VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Segunda-feira, 22 de Outubro de 2007

Um malabarista fora de jogo.

Alguém viu os malabarismos em que o António Tadeia (acreditem que até simpatizo com esse jornalista apesar de ele ser lagartito) entrou para justificar que o golo do Setúbal não foi marcado com um jogador na posição de fora-de-jogo?

Não está em causa se o árbitro ou o bandeirinha estavam em condições de ver correctamente a jogada. Não! O que está em causa é a vontade e o esforço que o jornalista António Tadeia fez para nos convencer de que aquilo não era um lance irregular. O Paulo Catarro bem se ia esforçando por lhe dizer que aquilo parecia irregular, mas o Tadeia, que até foi ler as deliberações da FIFA em inglês, lá assegurava que aquilo fora regular. E falava da diferença entre “tocar” e “passar”. E falava de como tudo aquilo provocaria polémica. E dizia que lhe custava que um “lance daqueles” fosse anulado.

Sem choradinhos “caliméricos”, não tenho problema algum em assumir que o Benfica foi prejudicado naquele lance. Mas também me parece claro que é uma situação de difícil julgamento e, como tal, aceito a decisão do árbitro e não a encaro como um acto de má-fé. Custa-me, isso sim, ver no serviço público de televisão um profissional, de quem se diz ser especialista em futebol, sustentar, de forma torpe, o insustentável.


A quem interessa o malabarismo do Tadeia?

publicado por Anátema Device às 15:45
link do post | comentar
14 comentários:
De LMB a 22 de Outubro de 2007
Desde um certo jogo entre uma equipa do norte e uma da segunda circular que veste de verde...o conceito entre passe, corte, toque....ficou todo baralhado....!

Anastercio Leonardo
De pjff1 a 22 de Outubro de 2007
Também comentei que é vergonhoso como um profissional (bem) pago pode desconhecer as leis do jogo. Eu sou apenas adepto e sei que a palavra "passe" não existe no fora de jogo, nem se põe em causa a "intecnionalidade", apenas se a bola vem jogada dum colega de equipa ou não, e até o Matheus no fim do jogo admitiu que a bola foi jogada pelo Robson.
Custa-me que não haja cobrança de quem paga, ser comentador deve ser a profissão mais fácil do mundo, hoje em dia.

Americano
De red rocket a 22 de Outubro de 2007
Claro que me apercebi dos malabarismos do homem, já é habitual... depois das primeiras repetições lá tentou branquear a coisa, já que foi um lance dividido, e passados uns 10, 15 minutos voltou à carga... lol patético!!!
De Johnny Rook a 22 de Outubro de 2007
Além de já ter comentado este assunto no post do Pedro FF, quero acrescentar o seguinte:

Foram estes mesmos FDP que no PTG-Sérvia se fartaram de dizer que o golo sérvio foi irregular e que o árbitro assim e assado. Para que conste!
De Acético a 22 de Outubro de 2007
Não tenho nada a ver com o sr . Tadeia . Ele pode defender a lagartada quando quiser e como quiser. Certo? Só não gosto nada do equipamento (substituto) do meu Benfica. Parece-me, que, assim equipados, nunca mais ganhamos o campeonato!
De JASPC a 22 de Outubro de 2007
Pois é meus amigos. É por estas e por outras que o projecto de TV Canal Benfica é tão importante. Nas televisões o que há mais são Tadeias de trazer por casa, cujos conhecimentos de futebol se limita na prática a ler no papel a altura e o peso dos jogadores, etc., que, ainda por cima, somos nós consumidores de futebol na TV pagamos, mas que na hora da verdade fazem as tristes figuras que vamos vendo.
Mas a grande culpa é da própria televisão, sempre ávida de sangue, com repetições exaustivas de todos os ângulos possíveis e imaginários, em clara vantagem sobre quem decide na hora. Ainda que algumas vezes decidam mal. Mas o que me irrita também é que se o SLB tivesse jogado com um avançado a sério em vez de um tal Bergessio , o lance do golo do Vitória acabava por ser irrelevante.
Os muitos anos que levo a ver futebol, permitem-me afirmar sem grandes dúvidas que uma grande equipa é capaz de ganhar quase sempre. Mesmo que jogue também contra a equipa de arbitragem.
De Vermelhovzky a 22 de Outubro de 2007
E o que disse um tal de Soares Dias sobre o lance?

" O que as imagens nos mostram é o Luisão a jogar a bola com a cabeça, após a marcação do livre, e esta tabela, depois, num jogador do Setúbal e sobra para o Matheus, que já se encontra adiantado. Considerando que foi um ressalto de bola, penso que não há motivos para o fora-de-jogo e aceito a decisão. "

http://www.ojogo.pt/23-243/artigo666230.asp

Ora então expliquemos a regra a este senhor que comenta sobre arbitragem e pensa que sabe!!!

O que é estar em posição de fora de jogo?

"Um jogador encontra-se em posição de fora-de-jogo se estiver mais perto da linha de baliza adversária do que a bola e o penúltimo adversário"

Estar em posição de fora de jogo é sempre infracção?

" A posição de fora-de-jogo só deve ser sancionada se, no momento em que a bola é tocada por um colega ou é jogada por um deles, o jogador toma, na opinião do
árbitro, parte activa do jogo:
• intervindo no jogo ou
• influenciando um adversário ou
• tirando vantagem dessa posição

O que é intervir no jogo?

"intervir no jogo significa jogar ou tocar a bola passada ou tocada por um colega de equipa"

Ora Matheus estava em posição de fora de jogo, a bola é tocada pelo seu colega e ele intervem no jogo... se isto não é fora de jogo, o que é fora de jogo????

Que o fiscal de linha não tenha visto o toque no gajo do Setubal... aceito... era um cacho de jogadores e pode não ter visto.

Mas gajos que viram as imagens 20 vezes ainda arranjarem desculpas destas???

Amanhã será que o Vitor Pereira vai aparecer com a teória do Fora de Jogo intencional e casual???
De RIVUS a 22 de Outubro de 2007
Amigos; desisti que eu já o fiz. Nos jogos do Benfica não existem regras de futebol; elas são feitas na hora e ad libitum, ao sabor de interesses que todos já conhecem. Na verdade, desde há muito eu me venho indignando com posição tomada pela RTP, paga com o nosso dinheiro e como a maior parte é benfiquista, logo são os benfiquistas que ainda pagam para ouvir toda a espécie de ataques ao seu Clube. Nas outras TVs, jornais, rádios, etc ... apontem-me
um só que não ataque o Benfica, apenas um só! Por isso eu não entendo e, como acima disse, cansei e desisti.
De Zé Tolas a 22 de Outubro de 2007

Eu só queria ver o que é que acontecia se este golo tivesse sido marcado pelo Benfica...

Era vê-los falar durante meses e meses. Mas enfim... Que rídiculo este senhor Tadeia, devia estar embuchado com o resultado do Fátima.

De Yur@n a 22 de Outubro de 2007
Já o tinha feito neste blog mas volta a publicar o mail que enviei minutos depois de o jogo terminar ao provedor do espectador.

Venho por este meio manifestar o meu descontentamento por mais uma vez ter assistido a um trabalho de má qualidade e tendencioso por parte da equipe de comentadores que relatou o jogo Benfica - V. Setúbal para a taça da liga. Esta situação não é nova e é exactamente a reincidência que me levou a revolta. Sistematicamente assisto a atitudes da parte dos vossos comentadores em relação a Benfica que são no mínimo chocantes. Tenho em ideia que o trabalho de um jornalista se rege por princípios de isenção, e neste caso ou esses senhores não são jornalistas de facto, ou então claramente não sabem o que isso de 'isenção'. Eu próprio como adepto tento selo. Mais uma vez volto a referir que este jogo não foi caso único, aliás tenho mesmo a ideia que é habito nos vossos comentadores este tipo de comportamento. Acho que o futebol e os clubes merecem um trabalho com maior rigor, no caso particular do Benfica julgo que merece igualmente respeito, tanto mais atendendo à sua grandiosidade. Por recear estar a ser um pouco vago naquilo que estou a dizer, vou dar um exemplo: - O golo do V. Setúbal, que de acordo com as leis da FIFA foi marcado em fora de jogo, a situação é clara. Até posso admitir o erro do árbitro, que é obrigado a decidir numa fracção de segundo, agora o que eu não posso aceitar é que as pessoas encarregues de comentar o jogo, e que tiveram oportunidade de ver diversas repetições, tivessem até ao final do jogo mantido a dúvida sobre se o lance seria de fora de jogo. Das duas uma ou não conhecem as leis do jogo, o que é grave, ou são cegos. Como em relação à segunda situação nada posso fazer, vou dar uma ajuda em relação à primeira: Lei 11 - Fora de jogo - Um jogador encontra-se em posição de fora-de-jogo se estiver mais perto da linha de baliza adversária do que a bola e o penúltimo adversário.
Infracção: A posição de fora-de-jogo só deve ser sancionada se, no momento em que a bola é tocada por um colega ou é jogada por um deles, o jogador toma, na opinião do árbitro, parte activa do jogo: intervindo no jogo ou; influenciando um adversário ou; tirando vantagem dessa posição.

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Fevereiro 2024

Janeiro 2024

Dezembro 2023

Novembro 2023

Outubro 2023

Setembro 2023

Agosto 2023

Maio 2023

Abril 2023

Março 2023

Fevereiro 2023

Janeiro 2023

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Fevereiro 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Consistência

Revolução

Medíocre

Atrás

Superioridade

Confortável

Rasgos

Degradante

Cruel

Tenacidade

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds