VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Domingo, 29 de Setembro de 2019

Caro

O ponto está muito caro por estes dias. E esta noite, num jogo que em termos exibicionais teve períodos que até se poderiam encaixar numa fase menos boa da era Rui Vitória, confirmámos isso mesmo. Somámos os indispensáveis três pontos mas foi preciso suar muito, e resta por saber qual o preço exacto que pagámos por eles.

 

 

Voltámos ao onze mais habitual, sendo a maior novidade a aposta no Gedson para segundo avançado, relegando o De Tomas para o banco de suplentes. O jogo previa-se complicado frente ao mais do que esperado autocarro do Setúbal e infelizmente não foram necessários muitos minutos para se ficar com a certeza de que seria mesmo assim. Achei aliás que o lance em que, logo nos primeiros minutos, o Seferovic se isolou e conseguiu ir a correr direito ao guarda-redes e chutar desastradamente a direito contra ele (apesar do lance depois ser anulado por fora-de-jogo) foi um presságio para a falta de inspiração ofensiva da nossa equipa. O Setúbal foi jogar claramente para o nulo. Não admira que tenha apenas um golo marcado no campeonato, porque não mostrou a menor intenção de procurar o golo. Foi simplesmente defender com unhas e dentes, com um bloco muito baixo e toda a gente atrás da linha da bola, recorrendo ao antijogo se fosse necessário - logo na primeira parte já o guarda-redes se dedicava a perder tempo em qualquer reposição de bola. Só que perante equipas destas exige-se que o Benfica procure o golo de forma mais decidida do que o fez, porque senão apenas está a facilitar o trabalho à equipa adversária. Em relação ao Benfica que conquistou o último campeonato graças a uma segunda volta brilhante, este Benfica parece ter perdido objectividade. O que caracterizava o Benfica da época passada era uma procura incessante do golo, transições rápidas que faziam a bola chegar a zonas de finalização através de futebol vertical e simplicidade de processos, e depois muita gente a aparecer nessas zonas para resultar em muitas finalizações por jogo. Esta noite vi demasiada complicação de processos. Muitos passes desnecessários sem progressão (daí virem-me à memória jogos da era Rui Vitória) e a lentidão daí resultante a permitir sempre ao adversário reorganizar-se e preparar-se para cada ataque nosso. E se compreendo que por vezes a progressão era dificultada pelo autocarro do Setúbal e éramos mesmo obrigados a fazer a bola circular, também achei que essa circulação foi quase sempre feita sem muita velocidade, e nas ocasiões em que tínhamos oportunidade para sair mais rápido complicámos quase sempre o processo. E quando a bola era metida para zonas mais próximas da baliza adversária, havia muita falta de presença na área - por diversas vezes andava lá o Seferovic sozinho (quando não estava em fora-de-jogo) no meio de cinco ou seis adversários. Por isso, mesmo tendo o jogo tido sentido único e sendo quase todo disputado no meio campo do Setúbal, o nulo ao intervalo não era surpresa.

 

 

Alteração imediata para a segunda parte, com a troca do Fejsa pelo Gabriel na tentativa de acrescentar maior capacidade de passe para desposicionar a camião TIR sadino. E o Benfica até melhorou mesmo e imprimiu mais velocidade ao seu jogo, mas curiosamente foi nessa altura que o Setúbal conseguiu pela primeira vez no jogo criar uma ocasião de maior perigo e fazer o seu primeiro remate, num contra-ataque que consistiu numa iniciativa individual pela direita que terminou num remate à malha lateral. Continuava a ser muito difícil ao Benfica ultrapassar o autocarro de Setúbal, e só à passagem da hora de jogo, quando o Vinícius rendeu o Pizzi, é que o Benfica conseguiu finalmente aumentar de forma notória a pressão sobre a baliza adversária. E não demorou muito até obter resultados directos disso, pois apenas quatro minutos depois de ter entrado o Vinícius conseguiu finalmente derrubar a muralha sadina. Na sequência de um canto marcado pelo Grimaldo o Makaridze fez uma defesa incrível a um primeiro remate do Ferro, tendo o Rafa recuperado a bola. Depois de ganhar a linha de fundo tentou o centro, o Makaridze tentou afastar a bola mas deixou-a ao alcance do Vinícius, e este com um bom trabalho individual antecipou-se à tentativa do guarda-redes de agarrar a bola e depois de se virar fez um remate algo enrolado que levou a bola a entrar bem junto do poste. O mais difícil estava feito, até porque o Setúbal não parecia mostrar capacidade para atacar e colocar a nossa baliza em risco. Foi aliás o Benfica a estar completamente por cima no jogo, entusiasmado pelo golo e pelo apoio nas bancadas. Pensei que caminharíamos para uma vitória mais ou menos tranquila, provavelmente com pelo menos mais um golo marcado, mas a dez minutos do final o lagartito do apito resolveu entrar em acção e dar mais emoção ao jogo - já tinha ficado com a impressão de que tinha ignorado um possível penálti sobre o Rafa quando este foi abalroado na área. Numa bola dividida em que o Taarabt entra em carrinho, joga a bola e acerta também no adversário, resolve expulsá-lo. A partir daqui o Benfica passou a jogar com nove, porque o Vinícius foi fechar a esquerda e foi literalmente um jogador a menos, incapaz de acompanhar o lateral daquele lado ou prestar qualquer tipo de auxílio a defender. O amarelo mostrado ao Vlachodimos mostrou a intenção do lagarto Martins: chegado a casa fui contar o tempo, e ele conseguiu amarelar o nosso guarda-redes por perda de tempo quatro segundos depois da bola ter saído pela linha final. Isto depois de ter permitido ao Makaridze tudo e mais alguma coisa no que diz respeito à perda de tempo. Mas o Setúbal é uma equipa demasiado rotinada a defender e portanto muito pouco capaz no que diz respeito a procurar o golo. Apesar do domínio territorial exercido até ao final e do natural nervosismo dos adeptos, o número de ocasiões de perigo criadas durante o tempo que passou até ao lagarto Martins desistir de tentar dar uma pequena alegria às suas hostes no meio de tanta desgraça foi exactamente zero. Não vou dizer que foi por causa do árbitro que o Benfica teve tantas dificuldades em vencer este jogo, mas a opinião com que fico (mesmo dando o desconto que tenho péssima opinião deste árbitro) é que foi uma arbitragem claramente desastrada e mesmo tendenciosa.

 

 

É muito difícil escolher algum jogador a destacar na exibição do Benfica esta noite. Gedson foi uma aposta falhada a segundo avançado. O Seferovic dividiu o seu tempo entre estar fora-de-jogo e falhar ocasiões. O Pizzi esteve apagadíssimo, o Taarabt, apesar de tentar passes de ruptura, quase sempre deu mais um toque na bola e atrasou o jogo o tempo suficiente para permitir a intercepção a um adversário. Talvez o Rafa, como de costume, tenha o mérito de tentar criar desequilíbrios mesmo que através de iniciativas individuais.

 

Como disse no início, vamos esperar para ver qual o preço a pagar por esta vitória. O André Almeida teve que ser substituído antes do final. O Rafa, um dos nossos jogadores mais influentes, terminou o jogo em grandes dificuldades, sobretudo por causa de uma trancada que levou no tornozelo num lance que não mereceu por parte da arbitragem o mesmo critério que utilizou em relação ao Taarabt. De qualquer forma parece-me que é evidente para todos, incluindo o Bruno Lage, que temos que melhorar a nossa produção ofensiva. Senão vamos ter grandes dificuldades contra todas as equipas que se fecham assim atrás quando jogam contra nós. Que são quase todas as equipas do nosso campeonato.

 

P.S.- Já acabavam com a parvoíce do fogo de artifício e labaredas e outras coisas tais, não? Andar a atirar foguetes antes do jogo é estar a pedir para depois ir apanhar as canas. Que desperdício de dinheiro numa coisa perfeitamente inútil. Já basta ter que levar com música aos berros que nem deixa uma pessoa ouvir ou apreciar as manifestações do público como aplausos à equipa ou vaias ao lagarto que arbitrou. Hoje em dia parece que já nem sequer temos tempo para festejar um golo do Benfica sem levar logo com música aos berros e o speaker aos gritos em cima.

tags:
publicado por D`Arcy às 01:18
link do post | comentar
10 comentários:
De Anónimo a 29 de Setembro de 2019 às 14:25
Boas,

A análise do Carlos é a primeira ou a segunda que leio pós-jogo do Benfica, dependendo de quem publica primeiro, o Carlos ou o João Gonçalves.
É uma necessidade de há muitos anos, desde que travei conhecimento com a TB, na altura fui para aqui mandada por um post acerca do Djokovic, no ano em que ele ganhou o então Estoril Open, ainda ilustre desconhecido. Nunca me esquecerei do remate do post: «ò pá, deixa lá essas coisas, a gente só quer saber que tu não gostas do Sporting» (cito de memória). Adorei.
Esta manhã, porém, não vim ler o post do Carlos acerca do jogo de ontem, per se, vim ler acerca da bosta que chancou pelo relvado da Luz, de apito nas beiças. E sinceramente, para quem não esteve na Luz, o Carlos é muito meigo com este excremento com pés, que fez de mim e dos mais de 53 mil espetadores de ontem autênticos palhaços, obrigados a assistir a uma pantomina de arbitragem, que mais não foi do que gozar com o adepto do Benfica durante mais de 90 minutos.
Embora se fale do penalti, das expulsões, a perdoada ao Setúbal e tão rapidamente feita ao Benfica, há toda uma variedade de truques manhosos de que este «artista» se socorreu para inclinar o campo. Juro-vos que o meu choque já durava há tanto tempo que, quando o Vlachodimos é amarelado, eu só tive capacidade para abrir a boca e esbogalhar os olhos. A sanha deste fdgp era tão grande que eu estava à espera que ele pegasse na bola e a enviasse para dentro da baliza do Benfica, com as mãos. Tenho a certeza que o VAR validaria a jogada, de resto.
Era como se tivesse entrado numa dimensão paralela, em que os de verde eram os melhores jogadores do mundo, conseguindo desarmar os "coxos" de vermelho SEM QUALQUER FALTA! Já os jogadores do Benfica, pagos a peso de ouro, nunca conseguiam desarmar sem cometer falta. Só que não! A realidade alternativa não era minha, era dos óculos verdes que o execrável TM tinha nas fuças. Pizzi levou pancada de criar bicho, mas para o fdgp era sempre segue para bingo. E se alguém vier com a conversa de ah e tal, se não protesta é porque o árbitro decidiu bem, recomendo a visualização da amostragem dos cartões amarelos a Fejsa, Grimaldo. O Bruno Xonades é que pode espernear e cuspir-se todo para mostrar desagrado face a decisões arbitrais. Os jogadores do Glorioso sabem bem o que os espera ao menor movimento reivindicativo...
O cartão amarelo ao Vlachodimos é caso de polícia, como o Carlos bem explicita, mas e o do Grimaldo? Um fora de jogo, o terceiro, mal assinalado, pelo mesmo fiscal que não viu o Rafa ser abalroado dentro da área, nem a tentativa do 22 do setúbal de acabar com a época do Rafa.
Isto aconteceu mesmo, e eu estive lá e vim para casa aturdida, incapaz de encontrar uma explicação para 3 árbitros mais VAR, isto é 4 cérebros, supostamente a funcionar corretamente poderem fazer a demonstração mais cabal de indecorosa tentativa de viciação de resultado de um jogo de futebol, de forma impune. Porque não foi incompetência, só, houve gostinho, houve batotice sancionada superiormente.
De D`Arcy a 29 de Setembro de 2019 às 15:15
Obrigado pelo comentário, mas só um reparo: eu não sou o Carlos :)
De BI-Campeão EUROPEU a 29 de Setembro de 2019 às 16:14
Caro "anónimo" BENFIQUISTA, subscrevo inteiramente o que escreveste.
Infelizmente é este o Benfica que temos actualmente. O Benfica ACOSSADO e de CÓCORAS desse inefável ex-vendedor de pneus, lfvieira, personagem LESMA, MANSA e COVARDE, que não é capaz de defender o BENFICA e os seus milhões de Adeptos, que já vêem os jogos do nosso querido e amado Clube como uma TORTURA EXECRÁVEL e COVARDE exercida pelos apitadores ao Benfica e a quem o ama.

Como pode um "treinador" do Benfica perante uma APITADORAGEM destas efectuada por esse EXCREMENTO com duas patas, no fim do jogo COVARDEMENTE dizer que "não falo de arbitragens"!!!!!!

Mas afinal que MERDA de gente é que o Benfica tem dentro das suas portass?!
Gente COVARDOLA apenas interessada em defender a sua imagem e subservientes ao COVARDE e ESTÚPIDO "politicamente correcto"!!!!

Puta que pariu esta gentinha. Quem não é capaz de DEFENDER E GRITAR pela VERDADE não pode estar no Benfica.

O Benfica é o MAIOR E O MELHOR DE PORTUGAL EM TUDOOOOOOOOOOO, mas infelizmente tem uma Direcção e Presidente de COVARDES E MANSOS que transmitem para a sociedade e SACIEDADE que são uns PIGMEUS ASSUSTADOS que têm medo de tudo.

Acordem BENFIQUISTAS. Esse vieirita o que quer é que não chova para os lados dele e continuar a fazer os seus negócios no Clube.
As pernas e joelhos e tornozelos de RAFA, e de todos os outros Rafas do Benfica não lhe interessam nada. e os BENFIQUISTAS - a maioria - ainda apoiam e acreditam neste COVARDOLA E MANSO elevado à potência infinita?!?!?!?!

Quanto a esse GRANDE FILHO DA PUTA, o excremento vestido tiago martins, desejo-lhe que lhe passe um CAMIAO TIR POR CIMA DA ABÓBORA que carrega nos ombros a fazer de cabeça e que o RELE TODO. TODO.
VAI PARA O INFERNO MONTE DE MERDA tiago martins.

BENFICA SEMRPEEEEEEEEEEEEEEEEEE O MAIOR E O MELHORRRRRRRRRRRRRRRRRRR

De Anónimo a 29 de Setembro de 2019 às 22:35
https://www.ligaportugal.pt/pt/liga/arbitro/20172018/59690
De Luís Manuel a 29 de Setembro de 2019 às 16:54
Olá D'Arcy,

Obrigado pelo post e pela boa análise ao jogo. É verdade o que dizes relativamente às diferenças entre o Benfica da segunda volta do campeonato passado e o Benfica das primeiras jornadas deste. No entanto, espero que com o regressso à boa forma de jogadores tão importantes como o Gabriel,Gedson, Seferovic e Pizzi (parece-me que este último tem jogado fisicamente bastante limitado de há umas semanas para cá, fruto de alguma lesão mal debelada, não sei), e com uma melhor adaptação dos jogadores novos e jovens que chegaram, a equipa possa melhorar. A qualidade está lá, a base da equipa manteve-se, portanto temos todas as condições para melhorar e acredito que iremos fazê-lo. Espero que a lesão do Florentino não seja de difícil e demorada recuperação, que este jogo não tenha deixado mais jogadores lesionados (se o Rafa não se lesionou depois de uma entrada daquelas é quase um milagre), e sinceramente gostava de ver o Samaris na primeira equipa, ou pelo menos nos convocados, porque é um jogador importante também e que dá mais força ao nosso meio-campo.

Apesar da tal complicação de processos que referes, e com razão, acho que a equipa nunca deixou de lutar, por vezes de forma atabalhoada, é verdade, mas entregou-se sempre ao jogo. Agora é concentração total para o jogo muito difícil na Rússia.

Força, Benfica!

P.S.: Concordo em absoluto com o teu P.S. ! Com tanta música e speaker e foguetes, mais parece uma feira! Por mim, acabava com isso tudo de uma vez. Quanto ao árbitro, nada de novo e de que já não estivesse mais ou menos à espera...
De Redpower a 29 de Setembro de 2019 às 20:04
Vamos lá ver: somos os campeões em título, vencemos o primeiro troféu da temporada de forma espetacular, estamos em segundo no campeonato a 1 ponto do Famalicão, perdemos a primeira jornada da Liga dos Campeões, mas ainda nada está decidido, embora tenhamos muito a melhorar. Temos um clube sólido, com gente competente como têm provado, temos um futuro risonho no horizonte.
Não sou cego e vejo coisas que mesmo agora não me agradam, mas no geral é inegável que temos um Benfica saudável e com muita margem de crescimento.

No entanto o que vemos? Assembleias em que parece que temos um clube à beira do abismo, gente (minoria felizmente) a assobiar no estádio, e os mesmos energúmenos infiltrados que vêm para aqui insultar com maiúsculas.
Há muito oportunista que quer ir para o Benfica por interesses próprios. Que estão pouco se lixando com o futuro do clube e que apenas se querem servir a si próprios. Na democracia saudável a oposição é normal, mas os insultos e as guerrinhas sem sentido só servem os badalhocos como o diretor de comunicação dos corruptos. Esses é que merecem ser insultados, enxovalhados.

O que essa amostrinha de gente veio fazer publicamente ao Fábio Cardoso que até ameaças recebeu daquela gentinha que pensa estar nos regionais é inconcebível. A claque dos super merdões chamou macaco a um jogador adversário, mas a procissão continua e nada acontece. O vídeo-árbitro tem demonstrado sem qualquer vergonha que há muita corja que ainda persiste na arbitragem. Ontem fomos arbitrados por uma criatura que mostrou claramente que não gosta do Benfica e que ao mínimo deslize nos penalizaria.
Tudo isto e contra quem nos viramos? Contra os nossos, servindo assim quem nos quer deitar abaixo, nomeadamente Porto e Sporting, ou até aqueles que vestem pele de cordeiro, mas que pelo menos a mim não me enganam...

Enfim, falando do jogo, ganhamos que é o mais importante. O nível exibicional tem sido baixo, algo por que todas as equipas passam, mas o importante é conseguir ganhar mesmo quando não se joga bem.

Que o nosso treinador e a nossa equipa saibam que a maioria dos benfiquistas são civilizados e têm dois dedos de testa e que mais uma vez vão ser o colinho desta equipa. Assim esperamos.

VIVA O BENFICA!
De Planeta Terra a 30 de Setembro de 2019 às 10:26
Nem mais, Redpower. 100% de acordo.
De Artur Hermenegildo a 30 de Setembro de 2019 às 14:36
Viva. Algumas notas.

Se de facto onetm a opção de Gedson a segundo avançado não funcionou de todo, e devia ter sido corrigida mais cedo, o facto é que a ideia não me parece desajustada. o que se passa é que o Gedson está ainda fora de forma, após vários meses parado.

A saída do Fejsa ao intervalo pareceu-me uma má opção; era ele em grande parte o responsável por o Vitória quase não ter passado a linha de meio campo na primeira parte, e logo no início da segunda parte viu-se a falta que fez.

Conciliando estas duas notas, talvez a entrada do Gabriel devesse ter sido por troca com o Gedson, avançando o Taarabt.

De Anónimo a 1 de Outubro de 2019 às 14:20
Não percebo este amor do Lage pelo Taraabt, há no plantel muito melhores opções como o Jota ou o Zivkovic, ou por exemplo o Krovinovic que foi emprestado mas que poe o Taraabt no sapato ainda por cima treinou sempre para jogar ao contrario do outro que passou grande parte do contrato em bares e a gozar com todos
De Dias Pereira a 1 de Outubro de 2019 às 00:28
Boa noite.
Começam a faltar adjectivos para qualificar a (falta de) qualidade do nosso futebol. Se dissermos que está bem abaixo de paupérrimo, e muito próximo de desastroso, não andaremos longe da verdade...
A equipa é incapaz de se empolgar e de jogar com garra, intensidade e determinação, mas também está, completamente, órfã de uma liderança técnica capaz de - como se impunha! - reverter a miserável prestação, individual e colectiva, que vemos repetidamente evidenciada, desde há muito. Sejamos honestos: jogar o que nós jogamos, com as condições e recursos existentes, é absolutamente inadmissível! É, mesmo, uma ofensa ao clube, aos sócios e a toda a massa adepta!
É verdade que os atletas estão a comprometer o desempenho colectivo, porque têm sido incompetentes e incapazes, em termos físicos, técnico-tácticos e anímicos. Mas não é menos verdade que já todos percebemos que não é por sua vontade própria a insistência num futebol mastigado, lateralizado, de muita posse mas muito pouca progressão, a privilegiar estupidamente o jogo interior - e a esbarrar, natural e inapelavelmente, nas defesas adversárias - e a ensaiar, para inglês ver, inócuos passeios pelas faixas laterais, muitas vezes em absoluto vai-e-vem inconsequente, num idiótico exercício de desperdício de tempo e energias, e noutras a culminar com disparatados cruzamentos, habitualmente (muito!) por alto e a caírem nas laterais opostas!
Há uma predisposição, inequívoca, para as massas embarcarem na idolatria fácil e gratuita de quem se possa identificar, ou confundir, com determinada circunstância que tenha tido um final feliz. Mas se os nossos adversários directos não tivessem, no terço final do campeonato passado, tropeçado como o fizeram, estaríamos todos nós a maldizer a situação de ainda não termos resolvido, atempada e eficazmente, o problema da liderança técnica da equipa.
Bruno Lage é, na minha opinião - que vale apenas o que vale... - um treinador fraco, com pouca capacidade de liderança, titubeante em situações de maior aperto, com uma confrangedora capacidade de ler, e mexer, no jogo, e que opta por um discurso que ele julga ser redondo e politicamente correcto, no qual todos os adversários que jogam com o Benfica são sempre grandes equipas, sempre muito bem orientadas e servidas por jogadores muito rápidos no ataque, blá, blá, blá, blá, blá...
Até parece que as melhores condições, os jogadores mais caros, os maiores orçamentos... estão com os Gil Vicentes, Moreirenses, Belenenses's ou Setúbeis desta vida!
Com Bruno Lage, desde que foi convocado pelo homem que vê luzes para tomar conta da loja, vencemos o campeonato - com mérito, mas também com muita felicidade, nos nossos jogos e nos desfechos dos jogos dos adversários... - mas perdemos a Taça da Liga, a Taça de Portugal (numa eliminatória inenarravelmente mal perdida!) e fizemos uma campanha internacional miserável! Que já começámos a repetir este ano...
E para ajudar à festa, num rodopio de anormalidades, o presidente do clube, criticado por um sócio no livre exercício da expressão da sua opinião - ou mesmo que seja de outros, não interessa! - perde a compostura e atira-se-lhe ao pescoço, em plena assembleia geral!
Não se lembrou o presidente de levantar a voz - não era preciso apertar-lhes o pescoço... - a quem, na Liga e na Federação, na Comissão de Disciplina ou no Conselho de Arbitragem... - se permite, repetida, abusiva, ilegítima e reiteradamente, lesar o Benfica e desrespeitá-lo, nacional e internacionalmente, causando-lhe danos de grande monta! Não, isso não! Há que continuar a apoiar Proenças e Gomes's, e outras avantesmas - sabe-se lá porquê, ou a troco de quê... - e o Benfica e a massa adepta que se lixem!
É mais fácil apertar o pescoço aos sócios! Em especial quando se tem a segurança privada por perto...
Acorda, Benfica! Acordem, benfiquistas!
Viva o Benfica!
Saudações benfiquistas!

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Confortável

Matura

Sólida

Contra-senso

Confirmação

Desconsolo

Raça

Cinzenta

Convincente

Melhorias

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds