VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Segunda-feira, 8 de Outubro de 2018

Batalha

Foi arrancada quase a ferros, foi preciso sofrer um pouco no final (muito por culpa de terceiros) mas a vitória no Clássico frente ao Porto assenta-nos muito bem. Num jogo equilibrado foi o Benfica quem foi aquele bocadinho melhor para vencer o jogo.

 

 

Regressos do Gabriel e do Cervi ao onze e estreia do Lema a titular foram as novidades, embora no caso do central argentino não houvesse propriamente grandes opções. Com Jardel lesionado e Conti suspenso, o Lema era a escolha óbvia. E fez bem o nosso treinador, porque apesar da muita especulação que vi na imprensa, como que a tentar 'matar' logo um jogador ainda antes dele dar um pontapé numa bola, se o Lema faz parte do plantel é porque é uma opção válida. Não faria qualquer sentido estar a recorrer a uma adaptação como o Samaris quando tínhamos um central disponível. Sobre a primeira parte não há muita coisa a dizer, porque apesar de extremamente disputado, o jogo teve poucos motivos de interesse. As equipas encaixaram uma na outra e anularam-se quase sempre, e nenhuma das duas parecia ter grande vontade de arriscar muito para desatar o nó que tinham dado. O Porto entrou na Luz com a clara intenção de jogar para o empate - o Casillas viu o amarelo logo aos dezoito minutos de jogo por andar a queimar tempo de forma abusiva em qualquer reposição de bola, por exemplo. O Benfica parecia estar mais preocupado em não perder do que ganhar, por isso quase não corria riscos. Os nossos laterais foram muito menos atrevidos do que o normal, subindo no terreno quase só pela certa, o Pizzi aparecia quase sempre em terrenos muito recuados, e o Seferovic jogava muito só na frente. Com ambas as equipas receosas do adversário praticamente não houve ocasiões de perigo e a bola rondava as balizas apenas em situações de bola parada. Honestamente, jogou-se mau futebol durante os primeiros quarenta e cinco minutos. Intensidade sim, mas muitos passes falhados e pouquíssimas jogadas dignas desse nome.

 

 

Para a segunda parte o Benfica veio mais decidido a assumir finalmente as despesas do jogo. E conseguiu-o, passando-se a jogar muito mais tempo dentro do meio campo do Porto. Assinalo também que logo nos primeiros minutos o Otávio, um dos principais destruidores de jogo do Porto (apesar de ser médio ofensivo) finalmente viu um cartão amarelo, após cometer a sétima falta no jogo - hilariante a sinalética do árbitro a indicar que lhe estava a mostrar o amarelo pela terceira falta. Foi imediatamente substituído, não fosse chegar à décima quarta falta e arriscar-se a ser expulso. No Benfica, a entrada do Rafa também logo nos primeiros minutos dinamizou ainda mais a equipa. E justificava-se, porque era precisamente por aquele lado que tínhamos que insistir. O Maxi Pereira quase que dá pena porque mal se consegue mexer, e com o Marega o jogo todo encostado à direita não havia um verdadeiro médio ala para vir ajudar o trôpego lateral direito portista (o Otávio tinha andado a bater em tudo o que mexia por aquele lado mas o Sérgio Oliveira, que o substituiu, era incapaz de fazer o mesmo papel). Com o Benfica por cima no jogo surgiu a primeira grande ocasião de golo, num remate do Gabriel à entrada da área que proporcionou uma boa defesa ao Casillas. Certamente que isto terá lembrado muita gente das exibições inspiradas do espanhol nas últimas visitas do Porto a nossa casa, e que nos impediram de vencer. Mas neste caso a preocupação não durou muito, porque quase a seguir surgiu o golo que decidiu o jogo. Na sequência de um pontapé de baliza para o Porto ganhámos a segunda bola no círculo central, o Gabriel colocou-a em balão para as costas da defesa portista, o Pizzi (que ganhou em velocidade ao Maxi) assistiu de cabeça para a corrida do Seferovic, e este conseguiu o remate vitorioso apesar do esforço do Militão para fazer o corte. 

 

 

Estavam decorridos sessenta e dois minutos de jogo. Muito tempo portanto para jogar, e da minha parte a expectativa para ver se o Benfica iria mais uma vez cometer o erro de tentar defender o resultado, entregando a iniciativa ao adversário. Não foi isso que aconteceu. O Benfica continuou bem no jogo, com o Porto a conseguir apenas chegar perto da nossa baliza em bolas paradas. A precisar de carregar na procura do golo e perante a total inutilidade do Maxi Pereira, o Porto abdicou mesmo de jogar com um lateral de raiz e fez entrar o Corona para aquela posição, mas nem isso mudou grande coisa. O jogo caminhava para o final e eu estava plenamente convencido que a vitória já não nos fugiria, mas aos oitenta e três minutos o árbitro Veríssimo, que até aí nem tinha estado particularmente nefasto (depois de tantos jogos contra o Porto arbitrados pelo Soares Dias, uma arbitragem destas até nem parecia má de todo) resolveu aparecer e mostrar o segundo amarelo ao Lema de forma absurda, por um lance a meio campo. Para além de ter sérias dúvidas de que tenha sequer sido falta, mesmo se fosse nunca seria para cartão amarelo. O que é certo é que isto deu novo alento ao Porto, e da nossa parte foi altura de recuar o Alfa Semedo para central (tinha acabado de entrar) e cerrar fileiras. O Porto criou a sua melhor ocasião de golo numa iniciativa individual do Brahimi, tendo o seu remate cruzado passado muito perto do poste, mas no geral e apesar de uma pressão maior, continuou tudo muito como dantes, com o Porto apenas a conseguir chegar perto da nossa baliza em tudo o que fosse bola parada, que aproveitava para despejar para a área.

 

 

Melhor em campo, para mim, Rúben Dias. Mais do que uma bofetada, foi mesmo um murro de luva branca aos que semana após semana insistem em querer colar-lhe o rótulo de jogador violento. Foi uma exibição sem mácula, em que não me lembro de o ver perder um lance e limpou tudo, pelo ar e pelo chão. Mostrou a quem quis ver que é já um grande defesa central e que, consigamos nós segurá-lo, temos ali um líder para muitos anos. Uma palavra para o Lema, que se estreou a titular num jogo destes. Pareceu tremer um pouco no início, mas depois atinou e estava a fazer um bom jogo. Não merecia ter sido traído pelo árbitro. O Grimaldo é outro dos destaques, sem surpresa. Em particular quando se começou a soltar na segunda parte. Gostei também do Fejsa e do Seferovic, e já agora menciono também o Pizzi. Nao por ter feito uma exibição extraordinária, mas sim por ter mostrado uma atitude muito mais decidida e lutadora, como se exigia num jogo destes.

 

Este resultado permitiu-nos regressar ao topo da tabela antes de nova interrupção na competição. Temos que aproveitar o ímpeto e a motivação que um resultado destes dão e consolidar esta posição. Frente ao nosso maior adversário na luta pelo título, que não tem olhado a meios para nos derrubar, não nos deixámos intimidar e desta vez nem sequer mais uma arbitragem em tons dourados nos afastou da vitória. Esta tem que ser a atitude até final. A guerra que será este campeonato (guerra essa que foi declarada e nos está a ser movida desde o ano passado, sem quartel) só poderá ser ganha se encararmos cada jogo como uma batalha.

tags:
publicado por D`Arcy às 01:52
link do post | comentar
13 comentários:
De Redpower a 8 de Outubro de 2018 às 17:56
Isso mesmo D'Arcy. Quando Vitória chegou ao Benfica vimos a equipa a levar a água ao seu moinho devido ao comprometimento e concentraçao total a cada jogo. Algures pelo caminho isso perdeu-se nos últimos tempos. Uma grande equipa tem que aliar esse comprometimento, intensidade com a qualidade individual. A qualidade individual já a temos. Se os jogadores derem tudo e a equipa técnica souber guiá-los, só nos podem esperar alegrias.

Muito contente por ter ganho aos porcos corruptos!

Vamos Benfica!
De E Pluribus Unum a 8 de Outubro de 2018 às 21:11
"Muito contente por ter ganho aos porcos corruptos!"

Aos PORCOS CORRUPTOS, e ao CORRUPTO apitador fábio "verdíssimo", lagartinóide FILHO DA PUTA que foi de longe o MELHOR JOGADOR do oporco corrupto de contumil.
Essse FILHO DA PUTA que não se cruze comigo na via pública pois está sujeito a TUDO. Estou fartérrimo de tanto e tanto ROUBO e DESRESPEITO pelo Maior e Melhor Clube de Portugal, o nosso Glorioso e Inigualável SL-BENFICA.

Este FALIDO e ESCABROSO futeboleco PORCOguês, e esta ESCUMALHA que vegeta na federaçãozeca e ligueca PORCOguesas não merecem um Clube tão grande, verdadeiramente dos maiores de todo o Mundo a jogar nesta VIGARISTA ligueca que quer por todos os meios afastar o nosso Benfica do título de Campeão.

PUTA QUE OS PARIU A TODOS. QUERO-LHE MILHÕES DE VEZES MAIS MAL DO QUE O QUE QUE ELES QUEREM AO MEU QUERIDO E AMADO BENFICA.

BENFICA A CAGAR - MAS A CAGAR LITERALMENTE - para este futeboleco PORCOguês e a JOGAR em Espanha na grande Liga Espanhola com real Madrid, Barcelona, Valência, Atl. Madrid, etc,etc,etc,

seríamos ainda maiores e mais ricos e estávamos sempre na CHAMPIONS LEAGUE, e sobretudo não tínhamos os DESprazer de partilhar relvados com os dragartos azuis e verdes às riscas sobre a égide desta ESCUMALHA que vegeta na federação e ligueca do proençola BRILHANTINA.

BENFICA BENFICA BENFICA Sempreeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee AIMA DE TUDO E DE TODOSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS.
De E Pluribus Unum a 8 de Outubro de 2018 às 21:11
"Muito contente por ter ganho aos porcos corruptos!"

Aos PORCOS CORRUPTOS, e ao CORRUPTO apitador fábio "verdíssimo", lagartinóide FILHO DA PUTA que foi de longe o MELHOR JOGADOR do oporco corrupto de contumil.
Essse FILHO DA PUTA que não se cruze comigo na via pública pois está sujeito a TUDO. Estou fartérrimo de tanto e tanto ROUBO e DESRESPEITO pelo Maior e Melhor Clube de Portugal, o nosso Glorioso e Inigualável SL-BENFICA.

Este FALIDO e ESCABROSO futeboleco PORCOguês, e esta ESCUMALHA que vegeta na federaçãozeca e ligueca PORCOguesas não merecem um Clube tão grande, verdadeiramente dos maiores de todo o Mundo a jogar nesta VIGARISTA ligueca que quer por todos os meios afastar o nosso Benfica do título de Campeão.

PUTA QUE OS PARIU A TODOS. QUERO-LHE MILHÕES DE VEZES MAIS MAL DO QUE O QUE QUE ELES QUEREM AO MEU QUERIDO E AMADO BENFICA.

BENFICA A CAGAR - MAS A CAGAR LITERALMENTE - para este futeboleco PORCOguês e a JOGAR em Espanha na grande Liga Espanhola com real Madrid, Barcelona, Valência, Atl. Madrid, etc,etc,etc,

seríamos ainda maiores e mais ricos e estávamos sempre na CHAMPIONS LEAGUE, e sobretudo não tínhamos os DESprazer de partilhar relvados com os dragartos azuis e verdes às riscas sobre a égide desta ESCUMALHA que vegeta na federação e ligueca do proençola BRILHANTINA.

BENFICA BENFICA BENFICA Sempreeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee ACIMA DE TUDO E DE TODOSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS.
De Francisco Pereira a 9 de Outubro de 2018 às 02:56
É isso mesmo D ' Arcy, temos de ganhar os jogos e os extrajogos dos Porkos. Eles vão começar, agora, a carregar mais naquilo que achavam que podiam, por enquanto, afrouxar e, se corresse tudo bem, até dispensar.
Por isso, apela-se para um grande alerta para as baralhadas que para aí virão, não é verdade ??!!! Vamos carregar, sempre, com toda a energia, em todos os jogos, mesmo que nos façam acabar os jogos com 9 e, que nos fechem, ao público, todos os nossos campos, incluindo os do Seixal. Já agora......!!!!!
VAMOS RILHAR OS DENTES, CONTER AS EMOÇÕES EM TODAS AS ADVERSIDADES E VIGARICES, VAMOS LUTAR E GANHAR ATÉ MORRER, GLORIOSO E GRANDIOSO BENFICA SEMPRE.
De Anónimo a 11 de Outubro de 2018 às 11:19
Só Vieira nos salvou da extinção Só Vieira nos salvou da extinção Só Vieira nos salvou da extinção Só Vieira nos salvou da extinção

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

#Reconquista

Um

Crer

Proveitosa

Pujante

Deplorável

Firme

Soberba

Complicado

Merecida

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds