VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

Crença

A coisa ainda esteve tremida em Paços e foi preciso esperar até quase ao final para que o mini-estádio da Luz pudesse explodir de alegria. Mas tal só foi possível porque a nossa equipa também revelou uma enorme crença até final, e foi recompensada com a vitória frente a uma equipa que tudo fez para conseguir um resultado positivo contra nós.

 

 

Nesta fase da época já não há surpresas na constituição da equipa. Quando há alterações é devido a ausências forçadas, e como do último jogo para este não se verificou mais nenhuma, alinhámos com o mesmo onze que tinha vencido confortavelmente o Boavista. Já escrevi noutras ocasiões que há jogos que logo nos minutos iniciais me dão um mau pressentimento, como se fosse possível adivinhar logo que as coisas vão correr mal. E este foi um desses jogos. Porque o Benfica não teve um daqueles arranques fulgurantes, muito pelo contrário. Contra um Paços que se fechava com os onze atrás da bola e que depois conseguia sair rápido para o ataque, o Benfica não estava a conseguir fazer a pressão alta funcionar nem engatar aquelas combinações rápidas no ataque. O lado esquerdo não estava com o dinamismo do costume, até porque o Zivkovic andava a aparecer muitas vezes mais pela direita. E depois havia a atitude dos jogadores do Paços. Desde o apito inicial que se percebeu que estavam dispostos a jogar o futebol mais feio que fosse preciso, desde que isso lhes garantisse um resultado positivo. Deixavam-se cair ao menor toque (às vezes nem eram necessários toques, como foi bastante evidente um lance logo nos primeiros minutos) aproveitando que o árbitro apitava a tudo, ficavam no chão o máximo de tempo que podiam e tentavam arranjar discussões e quezílias com os nossos jogadores à menor oportunidade - e os nossos jogadores nisso foram pouco inteligentes, porque em vez de voltar as costas iam na conversa. E se essa disposição já era notória desde o início, então depois do Paços chegar ao golo logo aos nove minutos pior ficou. Uma perda de bola do Grimaldo na saída para o ataque foi bem aproveitada para um contra-ataque por aquele lado e um passe atrasado para o remate de primeira, já no interior da área. A tarefa complicava-se, e a pouca inspiração e lentidão no ataque deixava-me apreensivo. Até porque quando conseguíamos criar alguma ocasião para marcar a finalização deixava muito a desejar. Ainda estou, por exemplo, a tentar perceber como é que o Jonas conseguiu não marcar depois de aparecer completamente sozinho a dois metros da linha de golo para cabecear um cruzamento perfeito do Cervi. O que é certo é que apesar do Benfica ter crescido nos minutos finais, a primeira parte acabou connosco em desvantagem.

 

 

A segunda parte foi basicamente um massacre constante. Foi daqueles jogos em que se pode perfeitamente usar o velho jargão do 'aluga-se meio campo', porque o Paços não saiu da sua metade. Acantonaram-se em frente à área, reforçaram a táctica de tentar o mais possível impedir que se jogasse, e agarraram-se à vantagem com unhas e dentes. O Benfica foi carregando, muitas vezes com mais vontade do que qualidade, mas o golo parecia estar difícil de aparecer. E com tanta gente de amarelo dedicada exclusivamente à defesa, justificava-se reforçar os números no ataque, pelo que foi com naturalidade que ainda antes de completado o primeiro quarto de hora já abdicávamos do Zivkovic para lançar o Jiménez. O mexicano acabou por ter um papel decisivo no golo do empate, que apareceu aos setenta e dois minutos, mas ainda mais decisiva foi a intervenção do Rafa. Na direita, conseguiu interceptar um passe, depois fez uso da sua melhor característica, a velocidade, para ganhar vantagem sobre o defesa que tinha acabado de entrar e fez o passe atrasado para o remate do Jiménez. A bola parecia levar a direcção certa, mas acabou por bater nas pernas do Jonas e ficar à disposição do nosso melhor marcador, que muito perto da baliza a atirou lá para dentro, tendo ainda tocado no poste. Metade do trabalho estava feito, mas faltava a outra metade e esta adivinhava-se ainda mais complicada porque o Paços ainda reforçou mais o antijogo. A quatro minutos do final tivemos que dar o tudo por tudo no ataque e trocámos o Grimaldo pelo Seferovic. E dois minutos depois (foram dois minutos depois porque estivemos todo esse tempo com o jogo parado, primeiro porque mais um jogador do Paços ficou caído no relvado, e depois porque três quartos da equipa do Paços rodeou o árbitro e andou a discutir uma bola ao solo) os três avançados foram mesmo decisivos para concluir a reviravolta: bola longa do Rúben Dias para a esquerda do ataque, o Jiménez recuperou e meteu no Seferovic, e este fez um passe fantástico para o interior da área que permitiu ao Jonas aparecer na zona do primeiro poste a concluir com um remate rasteiro de primeira. Não foram necessários nove minutos de compensação para chegarmos à vitória, mas o árbitro ainda deu sete - na minha opinião, justificados, mas tenho sérias dúvidas que esses sete minutos tivessem sido dados se não tivéssemos marcado aquele golo aos oitenta e oito minutos. E estes sete minutos ainda foram movimentados: um jogador do Paços foi expulso por agressão ao Jonas, e para fechar da melhor maneira possível o Rafa viu a sua boa exibição compensada com um golo, concluindo com um bom remate cruzado uma jogada na qual o Jiménez ganhou a bola nas alturas.

 

 

E eu escolho mesmo o Rafa como o homem do jogo. Sim, o Jonas marcou dois golos e foi decisivo, mas o Rafa não foi menos importante. Parece estar a ganhar confiança com a porta da titularidade que ficou aberta com a lesão do Salvio, e tem vindo sempre a melhorar. O primeiro golo, que começou a desatar este nó complicado, surge por inteiro mérito seu e o terceiro golo é uma finalização muito boa - o que até pode parecer estranho de dizer quando estamos a falar do Rafa, tendo em conta o seu historial recente neste particular. Menção obrigatória para o Jiménez também. Foi muito importante a sua entrada, e ele acabou por estar directamente envolvido nas jogadas dos três golos. Mas mais do que o brilho individual deste ou daquele jogador, para mim o mais importante foi mesmo a atitude da equipa durante toda a segunda parte. Só assim conseguimos conquistar os três pontos esta noite.

 

Vai ser assim, não tenho dúvidas, até ao final. Todas as equipas vão tentar jogar assim contra nós. A defender com unhas e dentes, a recorrer ao antijogo, com uma atitude quezilenta e a tentar armar confusão, como se houvesse ali uma motivação extra qualquer. Vamos precisar de manter esta atitude e esta comunhão entre adeptos e equipa para fazer frente a isto e mantermos viva a esperança no penta.

tags:
publicado por D`Arcy às 01:09
link do post | comentar
19 comentários:
De Manuel Afonso a 25 de Fevereiro de 2018 às 08:57
Os nossos jogadores continuam a ter dificuldades de perceber, o que é absolutamente normal, que não vão jogar contra o Paços de Ferreira. Vão jogar contra o pação, um paços movido a esteróides, a prémios, a malas e sabe-se lá mais o quê, que vai dar tudo o que tem e o que não tem desde o primeiro ao último minuto. Um pação que sabe poder entrar a matar, que sabe que pode jogar com os pés ou com as mãos, que vai ter ao seu lado um apitador amigo.

E vai ser assim até ao fim. E é por isto que quando não jogamos a 100% das nossas capacidades, sofremos. Mas durante a hora em que jogamos, é um massacre. Massacramos os pações, as malas, os apitadores, os comentadeiros, os jornaleiros e mais a merda taliban. Se vamos ser campeões? O aviso está dado. Vamos lutar até ao fim.
A união e a raça que se viu nesta equipa, é o espírito de um campeão, disto não tenho dúvidas.

Em contrapartida, os nossos adversários jogam contra equipas sujeitas a inquéritos disciplinares das direcções por ausência competitiva.
E quem está à espera de algo diferente do Portimonense, desengane-se. Aliás, tendo em conta as lesões do antense, estou convencido que se vão ver jogadores da equipa algarvia a correr para trás, a ver se justificam o resultado.

Mas nada disto me interessa. O que me interessa é ver o Benfica ganhar ao Marítimo na próxima jornada.
De Sergio a 25 de Fevereiro de 2018 às 10:37

Grande jogo de Rafa.

Dualidade de critérios vergonhosa da parte do árbitro. Como bem diz o DÁrcy houve sempre um jogo porco dos jogadores do Paços com faltas, simulações e procuras de quezilias. Perante isto, pasme-se, o primeiro cartão amarelo mostrado a um jogador do Paços foi já na última meia hora de jogo, já depois do amarelo mostrado ao Zivkovic, este logo aos 16 minutos, e ao Pizzi aos 55 minutos. Há um jogador do Paços expulso mas só depois do Benfica estar a ganhar. Aquela entrada ao Jonas se fosse no início do jogo tinha dado no máximo um cartão amarelo. O padrão típico destas arbitragens tem sido o de retardar a mostragem de cartões às equipas adversárias. Só na parte final do jogo são mostrados alguns para "compor" as estatísticas.
De António Matos a 25 de Fevereiro de 2018 às 12:06
Por motivos distintos e antagónicos, a forma como o Estoril se apresentou perante o Fcp, que o seu treinador definiu perfeitamente, e o Paços contra o Benfica, deixam lugar à suspeição. No caso do jogo de ontem, quando vi em campo um sacana ilhéu, bem conhecido dos benfiquistas, que pensei já ter arrumado as chancas, e a forma electrizante como os pacenses disputavam cada lance, disse para os meus botões: posso estar enganado, mas aqui deve haver mala e a ser verdade, o "interlocutor" foi o citado fdp madeirense.
A disputar apenas uma partida por semana, a equipa está obrigada a deixar a pele em campo, durante os 90 minutos e não apenas durante meia parte.
De E Pluribus Unum a 25 de Fevereiro de 2018 às 13:41

Grande vitória. Mais do que justa, é JUSTÍSSIMA.
E mais uma vez contra 14 (CATORZE).
Isto do "contra 14" ao contrário do oporco corruptus e do riporting de alvaLADRA, que nos seus casos é "COM 14" ,TEM DE ACABAR.
Tem de acabar e de forma imediata.
Não podemos apenas DENUNCIAR esta patranha contra o nosso BENFICA.
É preciso mais, muito mais. É preciso EXIGIR, mas EXIGIR MESMO que as entidades que gerem este campeonato, a ligueca PORCOguesa tome medidas.
O Benfica que é o MAIOR Clube do país não pode ficar-se pelos lamentos e pequenas denúncias. Tem de EXERCER TODA A SUA FORÇA, não só na procura da VERDADE DESPORTIVA, como no castigo aos CRIMINOSOS, MALEIROS, DROGADOS, CÃES RAIVOSOS QUE BATEM EM TUDO O QUE MEXE E CORREM COMO LABRÊGOS apenas quando jogam contra o nosso Inigualável Clube.

Esta vitória contra aquela ESCUMALHA do paços - que o Benfica NUNCA pense em contratar um jogadorzeco que seja dessa merda de clubezeco vendido ao oporco - , esta vitória, dizia eu, vale mais do que 100 (CEM) "vitórias" do oporco corruptos.

Entretanto:
oporco corruptus - Guimarães ..... apitador artur soares dias.... do porto!!
Chaves - oporco corruptus ...... apitador artur soares dias .. do porto!!
Estoril - oproc corruptus ...... apitador vasco santos ... do porto!!
Portimonense - opoorco corruptus ... apitador jorge sousa do porto!!!

Será que no próximo jogo irão nomear o bimbo da bosta?!
E no outro a seguir será o reinaldo teles?!

UMA VERGONHA. UM ESCÂNDALO. É MESMO ÀS DESCARADAS!!!!

Pergunto: O que tem a direcçãozinha e presidentezinho do nosso Glorioso BENFICA a dizer sobre isto?!?!

Porque andam a ENGANAR OS BENFIQUISTAS sempre a falar no PENTA, PENTA, PENTA, se vêem como todos nós que aqui escrevemos o nosso Clube a ter de jogar sempre contra CATORZE, e os nossos INIMIGOS, principalmente o oporco CORRUPTUS sempre a jogar com QUINZE A SEU FAVOR, mais ainda com meia equipa adversária VENDIDA como se viu no estoril-oporoc?!?! e vocês, sim VOCÊS, presidente e direcçãozeca do BENFICA não fazem nada?!?!

Usem toda a FORÇA DO CLUBE. Digam que vão mostrar o que aqui se passa à UEFA. Digam à UEFA que as entidades portuguesas que regem o futebol profissional não têm CREDIBILIDADE.
AMEACEM com a ida para a LIGA ESPANHOLA. Façam alguma coisa pelo BENFICA se de facto têm algum PINGO DE AMOR PELO CLUBE.

Andamos aqui a alimentar este futeboleco PORCOguês e ainda por cima somos HIPER-ROUBADOS?!

Chega de LAMENTOS e palavras. É preciso ACÇÃO. TOMADA DE MEDIDAS.
SOMOS O BENFICA. SOMOS OS MAIORES E OS MELHORES, NÃO TEMOS NEM PODEMOS TER MEDO DE NADA NEM DE NINGUÉM.

BENFICA BENFICA BENFICA BENFICAAAAAAAAAAAAAA. Sempreeeeeeeeeeeeee

Uma nota negativa: Era escusado termos entrado a dormir na primeira parte e termos uma prestação próxima do MASOQUISMO que nos colocou próximo do abismo.

Quanto ao resto, RAFA, RAFA, RAFA, RAFA. pequeno grande jogador. Assistiu, marcou, encantou... e LUTOU. LUTOU sempre como uma ÁGUIA.

Raúl Jiménez, outro LUTADOR. Determinante no terceiro golo ao ganhar a bola no espaço aéreo com um adversário e com isso isolando Rafa para o GOLO DA CONFIRMAÇÃO DA VITÓRIA.
O segundo golo do Benfica concluído com técnica perfeita pelo Jonas, tem como ponto de partida o passe MAGISTRAL de Seferovic que é uma autêntica OBRA DE ARTE.

O que eu sofri e praguejei durante aquela MASOQUISTA primeira parte.

Queremos um BENFICA DE 90 MINUTOS e não apenas de meia parte do jogo.

Pelo BENFICA Glorioso e Inigualável TUDOOOOOOOOOOOOOOOOO

BENFCA BENFICA BENFICAAAAAAAAAAAAAA Sempreeeeeeeeeeeeeeeeeeee
De antonio fonseca a 25 de Fevereiro de 2018 às 14:17
Boa tarde,

Começo titubeante um pouco relaxado e com consequências que podiam ser bem mais gravosas. Foi uma parte dada de avanço.

Um erro (mais um) inexplicável de Grimaldo originou o golo do paços. Com Jonas a falhar no inicio e no fim da 1ª parte parecia que íamos deixar os 3 pontos na mata real.

A segunda parte começou com o Benfica a jogar como deve ser, pressionando e jogando mais rápido, as oportunidades começaram a aparecer. Rafa fez um jogão assim como também o Cervi e por fim apareceu o Jonas a marcar.

Foi uma vitória sofrida mas inteiramente merecida. Neste momento do campeonato não se pode desperdiçar qualquer ponto se queremos o penta.

Saudações benfiquistas.
De Redpower a 25 de Fevereiro de 2018 às 16:22
Há algum tempo que não me emocionava tanto num jogo de futebol. Este deu um gozo especial de ganhar devido à atitude de imbecis de alguns jogadores do Paços de Ferreira, incluindo o imbecil-mor do Ruben Micael, e a um árbitro que apitou com medo. De quê, deviam perguntar-lhe a ele.
D'Arcy, esqueceu-se de falar de, pelo menos, dois (sim 2!!!) penalties por assinalar a favor do Benfica. Um que passou despercebido a muita gente e que é o empurrão do jogador do Paços nas costas do Jonas quando ele se preparava para cabecear, no lance que depois foi cortado em cima da linha de golo pelo defesa do Paços, e outro sobre o Rafa.

Como bem disse o D'arcy, os jogadores do Paços tentaram criar desde início um ambiente de bairro cigano no jogo e só a frieza que os jogadores do Benfica souberam ter, sobretudo na segunda parte, nos permitiu vencer. É importante que todas as equipas se batam e dêem o melhor em todos os jogos e que as equipas pequenas cresçam e consigam enfrentar cara a cara os grandes, mas este tipo de joguinho de perder tempo, cair no chão a cada oportunidade não devia fazer parte do futebol atual. Pelo menos de um campeonato que ambicione estar entre os melhores.

Pela forma como ganhámos ontem, a equipa parte ainda com mais força para o que falta.

VAMOS BENFICA!
De António Matos a 25 de Fevereiro de 2018 às 17:00
Acabei de ligar a BTV e ... mais do mesmo. A equipa B, perto do fim da 1.ª parte, continua na senda de derrotas vergonhosas e consecutivas, a que nos habituou. A forma como a equipa defende e não só, é confrangedora. Se é de lá que vão sair os reforços para o plantel principal, está na hora de despachar o Hélder e colocar no seu lugar, alguém com mais aptidões e melhor currículo. Se a equipa desce para a "3.ª divisão", como já esteve prestes a acontecer, o projecto de aposta na formação, sofrerá um revês de morte.
De Anónimo a 25 de Fevereiro de 2018 às 18:17
Tudo na paz do senhor e do sagrado matrimónio não é preciso ser nenhum Sherloq Holmes para perceber que este campeonato está viciado e quem são os seus interevenientes na viciação da competição em cusro 2017/2018.

Basta recordar o encadeamento de acontecimentos desde que começou a época.

1- Pacto entre SCP e FCP para deitar abaixo o Benfica.

2- Ameaça física e verbal no campo de treinos dos arbitros lá para o norte, com a confirmação de uma claque que está legalizada e que o seu principal responsável veio admitir que aconteceram as respectivas ameaças em directo para todos os canais, jornalistas como testemunhas não faltaram.

3- Ataque feroz com histórias de emails, bombasticos semana após semana de FCP Canal e director desportivo desse mesmo clube que apenas serviram para escamotear o que iam fazendo em campo, acusando os outros e tentando iludir opinião pública com ajuda dos orgãos de comunicação social todos eles comprados ou ameaçados.

4- Var que apenas está apenas autorizado a intervir para beneficiar SCP e FCP e fechar os lances dos jogos do Benfica sempre que os mesmos sejám a favor do clube e se forem a prejudicar SCP e FCP toca a voltarem a fechar os olhos.

5- Fabio Verissimo entre outros arbitros até a data arbitraram jogos do FCP utilizando um criterio e o mesmo arbitro jogos do Benfica criterios totalmente diferentes, a presmicuidade deste individuo com o FCP é tão óbvia que é dificil de compreender como permitiram chegar a 1ª categoria.

6- Invasões de campos e tropelias a regulamentos, treinadores a colocarem em causa proprios jogadores, uma vez que não honram a camisola, porque se encontravam comprados para perder..

Podia continuar por aí fora... de tão evidente que se tornou...

Ass: Redskinn
De E Pluribus Unum a 25 de Fevereiro de 2018 às 21:20

Caro anónimo das 18:17 horas, o teu comentário é totalmente ilucidativo no que se refere `"VERDADE" deste campeonacozeco feitinho pr´ó oporco corruptus e o lugar de 1º sub-alterno a ser oferecido ao riporting de alvaLADRA.

Agora pergunto eu, e perguntam milhares de Benciquistas:
O que fazem os ENGRAVATADOS DO BENFICA?! Sim, os ENGRAVATADOS são todos os que compõem a Direcção do Clube e mais o seu Presidente da dita Direcção.

O que fazem eles afinal para DESMASCARAR ESTA PATRANHA?! Ou Estaremos mesmo ÓRFÃOS de Direcção e Presidente e apenas nós e só nós, Sócios e Adeptos anónimos é que temos inteligência e coragem para DENUNCIAR esta MENTIRA que é o campeonacozeco PORCO guês?!

Entretanto, estou a ver on-line - tipo inácio dos osgas - o jogo portimonense - oporco corruptus e aquilo é uma AUTÊNTICA PASSADEIRA AZUL.

No jogo contra o nosso Benfica os agora FIGURANTES do portimonense correram e saltaram e lutaram 1000 vezes mais.
Hoje é "dia de festa". Deve haver malas e malinhas e então há que enganar os patarecos que pagaram o bilhete.

UMA VERGONHA.
Continuo a dizer: O Benfica devia deixar de competir neste futebleco PORCO E VIGARISTA e ir jogar para a Liga Espanhola.

Esta MERDA falia em menos de seis meses e o Benfica ficaria mais FORTE E MAIS RICO E MAIS PODEROSO.

Começo a ter VÓMITOS de ver futebol em Portugal, exceptuando claro está os jogos do nosso Benfica que, coitado tem de jogar sempre agora contra TRÊS EQUIPAS: O adversário, o árbitro e o VAR.

À grande puta que os PARIU A TODOS.

BENFICA BENFICA BENFICA SEMRPEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE
De Dias Pereira a 26 de Fevereiro de 2018 às 01:08
Boa noite.
Peço desculpa se o meu comentário vai contra a politicamente correcta ideia de que a equipa teve uma grande crença e fez um grande jogo e outras grandiosidades que tais. Na minha opinião, o jogo de ontem foi o retrato fiel do que tem sido, desde há muito tempo, o nosso futebol: um futebol de meias-tintas, de alguma qualidade e depois de muita mediocridade, de muita entrega e depois de uma apatia e sobranceria extremas, enfim... de oitos e oitentas!
Ontem voltámos ao registo que nos deu esta época miserável que estamos a viver, arredados de tudo o que havia para ganhar, e a perpetuar erros e maus hábitos que, naturalmente, não nos poderão levar a lado nenhum. A lado nenhum que valha a pena, entenda-se! Porque vamos chegar a algum lado, mas será a um que não interessará, nunca, ao verdadeiro Benfica.
A equipa não aprende com as lições que o passado nos tem, sobejamente, dado, não corrige os erros e imbecilidades e não evolui rigorosamente nada!
Ontem entrámos no jogo a passo - entrámos, e mantivémo-nos a passo durante demasiado, mas mesmo demasiado, tempo... - jogámos, em especial na primeira parte, de forma absolutamente deprimente, quer a defender quer a atacar, e voltámos a cometer os mesmos pecados de sempre: arriscámos jogadas idiotas desnecessariamente, entregamos bolas fáceis nos pés dos adversários, fizemos faltas estúpidas em locais desaconselhados, fomos pouco assertivos na disputa dos lances, deixámos os adversários evoluir sem oposição, enfim... quase todo o cardápio das refeições que, recentemente, tanto mal nos têm feito.
O lance do golo é sintomático da perfeita idiotice que tem sido o nosso futebol: Grimaldo, que é uma avezinha (muito) frágil a defender, perde uma bola por se ter embevecido com um fantabuloso drible na saída para o ataque, não consegue tirar a bola a um maradona que vai despontar em grande lá para 31 de fevereiro de 2600, este corre pela lateral em direcção à nossa área, acompanhado por um, repito, um, colega de equipa, cruza atrasado para a lateral esquerda da nossa área, onde Rúben Dias não tem a determinação que se exigia para meter o pé à bola, e aparece um outro maradona oriundo lá da selva amazónica a rematar de ângulo já apertado, fazendo Varela meter a mão à bola de forma totalmente ridícula e acabando por a sacudir para dentro da baliza, mais uma vez entre si e o poste esquerdo (lembram-se?...). Desculpem-me o sarcasmo, mas isto sim, é de campeão, não?...
Sinceramente, não se pode aceitar isto, de maneira nenhuma. Nem de uma equipa de amadores!
No desastre - é como, objectivamente, considero a exibição em Paços de Ferreira!... - de ontem, também não faltaram as habituais debilidades do nosso ataque, onde Jonas não ganha uma bola aos defesas, onde os remates são quase invariavelmente passes para o guarda-redes adversário ou, em alternativa, tiros aos pássaros. Na hora de decidir, aparece sempre mais uma adorno pateta, um passe a desmarcar um fantasma ou um centro para trás da baliza. O nosso ataque não tem presença física, nem em número, nem em qualidade. E o pior é que, à conta do agora assumido 4X3X3, também a presença no meio campo anda muito deficitária. Quem conta com Pizzi no meio campo, tem contado sempre com uma nulidade dentro do seu equipamento.
A verdade é que sacrificamos uma série de coisas para jogar com Jonas - por exemplo, deixamos de fora o único verdadeiro ponta-de-lança que temos, e hipotecamos também as hipóteses de Seferovic aparecer a jogar (porque só jogamos com um na frente...) - e voltamos a sacrificar o músculo do meio campo para pormos a jogar Pizzi...
Rui Vitória deve ser como o João Carvalho, que vê coisas que mais ninguém vê. O que eu - que até uso óculos - vejo, não me agrada nem um pouco...
Estou cada vez mais céptico relativamente ao nosso desempenho no que falta da época. E já nem falo de vencer o campeonato, claro; não só porque já não dependemos só de nós, mas também porque já todos adivinhamos, pelo desenrolar do enredo, como vai ser o fim do filme, e ainda porque nós próprios nos encarregamos de arrumar connosco.
Alguém acredita que manter apostas patéticas, como a titularidade do Varela, é andar na direcção certa? Por favor, não brinquem com o Benfica.
Saudações benfiquistas!
Viva o Benfica!

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Passeio

Natural

Pouco

Absurdo

Controlo

Tranquila

Desconcentração

Cinzenta

Frustrante

Lamentável

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds