VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Terça-feira, 23 de Outubro de 2018

Cruel

No regresso a Amesterdão repetiu-se a sina da final da Liga Europa, e fomos derrotados com um golo mesmo ao cair do pano. É uma derrota cruel, sobretudo porque já era completamente inesperada naquela altura e porque o Benfica jogou e lutou para merecer outro resultado.

 

 

Com o Rúben Dias suspenso, coube ao Conti ocupar a sua vaga no centro da defesa, formando dupla com o regressado Jardel. A outra alteração foi o Gedson no meio campo, quando muitos apontavam o Gabriel à titularidade. Quanto ao jogo, acho que raramente vi jogos com tão poucos golos que me tivessem entretido tanto. Desde o primeiro minuto que vimos duas equipas a tentar marcar e ganhar este jogo. O Ajax com algum ascendente, ou não estivesse a jogar em casa, mas com o Benfica a conseguir sempre dar resposta e a manter os holandeses em sentido. Houve quase sempre espaço para atacar, um ritmo elevado e a bola a andar de uma área à outra. Que diferença para aqueles jogos a que estamos mais habituados, com uma equipa apenas interessada em destruir. O intervalo chegou com 0-0 mas podia estar facilmente 1-1 ou 2-2, porque as equipas contruíram ocasiões de perigo suficientes para isso. No Benfica eram os homens da frente, sobretudo Rafa e Seferovic, quem aproveitava o espaço e as muitas situações em que se apanhavam em um para um com os seus marcadores directos, já que cautelas defensivas houve sempre poucas, para se soltar e criar as jogadas mais perigosas. Pouco mudou na segunda parte e continuei com a sensação de que qualquer uma das equipas poderia marcar um golo que seria quase de certeza decisivo. Nenhum dos treinadores mostrou sequer vontade de alterar grande coisa, porque foram guardando as substituições para os minutos finais do jogo, e acabaram por nem sequer as gastar todas. E no último minuto do tempo de compensação, quando já nada o fazia prever, o Ajax chegou ao golo num remate de fora da área que fez a bola desviar no Grimaldo e trair o até então intransponível Odysseas. O lance começa numa falha do Conti (talvez a única no que até então estava a ser um jogo muito positivo) que não conseguiu um corte que parecia fácil, mas imediatamente antes houve um outro lance que me deixou muitas dúvidas na área do Ajax, já que me pareceu que o Cervi foi tocado em falta.

 

 

No geral achei que toda a equipa fez um bom jogo e não mereceu perder de uma forma tão cruel. Destaques maiores para o Odysseas, Rafa e Seferovic. O Conti também fez um jogo bastante bom e não merecia a mancha que foi o último lance do jogo.

 

Este resultado deixa-nos numa posição muito complicada no que diz respeito ao apuramento, pois deixámos de depender de nós próprios. Temos obrigatoriamente que vencer os dois jogos em casa e depois ver o que acontece nos outros jogos. Não tenho grandes críticas à forma como o Benfica se apresentou a jogar em Amesterdão. Acho que fizemos um bom jogo e procurámos ganhar. Fomos traídos por um lance de infortúnio, mas isso não altera a minha opinião sobre todo o jogo. Agora é fundamental não deixarmos que isto afecte a equipa, e que regressemos às vitórias já no próximo jogo.

tags:
publicado por D`Arcy às 23:25
link do post
De Dias Pereira a 24 de Outubro de 2018 às 00:36
Boa noite.
Foi, de facto, uma derrota cruel e, na altura em que se materializou, já algo inesperada. É verdade.
Porém, ao contrário do D'Arcy, não acho que tenhamos jogado e, vá lá, nem sequer lutado assim tanto para merecermos outro resultado. Na minha opinião - de adepto, doente e normalmente pouco optimista... - a equipa foi montada para não perder, atacou sempre com pouca gente e voltou a revelar muito pouco crer na altura decisiva para atacar a baliza adversária. No fundo, manteve um futebol com o cunho do treinador que temos: pouco ambicioso - medroso, mesmo - rotineiro e ronceiro no desenvolvimento ofensivo, e muito lento e permissivo na manobra defensiva. E o resultado é invariavelmente o mesmo: sempre que o adversário não é um dos Sertanenses desta vida, marcamos um golinho e ficamos a gerir, ou nem sequer desejamos assim muito marcar e ficamos a tentar não sofrer...
E, como nos ensinou a vida - embora muitos continuem a não querer aprender... - quem não joga deliberadamente para ganhar, arrisca-se a perder. Foi precisamente o que aconteceu hoje em Amsterdão...
Depois da derrota caseira com o Bayern, e do empate do Ajax em Munique, tínhamos que ter tido outra atitude e ir à Holanda disputar o jogo para, realmente, ganhar. Mas não foi, de facto,isso que aconteceu...
Rui Vitória já não precisa de provar mais nada quanto à sua (in)capacidade para levar o Benfica ao lugar que lhe pertence. Mais do que os resultados - realmente miseráveis!!!... - dos jogos disputados com adversários da estirpe e do nível do Benfica - e, sim, estou a referir-me, por exemplo, a Bayern e a Ajax, por exemplo! - é a qualidade do futebol que a equipa (não) apresenta, a falta de ambição que revela, os princípios que norteiam a sua actuação em campo e, agora também, o discurso das vitórias morais e a lamechiche do treinador. Qualquer sportinguista não faria muito melhor...
Além do referido anteriormente, Rui Vitória continua a persistir em opções que, sendo legítimas, porque é ele o treinador, só continuam a ter validade para ele próprio e para mais uma ou duas excepções, justamente para justificar a regra. Por exemplo, como é possível continuar a manter Pizzi na equipa, qualquer que seja o adversário que se tenha pela frente? Como é possível apresentar-se a jogar num 4-5-1 tão degradante e ineficaz, por essa Europa fora, sem que dele se tire qualquer proveito notório? (Basta recordar que, como toda a gente nos recorda, dos últimos 10 jogos na fase de grupos da CL, perdemos 9, com Basileias e CSKAs à mistura...) Como é possível que uma equipa com jogadores com algum traquejo e reconhecida capacidade técnica persistam na táctica do pontapé para a frente, desde a sua área defensiva, sempre que pressionados pelo adversário? Ou que os mesmos jogadores, em situação de construção ofensiva, sem oposição adversária, persistam no inconsequente e inqualificável passe para o lado ou para trás? Ou como se explica que esses mesmos jogadores sejam recorrentes nos passes falhados a 5 metros do companheiro, e no total desaproveitamento das bolas paradas ofensivas? Sincera, e infelizmente, em tudo isto só vejo um denominador comum: Rui Vitória, as suas opções e estilo de jogo, e o seu trabalho.
Tenho um amigo - com muito mais conhecimentos de futebol do que eu, nas vertentes técnica e táctica... - que tem repetido, por inúmeras vezes, apontando exemplos, que os jogadores que chegam às mãos de Rui Vitória ficam invariavelmente estragados e até parece que passam a jogar pior, muito pior. Pudera! Eles só jogam se se ajustarem às ideias e ao futebol do treinador...
Infelizmente, seguir para a fase seguinte da CL este ano já não é para nós. Este ano, e os vindouros... enquanto por cá tivermos de levar com Rui Vitória...
Como costuma escrever aqui o E Pluribus Unum, "Um fraco Rei faz fraca a sua forte gente"...
Será que ainda teremos a suprema graça de ver o nosso Benfica treinador por alguém que esteja à sua altura? A esperança é a última a morrer...
Viva o Benfica!
Saudações benfiquistas!
De E Pluribus Unum a 24 de Outubro de 2018 às 03:51
CINCO ESTRELAS.
Subscrevo na ÍNTEGRA.

Pelo que aqui escreve e tem escrito em vários outros comentários, meu caro Dias Pereira, vê-se até da Galáxia Andrómeda, que não sendo o meu caro companheiro de luta pelo Benfica, treinador profissional, mesmo assim tem uma visão muito mais real, avançada, correcta e superior do Futebol Profissional, do que tem esse proto-terinador rui DERRRRRROTA!

Diz você, Dias Pereira, e diz muito bem o que passo a transcrever abaixo:

"Será que ainda teremos a suprema graça de ver o nosso Benfica treinado por alguém que esteja à sua altura? A esperança é a última a morrer..."

Oh caro amigo, a esperança está muito cara. Caríssima.
com este presidentezeco que temos, e que, afirmou ele próprio em várias ocasiões que " não percebo nada de futebol". isso é quase como ter esperança que nos saia o euro-milhões.
BEM QUE TEREMOS DE ESPERAR não sentados, mas ainda pior, TEREMOS É DE ESPERAR DEITADOS.

E PLURIBUS UNUM.............. Ad Eternummmmmmmmmmmmmmmmmmmm.
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

#Reconquista

Um

Crer

Proveitosa

Pujante

Deplorável

Firme

Soberba

Complicado

Merecida

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds