VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Sábado, 31 de Outubro de 2020

Amasso

De uma forma muito simples: foi um amasso. Uma exibição absolutamente dominadora do Benfica não deu qualquer hipótese ao Standrad de discutir o resultado, pecando apenas por não ter começado logo a definir o resultado na primeira parte. Foi uma boa forma de regressar à Luz após mais de sete meses de ausência.

1.jpg

Várias alterações no onze, com as entradas do Diogo Gonçalves (para lateral direito), Nuno Tavares, Gabriel, Pizzi, Pedrinho e Waldschmidt, saindo o Gilberto, Grimaldo, Weigl, Taarabt, Rafa e Seferovic. Desde o apito inicial que se viu que o jogo seria de um só sentido. A bola saiu dos belgas, mas o Benfica recuperou-a logo e durante mais de dois minutos eles não voltaram a tocar-lhe. Posse de bola avassaladora, assente numa pressão constante e óptima reacção à perda, significaram um jogo 90% ou mais disputado dentro do meio campo adversário. Provavelmente a estratégia inicial do Standard seria mesmo vir só para defender dada a muralha defensiva que montou, mas mesmo que não fosse não lhes seria possível fazer mais do que isso. O Benfica impedia qualquer tentativa de sair a jogar, e na maior parte das vezes os belgas eram obrigados e despejar a bola para a frente completamente pressionados ainda na zona da sua área. O que faltou mais ao Benfica na primeira parte foi criar mais ocasiões de golo que reflectissem um domínio tão completo. Achei que insistimos demasiado pelo meio, muito por culpa da constante tendência do Pedrinho, que deveria jogar pela direita, em vir para o centro. Acabava por cair na zona de acção do Pizzi, que esteve mais apagado na primeira parte, e não dar grande apoio ao Diogo Gonçalves, que assim foi mais tímido nas subidas ao ataque - enorme diferença para o Nuno Tavares, que na esquerda estava a ser um dos maiores desequilibradores e dos jogadores em maior evidência. A entrada do Rafa para o lugar do Pedrinho logo após o intervalo era previsível, imediatamente a ala direita entrou no jogo e cedo começámos a desatar o nó, com um penálti madrugador cometido sobre o Waldschmidt que foi convertido exemplarmente pelo Pizzi. Finalmente o Standard teria que arriscar um pouco mais, mas poucas diferenças se viram. Os belgas até acabaram por conquistar finalmente um canto e na sequência deste conseguirem, com uma hora de jogo decorrido, o primeiro (e julgo que terá sido o único) remate à nossa baliza, quando a bola sobrou para a zona do segundo poste e o Vlachodimos teve que se empenhar para evitar um empate que seria uma aberração. Aos sessenta e seis minutos, novo golo do Benfica, em novo penálti, desta vez sobre o Nuno Tavares. O Pizzi deixou que fosse o Waldschmidt a marcar e o alemão não deu qualquer hipótese, colocando a bola com força e no ângulo superior. A partir daqui deu para fazer poupanças e entraram primeiro Taarabt para o lugar do Waldschmidt, depois o Weigl e o Seferovic para os lugares do Gabriel e Darwin, e para os dez minutos finais o miúdo Gonçalo Ramos substituiu o Pizzi. Pelo meio, o Pizzi fez o terceiro golo, um remate em arco que ainda beneficiou de um desvio num defesa belga para fazer a bola entrar no ângulo.

2.jpg

Pelos dois golos o Pizzi é o destaque do jogo. Melhorou bastante da primeira para a segunda parte depois de deixar de ter frequentemente o Pedrinho a ocupar a sua zona. Mas o Nuno Tavares foi talvez o jogador em maior evidência. Parece decidido em aproveitar a lesão do Grimaldo para afirmar a sua pretensão ao lugar de lateral esquerdo titular. Um poço de força, foi uma autêntica locomotiva pela esquerda e um dos principais desequilibradores. Acabou por ser sobre ele que foi cometido o segundo penálti da noite. Bom jogo também dos nossos centrais, a actuarem bastante subidos no terreno e muito eficazes a recuperar quaisquer bolas que acabavam por cair na sua zona depois dos pontapés para a frente dos belgas.

 

Duas vitórias em dois jogos e já seis pontos de avanço sobre o terceiro classificado era a melhor entrada possível nesta competição. Depois da inadmissível eliminação da Champions, o Benfica tem legítimas esperanças na Liga Europa, e esta entrada reforça essa imagem. Foi também muito importante ver a equipa apresentar este ritmo e rendimento depois de feitas seis alterações no onze - se queremos atacar todas as competições, há que fazer uso extensivo de todo o plantel.

tags:
publicado por D`Arcy às 00:48
link do post | comentar

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Fundamental

Resgate

Obrigação

Três

Resgate

Banho

Amasso

Incontestável

Talento

Qualidade

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds