VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2019

Cambalhota

Com uma valente cambalhota no resultado o Benfica regressou às vitórias e ultrapassou um Rio Ave que, apesar de não vencer há vários jogos, durante alguns minutos chegou a assustar e a fazer pensar que hoje poderiam colocar um fim a esse série negra às nossas custas.

 

 

Havia curiosidade na estreia do treinador interino Bruno Lage e em quais seriam as suas primeiras escolhas. Estas acabaram por não ser uma mudança radical, fazendo apenas duas alterações em relação ao onze de Portimão: saíram Zivkovic e Gedson, e entraram o Salvio (no que foi uma troca directa) e o João Félix. Este acabou por ser o rosto da principal alteração, que foi a aposta de início num esquema de 4-4-2. Honestamente, não notei assim grandes diferenças em termos da qualidade de jogo - e obviamente que nem seria de esperar muitas, tendo em conta que o novo treinador pegou na equipa há um par de dias. O que se notou principalmente foi uma diferença na atitude dos jogadores. É natural que queiram mostrar serviço ao novo treinador, e pareceu-me que eles pelo menos mostraram vontade em correr e em fazer com que as coisas saíssem bem. Tentaram sobretudo fazer com que a bola chegasse à frente de forma mais célere, apostando até por vezes em futebol directo. E houve a intenção de pressionar alto, mas isso é algo que ainda precisa de ser afinado. Em 4-4-2 com o Fejsa e o Pizzi a jogarem quase lado a lado e ainda sem grande coordenação entre as linhas sobrou ali muito espaço entre as costas da linha média e a frente da defesa que o Rio Ave explorou. E depois infelizmente também não eliminámos ainda o péssimo hábito de deixar o adversário marcar assim que cria uma ocasião de golo. Desta vez o Rio Ave marcou dois golos nas duas primeiras vezes em que se chegou à frente, no curto espaço de três minutos. Assim, com vinte minutos de jogo decorridos já estávamos a perder por dois. Se calhar se não tivesse havido a mudança de treinador isto seria um obstáculo impossível de superar. Mas a equipa (e o público) não pareceram particularmente afectados por isto e toda a gente pareceu acreditar que a vitória estava ao nosso alcance. E a confiança  mostrou ter razão de ser, já que o Benfica respondeu praticamente na mesma moeda, com dois golos no espaço de quatro minutos, e onze minutos depois do segundo golo do Rio Ave já tinha o jogo novamente empatado, graças à nova dupla atacante. No primeiro golo o Félix abre as pernas para deixar o cruzamento do Grimaldo passar, e depois um Seferovic tem uma recepção brilhante que o deixa em posição para finalizar, fazendo a bola passar entre as pernas do guarda-redes. No segundo, o Pizzi recupera uma bola no meio campo e o Seferovic corre com ela pela direita, para já depois de entrar na área a soltar à segunda tentativa para a zona da marca de penálti, onde surgiu o João Félix, que foi o único a antecipar o lance, a controlar e a fuzilar com facilidade a baliza. Depois do ritmo frenético de quatro golos em cerca de meia hora o jogo acalmou um pouco e o resultado manteve-se até ao intervalo.

 

 

A segunda parte começou com um lance individual do Grimaldo, que arrancou pela zona frontal da área e foi deixando adversários pelo caminho até eles somarem quase meia dúzia e se isolar, finalizando com um remate ao poste. Poderia ser um bom indicador, mas a verdade é que apesar daquilo que o resultado final possa fazer pensar, o jogo foi bem mais complicado do que isso. Foi sobretudo um jogo bastante aberto, onde achei que a nossa equipa foi demasiado permissiva na defesa. O Rio Ave poderia facilmente ter-se recolocado em vantagem antes de sermos nós a marcar o terceiro golo, e nunca consegui estar propriamente tranquilo a ver o jogo, porque tinha a sensação de que um golo poderia acontecer a qualquer momento. Era necessário mudar alguma coisa e após um quarto de hora o Zivkovic rendeu o Cervi. E o impacto foi imediato, pois praticamente na primeira intervenção que teve, o pé esquerdo do sérvio fez a sua magia e assistiu o João Félix para o seu segundo golo da noite. O cruzamento saiu rasteiro da esquerda para a zina do primeiro poste, onde apareceu o João Félix entre os dois centrais adversários para, com uma finalização primorosa, fazer de primeira a bola entrar no segundo poste. Um grande golo do miúdo, a colocar-nos em vantagem pela primeira vez no jogo. Estava consumada a reviravolta, mas o jogo estava longe de estar resolvido. O Rio Ave continuava a revelar-se perigoso e a nossa defesa permissiva. O quarto golo surge seis minutos depois, mas na sequência de um lance de ataque de grande perigo do Rio Ave, no qual a bola cruza toda a pequena área sem que alguém consiga fazer o desvio decisivo. A bola segui para a esquerda, onde novo cruzamento foi afastado pelo Odysseas com os punhos para os pés do Zivkovic, e a partir daqui desenhámos um contra-ataque perfeito. Zivkovic para o Pizzi, e na altura certa o Pizzi fez o passe para o Seferovic finalizar com classe perante o guarda-redes. Agora sim, já deu para respirar um pouco pois apesar do Rio Ave ter continuado a tentar chegar ao golo até final, os dois golos já nos davam alguma margem de tranquilidade.

 

 

Melhores do Benfica, naturalmente, a dupla de avançados. O Seferovic fez um dos melhores jogos no Benfica, onde mostrou sempre uma enorme raça e vontade, sendo recompensado com dois  golos e uma assitência. Justa a atribuição do prémio de melhor em campo no final. Foi acompanhado de muito perto pelo miúdo João Félix, que marcou os outros dois golos e se tecnicamente não somou uma assistência, a forma como deixou a bola passar entre as pernas no primeiro golo para abrir espaço para o Seferovic é meio golo. Não é novidade para ninguém o talento que ali temos, mas dá para perceber nos mais pequenos pormenores que podemos estar perante um jogador muito especial. A intuição que tem e a rapidez e inteligência com que lé o jogo não está ao alcance de muitos. E depois tem uma qualidade técnica invulgar, como ficou bem expresso na finalização do segundo golo que marcou. Se há alguém no plantel que pode ser o sucessor do Jonas, é ele.

 

Foi muito importante vencer este jogo, e acabou por ser ainda mais importante tê-lo vencido nestas condições. Ver que a equipa foi capaz de dar a volta a uma desvantagem de dois golos aos vinte minutos de jogo é um reforço de confiança muito grande - a título de comparação, quando no jogo contra o Moreirense o adversário marcou o segundo golo e deu a volta ao resultado, a sensação com que ficámos quase todos foi a de que a derrota seria uma inevitabilidade. Muitos dos grandes problemas da nossa equipa continuam todos lá, mas a atitude mostrada hoje é um bom primeiro passo para os minimizar.

tags:
publicado por D`Arcy às 00:55
link do post | comentar
8 comentários:
De E Pluribus Unum a 7 de Janeiro de 2019 às 01:26
O TALENTO e o EMPENHO de dois grandes jogadores, HARIS SEFEROVIC e JOÃO FÉLIX, deram a vitória ( MERECIDÍSSIMA) ao Glorioso BENFICA.
A "defesa" do BENFICA é uma ANEDOTA: Lentos, não sabem marcar e jogar em antecipação, não saltam um CARALHO, não conseguem evitar um cruzamento que seja das linhas laterais, etc,etc,etc,...
Jardel e andré almeida estão a mais no Benfica. Nem sei se o arrentela ou o cascalheira quer essa PORCARIA.

Sálvio está PESADÃO. Já foi o grande Sálvio. Agora é uma BANALIDADE. Corre pouco, perdeu capacidade de drible, é VULGARÍSSIMO, mas mesmo assim o PATETA do l.f.vieira renovou-lhe o contrato e aumentou-lhe ESCANDALOSAMENTE os honorários mensais!!!

O BENFICA, O MEU QUERIDO E AMADO SPORT LISBOA E BENFICA está entregue aos FALSO-COMPETENTES.
Esta direcçãozeca e presidentezeco do meu querido BENFICA vale ZERO X ZERO = ZERO.

Com um TREINADOR COMPETENTE E À BENFICA E COM UMA DIRECÇÃO A SÉRIO E TROCANDO A MERDA DOS ANDRÉS ALMEIDAS E JARDEIS POR jogadores a sério, o Benfica seria Campeão quase a JOGAR DE COSTAS.
sÓ ERA PRECISO QUE EM VEZ DE APITADoRES CORRUPTOS E ESCRAVOS ao oporco e ao riporting existissem VERDADEIROS E COMPETENTES E SÉRIOS ÁRBITROS.

Ainda no jogo de hoje o apitador lagartinácio lúis godinho marcou 25 faltas contra o Benfica e 19 contra o rio-Ave.Das 25 marcadas contra o Benfica, metade nem sequer existiram.

O BENFICA É O CLUBE A ABATER PELA MÁFIA ANTI-BENFICA que comanda a ligueca PORCOguesa.
Se tivesse um PRESIDENTE A SÉRIO E UMA DIRECÇÃO A SÉRIO ABANDONAVA ESTA ESTERQUEIRA DE CAMPEONATO E PEDIA AOS ESPANHÓIS PARA JOGAR EM ESPANHA. NEM QUE TIVESSE DE COMEÇAR NA 2ª DIVISÃO. já tenho nojo deste futeboleco porcoGUÊS, E AINDA VEJO JOGOS MAS SÓ OS DO BENFICA. o resto quero que vão todos à grande puta que os pariu, menos o grande Boavista, que esse é o UNICO, juntamente com o Benfica que não se vende ao oporco corrupto.

BENFICA SEMREEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE O MAIOR EO MELHORRRRRRRRRRRRR.


P.S. Odysseas Vlachodimos muito bom entre os postes, BANAL a sair aos cruzamentos e medíocre a ler o jogo, pois para sair da baliza é uma ETERNIDADE......
Alguém COMPETENTE que o ensine a JOGAR FORA DA BALIZA. URGENTEMENTE.
De Henrique Teixeira a 7 de Janeiro de 2019 às 10:12
Não gostei do Benfica no plano defensivo: A equipa sofreu 2 golos mas podia ter sofrido mais alguns, contra um Rio Ave desfalcado que vinha de 5 derrotas nos últimos 6 jogos.Face ao mau desempenho da dupla de centrais nos últimos jogos, nomeadamente do Jardel, pensei que Bruno Lage optasse por Conti ao lado de Rúben Dias- Mais uma vez a mesma dupla falhou neste jogo e se os argentinos, pelo menos um, não forem alternativa estamos mal. Do lado direito André Almeida é o que se sabe e o seu substituto também já mostrou que não serve.De Odisseas já gostei mais do que agora, pois tem revelado defeitos que não lhe conhecia.
O lado positivo da equipa, para lá da vitória, foi a atitude, a crença e a capacidade ofensiva. Seferovic e João Félix, quanto a mim, fizeram os seus melhores jogos pelo Benfica empolgando a assistência: Pizzi, Grimaldo e Zivkovic também estiveram muito bem. Estranhei não ver este último como titular, pois parece-me ser a par de Jonas, o mais inteligente jogador da equipa, e como se viu a sua entrada fez-se logo notar com a magnífica assistência para golo. Também João Félix me parece ser muito inteligente.
Em suma, com altos e baixos voltamos às vitórias.
P.S. A semana passada quando me referi à má prestação do Benfica no recente jogo com o Aves, queria escrever Taça da Liga mas saiu-me Taça de Portugal. Peço desculpa pelo lapso.
De Dias Pereira a 7 de Janeiro de 2019 às 22:45
Boa noite.
Esperava muito mais do jogo. Sinceramente…
Ao contrário do que era a expectativa, vi muito poucas diferenças para o que tem sido o nosso futebol, no passado recente. Continuámos a jogar de forma lenta, muito lateralizada – embora, a espaços, tenhamos sido mais objectivos na saída para o ataque… – e, sobretudo, continuamos a ser desesperadoramente lentos e permissivos a defender e muito pouco eficazes a matar o jogo ofensivo do adversário. Seja ele quem for, do Bayern ao Montalegre!
Os adversários de ontem voltaram a poder fazer longuíssimos raides, desde as suas zonas mais recuadas até à nossa baliza, pelo meio ou pelas alas, continuaram a ter permissão para navegar em frente à nossa baliza sem que ninguém safasse dalí a bola, a cruzar e a rematar conforme mais jeito desse, a saltar e a chegar sempre primeiro à bola e, por isso, não surpreendeu que, quase nas duas primeiras vezes que foi à nossa baliza, marcasse dois (!!!) golos. No primeiro, um adversário entrou pelo flanco esquerdo, sozinho, esteve rodeado por seis (!!!) jogadores nossos e, mesmo assim, entrou na área, sempre com a bola controlada, cruzou-a, esta atravessou a área em frente à baliza, foi recuperada junto à linha de fundo por um outro atacante que a voltou a cruzar para a pequena área, onde apareceu um (!!!) adversário a antecipar-se a toda a defesa – Odysseas incluído!... – para fazer o golo. E, no segundo golo, cenário idêntico, com a bola a ser cruzada, por alto e em arco bem curvo, para a pequena área, onde o ponta-de-lança saltou entre o central e o lateral, quase prensado entre eles, cabeceando para o fundo da baliza. Miserável desempenho defensivo! Uma vez mais…
Mas o jogo acabou por correr bem, para felicidade nossa. Mesmo tendo-se a equipa empertigado qualquer coisa, o nosso futebol continuou a ser atabalhoado e pobre, apesar da maior presença na frente da baliza adversária, já que Seferovic e João Félix iam dando que fazer aos defensores do Rio Ave. Acabámos por empatar num curto espaço de tempo, com um bom golo do Seferovic e, depois, com um remate oportuno do João Félix, num ressalto de bola em que a defesa adversária também não foi lesta a aliviar.
E se esperava que, na segunda parte, viéssemos mais pressionantes e assertivos sobre a bola, acabei por ver o adversário continuar a jogar com alguma liberdade ofensiva e criar situações complicadas na nossa zona defensiva. Voltámos, contudo, a ter alguma felicidade, pois numa saída para o contra-ataque, com Zivkovic já em campo, uma assistência deste para a zona da pequena área permitiu que João Félix, com o pé direito, em habilidade, se antecipasse ao central e desviasse para o fundo da baliza do Rio Ave. E foi novamente na sequência de outra situação complicada na nossa grande área que, também em contra-ataque, Seferovic recebeu um passe de Pizzi e, de pé esquerdo, de primeira, colocou a bola fora do alcance do guardião adversário e fez o 4-2.
Ou seja, quando todos esperavam ver um Benfica com claro ascendente no jogo, determinado e assertivo, dominador - no jogo jogado e no resultado - a realidade foi bem outra. Jogo pobre, com os erros do costume, com jogadores pouco decididos e muito contemplativos, permissivos a defender e lentos e previsíveis a atacar, enfim... mais do mesmo! E isto a jogar em nossa casa, contra um adversário que não ganha desde a idade da pedra e tem, , a pior (ou a segunda pior...) defesa do campeonato!
Se, ontem, os jogadores tivessem jogado com as camisolas trocadas, ninguém teria achado estranho que as melhores oportunidades tivessem sido criadas pelos que jogavam, então, com as camisolas vermelhas (trocadas!), ou que os centrais (na verdade, toda a defesa...) dos de camisolas verdes e brancas às listas verticais (trocadas!) tivessem dado as abébias que deram!

(continua)
De Dias Pereira a 7 de Janeiro de 2019 às 22:45
Se, ontem, os jogadores tivessem jogado com as camisolas trocadas, ninguém teria achado estranho que as melhores oportunidades tivessem sido criadas pelos que jogavam, então, com as camisolas vermelhas (trocadas!), ou que os centrais (na verdade, toda a defesa...) dos de camisolas verdes e brancas às listas verticais (trocadas!) tivessem dado as abébias que deram!
Não se pode admitir que jogadores como os que temos no plantel tenham desempenhos tão paupérrimos nem posturas tão passivas e desajustadas como o que se tem visto! Se for para se continuar a permitir este tipo de situação, então de nada terá servido a saída de Rui Vitória! É preciso que se abram bem os olhos, e que aqueles que por lá continuam, com irrecusáveis responsabilidades na equipa, as assumam, decisivamente! Isto - sim, isto! - não é o Benfica!
É preciso pôr travões a fundo, sob pena de voltarmos aos malfadados anos 90...
A cada um há que exigir a assumpção das responsabilidades próprias!
Viva o Benfica!
Saudações benfiquistas!
De E Pluribus Unum a 8 de Janeiro de 2019 às 22:54
Tudo, absolutamente TUDO verdade, o que o caríssimo Dias Pereira nos transmite nos seus comentários.
Não queria, mas infelizmente estou em total acordo consigo.
Parabéns por ser o ENORME BENFIQUISTA que prova ser.

LIVE THE EAGLES FOREVER. THEY ARE THE REFERENCE OF CRIATION.
THEY ARE SUBLIME.


Benfica, Benfica, Benficaaaaaa................... Sempreeeeeeeeeeeee, aqui e em todo o lado, o MAIOR e o MELHOR Clube de Portugal.
De Dias Pereira a 9 de Janeiro de 2019 às 00:14
Boa noite, caro E Pluribus Unum.
Se o sucesso do nosso Benfica dependesse da paixão com que acompanhamos a sua vida, poderíamos estar seguríssimos das maiores venturas. Contudo, pelo andar da carruagem percebe-se, sem grande dificuldade, que se aproximam tempos de borrasca...
Porque as coisas teimam em não encarreirar, e porque o homem que está ao leme - ou que devia estar... - está claramente em rota de colisão com largos sectores da nação benfiquista, e já terá entrado em modo eleitoral, numa fúria desesperada para não perder o comboio.
E, depois, com a bússola avariada - desde o "ainda vão chorar pelo Rui Vitória", até ao "Se José Mourinho quiser vem já... dinheiro não é problema!", passando pelas bacocas entrevistas nas estações de televisão afectas aos grupos editoriais que tão mal têm tratado o Benfica, ou pelas anedóticas notícias de "reforços para a pesca desportiva" (!!!), quando o futebol e as modalidades maiores estão como estão - é completamente impossível manter um rumo coerente!...
Quo Vadis, Benfica?
Resta-nos cerrar fileiras, erguer a voz e tudo fazer para parar o descalabro...
E não podemos baixar a guarda!
Viva o Benfica!
Saudações benfiquistas!
De E Pluribus Unum a 9 de Janeiro de 2019 às 15:24
Totalmente de acordo com a sua linha de pensamento, caro Dias Pereira.
L.f. vieira não tem a mínima categoria para ser Presidente do Benfica, mas julga-se o DONO dele, do nosso Benfica. Por isso é que disse na INDIGENTE entrevista à SIC - um dos tais canais que está na penúria das audiências e não só, e que tão mal tem tratado o nosso Benfica, e elevado os nosso INIMIGOS oporco e riporting -, que ficou muito admirado com a acção dos Sócios (NNB) no final do jogo a cantarem o "SÓ FALTA O vieira, SÓ FALTA o vieira, SÓ FALTA o vieira ", .... numa clara mensagem de que estão fartos desse INCAPAZ e INÚTIL para defender de verdade o Benfica e colocá-lo mesmo a sério num nível verdadeiramente Europeu.

Esse homenzinho não tem o mínimo sentimento nem a mínima paixão pelo nosso Benfica. O nosso querido SLBENFICA para ele - que até gosta, é de fatos de treino pretos, quando as nossas cores são o VERMELHO E O BRANCO - , esse homenzinho de MERDA, dizia eu, faz apenas do Benfica o seu MODO DE VIDA e de ganhar dinheiro e ter NOTORIEDADE PÚBLICA que de todo não merece.

Quando tantos e tantos milhares / milhões de BENFIQUISTAS sofrem pelo Benfica e pela sua humilhante prestação desportiva dentro e fora dos recintos desportivos onde os nossos Sócios e Adeptos são achincalhados e mesmo assim não deixem de seguir e apoiar o Clube, esse BOSTA, esse MONTE DE BURRICE com duas patas diz com toda a calma do Mundo - em vez de se mostrar preocupado e deixar uma mensagem CLARA E SÉRIA de recuperação da Grandeza desportiva do Clube - , diz com toda a calma do Mundo, dizia eu, que está muito feliz, bla,bla,bla,.... que a vidinha lhe corre muito bem, bla,bla,bla,,,, pois não é por causa do futebol que as coisas lhe vão deixa de sorrir!!!!!! e ser muiiiiiiiiiiiiiiiiito felizzzzzz!!!!

Mas, agora pergunto eu: é ESTE PAROLO ENGRAVATADO, catedrático em vender a BANHA DA COBRA e manipular os tótós, que os BENFIQUISTAS querem e aceitam como Presidente do seu Clube, que é o Maior e o Melhor do País?!?!?!

Se lhe querem atribuir os méritos pelas infra-estruturas, e nesse campo não tenho críticas a fazer-lhe, antes pelo contrário reconheço esses mesmos méritos, então mandem o homenzinho para VICE-PRESIDENTE DAS OBRAS e por favor elejam um VERDADEIRO BENFIQUISTA E UM PRESIDENTE A SÉRIO.

Gestão desportiva anacrónica, pois fica com os jogadores até caírem de velhos ( Júlio César, Luisão, proximamente Jonas, etc.etc,etc.) e não é capaz de os substituir quando o rendimento desses jogadores cai para cerca de metade, ficando com eles até andarem quase de muletas.

Oh fracote vieira, o GLORIOSO E INIGUALÁVEL SL-BENFICA não é o teu alverquinha. RUAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
RUAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
RUAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA que assim já podes mais facilmente andar atrás do corrupto-mor bimbo da bosta para lhe prestares VASSALAGEM como fizeste nos tempos em que "dirigias" o Alverca.


BENFICA BENFICA BENFICAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA SEMRPEEEEEEEEEE O MAIOR E O MELHORRRRRRRRRRRR

LIVE THE EAGLES. THEY ARE THE REFERENCE OF CRIATION. THEY ARE SUBLIME.
De E Pluribus Unum a 11 de Janeiro de 2019 às 04:33
Adeptos "Benfiquistas" de MERDA. Como podem esses adeptozitos serem exigentes com a equipa, com a "estrutura" que "comanda" o Clube, com a "Direcção" e presidentezeco, etc,etc,etc,... se nem com eles próprios têm um mínimo de exigência?!?!
Já começaram a FUGIR como ratos a abandonarem o navio em situação de afundamento?!?!

Como é que é possível, num Blog com uma denominação particularmente bem escolhida de TERTÚLIA BENFIQUISTA, afecta e DEFENSOR de um Clube que é o Maior e o Melhor do país, Clube esse com milhares de Sócios e milhões de Adeptos, depois de uma grande vitória alcançada numa verdadeira REMONTADA em que fomos capazes de marcar 4 (QUATRO) golos, dois dos quais autênticas OBRAS DE ARTE no Mundo do Desporto/FUTEBOL, passados que foram já seis dias após o jogo, apenas 3 (TRÊS) verdadeiros BENFIQUISTAS tenha sido capazes de comentarem e trocarem opiniões sobre "aquilo" que dizem que amam?!?!?!

TRISTÉRRIMOS E FRACOTES ADEPTOS.
SEGUIDORES DE vieiras e quejandos, que também devem gostar mais de andarem de fatos de treino pretos e de jogar à sueca do que do Glorioso e Inigualável SPORT LISBOA E BENFICA.

Pois é, Luís Vaz de Camões, há cerca de 500 (QUINHENTOS) anos já dizia, e dizia MUITÍSSIMO bem e acertado:

"Um FRACO Rei faz FRACA a FORTE gente".

1000000000000000000000000000000000000000% verdadeira este seu postulado.

LIVE THE EAGLES. THEY ARE THE REFERENCE OF CRIATION. THEY ARE SUBLIME.

P.S. Quem me dera ser cristão ( sou agnóstico) para poder acreditar nisto:

" ESMAGAREI dragões e leões e subirei aos céus nas asas de uma ÁGUIA".

BENFICA BENFICA BENFICAAAAAAAAAAA
BENFICAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA SEMRPEEEEEEEEEEEEEEEEEE CONTIGO ATÉ MESMO DEPOIS DA MORTEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Segunda

Cambalhota

Agonia

Fogacho

Redenção

Festa

Pouco

Longe

Arraial

Panaceia

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds