VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Terça-feira, 5 de Dezembro de 2017

Desolador

Um Estádio da Luz com as bancadas preenchidas por um vazio desolador acolheu a triste despedida de uma campanha europeia igualmente desoladora. E a exibição da nossa equipa neste jogo não quis destoar deste cenário, tendo como resultado mais uma derrota, que significa um registo perfeitamente negativo para esta nossa participação.

 

 

Muitas mudanças no onze - que já tinham sido anunciadas. Apenas dois jogadores repetiram a titularidade do último jogo, o Jardel e o Pizzi. O resto foram regressos e novidades: Svilar, Douglas, Lisandro, Eliseu, Samaris, João Carvalho, Zivkovic, Diogo Gonçalves e Seferovic. Se havia alguma expectativa em ver algo diferente para melhor neste jogo, depressa ficou gorada. Bastaram cinco minutos e o Basileia subir à nossa área pela primeira vez para nos vermos atrás no marcador. Um cruzamento largo e um adversário a surgir completamente solto na área onde nunca poderia estar, ou seja, no espaço entre o lateral direito e o central, para cabecear com sucesso (acho que nem precisou de saltar). E pouco mais o Basileia precisou de fazer durante a primeira parte. O Benfica naturalmente que tentou reagir, mas raramente mostrou saber como fazê-lo. Perante os três centrais adversários, foi preciso esperar algum tempo para vermos a equipa parar de tentar exclusivamente jogar pelo centro e começar a tentar explorar as faixas. E conseguimos de facto criar alguns lances mais perigosos, mas a finalização/decisão foi sempre exasperantemente má. O Basileia limitava-se a manter a organização defensiva e a esperar por nós, para depois aproveitar alguma asneira para sair rapidamente. E causar perigo: acho que perto do intervalo, na segunda vez em que desceram com perigo à nossa área (depois de um corte patético do Lisandro, que deixou a bola nos pés de um adversário) só não marcaram porque o jogador que se isolou preferiu tentar a assistência para um colega e o Jardel fez o corte já na pequena área.

 

Os nossos jogadores entraram decididos para a segunda parte, a pressionar alto, mas a repetir os erros da primeira parte. Má finalização, más decisões (não só no ataque, mas em todo o terreno, com perdas de bola sucessivas na saída para o ataque) e pior de tudo, a desconcentração defensiva que foi a norma nesta edição da Champions, e que explica em muito a prestação conseguida. O Basileia não precisou de fazer grande coisa para garantir a vitória. Uma vez mais, simplesmente manter a organização e esperar pelas asneiras. O segundo golo foi básico: um livre a meio do nosso meio campo, balão para a área, um jogador ganha ao segundo poste e coloca no primeiro, onde aparece alguém solto de marcação a empurrar para a baliza (com o Svilar a hesitar na saída ao cruzamento, Samaris a marcar com os olhos). Depois do segundo golo a equipa continuou a tentar como melhor podia, mas foi um desnorte quase total, com muita gente a jogar para si mesma e erros de principiante a resultarem em perdas de bola comprometedoras. O Benfica teve mais de 60% de posse de bola e fez mais de vinte remates, mas ter mais bola de pouco serve quando como equipa não sabemos o que fazer com ela - e os números da posse de bola foram uma constante nesta campanha europeia. Em apenas meia dúzia de remates o Basileia marcou dois golos, e poderia ter marcado outros tantos. Entre tantos números negativos para recordar (sim, para recordar e não para esquecer) como a nossa pior prestação de sempre na Champions League - e pior cabeça de série de sempre - há mais um que é exemplificativo do quão mal estivemos: neste momento estamos há 518 minutos sem marcar um golo na Champions. São oito horas e trinta e oito minutos de futebol sem conseguirmos marcar um golo para amostra. Desde que o Seferovic, ao minuto cinquenta do jogo contra o CSKA na primeira jornada, marcou, mais nada. Quando se ataca assim tão mal e se defende ainda pior numa competição deste nível, o resultado só pode ser o que vimos.

 

É difícil elogiar alguém num jogo destes. Sim, houve jogadores que mostraram vontade, como o Seferovic ou o Zivkovic, mas houve outros que foram um desastre e não aproveitaram a oportunidade. O Douglas, se for embora em Janeiro, já vai tarde. Não podemos ter um lateral que parece desconhecer as noções mais básicas de como defender. O Lisandro pode ter muito boa vontade, mas é outro desastre a defender. Os miúdos Diogo Gonçalves e João Carvalho passaram completamente ao lado do jogo, e no caso do segundo até acho que esteve tempo a mais em campo, porque quando começou a aparecer mais em jogo na fase final, em que só jogávamos com dois médios, somou um disparate a seguir ao outro. O Samaris foi tenebroso, o Svilar quase conseguiu somar mais um lance ao anedotário desta Champions, quando passou a bola para os pés de um adversário, o Pizzi quis tanto mostrar serviço que quase só fez asneiras, incluindo uma mão cheia de passes inacreditavelmente maus, e podia continuar.

 

Fechado este capítulo negro na nossa história, temos agora que saber limpar a cabeça e mostrar já no próximo sábado, contra o Estoril, o nosso empenho na conquista do campeonato. E por limpar a cabeça quero dizer não deixar que esta péssima prestação europeia, totalmente indigna dos nossos pergaminhos, afecte o nosso desempenho nas provas internas. Esquecê-la é impossível.

tags:
publicado por D`Arcy às 23:50
link do post | comentar
20 comentários:
De E Pluribus Unum a 6 de Dezembro de 2017 às 02:00

ESCANDALOSO. VERGONHOSO. MISERÁVEL. POBREZA TOTAL.
Se chamam a "isto" BENFICA, estão a ultrajar o nome Sagrado do nosso Glorioso Clube.
Se chamam a "isto" BENFICA, então eu tenho ali uma carroça de bois do tempo dos meus avós e posso também chamar-lhe um FERRARI!!!!

A pior equipa portuguesa de semrpe na Liga dos Campeões!!!!
SEIS JOGOS = SEIS DERROTAS.
Um miserável golo marcado e 14 (CATORZE) sofridos!!!!
Contra o "colosso" Basileia da "super-potência" futebolística Suíça, em dois jogos - lá e cá - levámos 7 (sete) golos e marcámos ZERO X ZERO X ZERO X ZERO X ZERO = IGUAL = A ZERO.
VERGONHA. TRISTEZA. BENFIQUISTAS HUMILHADOS.
Eis aqui o "Benfiquinha" desse PATETA com duas orelhas enormes de BURRO, que faz de Presidente do Benfica, e não tendo categoria alguma para o ser, se sente como o "DONO" do Clube!!!!!!!!!

Esse proto-treindor rui DERROTA é outra MERD# que está no Benfica com a mesma ligeireza com que estava no Fátima ou no Vilafranquense!!!!
É um CLONE perfeito do vieirita dos pneus, com um discurso BACOCO e ao nível dos clubecos onde se enquadra a sua (in)competência.

Além de não ter capacidade para ensinar a equipa a defender como defende uma equipa de grandeza Europeia, além de não saber dar INTENSIDADE DE JOGO E DINÂMICA DE JOGO de nível Europeu, agora deu-lhe - o MENTECAPTO ATRASADO COGNITIVO FAZ O QUE QUER - para dar minutos a jogadores na Liga dos Campeões, que é só, a maior prova Mundial de Futebol a nível de clubes!!!!!!!

Esse COPRÓLITO se tivesse um PINGO DE VERGONHA E DIGNIDADE, perante a VERGONHA que nos tem apresentado com o seu futebolzinho mais próprio para uma Liga Feminina dos escalões de formação, apresentava o seu PEDIDO IMEDIATO DE DEMISSSÃO, já que o COVARDOLA E MEDROSO que faz de presidente do BENFICA não tem TOMATES para mandar esse proto-treinador VENDER CHICLETES E PENTES para o Rossio ou Chiado.

VENHA MAIS UM FIM DE MÊS que é isso que interessa. Venham de lá os cheques chorudos para ENGORDAR as contas desses PARASITAS.

Se o Benfica tivesse mesmo um PRESIDENTE, esse rui DERROTA era despedido por SMS.

Uma VERGONHA. Um clube tão GRANDE e com tantos e bons treinadores à mão de se lhes pegar, e temos de aguentar com essa MERD# de aprendiz de treinador de meninas, porque temos um BANANA a fazer de presidente e uns Sócios e Adeptos MORNOS E ANESTESIADOS.

GOZADOS E HUMILHADOS FORA DOS RELVADOS E TAMBÉM DENTRO DELES.

Eis o "Benfica" do PATETÃO l.f.vieira.
Diz a imprensa que ele agora vai uma semana para a China. Ah, claro que vai a expensas do Benfica!!!! Pudera, alguma vez iria gastar do seu bolso?!?!?!

Pode ser que fique lá de vez. Era a SORTE GRANDE que sairia ao BENFICA.
É que se assim acontecer, também nos livramos do ABORTO rui DERROTA.

Rua com os TÓTÓS PARASITAS E INCOMPETENETS.
O Benfica precisa de GENTE A SÉRIO, QUE O DEFENDA E AME DE VERDADE E QUE TRABALHE PARA ELE NO MÂXIMO, E EXIJA A TODOS OS QUE ESTÃO NO CLUBE QUE DÊEM SEMPRE SANGUE SUOR E LÁGRIMAS PELO BENFICA.

P.S. No próximo sábado no jogo com o Estoril (18:15 horas) deviam estar no Estádio a assistir àquela PARASITAGEM INCOMPETENTÍSSIMA com o proto-treinador rui DERROTA à cabeça, apenas os polícias, os bombeiros e a mulher e os amigos da figurinha que faz de presidente.

Desculpem mas é o que eles merecem. "ISTO" não é, não pode ser o Benfica.
O Benfica é algo muuito...... muitíssimo MAIOR, MAIS IMPORTANTE, GRANDIOSO E GLORIOSO.
De Jorge a 6 de Dezembro de 2017 às 10:14
Rui Vitória já não tem condições para treinador do SLB. Vitória deve demitir-se e Vieira perceber o buraco em que meteu o Benfica.
De António Matos a 6 de Dezembro de 2017 às 11:21
Cada dia que passa, vem dar razão à estratégia de LFV - desinvestir no futebol -, com vista a baixar o passivo!!! O Prémio Nobel da Economia, deixou de ser uma miragem. RV, ao não valorizar e dar a importância que devia dar ao jogo de ontem, fazendo alinhar uma equipinha de merda, não só desrespeitou o Benfica e os benfiquistas, como também manchou, de forma indelével, a gloriosa história do clube nas competições europeias. E isso, não pode ficar impune, por muitos campeonatos que ganhe.
De Anónimo a 6 de Dezembro de 2017 às 11:29
DESASTROSA !!! VERGONHOSA !!! É só o que me apetece dizer sobre esta "nossa" participação na liga dos "campeões???" E, apesar disso, parece que ninguém é responsável, ou, responsabilizado. Tudo se pretende justificar como consequência de uma má entrada, um terrível segundo jogo, seguida da descrença dos jogadores (descrença???) e de erros de arbitragem. Não sou apologista de chicotadas, mas nesta situação catastrófica, nesta AGONIA, muitos deveriam ser varridos, a começar pelo presidente, terminando na equipa "técnica?". ZERO, ZERO, ZERO !!! Isto não é o Benfica!
De Artur Hermenegildo a 6 de Dezembro de 2017 às 11:44
Por acaso até gostei do João Carvalho, sobretudo depois de o Pizzi ter ido para a ala. Acho que fez coisas boas, era o primeiro jogo da época, em circunstâncias negiativas logo desde os 5 minutos... Gostava de o ver com o Krovanovic ao lado, e não com o desastroso Pizzi deste ano.

O Svilar pode estar a ser um equívco. É mlehor ter calma e continuar a treiná-lo e ensiná-lo, tem 18 anos. Nem o Oblak, o Ederson, o Enke, o Moreira, eram tão jovens. Neste momento o Varela tem de ser titular, se calhar nunca devia ter deixado de o ser; vamos ver o que vale o grego-alemão que aí vem.

O Douglas não é jogador de futebol.

O Jardel está a melhorar, o que é uma boa notícia. Precisamos dele.

O Seferovic parece ser uma boa opção para jogar como avançado a solo.

O Zivkovic confirmou que está em boa forma.
De anti-burros a 6 de Dezembro de 2017 às 11:58
O "rui derrota", como lhe chamas, é só bicampeão nacional e vai dar-nos o penta enquanto tu vais continuar por aí a vomitar alarvidades, abutre palhacito.
De D`Arcy a 6 de Dezembro de 2017 às 14:22
Artur: Não gostei do J.Carvalho. Durante uma hora praticamente nem percebi que estava em campo, porque parecia andar deliberadamente a esconder-se do jogo (compara com o que costuma ser o Krovinovic quando joga também ao lado do Pizzi). Quando passou a ser literalmente obrigado a aparecer, fez demasiadas asneiras. Perdas de bola infantis, muitas delas por agarrar-se demasiado à bola, maus passes, uma ocasião flagrante desperdiçada (provavelmente a única boa jogada que o Samaris fez em todo o jogo). E ficou-me na memória aquele lance patético em que o Eliseu conduz a bola e a deixa para os pés dele, e ele fica simplesmente parado à espera que o Eliseu continuasse com a bola. Caramba, um médio ofensivo que tem a oportunidade de receber uma bola nas imediações da área adversária não se desinteressa da bola.
De E Pluribus Unum a 6 de Dezembro de 2017 às 15:37
Oh "anti-burros", como podes ser tu anti-burros se tu és o BURRO MAIOR?!
Sim, mentecapto, tu és o BURRO elevado à potência infinita.
Então um proto-treinador que em seis jogos, PERDE OS SEIS!!!! Sofre 14 (CATORZE, catorze, OUVISTE BEM, OH atrasado cognitivo), e apenas marca um, queres tu que eu lhe chame rui vitória, seu BURRO MISTURADO com PORCO?!?! Nãooooo, não e não. Eu chamo-lhe rui DERROTA.

Quanto ao que ele já ganhou, também há muitos BURROS QUEM LHE SAEM O tOTOLOTO OU O eUROMILHÕES e não é por isso que deixam de ser BURROS.
Vomitar ALARVIDADES?! Como posso fazer isso, seu EXCREMENTO FOSSILIZADO se a própria ALARVIDADE ÉS TU????!!!!

Mais, oh ATRASADO ou RETARDADO MENTAL, é por causa dos "CONINHAS" como tu, dos que têm muito "ACREDITAR" em vez de COMPETÊNCIA E CAPACIDADE SUPERIOR DE LUTA DE GARRA DE ENTREGA DE CORRER DE SALTAR, etc,etc,etc, que essa figurinha que faz de presidente do meu QUERIDO E AMADO BENFICA, não tendo a mínima categoria e capacidade para ser Presidente, se julga DONO do Clube.

Os tipos como tu olham para o presidentezeco como os coreanos do Norte olham para o seu ditador KUN IL Jung, ou seja, pensam que estão a viver um EPIFANIA e estão portanto a ver um Deus!!!!!!!!

Cura-te dessa PALRMICE e seguidismo bacôco.
Se és mesmo Benfiquista ao contrário do que pensas, estás a contribuir para que os vários l.fiipes vieiras que estão na MAMAR NO BENFICA estejam dia a dia a AFUNDAR O MAIOR E MELHOR CLUBE DE PORTUGAL.

Só para acabar: VAI À MERDA QUE JÁ PERDI TEMPO DE MAIS COM UM MENTECAPTO ACÉFALO BURRO ELEVADO À POTÊNCIA INFINITA.

Para mim só o BENFICA conta. O resto é TUOD MERDA.

BENFICA BENFICA BENFICAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
Semrpeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee O MAIOR E O MELHORRRRRRRRRRRRRRR
De Manuel Afonso a 6 de Dezembro de 2017 às 17:14
Cambada de incompetentes, estes taliban. Nem criticar sabem.
A ver se aprendem qualquer coisita.

Terminámos esta campanha europeia, que no seu conjunto, em termos de qualidade e lugar na história, estará ao nível dos 7-0 em Vigo.
Um clube com a organização do Benfica, com o nível de profissionalismo do Benfica, com as condições de trabalho e de estabilidade que oferece aos seus funcionários, tem que se perguntar como é possível igualar hoje o que de pior foi feito nas horas mais negras da sua gloriosa história.
Não tenho dúvidas nenhumas que esta reflexão estará a ser feita internamente, e que levará a conclusões e consequências.

Eu também a faço, cumprindo a minha obrigação de sócio, de entre outras, e se não aprofundo neste momento as minhas conclusões, é porque temos um jogo importantíssimo já este Sábado que temos que ganhar, e objectivos muito importantes que podemos e queremos conquistar.

Mas aflorando alguns tópicos, devo começar por dizer que ontem, mesmo antes de começar o jogo, pensei que os jogadores que entraram em campo não deixariam de mostrar aos 40 mil em falta que era ali que tinham que estar.
Não deixariam de agarrar a oportunidade, única para alguns deles, rara para outros, de provar o seu valor num palco como o da Champions.
Ao invés, mostraram aos 20.000 imbecis que lá foram, que razão tiverem os outros 40.000. E fizeram-no de forma tão eficaz que mesmo eu tive que fazer um esforço enorme para não me ir embora antes do final do jogo, coisa que nunca antes me tinha passado pela cabeça.

Sofremos um golo aos 5 minutos na primeira jogada do Basel. Azar, dirão alguns.
Pois eu acho que foi petulância.

Dominámos o resto da primeira parte e só não marcámos por azar, dirão outros.
Pois eu digo que nos faltou genica, força e convicção no momento da decisão.

Parecerá ainda a outros que sofremos o segundo golo na segunda oportunidade deles, e que depois nos desorientámos.
Pois para mim o azar foi incompetência, e que a desorientação foi acompanhada de profunda cobardia.

A questão é que eu gosto muito de gente boa. Mas uma estrutura profissional de um clube desportivo tem que ser orientada, em primeiro e quase exclusivo lugar, para a obtenção de resultados. Desde os petizes aos seniores. E quando esses resultados não aparecem ano após ano, só há um caminho a tomar. Procurar quem ganha e substituir quem perde.

E os jogadores têm que ser formados para amar a vitória e odiar a derrota. Têm que ser educados de forma a que a vitória seja tudo. Têm que ser educados a a esfarraparem-se, desunharem-se, a atropelar os seus adversários pela vitória, e a chorar com as derrotas.
E se o seu espírito competitivo não lhes permitir SER assim, que se dediquem à música, à dança ou ao teatro.

Na música, na dança e no teatro é que há lugar para meninos petulantes, fracos, incompetentes e covardes. No desporto de alta competição não. O desporto de alta competição é muito mais cruel que estas minhas palavras.
Não é para quem quer, é para quem pode. E quem pode reage às críticas, sobretudo quando são injustas, mostrando o seu valor.

E para terminar, todo o discurso do Benfica tem que ser orientado para a competição e para os resultados desportivos. Mesmo quando a prática não é assim, nem deva ser.
Certamente que as vedetas públicas não podem ser, mesmo quando o são na sombra e merecidamente, os gestores. Nem pode ser o seu discurso a imperar.

Desde a primeira hora até ao pôr do sol, a palavra de ordem dentro da nossa casa tem que ser ganhar, ganhar, ganhar, ganhar. Ganhar "lá dentro", onde conta. Nos "campos".
Claro que não se ganha sem tudo o resto. Mas tudo o resto não tem que nem pode ser preocupação de treinadores e jogadores. A única preocupação destes, a única coisa que têm de ouvir de quem manda e deve falar, é GANHAR!!!

E quando assim é, até uns coxos convictos como os do Basel, conseguem ganhar a talentosos acomodados como os do Benfica.
Acomodados... haverá muitos acomodados dentro do clube? A forma como se reagir a esta catástrofe europeia, vai ser a resposta a esta pergunta.








De Francisco Pereira a 6 de Dezembro de 2017 às 20:15
Olá D Árcy.

Vou tentar ser breve e, ao contrário do costume, discordar de algumas das tuas opiniões. Vou só mencionar algumas.
Como já disse e pedi-te que intercedesses, o homem fixo da área, nunca pode ser um Flop tipo Seferovic, à parte aquele remate na primeira parte que obrigou a extraordinária defesa, fez aquilo do costume, chegar à bola e tocar-lhe, como se estivesse para fazer golo, muitas vezes com o pé contrário e, já está, malta, como vêem estou cá. Ao contrário de ti, não o acho um perigoso avançado. No princípio da época, contra equipas ainda fracas, lá se foi safando e passou por herói. Mas não, mais uma vez te digo , tipo CARDOSO ou mesmo CARDOSO, não hà nada...!!! Eram 3 centrais, então faltava~lhes um lateral, óbvio. Mas como UM CARDOSO prendia ou fixava dois centrais, já viste não viste como seria ??!!!!

Depois, sem dúvida, que os extremos são, também a meu ver, importantíssimos. Mas eu joguei futebol pelo C.D.Luso desde hà mais de 50 anos, quando, se tivessemos dinheiro, pagaríamos, sem dúvida, para jogar. Era gosto, prazer, alegria de jogar e, aí o futebol, não era mais extremos que pontas de lança, o futebol é uma variedade frequente, não uma frequente uniformidade. Pois agora e já hà muitos jogos, é só lateralizar, lateralizar e lateralizar, muitas vezes .....devagar, devagarinho. Até que depois de cansados de fazer isso, dão para os extremos que estão a lateralizar na mesma linha dos outros. Claro, além da falta do ponta de lança fixo no meio da área, falta mentalizar, talvez nos treinos, para dois médios ou só um de cada vez, consoante o que se pode, infiltrarem-se em velocidade entre os centrais e os laterais e, assim, porem a defesa contrária em sérios apuros, se houver aí o tal jogo de passes verticais, em profundidade, etc, etc......

Detesto, sempre detestei que, após o Benfica ter um treinador, que se diga mal dele, principalmente quando se é bicampeão e se chega aos 1/4 e oitavos da Champions. Mas acho, sinceramente, que RUI VITÓRIA, por alguma razão, está à nora para implementar o futebol atacante que acima descrevi. E o que descrevi, é um futebol de menos posse mas mais periogoso e eficaz. Atenção, amigo D ´Arcy, nunca fui nem sei nada de treinador, nem sou professor deles.

Quanto ao Svilar, que achava que não andava mal de todo, neste jogo, o principal foi não se ter saído a cruzamentos importantíssimos, um que deu golo e outros que não deram porque não calhou.

Mais uma vez, arranja a maneira de irem buscar o Cardoso ou outro igual.

VIVA O BENFICA, o n/ GLORIOSO.

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Desnecessário

Desilusão

Estrelinha

Paciência

Incontestável

Difícil

Serenata

Crença

Evidente

Talento

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds