VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2008

Carta Aberta aos jogadores do Benfica

Caros jogadores do meu Sport Lisboa e Benfica

 

 

O que se passa convosco?

 

Há muito que andava para vos perguntar isto.  Todas as equipas têm fases menos boas, mas para além das questões técnicas vocês transmitem aos adeptos uma sensação de falta de união, falta de alegria de jogar e de motivação que é preocupante.

 

Por isso volto a perguntar: o que se passa convosco?  Onde está a equipa do jogo com o Milan, de Copenhaga, da Ucrânia, dos 6-1 ao Boavista, a equpa mais rematadora da Champions, a equipa que lutava até ao último segundo de jogo, essa equipa que se adivinhava que com o tempo poderia vir a ser grande e desde há um ou dois meses para cá parece andar ausente?

 

Estão desmotivados?  Porquê?  Não é motivação suficiente estarem num clube como o Benfica, lutarem pelo título nacional, estarem em competição ainda na Taça de Portugal e na Taça UEFA?  Não é motivação suficiente a história e pergaminhos do Clube, e mais ainda a sua realidade actual, vivida dia a dia pela paixão de milhões de adeptos?  Se não é, olhem, mais vale irem-se embora.

 

Há problemas no grupo?  Nem sempre se entendem com o treinador?  Há alguns de entre vós que minam a coesão do grupo?  A liderança nem sempre é exercida de forma a ser aceite?

 

Meus amigos, é a vida!  Isso acontece a todos nós, a uns mais do que a outros, numas alturas mais do que noutras.  Não há mundos perfeitos, nem pessoas perfeitas, nem grupos perfeitos.  É para isso que existem profissionais bem pagos, para terem a maturidade, experiência e sentido profissional que lhes permita ultrapassar os problemas e obter elevado rendimento apesar dos problemas.  No mundo de hoje, ser profissional de futebol não se esgota só na habilidade para “jogar à bola”.  É na capacidade de superação das dificuldades que se faz a diferença.

 

Todos vocês são adultos.  Há problemas?  Falem uns com os outros, falem com os vossos  capitães, com o treinador, com o presidente.  Resolvam os problemas, ou pelo menos impeçam-nos de ser um bloqueio aos bons resultados.

 

Desafio cada um de vós a fazer uma auto-crítica e a pensar se, dia a dia, faz tudo o que pode fazer em prol do grupo e dos seus objectivos.  Eu sei que não é fácil; além dos objectivos de grupo cada um de vós tem objectivos individuais, de performance, de carreira, de sucesso financeiro.  Mas tem de haver forma de conciliar as coisas.

 

O conflito faz parte de qualquer grupo, têm de perceber isso.  Não se pretende que um grupo profissional de vinte a tal homens feitos seja constituído só por “grandes amigos”, como se ainda fosse uma turma de liceu.  O que se pretende é ter um grupo de profissionais focados em objectivos e capazes de colocar de lado os seus “egos” em prol desses objectivos.  Porque no futebol só há sucesso individual se houver sucesso colectivo.

 

Não sei se algum de vocês lerá esta “carta aberta”, mas ela aí fica.  Pensem no que vos digo acima, que nem sequer será novo para muitos de vós. 

 

Pensem que cada um de vocês ganha num mês o que a esmagadora maioria dos adeptos que vos apoia não ganha em anos.  É vosso dever retribuir esse apoio.

 

Pensem que podem ficar ligados a uma bonita História de um Clube Glorioso.

 

E sobretudo, pensem que o dever de um profissional é dar o melhor de si em prol do grupo de trabalho.  Sempre.

 

Um abraço a todos.

publicado por Artur Hermenegildo às 11:25
link do post | comentar
25 comentários:
De norte vermelho a 21 de Janeiro de 2008 às 11:37
nao existe uniao no balneario???no benfica de á 10 ,14 anos para ca o companheirismo parece sempre pouco a agora muito pouco ,falta de motivaçao? nao á quem mande?? quem observe os jogadores e vá ter com eles e pergunte mas afinal qual é o teu problema .
enfim o benfica nao tem estrutura os jogadores por vezes até querem mas depois veem que nao é possivel chegar lá falta algo ao benfica .

o fernando santos era um tipo que só de olhar dava para perder a paciencia mas o camacho ja me mete nojoooooooo quer trinar quer ficar no clube gosta do clube ?
esta sempre a dizer ke a culpa é da mentalidade e nao sei de ke mais diz ko os porcos sao um exemplo olhe vá mas é para o newcastle ou o crl ke nos distritais á treinadores da sua qualidade
De Pedro F. Ferreira a 21 de Janeiro de 2008 às 11:41
clap, clap, clap, clap.
É sempre bom ver que há adeptos que, mesmo criticando, acabam por motivar.
Abraço.

ps
pode ser que algum dos nossos acabe por ler esta carta...

:)
De Leão Eça Cana a 21 de Janeiro de 2008 às 11:47
abro parêntesis:
se outros treinadores tivessem sido alvo deste branqueamento, já há muito que tinhamos mais títulos acumulados

fecho parêntesis
De BENFICA SEMPRE a 21 de Janeiro de 2008 às 11:57
Esta é uma excelente maneira de fazer critica e desabafar simultaneamente!!!

Por favor faz chegar de alguma maneira, esata tua carta aos jogadores.

Um abraço
De Pl@ka a 21 de Janeiro de 2008 às 12:22
Aplaudo de pé!
Sem saber se existem, quais são e sua dimensão, quaisquer que sejam os problemas não justifica esta forma de “não” jogar. Existiram, existem e existirão muitas equipas de futebol de primeiro nível em que o balneário é simplesmente horrível e lá dentro jogam á bola! Num grupo profissional, os atletas não terão de ser necessariamente amigos. Terão de ser profissionais. Por maiores que sejam os problemas, volto a referir que não sei se eles existem, não justifica esta apatia que ainda no sábado se notou em campo. Espero que aconteça uma boa exibição, com vitória (até poderá ser no sábado em Guimarães) e que a confiança, a alegria, motivação e vontade de ganhar regressem. Para isso acontecer terá de ser desejado pelos jogadores e exigirá da parte deles esforço e querer.
De Yur@n a 21 de Janeiro de 2008 às 12:29
Mais do que uma carta aos jogadores devia ser uma carta à equipa do Benfica na qual está claro incluida a equipa técnica.
Digo até que mesmo o Presidente devia receber uma carta do género, pois se não é parte do problema é sem duvida que pode fazer alguma coisa para o solucionar.

Mais uma vez volto a dizer...já não tenho paciência para o Camacho.
De el niño rosso a 21 de Janeiro de 2008 às 12:47
Assino por baixo. Mas que haja alguém que entregue essa carta em mãos.
De Ângelo Marques a 21 de Janeiro de 2008 às 12:59
Era óptimo que algum jogador do Benfica frequentasse blogues ( particularmente este). O caro Artur foi absolutamente pertinente e objectivo, não mudaria nem uma vírgula. Parafraseando o comentário anterior não haverá hipótese de fazer chegar este texto aos jogadores?! Parabéns pela estrutura e objectividade do blogue. Continuem o bom trabalho

Abraço benfiquista
De LMB a 21 de Janeiro de 2008 às 13:22
Tens toda razão....!

Grande carta!

Já agora....mas a direcção está a gozar com os adeptos!???????

Desde quando precisamos nós de mais um central????
Gastem dinheiro onde é preciso e em jogadores para o 11 e não para o banco.

E para quê apostar em míudos argelinos e não em míudos portugueses. O Miguel Vitor ainda este fim de semana provou que tem valor....têm é de lhe dar hipoteses.

Anastercio Leonardo

De Ricardo a 21 de Janeiro de 2008 às 13:45
"Onde está a equipa do jogo com o Milan, de Copenhaga, da Ucrânia, dos 6-1 ao Boavista, a equpa mais rematadora da Champions, a equipa que lutava até ao último segundo de jogo, essa equipa que se adivinhava que com o tempo poderia vir a ser grande e desde há um ou dois meses para cá parece andar ausente?"

Esta equipa alguma vez ameaçou ser grande, com o tempo? Ó Artur devo ter visto outra equipa...

Quanto ao resto, concordo. Mas antes da carta aberta aos jogadores, é precisa uma carta aberta ao treinador e, principalmente, ao presidente.

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Cinzenta

Frustrante

Lamentável

Desnecessário

Desilusão

Estrelinha

Paciência

Incontestável

Difícil

Serenata

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds