VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Domingo, 7 de Abril de 2019

Complicado

O resultado final de 4-1 esconde as dificuldades por que passámos para ultrapassar o Feirense, em especial durante a primeira parte. Foi um jogo complicado, e nem vou dizer que foi inesperadamente assim porque nesta fase temos que esperar dificuldades e ansiedade acrescida em todos os jogos. Mas a equipa acabou por reencontrar-se, dar a volta ao resultado e fazer uma segunda parte completamente tranquila.

 

 

Já sabíamos que o Rafa e o Gabriel estavam fora das opções, mas as alterações no onze não se ficaram por aí. O Jardel e o Fejsa saltaram directamente para a bancada, e no onze entraram o Ferro, o Florentino, o Samaris e a surpresa Taarabt. A entrada do Benfica no jogo foi péssima. O Feirense, que não ganha um jogo desde Agosto, entrou bastante atrevido perante um Benfica retraído, e não foi muito surpreendente quando chegaram ao golo logo aos dez minutos. Uma falha de comunicação entre o Vlachodimos e o André Almeida depois de um cruzamento da esquerda permitiu ao Sturgeon cabecear sem oposição para o golo. Pensar-se-ia que isto poderia servir de alarme para a nossa equipa, mas não. Continuámos a jogar mal, e só não nos apanhámos a perder por dois porque o golo foi anulado por fora-de-jogo. Só a partir da meia hora de jogo é que começámos a empurrar o Feirense para a sua área de forma mais sistemática, mas ainda assim as coisas eram quase sempre mal feitas no ataque, com a equipa a optar demasiadas vezes por cruzamentos largos e sem grande critério para a área. Acabámos por ser resgatados do abismo por um penálti a cinco minutos do intervalo, que estranhamente foi assinalado pelo VAR - estou mais habituado a ver os VAR a decidirem constantemente contra nós. O Pizzi marcou-o exemplarmente e tudo mudou. Logo a seguir o Félix fez o segundo golo, mas foi anulado por posição irregular deste. Mas ainda fomos a tempo de sair para o intervalo em vantagem: na marcação de um canto, o Samaris assistiu de cabeça o André Almeida para que o nosso capitão neste jogo fizesse o segundo golo.

 

 

A segunda parte acabou por ser bastante tranquila, muito por culpa de um golo madrugador do Seferovic que nos colocou com uma vantagem de dois golos. Um desentendimento entre um defesa e o guarda-redes colocou a bola nos pés do suíço, e ainda de fora da área e de primeira ele fez um chapéu perfeito que acabou com a bola no fundo da baliza do Feirense. A partir daí o Benfica controlou completamente o jogo e o Feirense não conseguiu causar qualquer incómodo, sendo cada vez mais previsível que a vantagem do Benfica iria aumentar. Ocasiões para isso não faltaram e até o André Almeida esteve perto da façanha de marcar dois golos no jogo, quando no seguimento de um livre se antecipou ao guarda-redes mas o cabeceamento saiu com a mira demasiado elevada. As trocas feitas foram mais ou menos previsíveis e não alteraram muito a forma de jogar da equipa - Félix por Jonas, Pizzi por Gedson e Taarabt por Cervi. À medida que o jogo caminhava para o final o lado direito da defesa do Feirense foi-se tornando cada vez mais uma espécie de autoestrada para o Grimaldo, que repetidamente investia por aquele lado e causava quase sempre perigo, mas o resultado foi-se mantendo teimosamente até quase ao final do jogo. Só nessa altura é que um cruzamento do Grimaldo (sempre ele) na ressaca de um canto foi encontrar a cabeça do Seferovic, que colocou a bola perto do ângulo e sem possibilidades de defesa para o guarda-redes.

 

 

Melhores do Benfica, para mim, Grimaldo e Seferovic. Bons jogos do Ferro, Florentino e Samaris, a mostrar um pouco que se calhar aquela opção na última quarta-feira de meter o Jardel e o Fejsa directamente na equipa vindos de lesões recentes é capaz de não ter sido a mais acertada. O Taarabt não fez muito de particular realce mas não comprometeu e pelo menos mostrou sempre empenho, mesmo na tentativa de recuperar a bola.

 

Não gostei da má entrada no jogo, até porque é o segundo jogo consecutivo em que isso acontece. Poderia ter tido consequências desastrosas. Ainda bem que conseguimos dar a volta ao resultado e regressar do Norte com mais três pontos. Agora faltam seis finais, com o benefício de quatro delas serem jogadas na Luz. Continuamos a ser os únicos a depender só de nós, e o crescente desespero que isso provoca nos nossos adversários é cada vez mais evidente.

 

P.S.- Não é que isso seja novidade para ninguém, mas quem tiver tido a oportunidade de ouvir a diferença de tom dos comentários da fraude Freitas Lobo enquanto o Feirense ganhava e depois do Benfica passar para a frente do marcador percebe o que é que esta personagem anda ali a fazer. O homem acabou o jogo em sofrimento.

tags:
publicado por D`Arcy às 23:02
link do post | comentar
9 comentários:
De Redpower a 8 de Abril de 2019 às 11:48
Plenamente de acordo com o post. Fizemos mais do que suficiente para ganhar o jogo. Para os parasitas do nosso futebol que não suportam decisões do VAR a nosso favor, o golo anulado pelo fiscal de linha ao Feirense é anulado porque na impossibilidade de verificar nas câmaras se estava ou não offside, prevaleceu a decisão do fiscal de linha. No penalti a nosso favor, será que é preciso virar um jogador nosso contrário para se considerar falta? A falta é claríssima, o jogador do Feirense tenta chegar primeiro à bola, mas só toca no pé do Pizzi! Claro como água!
A revolta dos dirigentes do Feirense é no mínimo ridícula. Joguem à bola!

De resto D'Arcy, espero que esteja certo no que toca à vantagem de jogar em casa, mas ultimamente não é isso que se tem verificado.

É importante os adeptos puxarem pela equipa ao invés de estarem a roer as unhas em silêncio e é importante que a equipa use essa força a seu favor!

VAMOS BENFICA!
De antonio fonseca a 8 de Abril de 2019 às 11:49
Bom dia,

Comentário acertado que subscrevo na íntegra.

Mais um jogo sofrido por culpa própria que desde início demos o mote para o adversário manobrar a seu belo prazer.

Tal como d Àrcy diz surpreendeu-me que o var tivesse marcado aquele penalti sobre o Pizzi. O que não me surpreendeu foi a não marcação na segunda parte quando a bola vai á mão de um jogador do feirense.

O que dizer mais deste jogo. Uma segunda parte dominadora e mais golos não foram marcados por imperícia dos nossos avançados.

Já li algumas afirmações quer dos feirenses quer do insolvente, criticando a arbitragem. Dizer que se não fossem os de negro vestidos (como ainda se viu no jogo que eles fcp fizeram com o boavista e onde beneficiaram de mais um penalti fabricado por rui costa e seus correlegionários varenses) mais os que estão em Oeiras o clube corrupto de Portugal estaria a lutar com os seus amigos do Campo Grande pelo terceiro lugar.

Vai ser um final bastante sofrido e onde a aplicação tem que estar presente para conseguirmos levar de venciada toada a santa aliança.

Saudações benfiquistas.
De António Madeira a 8 de Abril de 2019 às 14:54
Olá, D`Arcy.

Este campeonato da trampa cada vez me causa mais nojo.
Vejam só o alarido que se criou por termos ganho, ao fim de 28 jornadas (!) um jogo com lances polémicos!
Depois da javardice que tem sido esta liga do brilhantinas, um golo bem anulado ao Feirense e um penálti que só deixa dúvidas na cabeça de frustrados e/ou habituados à queda por influência do vento, criou-se um clima absolutamente surreal.
A única coisa que me satisfaz é saber que estavam à espera que o Benfica perdesse pontos contra uma equipa que estaria para descer se estivesse na segunda liga... Se isto não é desespero...

Quanto ao jogo, sem Gabriel e sem Rafa, dois dos nossos jogadores insubstituíveis neste momento, foi o possível. Entrada um pouco nervosa, depois do jogo de WWF da quarta e da súbita "vontade em roubar pontos" por parte dos fogaceiros, mas com muitas oportunidades, procura dos flancos, jogo direto, jogo pelo meio, vontade e empenho, bons golos e controlo do esforço na segunda parte.
Acabou por ser um jogo tranquilo, o mais fácil dos sete que faltavam.

Agora é ver como nos sairá o jogo de quinta-feira contra um adversário totalmente diferente do que temos enfrentado até aqui, sabendo de antemão que o foco é (tem de ser) o campeonato.
De Dias Pereira a 9 de Abril de 2019 às 01:11
Boa noite.
Está cada vez mais difícil encontrar palavras para exprimir a estupefacção de ver a equipa jogar como (não) joga...
Na minha opinião, o tom do artigo do D'Arcy não faz jus à pobreza da nossa exibição, tanto colectiva como individualmente. Foi uma exibição miserável, que não melhorou na etapa complementar, ao contrário do que o discurso oficial propalou.
Jogámos frente a uma equipa fraquíssima, que não vence há mais de 20 jogos, e que, inevitavelmente, descerá de divisão.
E o que é absolutamente dramático - e deprimente! - é que essa equipa se colocou em vantagem aos logo 10 minutos de jogo, continuou a estar por cima na partida, fez um segundo golo que, tendo sido bem anulado, por fora de jogo, poderia muito bem não o ter sido - até pelo que tem sido o histórico nos nossos jogos... - e que manietou por completo o nosso futebol. De tal forma que o empate só chegou na conversão de uma grande penalidade assinalada pelo VAR (é verdade!!!...), porque de outra forma não chegaríamos, eventualmente, aos nossos propósitos. E o segundo golo, nas compensações da primeira parte, voltou a ser na sequência de uma bola parada, sem grande elaboração futebolística...
A segunda parte começou da melhor maneira, com o terceiro golo a aparecer num chapéu feito de fora da área, na sequência de um desentendimento entre um defesa e o guarda-redes adversário. E as coisas ficaram-se por aí. Voltou o adversário a jogar mais no nosso meio campo, com os nossos jogadores a defenderem sempre em esforço e a não serem lestos a aliviar, nem a sair para a contra-ofensiva. E o cabeceamento do Seferovic, a centro do Grimaldo, que fixou o resultado final, já mesmo no final da partida, acabou por ser o único momento digno de nota, nessa segunda parte...
Não sou capaz de destacar ninguém, pela positiva, na nossa equipa. Mesmo o Grimaldo, que foi considerado o homem do jogo, fez uma exibição pobre, manchada por inúmeras perdas de bola e disputas perdidas. O Seferovic, que fez dois golos, também esteve a léguas do que já fez esta época. Odysseas está numa crise de forma, e de confiança, evidente. Pizzi é um jogador que me irrita profundamente pelo modo como (não) joga, e particularmente pelo modo como se esconde, quando se trata de defender. Enfim... um cenário deprimente!
Assusta-me como é que é possível descer a um nível tão baixo, em especial depois de se ter estado num patamar inequivocamente superior. Não se vê nada que se possa assumir como sendo resultado do trabalho no treino. Não se vê qualquer tipo de evolução, ou correcção, ao que tem sido insistentemente identificado como negativo. Não se vislumbra qualquer aprendizagem com os erros recentes, nomeadamente os de postura perante os jogos. Em suma, uma tremenda desilusão...
Tal como é desilusão ouvir o nosso treinador dizer que tínhamos jogado contra uma grande equipa, recheada de bons jogadores, treinada por um grande treinador, que está a fazer um trabalho excepcional. Se as palavras não foram exactamente essas, terão sido muito semelhantes. Meus caros benfiquistas, isto é muito mais que surrealismo; isto é absolutamente ridículo e anedótico! Haja quem ponha mão nisto...
Sabemos que o benfiquista tem na alma uma chama imensa. Mas essa chama - como é natural... - corre o risco de poder ser apagada em consequências das violentas tempestades que são a pobreza e mediocridade dos desempenhos dos que representam o clube sem corresponder ao que a sua grandeza e história necessariamente obrigam.
É preciso - é urgente! - que os sócios, adeptos e simpatizantes se façam ouvir, exigindo o que tem de ser exigido, e recusando o apoio gratuito e cego, especialmente quando se percebe que muitos se andam a encolher, e que outros, por mais que se estiquem, não têm condições para chegar onde é imperioso chegar!
Acorda, Benfica! Reage, Benfica! Acorda, Benfica!
Viva o Benfica!
Saudações benfiquistas!
De Anónimo a 9 de Abril de 2019 às 19:48
Encomendado pelo Rui Gomes da Silva?
De E Pluribus Unum a 10 de Abril de 2019 às 14:14
Oh "anónimo" MONTE DE ESTERCO, das duas uma, ou és um dragartinácio, ou então és um INDIGENTE SUB-NUTRIDO DE INTELIGÊNCIA.

Sinceramente, entre as duas hipóteses, que venha o diabo e que escolha.

BENFICA, Glorioso e Inigualável, sempreeeeeeeeeeeeeeeee o MAIOR E O MELHORRRRRRRRRRRRRRRR.

P.S. Subscrevo na ÍNTEGRA o comentário do grande BENFIQUISTA, Dias Pereira, a quem envio os meus sinceros parabéns e AGRADECIMENTOS por ser o ENORME Benfiquista que é.

BENFICA BENFICA BENFICAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA.

Live the Eagles. They are the reference of Criation.
They are absolutly SUBLIMES.
De Anónimo a 10 de Abril de 2019 às 20:09
ò senhor Águia Imperial, ou será Zica, eu não me queria intrometer, mas já que tanto insiste....

Sou natural e resido num "pueblo" perto da Academia Lagarta, e como já não sou criança nenhuma, tenho consequentemente conhecimento desta zona, digamos da Península de Setúbal. Não sou preciso na localização porque você pode combinar com o seu amigo Catão, ou com o outro seu amigo Macaco Madureira, e querer "fazer-me a folha"

A localização da Academia Lagarta dá pelo nome de Malhada de Meias. Era ali, e ainda o é, que o antigo cavaleiro tauromáquico José Samuel Lupi, agora a família dele, tinha os seus touros a pastar em liberdade, para posteriormente irem para as touradas (direi que abomino touradas e coisas do género).

Perto da Malhada de Meia existe um outro lugar que dá pelo nome de Barroca d'Alva. Aqui, e já lá vão muitos anos havia um senhor, que por sinal era marreco, que tinha um burro que em certas alturas do dia, crescia-lhe um apêndice entre as pernas, onde nós, rapaziada nova, dizíamos que o burro do marreco tinha 5 patas.

Pois "caro amigo" aquilo que lhe receito é ir lamber a quinta pata do burro do marreco, também lhe chamavam o burro da Barroca, e imaginar que está a saborear um belo gelado do Santini.

Sem mais, até outro dia.
De E Pluribus Unum a 11 de Abril de 2019 às 04:09
Oh "caro amigo" DESINTELIGENTE, só aqui vim para lhe dizer que não tenho os seus vícios, seu MONTE DE ME...RDA.

Aliás, dou-lhe até um conselho de borla: quando lá for chupar a quinta pata do quadrúpede, coisa da sua específica ESPECIALIDADE, peça pelas alminhas ao asno, que lhe ceda um pouquinho da sua (dele, do asno) inteligência.

É que o meu "caro amigo" é mesmo um SUB-NUTRIDO da cabeça.E eu até chego a ter pena de ABNÓXIOS como tu.

BENFICA, Glorioso e Inigualável, sempreeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee
De Francisco Pereira a 11 de Abril de 2019 às 00:15
Olá D´Arcy

Certíssimo, estou a ficar apavorado, não por jogarem bem ou mal, agora o que me interessa é ganhar e, estou mais nervoso que eles, meu Deus, compreendo mas não aceito a situação deles jogadores, com o efeito crescente das guerras da Santa Aliança deviam ter já, nesta fase, mais que um bom psicólogo para lhes tirar todo o pânico e ansiedade. Veja-se o medo de falhar do guarda-redes Vlakodimos, em crescendo, de jogo para jogo.
Sinceramente, compreendo, mas custa-me a aceitar que isto vá acabar por desabar. Se tiverem a sorte de não ser antes, quando forem a Braga, imaginem só......

VAMOS, ACORDA ESTRUTURA BENFIQUISTA.
ARRIBA BENFICA.

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

#Reconquista

Um

Crer

Proveitosa

Pujante

Deplorável

Firme

Soberba

Complicado

Merecida

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds