fizeram em França.

 

Em suma, à partida, não gosto de "selecções nacionais": vejo alguns jogos da selecção nacional de futebol, interesso-me pelos jogadores do Benfica, fico contente com as suas vitórias, mas prefiro ir ver um bom filme ao cinema a ver um jogo da selecção nacional; em segundo lugar, irritou-me o endeusamento do rugby promovido pela comparação entre a selecção de rugby e a de futebol: se acham que a segunda devia cantar como a primeira, também devem achar que a primeira devia ganhar os jogos que a segunda já ganhou; finalmente, os meus parabéns à equipa nacional de rugby, mas não me peçam para os apoiar ou, pior ainda, admitir que pisem o relvado da Luz com cachecóis do Sportem - e isto foi a gota de água para mim.

publicado por p às 13:55
link do post | comentar
22 comentários:
De LMB a 5 de Outubro de 2007
Tenho pena que assim penses.

1º Porque eu se pudesse escolher escolhia ser português, por isso agradeço o facto de ter já nascido português.

2º Sempre que Portugal joga, nem que seja no berlinde quero que ganhe...!

3º Acho que a selecção de Rugby merece os elogios, e merece ser recebida no estádio da Luz, quanto mais não fosse, para prestar homenagem ao Diogo Gama, jogador do Benfica....a caminho do Madrid 2012.

4º Se tivesses gosto por Rugby, ou jogado Rugby...tenho a certeza que não escrivias o que escreveste.

Anastercio Leonardo
De RATO a 5 de Outubro de 2007
Quem fala assim nao é gajo!
De RATO a 5 de Outubro de 2007
Quem fala assim nao é gaGo!
De p a 5 de Outubro de 2007
Anastercio Leonardo,

1) Se tivesses nascido espanhol, duvido muito que quisesses ser português. Podes dizer que gostas de ser português, mas é ingénuo afirmares que se tivesses nascido noutro país optarias por ser português.

2) Eu escrevi que gostava de que as selecções nacionais de Portugal perdessem? Onde? Lê com mais atenção a passagem "fico contente com as suas vitórias".

3) Não posso aceitar que pessoas com cachecóis do Sportem subam ao relvado da Luz para serem homenageados. Agora, se queres um argumento mais "racional": eu também acho bem que os jogadores da selecção nacional sejam homenageados, mas repara que eles são JOGADORES DA SELECÇÃO NACIONAL, não foram lá (como pareceu que foram) como adeptos do Sportem. E repara que eu aceito que os outros levassem camisolas do Benfica porque era esse o clube que lhes estava a prestar homenagem.

4) Eu também não joguei futebol e escrevi o que escrevi sobre a selecção nacional de futebol. Mas claro que, se conhecesse pessoalmente os jogadores de rugby, não escrevia o que escrevi, tal como não chamaria nomes à mãe do árbitro que apitou o Benfica na quarta-feira se fosse amigo dele.

De Dyktus a 5 de Outubro de 2007
Cada opinião é uma opinião e vale o que vale, e cada pessoa deve ter a sua. Mas realmente na minha humilde opinião este post é uma baralhada de ideias, difícil de compreender. Quando se compara os hinos das duas formações portuguesas,não acho que seja pela forma que o cantam, mas sim pelo amor, dedicação e orgulho pelo país, coisa que muitas vezes não acontece no futebol.

plicas.blogspot.com
De Anátema Device a 5 de Outubro de 2007
«Os jogadores desta selecção são todos amadores e foi a primeira vez que uma equipa portuguesa se apurou para o campeonato mundial: têm mérito e é compreensível que tenham perdido os jogos todos. O que não é compreensível é o endeusamento da equipa pela boca e pela pena dos comentadores desportivos nacionais, que levou o Benfica, justamente porque imbuído nesta onda pró-rugbyana, a prestar uma homenagem à equipa em pleno relvado da Luz, no intervalo de um jogo entre o Benfica e outra equipa (ainda que esta outra equipa fosse muito medíocre). E isto custou-me. Custou-me ver dois ou três tipos com um cachecol do Sportem a serem homenageados, sublinho, em pleno relvado da Luz. Autorizar que alguém entre na Luz com estes adereços é grave. Permitir que esses cachecóis subam ao relvado é ainda mais grave. Aplaudi-los é absolutamente incompreensível.»

Subscrevo.
Também considero um exagero tremendo aquele endeusamento de que falas no post. Também lá vi (no nosso Estádio e numa homenagem que o Benfica quis prestar aos jogadores de rugby da nossa selecção nacional) alguns dos denominados "lobos" de cachecol do zbording.
Num país de vagas de fundo que dificilmente se podem questionar, louvo a tua independência de pensamento e a coragem de a escreveres.
Abraço.
De Sadeek a 5 de Outubro de 2007
É pá, aqui não se está endeusar ninguém.
Não foi só a primeira vez que a selecção nacional de rugby foi a um mundial...foi a primeira vez que uma selecção AMADORA foi a um mundial e portanto merece um certo crédito, não?

Esse ressabiamento só porque 2/3 adeptos de outro clube foram à luz serem homenageados com cachecois do clube deles (que por acaso até ia jogar com os donos da casa)?! FDXXXXXX, e então? Então e se um jogador do Sporting ou de outro qq clube marcar um golo ou fizer uma joga daquelas pela selecção, em pleno estádio da luz, que mereça a saída mais cedo para o aplauso de pé, não aplaudes? Isso não é endeusamento?

Eu, se pudesse escolher, bania gajos como tu do nosso País!!!!

Cumprimentos Leoninos
De p a 5 de Outubro de 2007
Dyktus,

não apoio, à partida, selecções nacionais (por isso é que o segundo parágrafo começa por "em primeiro lugar"); depois, irritou-me o endeusamento do rugby, feito sobretudo através de uma comparação insensata (cf. "Em segundo lugar"); alguns jogadores da selecção de rugby subirem ao relvado da Luz com cachecóis do Sportem foi o cúmulo, foi o que mais me irritou, e por isso foi por essa ideia que comecei o post, mas já vi que não domino a técnica que o Christopher Nolan usou. Quanto ao resto do teu comentário, não concordo, como sabes, mas respeito.
De p a 5 de Outubro de 2007
Sadeek,

"Então e se um jogador do Sporting ou de outro qq clube marcar um golo ou fizer uma joga daquelas pela selecção, em pleno estádio da luz, que mereça a saída mais cedo para o aplauso de pé, não aplaudes?"

Não, porque não vou estar lá de certeza. Apenas vi um jogo da selecção nacional de futebol ao vivo, um Portugal-Alemanha, na Luz. Fui porque me ofereceram o bilhete e parecia mal não ir.

"Eu, se pudesse escolher, bania gajos como tu do nosso País!!!!"

Quando puderes, bane-me para a Alemanha.
De Anátema Device a 5 de Outubro de 2007
Pedrov, estás tramado!! vais ter de gritar o hino enquanto espirras perdigotos e abanas o bandulho de cerveja feito para que o Sadeek não bana um gajo como tu do nosso país.

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Coerência

Parabéns, meninas

Obrigação

Banco

Exemplar

Madrugadora

Pouco

Inconsistência

Confrangedora

Arrasador

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds