VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Domingo, 1 de Dezembro de 2019

Confirmação

O Marítimo foi uma presa fácil para o Benfica, que venceu por números expressivos e a fazer lembrar os melhores momentos da época passada. Já tinha algumas saudades de golear e mesmo assim chegar ao fim do jogo a achar que soube a pouco, porque o resultado poderia ter sido ainda mais dilatado.

 

 

Apresentámos o mesmo onze da Champions em Leipzig, o que se pode considerar uma raridade esta época - as constantes alterações no onze titular, especialmente entre jogos europeus e domésticos, têm sido uma constante. O Marítimo apresentou-se na Luz com a intenção de enfrentar o Benfica olhos nos olhos. Três jogadores sempre bem subidos a pressionar a saída de bola do Benfica, pressão agressiva em quase todo o campo e vários jogadores muito rápidos no onze, que tentavam sair sempre rápido e em número para o ataque. Mas se o Benfica estiver em dia sim, normalmente este tipo de atrevimento paga-se caro. E o Benfica estava em dia sim, particularmente na finalização, pois fomos bastante eficazes nesse particular. Com jogadores como o Taarabt, Pizzi, Chiquinho ou Vinícius em destaque, bastaram oito minutos para o Benfica ficar em vantagem. Bola metida no interior da área para o Vinícius, que a protegeu e soltou no momento certo para o remate do Pizzi, vindo de trás. Assistimos depois a um esforço hercúleo por parte do VAR para encontrar alguma coisa que lhe permitisse anular o golo, o que significou vários minutos de pausa à espera de uma decisão. Nove minutos depois, inverteram-se os papéis, sendo o Pizzi a oferecer o golo ao Vinícius. Um dos destaques na jogada foi o passe do Taarabt pelo meio da defesa do Marítimo, que deixou o Pizzi isolado, Depois foi só dar um pequeno toque para o lado, para permitir a finalização do Vinícius. Nesta fase, apesar de ter passado ainda tão pouco tempo, já via o jogo com aquele conforto de pensar quantos golos mais é que o Benfica iria marcar, porque o controlo era total. O terceiro golo chegou pouco depois da meia hora, numa incursão do Pizzi pela direita para depois cruzar para a finalização do Vinícius do lado oposto. O golo é claramente do Vinícius - a bola encaminhava-se para a baliza deserta - mas como houve um defesa do Marítimo que desviou a bola ainda antes dela entrar a Liga já fez o favor de retirar o golo ao nosso avançado para o considerar um autogolo. O festival continuou e o Vinícius até voltou a marcar, após mais um grande passe do Taarabt, mas o lance foi anulado por fora-de-jogo.

 

 

Mais do mesmo na segunda parte, com a novidade do Tomás Tavares no lugar do André Almeida, e a expectativa de ver uma goleada bem robusta era cada vez mais maior. Até porque bastaram dez minutos para surgir o quarto golo. Mais um passe do Taarabt, desta vez para o Chiquinho, que progrediu pelo meio e fez um grande remate que foi defendido pelo guarda-redes, mas o Vinícius chegou primeiro ao ressalto e fez a recarga com sucesso. Estava eu a ter um início de noite tão tranquilo e já tão convicto que tinha ainda mais de meia hora de futebol e golos do Benfica pela frente, e o Gabriel teve uma paragem cerebral - fez uma falta dura perfeitamente escusada, junto à linha lateral ainda no meio campo do Marítimo - e viu o segundo cartão amarelo, sendo diligentemente expulso. Foi visível a irritação do Bruno Lage no banco com este lance, e eu compreendo-o perfeitamente porque a minha irritação foi certamente comparável. Foi um balde de água fria numa noite que estava a ser quase perfeita. Claro que o jogo por essa altura estava praticamente decidido - ainda havia meia hora para jogar, mas com quatro golos de vantagem e uma superioridade tão evidente no jogo só mesmo uma hecatombe de proporções bíblicas é que nos impediria de vencer o jogo. Passámos obviamente a ter menos bola, mas de qualquer maneira ainda continuou a sensação de que poderíamos marcar mais algum golo, particularmente durante os minutos finais, depois do Jota ter substituído o Cervi. O Marítimo, por sua vez, não conseguiu aproveitar nada da superioridade numérica, pois o Vlachodimos raramente teve uma situação mais difícil para resolver.

 

 

Com três golos marcados e uma assistência, o Vinícius é obviamente o homem do jogo. Mas esteve muito bem acompanhado pelo Pizzi ou pelo Taarabt. Gostei também bastante do jogo do Chiquinho. Uma menção ainda para o Tomás Tavares, que achei que entrou bem no jogo.

 

Independentemente da desilusão pelo empate, já tinha ficado satisfeito com a exibição em Leipzig. Este jogo, com o mesmo onze, parece ter sido uma confirmação das melhorias apresentadas nesse jogo. A equipa mostra algumas boas dinâmicas, o Vinícius está a ser uma óptima referência na área - não só em termos de finalização mas também como presença física, sendo capaz de fixar os defesas e segurar a bola para as entradas dos médios - e imagino o que ainda podemos melhorar, por exemplo quando o Rafa regressar da lesão. Apesar dos esforços incessantes da parte de muita gente para criar a ilusão de instabilidade ao redor do nosso treinador, parece-me que este acabou de lhes dar mais uma resposta bem à altura. É que eu não tenho a menor dúvida da enorme alegria que os nossos inimigos teriam se por acaso o Benfica resolvesse fazer a asneira de trocar de treinador.

tags:
publicado por D`Arcy às 22:31
link do post | comentar
4 comentários:
De Anónimo a 2 de Dezembro de 2019 às 01:26
Ganhámos. Goleámos. Jogámos bem. Não há comentários.
Não há infiltrados.
Otários!!!
De Redpower a 2 de Dezembro de 2019 às 09:32
Esperemos que haja continuidade nestas exibições, que se devem a uma reinvenção do meio campo, e, finalmente!, um avançado inspirado. Que categoria é o Vinicius: bom tecnicamente, forte fisicamente, bom na área. Muito forte mesmo! Mas para mim o homem do jogo foi o Taarabt que encheu o meio campo!

É dar continuidade!

VIVA O BENFICA!
De BI-Campeão EUROPEU a 2 de Dezembro de 2019 às 11:26
Subscrevo na íntegra o teu comentário.
Devo dizer que, relativamente ao Carlos Vinícius, eu já há muito tempo, mais precisamente aquando das primeiras primeiras vezes que o jogador a espaços de tempo muito limitados envergou o MANTO SAGRADO VERMELHO, havia dito que CARLOS VINÍCIUS sozinho valia mais do que Raúl de Tomás e Seferovic juntos.

Infelizmente há muita gente - incluindo equipa técnica - que tem dificuldade em "ver um boi à frente do nariz", quanto mais um verdadeiro avançado de Futebol Profissional.

Digo também que temos um muito bom jogador - o jovem JOTA ( João Filipe) - que está a ser muito sub-aproveitado, pois o "menino" tem muitas qualidades e valências que justificam muito, mas mesmo muitíssimo mais, do que uns minutozinhos no final dos jogos!!!!

Foram 4 BATATAS a zero como poderiam ter sido 6 ou 7.
A equipa empenhou-se, aliás como é seu DEVER INTRÍNSECO, pois são uns PRIVILEGIADOS AO JOGAREM no Melhor e Maior Clube de Portugal.
Vê-se porém que ainda falta alguma consistência defensiva a começar no meio-campo.
Há também que trabalhar mais e melhor as chamadas agora transições ofensivas, para que possamos melhorar a finalização das jogadas e a facturação de GOLOS.

Quanto ao aPINTOdor de serviço, devo dizer que este larápio, juntamente com o sona tiago martins, ambos lagartinácios, são para mim os piores de todos os aPINTOdores desta ligueca PORCOguesa.

Este mentecapto fábio "verdíssimo", sempre prejudica o Benfica, sinal de que sofre de CRETINISMO, que é uma doença que se manifesta por RETARDAMENTO MENTAL GRAVE e que o leva a não gostar da cor do nosso sangue e do animal mais nobre à face da Terra, a Nobre e Eterna ÁGUIA REAL!!!

Enfim, um verdadeiro FILHO DA PUTA que até pretende SURRIPIAR um golo ao Carlos Vinícius. Bom, para este PATETA se num penalty ou livre directo ou numa jogada de futebol corrido, etc,etc,etc, se um jogador do Benfica remata a bola na direcção da baliza mas o guarda-redes num esforço normal e natural tenta defender a bola com os pés ou com as mãos tocando na bola mas não conseguindo impedir que a mesma entre na baliza, o RETARDADO COGNITIVO considera auto-golo, em vez de considerar golo de quem rematou a bola!!!!

E é esta MERDA árbitro de Futebol Profissional?!?!?!!

O anti-Benfiquismo primário preenche os poucos neurónios desse jacaré sem patas, verdadeiramenrte rastejante e quem eu ODEIO.

É tempo de o "dono" do Clube arranjar uns COLHÕES e tomar posição forte e firme sobre aPINTOdoragem.

Na Grécia e não só, existem árbitros de outros países a ARBITRAREM os jogos mais importantes e decisivos no seu campeonato principal.
Porque não há-de o BENFICA exigir o mesmo aqui?!?!
Porque é um Clube "dirigido" por um MEDROSO e sem FORÇA NENHUMA, que apenas está interessado nos seus negócios e na notoriedade e estatuto social que o nosso BENFICA Glorioso lhe dá. MAIS NADA. Essa é que é a VERDADE.

Quanto ao "treinador" bruno lage, mais do mesmo.
Ele bem diz que não é nenhum "menino de coro", pois já se apercebeu que é essa a imagem que transmite para os Benfiquistas.

Inseguro e frágil nas conferências de imprensa, não foi capaz de DEFENDER o nosso Jota, que levou uma COTOVELADA na face, ficando a falta por marcar contra o Marítimo e o respectivo cartão amarelo- alaranjado ao caceteiro "jogador" daquele clube.

Para piorar as coisas, fez do segundo cartão amarelo mostrado ao nosso Gabriel um caso de "CRIME CONTRA O ESTADO", dando azo a que com isso, os ASNOS CUmentadeiros anti-Benfica especulassem e multiplicassem por MIL a "gravidade" da falta do nosso jogador, quando ele até se encolheu todo na tentativa de evitar o choque com o CAGALHÃO do Marítimo, que, este sim, como verdadeiro VIGARISTA DA BOLA que é, procurou que o Gabriel lhe tocasse.
Para mim, esse segundo cartão amarelo é muito forçado - vêem-se jogadas muito piores contra nós e nada se passa, mas infelizmente a grande maioria dos Benfiquistas são muito passivos e resignados, aceitam tudo e defendem mal o seu inigualável Clube -, e o tal "treinador" bruno lage se tem alguma coisa a dizwer ao jiogador sobre essa matéria deve fazê-lo no balneário, e não fazwer um PEÇA DE TEATRO PÚBLICA para os ASNOS ABUTRES anti-Benfica se lambusarem em ataques ao jogado e ao Benfica.

Enfim, bruno lage = Verdadeiro TÓTÓ.
SLB4ever.
De Luís Manuel a 3 de Dezembro de 2019 às 00:29
Olá D'Arcy, e obrigado pelo post.

Foi uma excelente exibição e uma vitória justa! Entrámos muito bem, rápidos, com excelente dinâmica e entrosamento, e depressa resolvemos o jogo com jogadas e golos muito bonitos, sempre sob o olhar atento do VAR. Para ser sincero, julguei que o empate concedido em Leipzig tivesse feito "mossa" na nossa equipa, física e mentalmente, mas felizmente enganei-me. O que é um bom sinal - eu ter-me enganado e a equipa não ter sentido esse resultado penoso :) Inteiramente de acordo com o teu post e com os destaques individuais que fazes, só foi mesmo pena a expulsão do Gabriel, paciência. Também lamento a lesão do André, e espero ainda que possa recuperar para o jogo com o Boavista. Na minha opinião, é um jogador com grande importância na nossa manobra defensiva e ofensiva. Se não me engano, esteve envolvido nos nossos três primeiros golos e fez uma excelente exibição na Alemanha. É verdade que o Tomás entrou muito bem, tem grandes qualidades e muito tempo para evoluir, e portanto, se for ele a jogar nos próximos jogos, só temos de o apoiar e de lhe dar confiança.

Temos já amanhã o jogo na Covilhã, que é importante porque estamos a disputar uma competição oficial que queremos ganhar sempre, e depois, na sexta-feira, um jogo que vai ser muito difícil mesmo. Vai ser necessária toda a concentração dos nossos jogadores e todo o apoio dos nossos adeptos, porque a tarefa não é nada simples.

Força, Benfica!

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Contra-senso

Confirmação

Desconsolo

Raça

Cinzenta

Convincente

Melhorias

Tangencial

Calhou

Brindes

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds