VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Terça-feira, 3 de Junho de 2008

Uma sentença para várias cabeças

A propósito das declarações de Gilberto Madaíl, que se apressou a puxar o lençol para destapar a cópula entre a FPF (ele?) e o macho dominante – ou será “norteante”? - do futebol português, vem-me à cabeça (dos dedos) um diálogo a que assisti num programa que aparece nas grelhas de programação televisiva com o nome de “Liga dos últimos”.

 
Ali, quanto a mim, o entrevistador teve o privilégio de obter do entrevistado um dos pensamentos mais certeiros do que é este tal futebol. Falava ele do seu clube, mas eu sinto que aquela revelação sublimada pelo vapor etílico é muito mais abrangente. De facto, basta substituirmos o contexto do “clube” para “futebol português” ou darmos outro emblema àquele substantivo - e, para começar, lembro-me logo do que se tem passado (?) no nosso Benfica – para sermos transportados para uma dimensão bem acima da terra batida pela proximidade do grelhador de couratos onde a conversa provavelmente se desenrolou. Ora atentem e tirem as vossas conclusões:
Entrevistado: Há clubes que estão a morrer. Este ainda está para nascer.
Entrevistador: E em que fase é que está?
Entrevistado: Está na fase da fecundação.
 
(Pois claro! escrevo eu)
publicado por Carlos Silva às 14:52
link do post | comentar
19 comentários:
De A conspiração... a 3 de Junho de 2008 às 15:08
(...)

3- As escutas a Valentim concluíram que ele pressionava os árbitros dos jogos com o Gondomar- peixe mais do que míúdo- e que tentou pressionar árbitros em três jogos do Boavista, nos quais, para azar dos investigadores, o Boavista perdeu dois e empatou um.

Pior sorte tiveram ainda as escutas a Pinto da Costa. Dois anos de telefonemas interceptados concluíram que a equipa de arbitragem de um FC Porto-Estrela da Amadora, chefiada por Jacinto Paixão, pediu umas «meninas» a um intermediário que fez chegar o pedido ao presidente do FC Porto e terá obtido a anuência deste. E que o árbitro Augusto Duarte, na véspera de apitar um Beira-Mar-FC Porto, apareceu, na companhia de um empresário ligado aos portistas, em casa de Pinto da Costa, para tomar um «cafézinho». Mas, azar dos investigadores: os factos reportam-se à época de 2003/04, aquela em que o FC Porto treinado por Mourinho passeou uma tão ampla superioridade, que foi campeão nacional com doze pontos de avanço e campeão europeu; ambos os jogos foram já na parte final do campeonato e nenhum deles influia na classificação de qualquer das equipas envolvidas; e, finalmente, os «experts» consultados não conseguiram ver qualquer influência da arbitragem nos dois jogos, um ganho, outro empatado pelo FC Porto. Faltava assim um elemento jurídico essencial no direito punitivo e que tanto irritou alguns comentadores justiçeiros: o tal nexo de causalidade. Para haver corrupção tem de haver um resultado obtido com essa corrupção. Não havendo resultado, o que fazer? A Comissão Disciplinar da Liga, no seu recente e tão auto-elogiado acórdão, resolveria a questão pelo mal menor: tentativa de corrupção. Uma original tentativa de corrupção, em que é o corrompido que toma a iniciativa de abordar o corruptor…

4- Estava, pois, o apito encravado, para grande desespero da nação, quando entra em cena Carolina Salgado. Três anos antes, ela tinha estado na Luz, entre os Super-Dragões, com um cartaz mal-criado e provocatório que dizia «Ó Orelhas, estou aqui!». Fora de si, Luís Filipe Vieira protagonizaria no final uma insólita conferência de imprensa sobre a vida privada de Pinto da Costa, acusando-o de viver com uma usurpadora no lugar da mulher «legítima». Mas a vida é, sem dúvida, um espectáculo imprevisto e por vezes irónico: a «legítima»de Pinto da Costa, que Vieira protegia, passou a divorciada e voltou a ser «legítima», e a «usurpadora» passou da benção papal a proscrita e desaguou… nos braços do homem a quem chamara«Orelhas».

O presidente do Benfica chegou a participar em reuniões em hotéis com Carolina Salgado e os investigadores da PJ. Arranjaram-lhe quem lhe escrevesse um livro, quem do livro fizesse filme, e asseguraram-lhe meios de rendimento para que ela contasse «tudo o que sabia» ou que dizia saber. Mais tarde, com Maria José Morgado, passou a ser tratada como o tesouro mais precioso, acompanhada, dia e noite, por seguranças a soldo dos contribuintes, para assim se dar também a ideia de que é uma testemunha incómoda e ameaçada. E, graças a ela, o Apito Dourado ganhou um novo fôlego que já parecia perdido. Os processos arquivados por falta de provas ou de consistência foram reabertos, gastaram-se mais uns milhares ou milhões de euros em investigação e animaram-se as hostes justiçeiras.

5- Mas, de novo, verdadeiramente novo, não se apurou mais nada. Era exactamente o mesmo, os mesmo jogos, as mesmas meninas, o mesmo cafézinho. Apenas Carolina Salgado acrescentou dois dados novos: que Pinto da Costa terá recorrido aos seus serviços (!?) para tentar matar (!?) Ricardo Bexiga, vereador da oposição na Cãmara de Gondomar, e que, durante a tal cena do cafézinho, terá passado um envelope com 500 contos em moeda antiga ao árbitro Augusto Duarte. Tudo está pois, dependente, da credibilidade da testemunha Carolina Salgado. A qual, salvo melhor opinião, vale zero: pelo seu curriculum, pelas suas evidentes motivações e pelas suas contradições.


Continua (...)

Apaguem se tiverem coragem.
De Carlos Silva a 3 de Junho de 2008 às 15:19
o que é triste (ainda mais triste) é os próprios adeptos do FCP não reconhecerem os factos e tentarem desculpar-se com "realidades" tão paralelas como as narradas nos saudosos episódios da "quinta dimensão".

Deixem-se manter enganados. Continuem a fechar os olhos aos métodos conspurcados que sustentam o vosso orgulho de agora. Mas não esperem que os outros os legitimem como "vítimas". Vítimas são vocês de vós próprios e da vossa cegueira conviniente.

Eu, por mim, fartar-me-ei de rir se não forem à autorizados a competir nas provas da UEFA. E até ficaria ainda mais contente se o Benfica não ocupasse o lugar na Liga dos Campeões. Aí sim, seria, não uma chapada de luva branca, mas um arraial de porrada na vossa "dignidade" e "indignação" (ou "indignidade" e "dignação").

De Jorge Ventura a 3 de Junho de 2008 às 15:26
Há por aí 1 palhaço que se deu ao trabalho de escrever o artigo do MST do pasquim a Bola...o dito peudo escritor,jornalista,comentador e outras coisas é bem o exemplo de imparcialidade na análise dos factos...!!!
E a verdade aqui é só uma...foram condenados por corrupção na forma tentada e não recorreram assumindo as culpas...tudo o resto é folclore ...!!!
É claro que o imundo do Madail e do Laurentino e toda essa pandilha de corruptos tinham de tomar o seu lugar que é precisamente do lado dos corruptos...acho muito bem...aguardemos serenamente pelas conclusões da UEFA e logo veremos se os tentáculos da corrupção são mais ou menos profundos do que aquilo que julgamos...!!!
Saudações Benfiquistas
De RuiM a 3 de Junho de 2008 às 15:29
O "Apaguem se tiverem coragem" no final é a cereja no topo do bolo... é quase tão sibilino e lapidante quanto a capacidade de encaixe e bom desportivismo dos adeptos do FCP (aqui poderão associar a sigla ao que quiserem...) patenteada (ou diria antes patateada ) na comemoração do título de campeão nacional 2004/05... curioso como todos estes factos apresentados aqui são apenas 1/10 comparados com aqueles que qualquer um de nós poderia nomear... mas deixemo-nos de falsos moralismos e argumentação tácita, a prova estará para vir... e já não faltará muito! Novos amanhãs se levantam...
De Carlos Silva a 3 de Junho de 2008 às 15:30
Madaíl ao assumir as dores do FCP está a arriscar a garganta. A ver se não terá de engolir um batráquio do tamanho da Europa.

Eu acho que ele deveria já começar a procurar um workshop de faquires...

De Eagle brave heart a 3 de Junho de 2008 às 15:43
As cotoveladas e os processos sumarissimos nem deviam ser nomeados por este senhor. São a prova visível (em imágens claras que só não vê quem é cego) e por isso indesmentível de que vele tudo para ganhar. Não se pode confundir o facto de que as escutas possam não ser válidas com a realidade de que as conversas existiram. Poderia contrapor cada palavra que se encontra escrita neste comenário tendencioso e cheio de falácias. O presidente do Benfica pode ter feito muita coisa mal, mas sempre foi a figura da luta contra o sistema podre. Este senhor ainda deve defender que a bola não foi tirada de dentro da baliza pelo Baia. Não tem televisão???
De Velho Estilo a 3 de Junho de 2008 às 15:56
Meus caros, tive o (des)prazer de ler os excertos das escutas (até agora nunca desmentidos) publicados na comunicação social.

Acho que qualquer individuo que ao ler aquelas linhas que pense que as pessoas envolvidas são inocentes e que ache que tudo o que está em redor do mesmo processo seja artificiado como uma gigante cabala só pode ser um ignorante.

Desejo mais ainda: que a investigação atinja todos os Clubes e que caso o Benfica seja culpado seja EXEMPLARMENTE punido.

Amanhã (como "ontem") não vai ser uma decisão da UEFA que irá punir ou branquear anos após anos de ausência de verdade desportiva.

O que se passou antes de 1978 desconheço por razões puramente naturais, o que se passou na década de 80 e 90 nunca me irei esquecer...

O resto, como diz o outro, são "posts" de Blogs ou em jornais...

Haja moralidade.
De anticorruptos a 3 de Junho de 2008 às 16:48
inacreditavel como esses criminosos corruptos assumidos tem a lata sequer de falar o que quer que seja.
De anticorruptos a 3 de Junho de 2008 às 16:51
mais: como é permitido neste blog propaganda mafiosa??

com a credibilidade igual á do dossier encarnado??
De Carlos Silva a 3 de Junho de 2008 às 16:59
caro anticorruptos,

escrevendo por mim (e repito, POR MIM) desde que não se ofenda explicitamente, não apago nenhum tipo de comentário. Penso que cabe a quem lê saber filtrar e avaliar as verdades e mentiras ali contidas.

Calro que podes alegar que um comentário que clama pela inocência do fcp pode ser ofensivo, mas se reparares é a chamada auto-ofensa. No fundo é a mesma coisa que a miss piggy dizer que a pamela anderson é feia. Só acredita quem quer ;)

Por outro lado, parece estranho num blog chamado Terúlia Benfiquista aparecerem comentários de defesa do fcp. Mas a isso eu não chamaria ofensas. Parece-me mais "desespero"

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Cinzenta

Frustrante

Lamentável

Desnecessário

Desilusão

Estrelinha

Paciência

Incontestável

Difícil

Serenata

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds