VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Terça-feira, 11 de Março de 2008

Reflexões sobre uma demissão

Não regozijei com a saída do Camacho, apesar de a entender como inevitável, a ponto de o próprio Camacho ter pedido a demissão.
Fui dos que há meio ano atrás ficaram satisfeitos com o seu regresso. No entanto, e sob o seu comando, a equipa esteve bem longe de ter uma prestação minimamente aceitável (salvo num jogo ou outro), pelo que a desilusão resultante desta evidência, e em virtude de ter sido um dos seus "apoiantes", é tanto maior.
É óbvio que Camacho teve responsabilidades no fraco desempenho da equipa perante o seu comando. As opções tácticas eram discutíveis, assim como a opção por determinados jogadores, o critério de substituições idem aspas aspas e, pior que tudo, os jogadores jogavam de forma completamente desgarrada, quase não se movimentavam, enfim, a equipa parecia individual e colectivamente, "presa de movimentos" (não consigo evitar estas expressões de 'futebolês'...).
No entanto, um dos motivos que Camacho referiu como estando na base da sua decisão de se demitir foi que observava nos jogadores uma generalizada falta de motivação. Noutra declaração, Camacho referiu que logo no momento em que chegou sentiu que algo não estava bem, e que havia uma grande mistura entre "futebol e política".
Como é óbvio Camacho não entrou em detalhes, mas aproveito a sua deixa para reflectir o que para mim não esteve bem durante a permanência de Camacho e que não é a sua partida que vai resolver estes problemas:
1. O facto de não haver um director desportivo, deixando Camacho completamente exposto e entregue "à sua sorte" (ou a incompetência de Vieira no exercício dessas funções, desde a saída de Veiga): qualquer treinador que venha enfrentará sempre o mesmo problema;
2. A "novela" de Rui Costa como futuro director desportivo. Rui Costa é, neste momento, um jogador do plantel do Benfica. O que é que os jogadores pensaram pelo facto de jogaram ao lado de alguém que já anunciado como seu futuro patrão?...
3. A demissão de Fernando Santos, não pela demissão em si, mas pela forma como foi feita e pelo momento escolhido.

Já que falo em Fernando Santos, há que não esquecer que a pré-época foi da sua responsabilidade. Para além da importância que a pré-época tem na "afinação" da equipa, há também a questão da preparação física. À actual condição física dos jogadores (não só as lesões mas também a ausência generalizada de ritmo de jogo) não será alheia mais uma pré-época preparada de forma deficiente.

Por isto tudo é que não me agrada a saída de Camacho. Não que eu defendesse a sua continuidade, mas por ter a sensação, como já o referi por diversas vezes, que o problema é bem mais vasto e que, no fundo, a sua saída é mais um (mau) sintoma desse problema.

Resta-me desejar boa sorte ao grande Chalana (que é 100% vitorioso na função de treinador do Benfica :-P) e dizer que estou de acordo com a decisão de só contratar um novo treinador no final da época, dando assim tempo para pôr "ordem na casa" e que a escolha do novo treinador seja feita de forma ponderada e não sebastiânica...
Quarta feira há que "salir a ganar"!

VIVA O BENFICA!!!!!!!
publicado por tma às 12:44
link do post
Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Desnecessário

Desilusão

Estrelinha

Paciência

Incontestável

Difícil

Serenata

Crença

Evidente

Talento

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds