VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Quinta-feira, 25 de Outubro de 2007

Suado

Foi um triunfo tão suado quanto merecido do Benfica esta noite. E mesmo que a vitória não nos tivesse sorrido já perto do fim, eu creio que seria incapaz de criticar a nossa equipa, porque desta vez foi possível ver que os jogadores acreditaram e lutaram até ao fim para serem felizes.

O Benfica apresentou-se com a equipa que vinha sendo anunciada, com o Katsouranis a recuar para central, Binya e Nuno Assis como titulares, e a dupla Bergessio/Cardozo no ataque. Quanto ao Celtic, mostrou desde os primeiros instantes ao que vinha: jogar para o empate. Dispôs-se em 4-5-1, jogando quase sempre com os onze jogadores atrás da linha da bola, e arriscando muito poucos contra-ataques, que nas raras vezes que aconteciam eram quase sempre conduzidos pelo lado direito através do McGeady. No fundo, acabaram por vir à Luz jogar como já estamos habituados a ver as equipas do nosso campeonato fazerem. Foi assim uma espécie de Penafiel celta. Eu confesso que desde sempre que não consigo levar esta equipa escocesa a sério. Tenham os jogadores que tiverem, gastem o dinheiro que gastarem, no meu subconsciente eles são sempre um bando de jogadores acepalhados (nem sei se esta palavra existe) tipicamente britânicos que têm a sorte de terem adeptos que são dos melhores do mundo. Mesmo nos tempos recentes do Martin O'Neill, em que jogavam de forma mais 'continental', nunca me convenceram totalmente. Claro que aquelas lonas das barracas da praia da Figueira com que se equipam também contribuem para esta opinião. É muito difícil conseguir levar a sério uma equipa que se veste de forma propositadamente cómica. O jogo desta noite acabou por ser apenas mais uma confirmação da ideia pré-determinada que tenho sempre deles.

Dada a atitude do Penafieltic, não surpreendeu portanto que o Benfica, mesmo não jogando particularmente bem, tivesse um domínio territorial quase absoluto durante a primeira parte. A posse de bola adversária era quase limitada a uns alívios para a frente. Quanto a nós, apesar de termos a bola tanto tempo nos pés, por vezes parecíamos não saber o que fazer com ela. É verdade que não é fácil furar uma linha de defesa de onze jogadores, e por isso a bola andava por ali a circular, mas sem conseguir entrar no último terço do campo, onde se acantonavam os onze jogadores adversários. O ponto mais vulnerável da defensiva escocesa, e aquele por onde mais conseguimos furar, era o lado direito da sua defesa, onde apareceu o central Caldwell (este verdadeiramente um cepo da 'velha escola', e que o ano passado fez o favor de nos oferecer dois golos) adaptado, e que tinha muitas dificuldades em travar as entradas do Léo e do Rodríguez. Ainda assim, a primeira boa oportunidade de golo foi do Celtic, correspondendo o Quim com uma boa defesa a um remate do Donati. As oportunidades do Benfica nesta primeira parte ficaram-se por um falhanço do Cardozo, que não conseguiu acertar numa bola centrada pelo Léo, e uma cabeçada do Katsouranis perto do intervalo.

No segundo tempo o Benfica entrou com muito mais velocidade e vontade de chegar ao golo, o que poderia ter acontecido muito cedo, quando o Cardozo deu o mote para uma grande segunda parte ao ver um cabeceamento seu ser correspondido com uma grande defesa do Boruc. O balanceamento ofensivo do Benfica abria também mais espaços para o contra-ataque dos escoceses, que neste período conseguiram aproximar-se algumas vezes da nossa baliza, sempre por intermédio do ala direito McGeady (foi o jogador deles que mais gostei de ver). Ao fim de um quarto de hora entraram o Di María e o Adu para os lugares do Bergessio e Nuno Assis. Não sei se alguma vez isto teria acontecido, mas depois disto os quatro jogadores mais ofensivos do Benfica eram todos canhotos. Esta alteração foi benéfica para nós, sobretudo por causa do Di María. Ele foi jogar nas costas do Cardozo, e proporcionou mais uma opção para jogar e segurar a bola no espaço entre as duas linhas de defesa adversárias, poupando assim um pouco o Rui Costa, que antes disso tinha as despesas quase exclusivas de organização de jogo e transporte de bola para o ataque.

As oportunidades continuaram a surgir, muito por culpa do Cardozo. Na recarga a um remate do Rodríguez atirou a bola à barra. Pouco depois, e após um trabalho muito bom dentro da área (desmarcação, recepção, rotação e remate) voltou a acertar nos ferros da baliza. O Benfica pressionava e procurava o golo, os escoceses pareciam já não conseguir manter a organização defensiva que tinham revelado na primeira parte, mas o golo não havia maneira de surgir. Tal como no primeiro tempo, era sobretudo pelo lado esquerdo que o Benfica insistia, com o Léo e o Rodríguez muito activos, e ainda o Rui Costa a cair diversas vezes para essa zona (se depois daquele túnel ao Caldwell ele marca golo acho que o estádio vinha abaixo). E a três minutos do fim, numa altura em que eu já começava a ficar conformado e com flashbacks do jogo com o Boavista do ano passado a passarem-me pela cabeça, o Di María viu finalmente uma desmarcação do Cardozo (digo finalmente porque eu já reparei que ele tenta aquele movimento diversas vezes, mas raramente lhe endossam a bola), fez um passe perfeito, e o paraguaio matou no peito e tocou de primeira para a baliza. Fiquei muito contente por ter sido ele a marcar. Eu deposito muitas esperanças neste jogador, e se depois da segunda parte que fez hoje ele acabasse em branco isso poderia ter efeitos devastadores na sua confiança. Fez-se assim justiça ao cair do pano.

Como é óbvio, o Cardozo merece destaque pela exibição que fez hoje, particularmente na segunda parte, já que a primeira foi fraca. Boas exibições também do Léo e do Rodríguez, que conduziram a maior parte das jogadas de ataque do Benfica. O Quim voltou a mostrar que está num excelente momento, respondendo bem nas poucas vezes em que foi chamado. O Katsouranis voltou a estar seguríssimo na defesa e, francamente, neste momento até tenho mais confiança nele para aquela posição do que no Luisão. Bom jogo também do Binya, que mostra ser uma opção válida na ausência do Petit (e é capaz de ser interessante imaginar os dois juntos, quando for necessário dar maior consistência defensiva ao meio-campo). No cômputo geral julgo que a equipa esteve bem, sobretudo por causa da atitude demonstrada.

Com a vitória do Milan o grupo ficou completamente em aberto, embora as coisas não sejam fáceis para nós, já que só temos mais um jogo em casa. Parece-me que se queremos alimentar alguma esperança em passar à segunda fase teremos que ganhar em Glasgow, o que por norma é extremamente difícil. Mas eu acredito que é possível (embora, claro está, seja preciso dar o desconto de eu ser incapaz de levar equipas que se equipam com as lonas das barracas da praia da Figueira a sério).
publicado por D'Arcy às 01:48
link do post | comentar
10 comentários:
De quetzal guzman a 25 de Outubro de 2007
Grande lutador, o Cardozo ! Num momento mau, com os adeptos a desconfiarem dele, não se deixou abalar pelas infelicidades que o foram perseguindo durante o jogo. Cardozão ! E espero que Camacho tenha finalmente percebido que o Benfica tem que ter jogo que não o obrigue a vir tocar a bola fora da área. É dentro dela que ele tem que estar para marcar golos. Não podemos jogar com Cardozo da mesma forma que jogamos com Nuno Gomes.
De dezazucr a 25 de Outubro de 2007
Excelente 2ª parte. Assim dá gosto ver, com os jogadores todos a não desistirem e a cair em cima do adversário.
De qualquer forma, continuo a achar os nossos jogadores muito tenrinhos, caem ao primeiro encosto. Tendo em conta a rigidez destes toscos, torna-se tudo mais difícil.

Incrível como o FS queria emprestar o Bynia! Que jogador!!! Esclarecido, está em todo o lado, sabe levar a bola, e hoje nem cometeu demasiadas faltas.
De Yur@n a 25 de Outubro de 2007
Eu sempre acreditei no Cardozo , e já começava a recear que acabasse como o Kikin , ontem fez um grande jogo, principalmente na segunda parte, tudo fez para marcar e conseguiu numa altura em que eu já pensava que este ia terminar a 0, naquilo que seria um jogo de azar. Mas isso não aconteceu e o Benfica continua na corrida, e também não menos importante julgo que ganhamos em definitivo um grande ponta de lança. Em relação à restante equipa, fez um bom jogo, o passe do Di Maria para o golo do Cardozo é magistral. O Berguessio apesar de não ter feito um bom jogo, continuo a acreditar no seu valor e espero que tenha mais oportunidades, não esquecendo que tudo poderia ter sido diferente (menos sofrido) se o árbitro tivesse assinalado a grande penalidade, que quanto a mim é indiscutível , sobre o Berguessio .
Para terminar quero dizer-vos que continuo a considerar que o plantel do Benfica não é tão mau como o têm pintado, talvez não seja o melhor dos últimos 10 anos, mas vejo ainda muito potencial para desenvolver.

Yur@n
De Anónimo a 25 de Outubro de 2007
Bom comentário...péssima 1ª parte mt boa a segunda com uma pressão asfixiante que há mt não via...
Bola7
De pjff1 a 25 de Outubro de 2007
Má primeira parte, óptima segunda, e apenas 2 destaques, até pelo contraste:
- Positivo: Tacuara! Depositei e deposito esperança nele, aquele movimento que acaba com o remate ao poste é de ponta de lança de eleição, não engana! Mereceu o golo mais que ninguém, espero que seja o primeiro de muitos!
- Negativo: Bergessio. Nem tenho palavras, é mau de mais, foi pior que jogar com 10 porque ele atrapalhou o nosso ponta de lança! Foi aflitivo ver quando a bola estava nos flancos o Bergessio parecia que estava a marcar o Cardozo. Inacreditável!

P.S. - Já vi aqui algumas opiniões a pedirem tempo para o Bergessio. Dêem-lhe o tempo que quiserem, quando a única qualidade que um avançado tem no seu curriculum é ser "raçudo", está tudo dito. Tirando a capacidade de luta, não há um único aspecto positivo que veja nele, e ontem jogou na sua posição. Tapar Di Maria ou Adu com ele é um crime!

Americano
De Joao a 25 de Outubro de 2007
não é uma critica, mais uma constatação: o Rui Costa fez um jogo muito fraquinho e os últimos 20 minutos dele foram confrangedores. E aqueles cantos... por favor...

www.eusebiomais10.blogspot.com
De Johnny Rook a 25 de Outubro de 2007
Nada disse quanto ao à exibição do SLB no jogo com o Setúbal, mas depois do que se viu nesta 2ª parte, vou dizer que gostei bastante das duas 2ª partes. Força, querer, velocidade, técnica quanto baste e azar.

O Benfica jogou muito bem nas duas segundas partes, fez o que poucos este ano em PTG conseguiram fazer que foi encostar os adversários às cordas e da-lhe murros sucessivos até cairem.

Estamos no bom caminho porque a fúria espanhola começa a dar frutos. Não é por acaso que em 3 jogos da CL somos a equipa q mais remates tem à baliza adversária.

A grande diferença é a eficácia no golo. Mas também à um azar,imerecido,tremendo! Ainda ontem me vieram as lágrimas aos olhos aquando do golo do Cardozo! Não tanto por garantir a vitória, mas porque de facto nunca na minha vida vi um jogador merecer tanto marcar um golo! Queria q o SLB ganhasse, mas queria mais! Queria que fosse com golos do Cardozo. Porra!

Estou convencido q vamos chegar a algum lado, não sei é aonde e se a tempo, mas esta equipa, com alguns saneamentos e mais 2 jogadores - um defesa direito a sério e um extremos direito igualmente a sério, fica equilibradíssima. Haja olhos!

Cardozo é de facto um ponta de lança (ponto final). Têm é de saber jogar com ele. Não pode sair da área. É uma espécie de Jardel. Só sabe marcar golos!!! Não chega? Querem mais?

Bergessio não é um fora de série! Dá chutões que muita falta teriam feito aos Lobos, mas há qualquer coisa nele que me agrada e que me dá esperança de ainda vir a ser útil.

Rodriguez cansa a ver jogar. A defesa começa a estar estabilizada e eu deixava lá ficar o Katsu até porque não podemos perder Bynia aquando do regresso do Petit, sendo certo q o David Luiz ainda vai demorar muito tempo a readquirir a forma suficiente.

Di Maria e Adu tem de jogar mais tempo mas , acima de tudo têm de ser muito bem acompanhados nos treinospara perceberem que a vida mudou e que num clube muito grande tem de se saber sofrer e jogar simples para se ser eficáz Di MAria precisa de treinos intensivos de remate ( não faz a mínima ideia de como se faz) e precisa urgentemente de ir para a sala de musculação com o Adu e o Coentrão (v. o que fizeram os ingleses ao M. Fernandes).

Rui Costa tem de ser poupado. Já esperava. Começou com o gás todo a época, mas hà 2 ou 3 jogos que vem dando sinais de esgotamento físico. Tem de ser tratado como uma jóia rara e , por isso, muito bem cuidado. Ontem nem centros nos cantos conseguia fazer.

Se ganharmos bem ao Marítimo vamos embalar definitivamente.

Por fim, mais uma prova da filha de putisse da SportTv ontem. Acabado o jogo e durante os comentários e enquanto o Helder elogiava a equipa e especialmente o Cardozo, as imagens que o filho da puta q estava na régie mostrava eram ataques do Celtic e repetia até à exautão o único falhanço do rapaz , aquele lance na 1ª parte a passe do Leo. Mais nada mostraram. A coisa que mais espero na vida presentemente é o dia em que o SLB se livre de vez destes cabrões e tenha a possibilidade de, não só ver o SLB noutro canal, como também ter alternativa para ver o restante futebol num Canal Plus ou na Sky. Nunca na minha vida me custou tanto pagar 22€ (ou lá o que é) como para estes cabrões.
De Superman Torras a 25 de Outubro de 2007
Parece-me óbvio neste momento que a equipa ainda não sabe jogar com o Cardozo. A meu ver o tipo de jogo que mais o favorece é aquele em que ele não é obrigado a recuar mais do que 10 ou 11 metros da linha de baliza, à entrada da área vá, e em que lhe sejam colocadas bolas quer seja de trás ou da linha lateral, a meia altura ou rasteiras, de modo a que ele as possa recepcionar de costas para a baliza para fazer a rotação e finalizar.

Não tem um bom jogo de cabeça, aliás a sua técnica de cabeceamentos é muito deficiente (nada que não se treine, mas nunca será um virtuoso nesse aspecto do jogo, parece-me), mas é muito alto e portanto é tremendamente dificil tirar-lhe a bola se ele a tiver a proteger com o seu corpo. E como até tem um excelente pontapé, penso que ele ganharia (ganharia? ganhará!) muito em jogar com alguém ao seu lado que lhe permitam ter de lidar apenas com um adversário directo, de modo a conseguir fazer este movimento sem correr o risco de aparecer uma dobra a estorvar-lhe as intenções.

De resto, Binya, para mim foi um dos melhores ontem. Aguentou o meio campo sozinho. Assim evolua o seu futebol, nomeadamente a técnica de passe, e penso que poderá estar ali um diamante para o Benfica fazer muito dinheiro daqui a 2/3 anos.

Com Binya em campo, pôde-se recuar Katsouranis (grande jogo do grego, melhor, muito melhor do que Luisão) sem que o meio campo se tenha ressentido. Eu cá continuaria a fazer esta aposta nos próximos jogos. Digo mais, só voltaria a colocar o Katsouranis no meio campo depois da recuperação do David Luiz.

Cristian Rodriguez também esteve muito bem, neste momento parece-me ter sido a melhor contratação do Benfica neste último defeso. É o jogador que melhor cruza actualmente no Benfica. Aquele seu centro para a cabeçada do Cardozo que viria a ser defendida pelo gr é muito bom. Tirado a papel químico de um que já tinha feito no jogo contra a Naval, salvo erro, que viria a dar golo do Nuno Gomes.

Uma última palavra para Di Maria. Continua a agarrar-se em demasia à bola, mas também é um jogador que não engana. Só é pena é que tenha de fazer esta última parte da sua formação no Benfica, mas também, se assim não fosse provavelmente já não teríamos meios para o ir buscar. Sim, que aquele passe só está ao alcance de alguns. Que no caso do plantel do Benfica se resume apenas a ele e ao Rui Costa.

Agora é imprescindível ir arrancar no mínimo dos mínimos um empate à Escócia.

Uma última palavrinha para os adeptos "escoceses": espectaculares.
De S.L.B. a 25 de Outubro de 2007
João: não deixas de ter razão, mas se aquela bola depois do canto tem entrado... Além disso, ele é a reserva moral da equipa. Quem é que ganhou uma falta perto da área adversária no último minuto e fez com que o jogo acabasse logo aí?
De Anónimo a 26 de Outubro de 2007
"(...) e o paraguaio matou no peito e tocou de primeira para a baliza. (...)"

E depois ainda há coragem de criticar os comentadores televisivos porque estes dizem barbaridades e blablabla...

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Fevereiro 2024

Janeiro 2024

Dezembro 2023

Novembro 2023

Outubro 2023

Setembro 2023

Agosto 2023

Maio 2023

Abril 2023

Março 2023

Fevereiro 2023

Janeiro 2023

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Fevereiro 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Consistência

Revolução

Medíocre

Atrás

Superioridade

Confortável

Rasgos

Degradante

Cruel

Tenacidade

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds