VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Domingo, 10 de Abril de 2022

Darwin

Apesar da entrada em falso e de termos apresentado uma equipa com várias alterações, a vitória do Benfica nunca chegou a estar em causa. A superioridade perante a B SAD foi tão evidente que no final até ficámos a dever-nos uma goleada, mas bastou a inspiração do Darwin em frente à baliza para nos garantir um vitória inteiramente justa.

1.jpg

Foram meia dúzia de alterações em relação ao jogo contra o Liverpool, com as entradas no onze do André Almeida, Lázaro (para a lateral esquerda), Morato, João Mário, Diogo Gonçalves e Meïté. Em termos tácticos, a inovação de jogarmos num sistema de 4-2-3-1, com o João Mário a actuar mais próximo do avançado. Digo desde já que este seria o sistema que, na minha opinião, seria o mais favorável para jogar com um jogador como o Weigl, em vez de o obrigarmos a ser constantemente o único médio mais recuado, mas acabámos por o utilizar precisamente num jogo em que ele ficou de fora. O início de jogo não podia ser pior, com a repetição de um cenário frequente, no qual a equipa adversária marca na primeira vez que se aproxima da nossa baliza. Desta vez foi logo aos dois minutos, num lance em que o Morato sobre com a bola até ficar pressionado e ver-se livre dela de forma atabalhoada, o Taarabt ainda tenta tocar-lhe mas acaba por entregá-la directamente a um adversário. Depois foi apenas o Benfica a mostrar mais uma vez que é uma das equipas que pior defendem em Portugal. Apesar da transição ser feita com apenas dois jogadores da B SAD contra quatro defensores nossos, de alguma forma o jogador que não conduzia a bola conseguiu aparecer completamente solto de marcação à boca da baliza para empurrar a bola para o golo (de alguma forma quer dizer: o Meïté, que o estava a acompanhar, decidiu esquecer-se dele e deixá-lo à vontade para aparecer nas suas costas). Felizmente o golo não pareceu ter grande impacto, e a reacção da equipa foi lançar-se abertamente ao ataque sobre o adversário, começando a acumular ocasiões de perigo. Foi por isso com naturalidade que fiquei com a sensação de que seria apenas uma questão de tempo até o golo surgir, o que aconteceu aos vinte e dois minutos. O Taarabt começou a redimir-se da intervenção no golo adversário e recuperou a bola sobre a direita numa tentativa de sair a jogar por parte da B SAD. Depois assistiu o Darwin na área, que fugiu a um defesa e rematou para o poste mais distante. A pressão do Benfica continuou de forma constante, pese um ou outro descuido defensivo que ainda permitiu que a B SAD tivesse contra-ataques com perigo, mas a produção do Benfica justificava claramente termos ido em vantagem para o intervalo em vez do empate que ainda se verificava. O Everton ainda acertou no ferro da baliza, num remate rasteiro de fora da área, e o André Almeida foi derrubado na área num lance que obviamente teria dado penálti para qualquer um dos amigos do Altis, mas que no nosso caso foi obviamente culpa do André Almeida por se ter colocado debaixo do braço do adversário.

2.jpg

Na segunda parte a pressão continuou, mas desta vez com resultados mais imediatos, pois antes de completado o primeiro quarto de hora já o Benfica tinha dado a volta ao resultado e praticamente garantido a vitória. Já depois do Everton ter estado uma vez mais perto de marcar, no espaço de quatro minutos (aos cinquenta e quatro e cinquenta e oito) o Darwin fez mais dois golos e ficou tudo resolvido. No primeiro, uma excelente desmarcação sobre a direita foi correspondida com um excelente passe do Taarabt, à entrada da área por entre vários adversários, e depois o remate saiu mais uma vez cruzado para o fundo da baliza. No segundo, pelo outro lado, o Darwin foi solicitado por um bom passe do João Mário num lance em que, depois de recuperada a bola, de forma pouco usual conseguimos fazer a transição rápida para o ataque. Depois o remate saiu outra vez para o poste mais distante, desta vez desferido de pé esquerdo. Mais um hat trick e são agora vinte e quatro golos em vinte e quatro jogos no campeonato, e trinta e um golos em trinta e seis jogos no total. Com o jogo resolvido, o Benfica ainda assim continuou a carregar no ataque e a criar ocasiões para dilatar a vantagem, mas a definição das jogadas não foi a melhor - o Lázaro por exemplo rematou à figura do guarda-redes depois de isolado por um grande passe longo do Taarabt. Depois, com as saídas do Taarabt, do Everton e a seguir do Darwin, o jogo acalmou e a avalanche ofensiva do Benfica foi menos marcada. Apesar de não ser obviamente uma comparação muito justa, a diferença entre ter o Darwin ou o Yaremchuk no ataque é abissal, e o ucraniano cada vez mais me parece um enorme erro de casting, porque não parece de todo ser um bom encaixe para o tipo de futebol que queremos praticar. Depois de um susto causado por uma asneira do Meïté, que deixou um adversário isolado que poderia ter relançado a incerteza no resultado, já na fase final do jogo os miúdos Tomás Araújo e Paulo Bernardo tiveram a oportunidade de somar mais alguns minutos na equipa principal, e todos são poucos já que assumo que eles farão parte do plantel na próxima época.

3.jpg

O melhor (e isto começa a tornar-se repetitivo) foi obviamente o Darwin. É claramente um jogador bastante acima da média da equipa, e com uma equipa de recurso como a que jogou neste jogo a diferença foi ainda mais óbvia. Fisicamente é quase imparável, e quando cai sobre a esquerda e consegue acelerar e meter o corpo entre o adversário e a bola, é praticamente imparável e consegue quase sempre entrar na área, só que nem sempre é bem acompanhado - por mais de uma vez ele fez isto, e depois quando entrava na área não havia nenhum colega de equipa lá a quem passar a bola. Acho que nesta fase já começo a sentir saudades dele, porque me parece cada vez mais evidente que não contaremos com ele na próxima época. Haverá ainda quem critique o que pagámos por ele? O Taarabt começou mal o jogo mas redimiu-se rapidamente e foi também um dos melhores, com duas assistências e diversos passes de qualidade. Gostei também da exibição do Everton, que nos últimos jogos se tem mostrado bastante trabalhador.

 

Neste momento estamos praticamente a cumprir calendário, porque já é praticamente impossível sairmos do terceiro lugar. A aliança do Altis está confortavelmente instalada nos dois primeiros e vão competindo ferozmente para ver qual dos dois é mais ajudado, enquanto acusam o outro (e o Benfica, sempre) de o ser. Eu gostei do esquema táctico que apresentámos neste jogo, que pode ser uma solução válida para que nos falta jogar esta época, já que oferece mais alguma solidez ao meio campo ter dois médios mais recuados, com um deles a ter liberdade para subir. Para a semana temos a visita a casa da equipa que chumbou na matemática da instrução primária e que sobrevive graças à preciosa ajuda da junta de salvação bancária, e apesar de já nada termos a conquistar em termos de campeonato temos a obrigação de defender condignamente o nosso símbolo.

tags:
publicado por D'Arcy às 20:28
link do post | comentar
3 comentários:
De Luis Agostinho a 11 de Abril de 2022
Continuamos a nossa penosa caminhada rumo ao fim desta época. Para mim, que organizo a minha vida à volta dos jogos do Benfica, é quase uma blasfémia dizer isto, mas é a realidade. Desejo que isto acabe depressa. Tirando o Darwin...um deserto imenso se apresenta perante a minha paixão Benfiquista.

Relativo ao 4-2-3-1, concordo com tudo o que o D'arcy escreve. Penso que seria o melhor sistema táctico para a equipa. Mas, os erros do costume, as debilidade do costume, continuam sempre a atormentar-nos. O processo defensivo... as perdas de bola do Taraabt no meio campo...há quantos jogos seguidos sofremos golos?

Foi refrescante ver o José Augusto ao lado do presidente do SLB em vez de inimigos do Benfica.

Enquanto o Benfica anda entretido com inócuas newsletters e a receber os nossos inimigos na Luz, enquanto cede os nossos direitos de TV por tuta e meia, para alimentar os nossos inimigos, os fruteiros em Guimarães foram mais uma vez levados ao colo pelos árbitros para baterem um nosso record. E já são quantos jogos seguidos...?

No hóquei, foi mais do mesmo. Todos os anos eu ouço a mesma coisa sobre o que se passa no hóquei, mas não vejo o Benfica a tomar uma atitude a sério. Não era já altura de deixar de chafurdar com os porcos e de conspurcarmos na pocilga do hóquei?

Saudações Benfiquistas
De Luís Manuel a 13 de Abril de 2022
Olá D'Arcy, e obrigado pelo post.

Ora lá tivemos mais um clubeco ordinário a vir à Luz e a desrespeitar a tradição na escolha de campo. Acham piadinha e entretêm-se com estas chico-espertices. Foi pena não terem saído com mais umas no saco, ocasiões não nos faltaram.

De acordo com a tua análise e apreciações individuais. Infelizmente, temos de nos habituar à ideia de o Darwin já não estar connosco na próxima temporada, e parece-me que o Rafa também não. Há muito tempo que o Benfica não tinha um avançado tão completo como o Darwin.

Se o lance do André Almeida fosse assinalado como penálti a nosso favor pelo árbitro de campo, o VAR depois compunha as coisas e encontrava qualquer coisa para reverter a decisão. Se não, era ver os junta-letras e os clubes às riscas a sairem do covil a "assoprar" contra o Benfica (como dizia o grande Cardoso Pires) a semana inteira.

Neste esquema táctico (de que também gosto), quais os médios mais recuados que gostarias que jogassem? Embora muita gente não seja da minha opinião, eu continuo a dizer que o Paulo Bernardo, jogando a 8 com mais regularidade, pode oferecer muito à equipa.

Sim, agora é ver os ex-mas-sempre-futuros-amantes (assim que o Benfica se reerguer cairão novamente nos braços um do outro) à batatada, a acusarem-se mutuamente de fazer o que andaram a fazer a temporada inteira. À cautela, quem foi o árbitro nomeado para o nosso jogo com equipa ajudada pela junta de salvação bancária? (Essa expressão está muito bem achada, e a verdade é que somos nós todos a tirar essa equipa do buraco; ninguém perdoou um cêntimo da dívida bancária que o Benfica tem, pelo que se aguarda a intervenção das justiceiras moralistas anas gomes e marianas mortáguas.) Verdíssimo! E vai chover pancada no Darwin e no Rafa. Tal como dizes, mesmo contra tudo isso temos obrigação de defender o nosso símbolo.

Muitos parabéns aos nossos jovens da Youth League, que acabaram de ir a Alcacete dar um recital de futebol. Enorme qualidade e entreajuda. Grande jogo.

Saudações Benfiquistas.

De Luis Agostinho a 14 de Abril de 2022
Caro Luis, concordo com tudo, inclusive com o Paulo Bernardo a oito.

Não só o fábio verdissimo no apito, como teremos (novamente) o macron no bar. Os viscondes parasitas do campo grande, através da sua marionete fontelas, não estão a deixar nada ao acaso. Bem disse o saporim que iam ganhar todos os jogo até ao fim. Só estão a garantir de que isso irá acontecer.

Gostei muito muito muito do que os nossos jovens fizeram na youth league.

Tenho ouvido que dois jornalixeiros do correiro da merda estão a escrever um livro com o vieira...? A ser verdade, explica muita coisa.

Saudações Benfiquistas

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Agosto 2022

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Fevereiro 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Tranquila

Escasso

Hiato

Formação

Exemplar

Brilhante

Brio

Dignos

Darwin

Erros

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds