VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Quinta-feira, 19 de Agosto de 2021

Aberto

Uma vitória pela margem mínima que deixa tudo em aberto para a segunda mão. O resultado acaba por ser melhor do que a exibição, sobretudo na segunda parte, durante a qual não conseguimos manter o nível exibido na primeira e assim desperdiçámos uma vantagem mais confortável. Pelo menos como os golos fora já não contam como critério de desempate, o 2-1 final não é tão preocupante como seria anteriormente.

1.jpg

Foram feitas as alterações esperadas para este jogo, sendo o onze apresentado o mais previsível, no qual o Morato ocupou a vaga do indisponível Vertonghen. Perante um PSV que joga sempre de forma bastante ofensiva, colocando vários jogadores em zonas adiantadas, o segredo para os conseguir ferir passaria sempre por conseguirmos defender bem e depois fazer transições rápidas para o ataque, espreitando também as bolas paradas, onde eles parecem ter fragilidades. Chegámos cedo ao golo, aos dez minutos, precisamente numa transição e através do Rafa a passe do Yaremchuk, com um remate rasteiro cruzado que fez a bola entrar bem junto do poste. O PSV teve sempre mais bola, mas o Benfica soube quase sempre controlar o adversário e evitar que criasse ocasiões de finalização, sendo as maiores dores de cabeça dadas pelo extremo direito Madueke, que deu imensos problemas ao Grimaldo. A primeira parte não poderia mesmo ter corrido melhor, porque perto do final chegámos ao segundo golo. Na sequência de um pontapé de canto, o Otamendi fez o primeiro cabeceamento para o meio da área e depois de um ressalto a bola sobrou para o Weigl, que não teve qualquer dificuldade em finalizar. Dois golos de vantagem ao intervalo era perfeito, mas o nível da segunda parte não acompanhou o da primeira. Até entrámos bem e poderíamos ter chegado ao terceiro golo numa jogada entre o Rafa e o Grimaldo, mas o guarda-redes do PSV adivinhou bem o lance e foi buscar o remate do Rafa. Quase na resposta, o Otamendi teve um mau passe para o João Mário numa saída para o ataque e a equipa foi apanhada em contra-pé, ficando imediatamente numa situação de inferioridade numérica de três defesas para quatro adversários. O portador da bola flectiu para o meio e à entrada da área rematou entre três jogadores nossos, com a bola a desviar levemente no Otamendi e a entrar bem encostada ao poste. O Benfica ou acusou muito este golo, ou então estoirou fisicamente, porque a partir daí o jogo passou a ser praticamente todo do PSV. Não conseguimos sair uma vez que fosse em ataque organizado, sendo frequentes o simples pontapé para a frente. Em termos de duelos individuais, perdemos quase todas as bolas divididas, pelo ar ou pelo chão. As quatro substituições feitas de uma assentada a vintem minutos do final pouco alteraram o cenário - o 2-2 foi sempre um cenário mais provável do que o 3-1, e o mais perto que esteve de acontecer foi num desvio do Lucas Veríssimo que teria acabado em autogolo se não fossem os excelentes reflexos do Vlachodimos. Foi por isso foi com alguma satisfação que ouvi o apito final de um árbitro que voltou a deixar uma má imagem junto dos benfiquistas - entrou para o aquecimento debaixo de assobios e deixou o jogo debaixo de assobios.

2.jpg

Não consigo fazer grandes destaques na nossa equipa para além do Vlachodimos. Talvez o Rafa, por ter marcado um golo e por ser aquele de quem eu esperava sempre alguma coisa quando a bola lhe chegava em condições. O Veríssimo e o Otamendi não estiveram mal, mas este último fica marcado pelo lance do golo.

 

O mais importante é que partimos para a segunda mão em vantagem. Mas não creio que a estratégia para a segunda mão possa passar simplesmente pelo segurar desta magra vantagem, temos que jogar para marcar em Eindhoven se queremos passar este playoff. O PSV contava por vitórias todos os jogos disputados até agora e sai da Luz com esse registo estragado, enquanto que o Benfica mantém o registo perfeito. Nas últimas semanas o PSV foi-nos apresentado como a oitava maravilha do futebol, mas se a coisa correr de feição ao Benfica, estão agora a noventa minutos de serem considerados uma equipa perfeitamente banal.

tags:
publicado por D'Arcy às 00:54
link do post
De BI-CAMPEÃO EUROPEU a 19 de Agosto de 2021
Muito boa a crónica sobre este jogo. Totalmente de acordo.

Vi o jogo sozinho e com total atenção. Contente apenas com o resultado final, que podendo e desejando eu que fosse melhor, poderia também ter sido bem pior para nós.

Definitivamente o futebol de J. Jesus não me convence nem tranquiliza!!

A nossa equipa é lenta e macia. A pressão feita aos adversários é uma pseudo-pressão. Continuamos a dar demasiado espaço e tempo aos adversários que trocam a bola entre eles.

Não temos capacidade para "roubar" a bola ao adversário, apenas ficamos à espera que eles a percam por sua própria incapacidade de a manter em sua posse!!!!

Pizzi a titular do Benfica é um autêntico "milagre"!!! É de certeza absoluta o jogador da ligueca PORCOguesa a quem é mais fácil desarmar!!! Nem sequer uma bola é capaz de proteger. Passa o jogo a pedir desculpas aos seus colegas!!! Ao menos isso. Infelizmente isso não arrefece nem aquece para o resultado final.
O Benfica precisa de jogadores rápidos e poderosos como o francês Meité. Infelizmente só temos um Maité!!!!

A nossa equipa corre pouco e tem muito pouca garra na disputa das bolas - excepção para o francês Meité -, os jogadores do PSV ganharam 90% das chamadas segundas e terceiras bolas!!!!!

Repito o que já disse: não é com J.Jesus - completamente ultrapassado, principalmente na dinâmica e intensidade de jogo -, que alguma vez o Benfica irá ter a força, rapidez e velocidade que nos foi dado ver esta noite na equipa do PSV Endhoven!!!

O que mais quero e desejo é que o meu SLBENFICA consiga pelo menos não perder na Holanda ( agora mais correctamente chamada Países Baixos), e chegar à fase de grupos da Liga dos Campeões - prova de que o D'Arcy não gosta mas que eu aprecio especialmente, porque é a maior prova de clubes do Mundo, e é onde o nosso Benfica deverá estar sempre -, mas infelizmente, e depois do que vi esta noite das duas equipas, estou muito pouco optimista.

Precisamos simplesmente de mais e mais e mais ENERGIA, FORÇA E VELOCIDADE.
Pelo que se vê, os treinos do J.Jesus devem ser uma bela brincadeira!!!!

Quem me dera estar ABSOLUTAMENTE ENGANADO.

BENFICA BENFICA BENFICA.................. sempreeeeeeeeeeeee

P.S. Quanto ao árbitro, considero que foi apenas de qualidade média-baixa, mas conseguiu ser um árbitro. Quem nos dera a nós BENFIQUISTAS que cá no futeboleco PORCOguês, tivéssemos ao menos árbitros assim, pois aqui o que temos é apenas APITADORES FORMATADOS desde o início para ROUBAREM O BENFICA!!!
Esta é que é a verdade, e como tal deve ser sempre dita e redita, a ver se a "Nª Sª de Fátima" consegue interceder perante "Deus" para que DESAPAREÇAM OS APITADORES e entrem nos relvados os verdadeiros ÁRBITROS.
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Confrangedora

Doloroso

Inequívoca

Tristeza

Deplorável

Descanso

Cumprido

Entradas

Regresso

Inadmissível

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds