VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Segunda-feira, 18 de Abril de 2022

Brio

- Então boa sorte para o jogo...

- Isto hoje são quatro ou cinco!

- Olha, podem ser sete a um para recordarmos!

 

Este foi o diálogo que apanhei ente dois viscondes quando estava a entrar para o estádio. Foi por isso uma questão de brio. Mesmo que em termos desportivos pouco houvesse a ganhar, já que o segundo lugar está praticamente entregue, porque somos o Benfica tínhamos a obrigação de ganhar este jogo. Quanto mais não fosse para mais uma vez castigar a soberba habitual daquele clube, que achava que isto ia ser fácil. Desde as várias declarações do seu treinador sobre a 'certeza' de que iam ganhar todos os jogos até ao final do campeonato, à bazófia de adeptos pouco habituados a ganhar e que sempre que se apanham um bocadinho por cima agem como se tivessem o rei na barriga. E foi mesmo por ter uma inexplicável confiança (quase certeza) de que iríamos ganhar (e que o Darwin iria desequilibrar) que mais uma vez não podia deixar de acompanhar a minha equipa na visita a Alvalade.

1.jpg

O mesmo onze de Liverpool iniciou o jogo, e foi com uma enorme tranquilidade que a nossa equipa pisou o relvado. Ignorando a euforia da casa e o habitual hilariante (perdão, solene) momento de karaoke do Frank Sinatra, por uma rara ocasião esta época fiquei logo com a sensação de que havia um plano para este jogo, e que toda a equipa sabia exactamente como executá-lo. O Sporting por norma é muito agressivo no ataque ao espaço e explora eficazmente o mau posicionamento dos adversários nas transições defensivas, especialmente nas laterais - foi assim que, na primeira volta, nos ganharam com relativa facilidade. O Benfica acautelou isso e baixou a linha defensiva, com os extremos a terem mais preocupações defensivas, chegando a formar mesmo uma linha de seis quando estes acompanhavam as subidas dos laterais do Sporting - ainda que, em especial na primeira parte, o Everton se tenha frequentemente esquecido de fechar sobre o Porro. A equipa esteve sempre tranquila com a bola nos pés, conseguindo sair eficazmente a jogar mesmo quando pressionada, e durante o primeiro quarto de hora teve mesmo mais posse de bola, mantendo sempre o Sporting perfeitamente sob controlo (o Sporting teve uma ocasião na qual, apesar de estar claramente em posição irregular, o Paulinho se isolou e conseguiu mesmo assim mostrar toda a sua classe na finalização). E a fechar este período, o golo. Passe muito longo do Vertonghen, desde a defesa, para as costas dos centrais do Sporting, e depois o Darwin fez o resto. Ganhou em velocidade ao Neto, ganhou em força ao Coates, tocando a bola de cabeça para a frente, e ganhou em classe ao Adán, passando-lhe a bola por cima com um toque subtil. Já ouvi muitos sportinguistas a dizer que foi simplesmente um chuto para a frente e depois foi 'sorte'. Acho que não têm prestado muita atenção aos jogos do seu próprio clube desde que o Amorim chegou, porque isto para mim até foi um golo bastante típico deles. Aliás, estive esta época em Alvalade a ver o Dortmund e o primeiro golo do Sporting surge de um chutão para a frente do Coates, e não me recordo de os ver desvalorizarem esse golo. Depois do golo o Sporting foi obrigado a ter mais iniciativa e passou a ter mais bola, o que regra geral não são boas notícias para eles porque me parece sempre que em ataque organizado, contra equipas que se fecham, têm muito mais dificuldades com a falta de espaço e rapidamente ficam sem ideias, passando a abusar dos cruzamentos sucessivos, muitas vezes feito sem grande nexo. Eu não quero ser arrogante ao ponto de dizer que a tarefa do Benfica foi fácil, mas a verdade é que fomos bastante eficazes a manter o Sporting longe da nossa baliza e o Vlachodimos teve muito pouco trabalho, recordando-me apenas de uma situação em que teve que sair aos pés do Pote quando este conseguiu libertar-se nas costas da nossa defesa. Já na outra baliza, o Diogo Gonçalves entrou pela direita e teve um remate cruzado perigoso que obrigou o Adán a uma defesa apertada, e tivemos um golo bem anulado ao Otamendi, na recarga a um cabeceamento perigoso do Gonçalo Ramos que mais uma vez obrigou o Adán a uma boa defesa (o Otamendi estava fora de jogo, mas o Ramos não e valeu mesmo a defesa do Adán para evitar o segundo).

5.jpg

Sem alterações para a segunda parte, começámos com uma grande ocasião de golo para o Benfica, quando o Gonçalo Ramos deixou o Everton em óptima posição na zona frontal da área e o remate do brasileiro acabou por tirar tinta ao poste. Na resposta, o Sporting teve a sua melhor (e se calhar única) ocasião de perigo, num cruzamento largo do Nuno Santos desde a direita da nossa defesa que permitiu ao Sarabia aparecer na zona do segundo poste a ganhar ao Grimaldo de cabeça e acertar no poste/barra da baliza. Isto foi aos quarenta e oito minutos de jogo e, por estranho que pareça dizer isto, foi praticamente o canto do cisne do Sporting no jogo. Daí para a frente a tendência para o chuveirinho intensificou-se, e se é verdade que eu acho que os nossos centrais estão já numa fase descendente da carreira, quando jogamos com linhas mais recuadas e eles não têm a preocupação de defender o espaço vazio nas costas, então ficam muito mais confortáveis porque a experiência conta muito em termos posicionais. Por isso foram limpando quase tudo sem grandes problemas. Isto inclui também as bolas paradas, situação na qual o Sporting costuma ser forte (e onde o Benfica comete erros crassos com frequência) mas que ontem não foram relevantes - nem uma situação minimamente perigosa resultante de uma bola parada, e entre cantos e livres estas não foram poucas. Se eu já me sentia confiante antes do jogo, bastaram poucos minutos na segunda parte para ficar quase com a certeza que, salvo alguma intervenção estranha no jogo (daquelas que já nos habituámos a ver tantas vezes esta época) a vitória já não nos fugiria. Porque ao fim de uns quinze minutos o jogo do Sporting já estava praticamente caótico, enquanto que o Benfica mantinha a organização e era apenas uma questão de sermos mais espertos a aproveitar os espaços cada vez maiores que eles iam deixando atrás. Nem mesmo a entrada do cotoveleiro para o ataque do Sporting serviu para nos causar mais incómodos, enquanto que o Benfica até demorou bastante tempo até mexer na equipa. Fizemo-lo apenas a um quarto de hora do final e confesso que nem fiquei particularmente agradado. Trocámos o Taarabt e o Everton pelo Paulo Bernardo e o Gil Dias, e se a primeira troca me pareceu normal, já a saída do Everton não me agradou tanto porque ele estava a fazer um bom jogo e ser um jogador incómodo pelo seu lado à medida que havia cada vez mais espaço. Além disso parecia-me que o Gonçalo Ramos já estava fisicamente no limite há algum tempo, e estranhei que se mantivesse em campo (foi trocado já muito perto do fim pelo João Mário, para animar um bocado as bancadas). Um pouco mais tarde entrou o André Almeida para o lugar do Diogo Gonçalves e o Gilberto passou a fazer de médio direito. Nos minutos finais para mim a dúvida era apenas quando é que finalmente aproveitaríamos para marcar o segundo golo, porque cada vez que a bola era recuperada e chegava aos pés do Darwin sentia-se que poderia sair dali alguma coisa. Já a resposta do Sporting era a tradicional alteração táctica revolucionária de meter o Coates na frente para incentivar ainda mais o chuveiro. O árbitro decidiu adicionar sete minutos que me pareceram de todo exagerados (que foram anunciados pelo speaker de Alvalade de uma forma quase triunfal) mas saiu-lhe o tiro pela culatra, porque bastaram apenas dois desses minutos para dar a estocada final. Na jogada anterior o Benfica tinha recuperado a bola e o Gil Dias subiu pela esquerda, preferindo de forma errada tentar fazer tudo sozinho em vez de soltar a bola no Darwin. Desta vez foi o Darwin a conduzir pela esquerda (depois da bola ter sido recuperada pelo Grimaldo e passado pelo Gil Dias) e não foi egoísta: de tão pouco preocupados estarem com ele, os quatro jogadores do Sporting que acompanharam o ataque do Benfica foram todos para cima do Darwin, e ele só teve que passar a bola para a zona frontal da área, onde estavam sozinhos o Gil Dias e o João Mário. Depois o primeiro limitou-se a marcar um golo quase fácil perante o Adán.

 

Festejei o golo de forma mais visível e o tipo que estava sentado à minha frente, que se tinha mantido bastante sossegado durante todo o jogo, volta-se para trás:

- É benfiquista?

- Sim

*fist bump*

3.jpg

Sobre a dupla Fábio Veríssimo/Hugo Macron, tenho um grande elogio a fazer-lhes: parabéns por terem protegido o espectáculo e terem adoptado a atitude pedagógica de forma a permitir que as duas equipas acabassem em jogo com onze elementos em campo. Em particular a equipa da casa. Aliás, a pedagogia foi aplicada do primeiro ao último segundo do jogo, ficando bem expressa quando aos noventa e sete minutos o Darwin se escapava mais uma vez numa jogada perigosa e foi ceifado sem dó nem piedade pelo Esgaio, sem qualquer intenção de jogar a bola. O árbitro, sensatamente, optou por deixar o amarelo no bolso porque sabemos que sacar dos amarelos demasiado cedo num jogo pode levar ao descontrolo. Agradeço também terem ignorado as sucessivas patadas gratuitas dos jogadores do Sporting nos nossos jogadores, porque se calhar algum deles até podia ter que ser expulso e depois eles já teriam uma desculpa para a derrota. Foi portanto a arbitragem que eu esperava desta equipa e não saí defraudado. A propósito do tema arbitragem, quero também deixar um grande elogio às palavras do nosso jovem avançado Henrique Araújo, proferidas no final do jogo da nossa equipa B ontem em Vila do Conde (no qual houve mais um episódio de racismo dirigido a um jogador do Benfica, mas tal como aconteceu no caso do Nélson Semedo, nenhum deles é o Marega nem joga noutro clube, por isso o mais provável é passar-se uma esponja por cima do assunto): aquilo que o Henrique disse é o que vai na alma de todos os benfiquistas há muito tempo. Haja quem o exteriorize de forma pública. Quanto mais calados nos mantivermos, mais eles vão aproveitar para continuar a abusar.

2.jpg

O Darwin foi obviamente o homem do jogo. O maior bluff da liga portuguesa voltou a deixar a sua marca, com um golo em que conseguiu combinar velocidade, força e classe na finalização, e uma assistência que foi meio golo. Como eu levo sempre muito a sério a sapiência futebolística dos sportinguistas, e eles estão fartos de me avisar que o Darwin é um flop que só marca a equipas fracas, tinha a certeza que ele iria brilhar neste jogo. Mais a sério, é por demais evidente para qualquer um com pelo menos um olho e que não tenha má vontade ou inveja que ele é um jogador superlativo, bem acima da mediania da nossa liga. Por isso é aproveitar bem os próximos quatro jogos para o vermos com a nossa camisola, porque infelizmente é daqueles jogadores que já sabemos que é impossível manter. Como era também óbvio em relação ao João Félix, ou outros antes dele. Custa dizê-lo, mas o Darwin merece melhor do que a Liga Portuguesa. E não custa nada dizê-lo, a Liga Portuguesa não merece um jogador como o Darwin porque em Portugal a mentalidade é nivelar por baixo, por isso sempre que alguém se destaca o que tentam fazer é puxar para baixo e desvalorizar. As críticas e ataques que ele sofreu só pelo facto do Benfica ter pago o que pagou por 'um jogador da segunda liga espanhola' são um exemplo disso. Esta época, sem a lesão grave que sofreu a época passada, são vinte e cinco golos noutros tantos jogos na liga, com uma média de um golo a cada setenta minutos. Os números falam por si. Para além do Darwin, e porque é também da mais elementar justiça, espero que no plantel da próxima época haja um lugar para o Gilberto. A adaptação não foi fácil, mas acho que já terá convencido quase toda a gente. Nunca vira a cara à luta, tem a raça que queremos ver num jogador do Benfica, e ontem fez mais um grande jogo. Estou farto de andarmos constantemente a fazer mudanças, à procura de uma solução para a lateral direita, e o Gilberto neste momento é o melhor que ali tivemos nas últimas épocas. Aliás, toda a defesa esteve excepcionalmente acertada. Tacticamente, achei que o Everton fez um bom jogo, mas dele espero que produza mais em termos ofensivos.

 

São muito poucos os objectivos que temos para os quatro jogos que faltam, para além da defesa da honra do nosso emblema. É continuar com a mesma atitude e empenho, que são ainda mais de louvar precisamente por já não termos títulos a conquistar. O próximo objectivo chama-se Famalicão, mas até ao final da época devemos fazer uma prioridade interromper a série sem derrotas do Porto. Mesmo que, previsivelmente, venha mais uma vez o Artur Soares Dias.

tags:
publicado por D'Arcy às 10:15
link do post | comentar
14 comentários:
De Anónimo a 18 de Abril de 2022
Vila do Conde foi vergonhoso. Amarelos para o Benfica em quase todas as faltas.
De BI-CAMPEÃO EUROPEU a 18 de Abril de 2022
É verdade, mas apenas verdade incompleta e incorrecta pois na maior parte das vezes nem sequer existiu falta cometida pelos nossos jogadores!!!!

Uma VERGONHA INCOMENSURÁVEL, os ROUBOS DE SANTUÁRIO - como muito bem disse o nosso ex- grande jogador e treinador Campeão, Toni (António Oliveira) - que há muitos anos anda esta máfia ESCABROSA E ASQUEROSA do futeboleco PORCOguês a fazer ao Maior e Melhor clube do País!!!!!!

Mas a verdade é que nós BENFIQUISTAS - a começar pelo Presidente e Direcção -, também somos grandes culpados de isso acontecer, e de acontecer de modo absolutamente incessante, pois temo-nos mostrado completamente incapazes de defender e fazer respeitar o nosso querido Clube!!!!!!

ESSA É QUE É A GRANDE VERDADE. DOA A QUEM DOER. O BENFICVA PRECISAVA ERA DA DIRECÇÃO DO RIVER PLATE DA ARGENTINA E DA SUA MASSA ASSOCIATIVA!!!! Aí, iríamos ver se esses FILHOS DA PUTA dos mafiosos escrabrosos deste futeboleco PORCOguês tinha "COLHÕES" para ROUBAREM E APEQUENAREM O BENFICA?!?! oH TINHAS?! Tinhas o caralho!!! tinham era que se esconder no primeiro buraquinho que encontrassem, mesmo que ele estivesse quase cheuo de m*rda!!!!

BENFICA BENFICA BENFICA SEMPREEEEEEEEEEEEEEEE O MAIOR E O MELHORRRRRRRRRRRRR, MUITO MAIOR E SUPERIOR A QUALQUER TITULOCO do FRUTAbol PORCOguês.
De BI-CAMPEÃO EUROPEU a 18 de Abril de 2022
"- Então boa sorte para o jogo...

- Isto hoje são quatro ou cinco!

- Olha, podem ser sete a um para recordarmos! "

Pois é, caros Benfiquistas, quem protagoniza um diálogo como aquele que o nosso grande Benfiquista D'Arcy nos mostra no início desta sua crónica sobre o jogo slBenfica - riporting de alvaLADRA, com resultado final de 0-2 a favor do Maior e Melhor de Portugal, só pode mesmo ter ESTERCO de porco misturado com ESTERCO de burro dentro da sua caixa craniana, a ocupar os seus milhões de neurónios que não têm!!!!!

De facto a Natureza não se engana. Os ACÉFALOS têm uma capacidade inultrapassável de se fazerem notar.

BENFICA BENFICA BENFICA..................... Sempreeeeeeeeeeeeeeee.
De BI-CAMPEÃO EUROPEU a 18 de Abril de 2022
Vitória normal e natural do Glorioso SLBENFICA contra um dos dois clubecos do regime mafioso do futeboleco PORCOguês.

O "árbitro", que de Árbitro não tem nada de nada, sendo mais um monte de esterco FORMATADO pela ligueca PORCOguesa para prejudicar e ROUBAR o Maior e Melhor Clube do país, perdoou vários cartões amarelos e um vermelho aos jogadores do clubeco de alvaLADRA. Nada de admirar, pois isso é já costumeiro, e eles afinal de contas são formatados para isso mesmo, ou seja, beneficiar os INIMIGOS do Glorioso SLBENFICA, e prejudicar o Maior e Melhor de Portugal.
Então na segunda parte, o apitador ESCABROSO E ASQUEROSO, foi mesmo de longe o melhor jogador do tal de riporting de alvaLADRA!!!!
Cada desarme dos nossos jogadores feito aos ESCABROSOS lagartinóides, por mais limpo que fosse era imediatamente abortado pelo silvo do ESCARRO fábio "verdíssimo" saído a mil à hora da sua "arma" de jogo, o apito!!!!

À grande puta pôdre que o pariu. A esse e a todos os ESCARROS deste futeboleco PORCOguês, quero e desejo, desejo muitoooooooo que lhes aconteça triliões de vezes pior do que o que eles desejam ao nosso Glorioso e Inigualável SLBENFICA.

Quero no entanto dizer a esse "verdíssimo" e aos outros "azulíssimos", ambas as raças ASQUEROSAS E ESCABROSAS fabricadas para prejudicarem o Glorioso Benfica, que Ele, o nosso Benfica, é muito, muuito muitttto mais importante e maior do que qualquer tituleco que eles possam atribuir a qualquer um dos dois clubecos ás riscas.

BENFICA BENFICA BENFICAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA SEMPREEEEEEEEE O MAIOR E O MELHORRRRRRRRRRRRRR.
De Joao Coelho a 18 de Abril de 2022
Caros amigos Benfiquistas,

Há algum tempo que não comento, mas leio sempre os posts do Darcy. Mas hoje não podia deixar de prestar o meu testemunho. Testemunho esse de revolta. Ontem, antes do jogo, quem ouvisse a CS portuguesa o nosso SPORT LISBOA E BENFICA ia levar uma goleada! Falavam da sorte em Liverpool porque no entender destes batráquios o Liverpool não tinha jogado com a melhor equipa. Mas quando os falidos de Alvalidl e os corruptos do Norte, jogaram em Manchester, Liverpool e Dortmund contra as terceiras equipas desses emblemas, aí era classe e no caso dos corruptos elevava-se aos píncaros a teoria de que eram os únicos, em Portugal, com estatuto europeu.

Nesta semana desfizeram-se vários mitos. O primeiro sobre a formação. Não quero, e penso que a maioria dos Benfiquistas também não o quererão, ser o Campeão das equipas jovens. Se ganharem ótimo, se não ganharem que se formem bons homens e atletas. No fim o que se pretende com a formação é formar excelentes atletas para a nossa equipa principal. Este deve ser o nosso objetivo. Mas ganhar à tramparia de Alvalidl, que na sua equipa principal tinham 3 jovens que estão, permanentemente, às ordens do Amorim ( o defesa direito, o esquerdo e um tal de Esugo ), com uma exibição de gala no curral lagarto, meus amigos isto não tem preço! Que diferença de qualidade! Que diferença na atitude!

Ontem, foi dia de dar a provar aos lagartos o seu próprio fel. O segundo mito que se perdeu dá pelo nome de Ruben Amorim. Se tinha algum respeito pelo Amorim, não só pelo seu passado benfiquista mas por ser um bom treinador, ontem perdi-o por completo. A sua conferência de imprensa foi carregada de ironias, mau perder, falta de humildade e deste modo o seu passado benfiquista ficou irremediavelmente manchado.

Quanto ao nosso treinador, também penso que nesta fase não será a melhor solução. Mas é um Homem humilde, bem formado e com fortes traços de Benfiquismo puro. Este Homem devia ser o responsável pela nossa Formação. E nunca podemos deixar de agradecer de ter tomado conta da nossa equipa principal após a morte da Senhora Sua Mãe. Veríssimo, para mim, terá sempre lugar no Benfica que queremos para o futuro.

Quanto ao jogo tudo se resume a uma boa tática, bons jogadores e lutar até ao limite das forças. Essa da lagartada afirmar que jogamos com um autocarro é para rir! Se após o jogo a CS nada dizia, a partir do momento em que a lagartada começou a afirmar esta teoria, a CS foi atrás e começaram a afinar na mesma tecla. A tática de 3 centrais do sporde lumiar e caala desmonta-se desta forma. Bolas compridas para as costas dos centrais e nenhuma central do atual falido do lumiar tem pernas e categoria para agarrar Darwin.

Destaques : Darwin - jogador superlativo que muito dificilmente conseguiremos agarrar. Se o Benfica fizer o trabalho como deve ser, Darwin nunca sairá por menos do valor que vendemos o Félix. Darwin para além de bom jogador é sinónimo de Benfica. Lutador, humilde e com vontade de aprender e ser melhor. O outro destaque é Gilberto. Pode não ser o melhor. É vergonhoso o que dizem dele os comentadeiros das TVs. Gilberto é o tipo jogador à Benfica. Daquele Benfica que não se rende e não vira cara à luta.

Para o próximo ano apenas peço a Rui Costa que deixe de se acobardar e que renuncie às "amizades" com o Nandinho das faturas, com o Pinto da Costa e com o Proença. Os únicos amigos de Rui Costa apenas devem ser os Benfiquistas. Deixem-se de newsletters e falem. Falem com orgulho de pertencerem a um Clube decente. Cortem de vez com todos aqueles que compactuaram com Vieira. Quando falarem dos nosso rivais devem referir-se nestes termos :


"o único clube acusado de corrupção desportiva" (fcp) e "o clube que os portugueses lhe pagam as dívidas" ( scp ). Se não tivermos uma atitude guerreira, de confronto permanente com esta gente, iremos continuar a ser comidos de cebolada.

As minhas saudações a todos os amigos Benfiquistas:

Viva o GRANDE SPORT LISBOA E BENFICA



De BI-CAMPEÃO EUROPEU a 18 de Abril de 2022
Caro Benfiquista, dos verdadeiros e grandes, tipo Luís Agostinho e outros mais, João Coelho, que bom vê-lo participar neste espaço de BENFIQUISMO a defender o nosso Glorioso e Inigualável SPORT LISBOA E BENFICA.

Muito bem. Grande comentário o seu. Subscrevo-o INTEGRALMENTE.

Era bom, era mesmo muito bom que o nosso Presidente Rui Costa e toda a sua Direcção o lessem e reflectissem, reflectissem muito sobre ele.

O nosso Glorioso e Inigualável SLBENFICA só poderá voltar a ser RESPEITADO e Campeão natural de Portuga,l quando nós Benfiquistas - TODOS os Benfiquistas - formos capazes de defender o Clube e garantir -lhe a respeitabilidade total e inequívoca.

Repito aqui a mâxima de Víctor Hugo, escritor e filósofo francês:
"Chega sempre a hora em que não basta apenas protestar.
Após a filosofia, a acção é INDISPENSÁVEL."

BENFICA BENFICA BENFICA.. antes de ontem, ontem, hoje, amahã e sempre............ o Maior e o Melhor Clube de Portugal..... em TUDOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO.
De Luis Agostinho a 18 de Abril de 2022
Tenho de confessar que não estava muito confiante, mais por causa da ressaca europeia do que pela capacidade futebolística (chuto para as costas dos defesas e correrias) dos viscondes parasitas dos contribuintes. Nunca esquecerei aquelas comissões parlamentares que tiveram com alvo o "vermelho", ignorando por completo o sobrinho do BESA e os vmocs perdoados...sim mariana mortágua, estou a referir-me muito a ti... Também estava pouco confiante devido às nomeções do fontelas, a dupla esverdeada, verdíssimo e macron. E eles confirmaram na plenitude o que são e o que já esperava deles. É mesmo falta de seriedade.

sarabia - pisão por trás ao Vertonghen, sem bola. Agressão e vermelho.
nuno santos (está um autêntico suíno, grande falhanço da nossa formação, e já nem é o primeiro nem o segundo nem o terceiro...temos de ter mais critério) - pontapé na cara ao Gilberto enquanto este estava no chão. Agressão e vermelho.
paulinho (em vez de marcar golos é um grande palhaço) - chapada ao Vertonghen, sem bola. Agressão e vermelho.
coates - pisão aos dois pés ao Darwin - já esta época vi vários jogadores do Benfica serem expulsos por isso. Seguindo o critério, vermelho.

Mas nada disto aconteceu, e nem vale a pena falar das faltas e faltinhas (na segunda parte o verdíssimo só tinha braço para apontar o caminho aos viscondes parasitas para a baliza do Benfica. E os amarelos que ficaram por mostrar à lagartagem...

Quanto à equipa do Benfica, conseguiu esconder as suas lacunas, e evidenciar o seu ponto forte, o Darwin. Podemos já começar a despedir-nos e a sentir saudades...pena ter apanhado um período conturbado do Benfica.

O Veríssimo, continuo a não compreender a sua aposta no Diogo a extremo, nem no retardar das substituições, quando vemos os jogadores a arrastarem-se em campo. De resto, esteve bem. Quanto ao Amorim, acho que já não lhe resta nenhum Benfiquismo no corpo, foi todo sugado pelos mamões do dinheiro dos contribuintes, e não passa de um saporimzeco. Não sou daqueles que vêm nele um grande treinador. O tempo o dirá. Acho que apanhou uma conjuntura favorável nos viscondes parasitas - dinheiro devido aos perdões de dívida e ajudas arbitrais ainda resultantes da aliança do altis e políticas desastrosas da Estrutura do Benfica, que mantém um tipo como o fontelas à frente dos árbitros depois do que aconteceu na útlima época, por exemplo.

A hipocrisia desta gente, dirigentes da liga e federação, jornaleiros, e até adeptos, não tem limites. Foram todos Marega, mas não são todos Sandro Cruz. A diferença não está na cor da pele, mas sim na cor das camisolas.

Quem continua muito mal, é a direcção/estrutura. Hoje, lá saiu a inócua "newsletter", para dragarto rir e gozar...

Fez mais um puto de 20 anos, Henrique Araújo, pelo Benfica, e representou mais esse puto o sentimento da Nação Benfiquista, em poucas palavras, com aquele seu sotaque madeirense, nuns segundos, do que representa e fez o presidente Rui Costa e sua estrutura, desde que lá está. Patético o discurso do Benfica após o jogo, onde foi expulso.

Saudações Benfiquistas
De Luis Agostinho a 18 de Abril de 2022
PS

No final não ficou o texto todo:

Patético o discurso do director geral do Benfica após o jogo, onde foi expulso, segundo ele, por nada.
De Luís Manuel a 19 de Abril de 2022
Olá D'Arcy, e obrigado pelo post. Excelente análise ao jogo.

Acho que é importante dizer-se isto: é preciso mudar os regulamentos, e nos jogos do Benfica contra porcos e lagartos tem de haver VAR. Tem de haver. É inaceitável que não haja, caso contrário vamos continuar com as habituais agressões a jogadores do Benfica que os árbitros de campo, ocupados como estão a mostrar cartões ao banco do Benfica, não conseguem descortinar. Mas, com a ajuda do VAR, tudo seria diferente. É muito difícil, por exemplo, um árbitro de campo estar a cinco metros do Pepe e vê-lo a dar dois socos ao Taarabt, sem punir a besta agressora. Com o VAR, isto não teria passado em branco. É muito difícil um árbitro de campo estar a olhar para um jogador do fc porco que pisa e fura o pé do Darwin com os pitons e nada assinala. Com o VAR, este lance seria escrutinado e o infractor devidamente punido. É extremamente difícil que os árbitros de campo consigam ver, na final de uma competição oficial, um jogador lagarto carregar um avançado do Benfica na pequena área. Se houvesse VAR, a infracção teria sido imediatamente assinalada. Por isso, compreendo as tuas palavras relativamente à arbitragem neste jogo, e faço minhas as palavras do Luís Agostinho:


sarabia - pisão por trás ao Vertonghen, sem bola. Agressão e vermelho.
nuno santos (está um autêntico suíno, grande falhanço da nossa formação, e já nem é o primeiro nem o segundo nem o terceiro...temos de ter mais critério) - pontapé na cara ao Gilberto enquanto este estava no chão. Agressão e vermelho.
paulinho (em vez de marcar golos é um grande palhaço) - chapada ao Vertonghen, sem bola. Agressão e vermelho.
coates - pisão aos dois pés ao Darwin - já esta época vi vários jogadores do Benfica serem expulsos por isso. Seguindo o critério, vermelho.
De Luís Manuel a 19 de Abril de 2022
Quanto ao jogo em alvalixo, o teu post diz tudo. Eu comecei a acreditar muito que o iríamos ganhar quando terminou o jogo em Liverpool e os nossos adeptos fizeram o que fizeram. Penso que isso mexeu muito com os nossos jogadores. Apesar da eliminação, aquela demonstração de amor ao Clube (e claro, a nossa exibição em Liverpool, mérito dos nossos jogadores e do nosso treinador, contra uma equipa depressa desvalorizada por todos os junta-letras) teve um impacto enorme.

Depois, as ironiazinhas do treinador lagarto, esse brilhante estratega do pontapé para a frente e porrada no meio campo sob o olhar benévolo dos árbitros, foram um bom tónico para a nossa equipa. Que não ia perder mais nenhum jogo, disse o estratega. Eu até percebo que o tenha dito, pois sabe bem que tem os apitadores na mão. O problema é que há equipas adversárias que têm jogadores com uma sorte do caraças e mudam o rumo dos jogos. O Darwin é um deles. Impressionante a sorte que tem.

Muito feliz pela exibição sólida, segura e confiante da nossa equipa. Uma lição dada no local adequado. Tenho pena, porque é sempre comovente ouvir aquela paródia do Frank Sinatra, mas paciência. Por falar em cantorias, por onde andaria aquele Manel labrego, o jurado dos concursos de cantilenas?


Feliz também pelo Nélson Veríssimo. Merecia muito esta vitória, e merecia muito mais pela forma educada e civilizada como está no futebol. E pelo seu Benfiquismo. Que diferença abissal relativamente a um labrego que ainda está, até junho ou julho, a receber mensalmente uma pipa de massa do Benfica, depois de nos ter implodido. Lamento muito que não tenhamos conseguido o título, o Veríssimo tê-lo-ia merecido. Agora temos de tentar ganhar todos os jogos até ao final, e acredito que podemos fazê-lo - mas há sempre que contar com a intervenção de pasteleiros, macrons e outros. Temos de lutar pelo símbolo que temos ao peito, e honrá-lo. Concordo com os destaques individuais que fazes. Muito bem o Gilberto, e também o Gonçalo. Como gostaria de contar com o Darwin para a próxima temporada! Mas temos de seguir em frente e esperar que ele continue a ser o grande jogador que é na grande equipa para onde for e - sobretudo isto - que seja sempre um dos nossos.

Palavras do Henrique Araújo - muito obrigado a este jovem jogador por nos defender como muitos dirigentes o não fazem. Estou à espera, sentado, das ondas de indignação que chocaram o país por causa do Marega mas que parecem não incomodar ninguém por causa do Sandro Cruz, tal como não incomodaram quando o visado foi o Nélson Semedo. Uma jornada de luto? FPF e Liga a clamarem que é preciso banir os insultos racistas? O Presidente da República muito choroso com tudo isto?
De Anónimo a 20 de Abril de 2022
https://sp.rmbl.ws/s8/2/X/X/P/X/XXPXd.gaa.mp4

* honra, dignidade e retidão de carácter *

De BI-CAMPEÃO EUROPEU a 21 de Abril de 2022
Fui ver o futeboleco que esse PORCO com duas patas "joga"!!! Infelizmente isso para mim não é novidade, pois há muito que esse PORCO com duas patas mostra o que é como "jogador".

Não passa de um COVARDOLA provocador armado em "rambo da sargeta" porque sabe que é protegido pelos regulamentos das competições que impedem que os adversários se ponham ao nível desse PORCO com duas patas e lhe respondam a letra!!!

Chamar a esse PORCO com duas patas jogador de futebol é como dizer que um poio de esterco de varano é a Miss Mundo!!!!!

Incompreensível como as Entidades Mundiais do futebol e a própria Sociedade permitem que esse GRUNHO se passeie quase impunemente nos relvados de futebol, em vez de o colocarem a varrer as ruas ou a partir pedra numa pedreira!!

Só uma sociedade doente, vigarista ou covarde permite que esse ONAGRO faça a porcaria que faz sem lhe aplicar o castigo que merece, que é a IRRADIAÇÃO TOTAL DO DESPORTO.

Devia ser metido num ringue todos os domingos a mostrar a sua valentia com um lutador profissional. Era o castigo mais leve que ele merecia.

Enfim, um verdadeiro VÓMITO.
De Luis Agostinho a 21 de Abril de 2022
Epá...

Não se esqueçam que estão a falar de um dos capitães da equipa que tem como claque oficial os super-morcões, e não estou a falar da equipa oficial da máfia da fruta do fóculporco...
(é a minha "fina ironia" para rivalizar com a do velho padrinho fruteiro)

Saudações Benfiquistas
De Antonio Paiva a 25 de Abril de 2022
os pequenos poderes do pontapé na bola luso sabem muito bem que este é uma *apagada e vil tristeza*, então, devem fazer tudo e mais alguma coisa para puxar o nosso glorioso BENFICA para baixo porque, se assim não for, esse futebol-negócio perderá todo o seu interesse neste nosso quintal à beira-mar plantado !!!

#cogitando

antonio

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Fevereiro 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Hiato

Formação

Exemplar

Brilhante

Brio

Dignos

Darwin

Erros

Incómodo

Extraordinário

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds