VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Terça-feira, 3 de Março de 2009

As Finanças, ah, as Finanças - 'The Complete Idiot's Guide to Benfica's accounts' 3ª edição

 

Face ao Carnaval que aí vai pela imprensa quanto às contas semestrais das SADs (que isto se perceba de vez: as SADs e não os grupos económicos), impõe-se aqui tecer as seguintes considerações:
 
1. Trata-se das contas das SADs. Outra vez: trata-se das contas das SADs. Não se trata das contas dos grupos económicos, até porque (porra, como isto cansa) o Benfica é, já há vários anos, o único clube que consolida todo o seu universo empresarial. Logo, está tudo nas contas consolidadas e estas reflectem na sua plenitude a situação do universo Benfica. Está lá toda a dívida. Isto para dizer o quê? Que outros clubes existem que embelezam artificialmente as contas das SAD porque é nestas que centram a atenção da imprensa e do mercado, e que preferem deixar convenientemente de fora do perímetro de consolidação empresas com dívida bancária que não interessa juntar (já o disse mais de uma vez: cá, no Benfica, não há cá sociedades carregadas de dívida que não entram para as contas, nem agregados escolhidos a dedo, para dar jeito ou manipular os números, como é apanágio de outros clubes 'diferentes'). As contas das SADs do clube condenado por corrupção e dos amigos do Lumiar são, portanto, uma espécie de montra artificialmente arrumada (e, ainda assim, são a porcaria que são!) para uma loja de cacos. A SAD do Benfica reflecte a natureza da actividade da SAD e tem a dívida que deve, legitimamente, estar na SAD. Toda a restante dívida que está nas outras sociedades respeita à actividade das outras sociedades (e não está apenas lá escondida para não estar na SAD, como nos casos do Sportem e do FC Porco) e está escarrapachada nas contas consolidadas referentes ao Grupo (contas consolidadas essas que não existem nos casos do SCP e FCP).
As receitas do Grupo Benfica são, como se sabe, muito superiores e incluem uma série de fontes de receitas que não estão incluídas nas contas agora discutidas, mas que estão incluídas nas contas consolidadas.
Anseio pelo momento em que se possa comparar as contas consolidadas dos GRUPOS económicos SLB, SCP e FCP. Como nós todos gostaríamos, e que desconfortável será para quem muito gosta de construir cenários fantasiosos de elogio ao FCP e aos falidos do Lumiar.
 
 
(A título exemplificativo, e para se ter noção da dimensão, registe-se que no exercício terminado em 2007 o grupo Benfica apresentava proveitos operacionais de EUR 87 milhões.
O Passivo Total do Grupo Benfica (tudo incluído) seria da ordem dos EUR 305 milhões, o do Grupo Benfica sem a Benfica Estádio de cerca de EUR 242 milhões, o do ‘Grupo’ Sportem de EUR 358 milhões e o do Clube Regional do Porto de EUR 148,5 milhões. O passivo remunerado do Grupo Benfica seria de cerca de EUR 167 milhões, o do Grupo Benfica sem o Estádio de cerca de EUR 124 milhões, o do ‘Grupo’ Sportem de cerca de EUR 238 milhões e do ‘Grupo’ do Clube Regional de cerca de EUR 97 milhões. Registe-se que o EBITDA (Cash flow Operacional) do Benfica era de EUR 28 milhões (de EUR 15 milhões sem a Benfica Estádio), o do Sportem era de EUR 9 milhões e o do Clube Regional de EUR 3 milhões.
Tendo presente que os agregados do Clube Regional e do Sportem não incluem os Estádio e uma série de entidades (e, como tal, não são comparáveis), mencionei também os agregados do Grupo Benfica sem a Benfica Estádio, para a coisa ser ligeiramente mais comparável.
Registe-se ainda que o Passivo Total do Grupo Sportem, face ao que tem sido publicamente admitido pelos seus responsáveis (foi admitido há sensivelmente 2 anos que era de EUR 400 milhões) será actualmente da ordem dos EUR 450 milhões e o Passivo Exigível da ordem dos EUR 235 milhões.)
 
 
2. Os resultados da SAD derivam de uma opção consciente do Benfica. Optou-se por manter os activos e não alienar direitos desportivos (e havia claramente essa possibilidade). Bastava ter vendido um jogador e neste momento a situação seria a oposta. Mas optou-se por manter a estrutura e investir adicionalmente na equipa, num quadro de controlo total das possibilidades de financiamento. Trata-se de uma situação absolutamente prevista pelo Benfica e que faz parte da estratégia delineada. Já se sabia que iríamos ter prejuízo nas contas semestrais da SAD exactamente por causa disso, o que não quer dizer que as contas no final do exercício não venham a ser diferentes.
 
O que há a assinalar aqui é o seguinte: O Benfica não esteve na Liga dos Campeões e neste exercício (até agora) não alienou quaisquer activos e o prejuízo está absolutamente dentro do projectado.
Quem devia estar (e está, e está) preocupado é o clube condenado por corrupção, que realizou EUR 18,64 milhões em alienações de passes de jogadores, tem uma presença lucrativa na Liga dos Campeões e ainda assim regista um resultado líquido negativo de EUR 2,5 milhões. Isso sim, é muito preocupante, muito estranho e denuncia uma falência estrutural (sobre o assunto, leiam-se os excelentes posts no blog Fórum Benfica).
 
E não se venha outra vez com a história dos passivos. O passivo, só por si, não quer dizer rigorosamente nada, se não for comparado com o activo e se não for analisado na sua estrutura. A este nível tem de ser explicado novamente que o mencionado na imprensa é o Passivo das SADs e não dos grupos económicos. É natural que o passivo da Benfica SAD seja maior, porque a dimensão do clube (e o activo) também o é. E como disse, na SAD do Benfica está todo o passivo da SAD, não há partes escondidas de dívida para outras entidades porque não valeria a pena: o Benfica, não me canso de o repetir é o único que consolida todo o universo empresarial.
 
Se os passivos totais da Benfica SAD, Porto SAD e Sportem SAD são de, respectivamente, EUR 147,4 milhões, EUR 143,5 milhões e EUR 141,9 milhões, os ACTIVOS são, também respectivamente, de EUR 161,1 milhões, EUR 156,9 milhões e EUR 137 milhões. O que curiosamente, não vem na imprensa, porque preferem mais uma vez fazer o exercício estúpido (e há mais gente que o faz) de comparar apenas os valores absolutos do Passivo. Os capitais próprios da Benfica SAD são de EUR 13,7 milhões, os da SAD do Porto de EUR 13,4 milhões e os da Sportem SAD de -4,9 milhões. Aspecto a salientar: sim, a Sportem SAD tem Capitais Próprios negativos (e isto, sim, é FALÊNCIA TÉCNICA, cambada de jumentos da comunicação social), apesar de ter dívida escondida por uma série de empresas espalhadas pelo grupo, e que não consolidam (e que denunciam um passivo total da ordem dos EUR 450 milhões)
 
Outro aspecto (e fundamental) a salientar, é que a estrutura do passivo do FC Porco (que é uma análise importante, apesar da iluminada imprensa desportiva achar que não) revela que há EUR 61,2 milhões de dívida bancária que se vence a muito curto prazo e que necessita de ser refinanciada numa conjuntura de crise financeira mundial. Por outras palavras, o FC Porco, para sobreviver, necessita desesperadamente do apoio da banca e depende da venda sistemática de jogadores num cenário de crise mundial (já não só financeira, mas também económica). É um cenário admitido pela administração da SAD do clube condenado por corrupção e que configura a chamada 'falência estrutural'. A este nível, tudo isto está (como sempre) exemplarmente explicado e foi já denunciado há muito no Fórum Benfica.
 
No entanto, quando o Benfica, numa atitude de antecipação às dificuldades inerentes à crise financeira e de excelente gestão financeira, emitiu papel comercial no valor de EUR 40 milhões, tendo utilizado EUR 25 milhões para reembolsar dívida bancária de curto prazo, não li nem ouvi na imprensa ninguém destacar a qualidade da medida. Não: na altura o que se ouviu foi a diarreia mental dos avençados do costume a elaborar sobre como o Benfica estava em dificuldades. Quando na verdade o que estava a fazer era a arrumar a casa para não estar sujeito ao que o FC Porco vai estar. É o país e imprensa que temos. São os fantoches que temos de aturar (controlados pelos fantocheiros do costume).
 
 
3. Trata-se de um prestar de contas referente a apenas metade do exercício. São as contas semestrais, afectadas que são pela sazonalidade do fenómeno desportivo e pelas especificidades da estrutura da época desportiva. Há uma série de acontecimentos, absolutamente previstos, que determinam este resultado e há uma série de medidas disponíveis para se alterar este quadro até ao fim do exercício (se a SAD decidir vender um jogador, a situação inverte-se).
No final do exercício veremos então qual foi a verdadeira situação de toda a época, e a nível do GRUPO!
 
4. Tem particular piada a imprensa vir, em parangonas desproporcionadas, elaborar sobre a ‘falência técnica’ das SADs dos clubes. Fiquem sabendo, cambada de bisnaus avençados, que em falência técnica só se encontra a Sportem SAD, que tem capitais próprios negativos. É isso que significa ‘falência técnica’. Perceberam, pseudo-jornalistas da treta, lagartagem e malta que gosta de clubes condenados por corrupção? Provavelmente não. Já estou habituado.
 
Quanto à questão do capital estar abaixo do exigido, é público, e comum às três SADs, o facto de não estarem a cumprir o o artigo 35º. do Código das Sociedades Comerciais (que não está propriamente em prática desde 2004, exactamente por força da grande quantidade de empresas do tecido empresarial português que não estão em cumprimento). A este título já aqui o escrevi: ‘É do conhecimento de todos a pesada herança de resultados transitados negativos que se herdou da era Vale e Azevedo, e que tem vindo a ser esbatida graças ao caminho de equilíbrio que se está a percorrer. Como é óbvio, isso não se faz de um momento para o outro e as contas reflectem-no. Registe-se também que a situação relativa ao artigo 35º será resolvida com o aumento de capital na SAD através da entrada em espécie das acções detidas na Benfica Estádio e posterior fusão (não, isso não melhora, em substância a situação dos capitais próprios do Grupo, mas resolve a questão formal).
O que importa é que o motor económico do Benfica foi posto a funcionar como deve ser (é evidente a evolução da situação operacional ao longo dos últimos anos e o seu equilíbrio crescente), a estrutura de capitais estabilizada e o passivo remunerado completamente controlado. É manter o caminho e atingir-se-á o equilíbrio financeiro na estrutura de capitais.’
 

5. Não há paciência para toda esta gente. Para os cacófagos da imprensa ignorante deste país e para os acéfalos da lagartagem e do clube condenado por corrupção que, sem saber do que estão a falar, gostam de vomitar alarvidades, em vez de se entreterem com os pormenores cómico-trágicos de mais um julgamento do vetusto senhor da noite portuense, agora também conhecido pela sua faceta de conselheiro familiar de árbitros com fétiche por fruta.

publicado por Carlos Miguel Silva (Gwaihir) às 12:42
link do post | comentar
25 comentários:
De pge a 3 de Março de 2009
Isto são claramente questões técnicas e não é a minha área. Fico já satisfeito por ver que há benfiquistas entendidos no assunto e que estão atentos, para já a mim basta-me.

Agora há uma coisa que não percebo, ontem ouvi o escarro aguiar dizer que nestas contas os planteis estavam avaliados respectivamente Benfica, corrruptos, rastejantes em 70e tal, 60 e tal e 30 e tal milhões de euros. Acreditando que isto é verdade, como é possivel isto?
Não me parece, por muito que me custe admitir, que o plantel do Benfica valha mais em futuras transferencias do que o dos corruptos, até porque Reyes e Suazo não são nossos e Sidnei só 50%.

Gwaihir se puderes dizer alguma coisa sobre isto, agradeço.

Cumprimentos.
De D'Arcy a 3 de Março de 2009
O Sídnei já é 100% nosso.
De pge a 3 de Março de 2009
Do Sidnei não sabia (é uma boa noticia partindo do principio que os 5 milhoes gastos nos restantes 50% já entraram nas contas apresentadas), é o que faz deixar de comprar jornais e só os ler de vez em quando á hora do café.
E o Reyes acho que temos 25% do passe.
De D'Arcy a 3 de Março de 2009
Temos 25% do Reyes, sim.

E os outros 50% do Sídnei não custaram €5M; se bem me recordo pagámos €2M mais uma percentagem sobre as mais valias de uma futura transferência (os tais 50% pertenciam a um grupo de empresários).
De Jorge Ventura a 3 de Março de 2009
Li com atenção o post e embora seja leigo na matéria acredito no que está escrito...não há dúvida que tem sido realizado um bom trabalho na recuperação do nosso clube e que estamos no caminho certo...e a cereja no topo do bolo será sermos campeões e participarmos para o ano na liga dos Campeões ...eu acredito...!
1 abraço e saudações Benfiquistas
De Francis a 3 de Março de 2009
Por outras palavras: Os FC Corruptos precisam desesperadamente de ganhar este campeonato nacional!!! Vai ser um final lindo, com os Olegários e os Lucilios a assoprar no apito pelas orelhas.

O Correio da Manhã, trouxe as contas dos Corruptos à baila; Depois veio o Record e "descobriu" que o Benfica e a Filial nº1 do Porto estavam pior(???).
Obrigado por este esclarecimento.

Jogadores nossos? Não se esqueçam do Dí Maria, do Miguel Vítor, do Fábio, do Cardozo, do Yebda...

P.S. Hoje, estou numa de melga... Algum viu a analíse do Paraty no Domingo Desportivo, ao lance entre o Caneira e aquele jogador que fugiu para os corruptos e que já foi apedrejado com a sua filha de 7 anos, pelos Super-Dragons?
Segundo este árbitro careca, o Rodriguez só agrediu porque o Caneira provocou!!!(Ele só falou e apontou o dedo!!!) e por isso, justificava-se o Vermelho para oa dois!!!
Ou seja, temos novas regras: Troca de palavras e apontar o dedo a um jogador dos Corruptos, equivale a AGRESSÃO com direito a Vermelho.
Cá está! Queda dum jogador do FC Porco na área, mesmo sem nenhum adversário por perto, dá PENALTY!!!

Conhó, já falei demais. Vou-me calar ou ainda levo um Sumarissímo (ou deverei dizer, Benfiquissímo?)
De pge a 3 de Março de 2009
Ainda assim, parece-me clara a sobrevalorização do nosso plantel em comparação com o dos corruptos, embora admita que é sempre uma questão subjectiva.
De Benfica Eagle a 3 de Março de 2009
C.

Como sempre o teu "'The Complete Idiot's Guide to Benfica's accounts' " está sublime ;)

De facto os jornaleiros avençados andam muito engraçados.

Pena ainda ninguém ter refutado o que os auditores da Porto SAD referiram, ao mencionar a necessidade de apoio da banca, em cenário de crise financeira, e a necessidade de vendas avultadas de jogadores, em cenário de crise económica.

E a rábula da "falência técnica" então é sublime ... os jornaleiros nem a definição de "falência técnica" sabem!!

Finalizo, agradecendo a referência dada ao Blog "Fórum Benfica".

Abraço
De Arsène Lupin a 3 de Março de 2009
Grande post.

Existe de facto um grande desconhecimento sobre estas questões por parte de quem escreve sobre elas.

Mas atenção: nos jornais económicos lêem-se verdadeiras barbaridades por parte de "jornalistas económicos". Porque haveriam os desportivos de ser melhores, ainda para mais a tratar um tema que não é desporto?

É a tremenda falta de qualidade que existe, aliada à extrema parcialidade que certos orgãos de informação demonstram.
De iBenfiquista a 3 de Março de 2009
Um muito Obrigado, Gwaihir. Finalmente um profissional, especialista em contabilidade, a falar daquilo que sabe. Contra factos não há argumentos.

De facto já cansa os incompetentes, ineptos e medíocres jornalistas deste Portugal da trampa que, burros, cegos e manipuladores, continuam a enganar o povo português que, coitado, engole tudo o que lhe enfiam pelo coiso acima.

É cada vez mais importante o papel dos blogues benfiquistas que, juntamente com o Canal Benfica, funcionam como contrapeso à má informação e manipulação por parte da restante (des)comunicação (as)social.

Saudações Benfiquistas

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Maio 2024

Abril 2024

Março 2024

Fevereiro 2024

Janeiro 2024

Dezembro 2023

Novembro 2023

Outubro 2023

Setembro 2023

Agosto 2023

Maio 2023

Abril 2023

Março 2023

Fevereiro 2023

Janeiro 2023

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Fevereiro 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Apropriado

Despedida

Vergonha

Emendar

Calendário

Poucochinho

Gestão

Curta

Perdido

Frustrante

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds