VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Sábado, 3 de Dezembro de 2016

Desperdício

Pagámos um preço demasiado alto pela má entrada no jogo hoje. Uma derrota absurdamente injusta (um empate já teria sido uma injustiça tremenda) que se ficou a dever sobretudo ao muito desperdício no ataque, em especial na segunda parte. Tivesse o aproveitamento sido melhor, e o resultado final não teria andado muito longe daquele que aconteceu no jogo da taça.

 

slb2.jpg

 

Uma única alteração na equipa, esperada, com a utilização forçada do André Almeida na esquerda da defesa. A entrada em jogo do Benfica foi disparatada. Ao contrário do que tinha acontecido no jogo anterior contra este adversário, desta vez foram eles a marcar praticamente na abertura do jogo, num lance em que o Luisão se mostrou demasiado preso de movimentos, e em que depois o jogador do Marítimo acabou por ser feliz no remate - a bola ia para fora, mas um ligeiro toque no Nélson Semedo, que tentava interceptá-la, acabou por fazê-la entrar mesmo junto à base do poste, fora do alcance do Ederson. O golo madrugador pareceu afectar a nossa equipa, que se revelava nervosa na defesa, com o Luisão em particular demasiado inseguro. Do outro lado, a táctica do Marítimo era tentar pressionar e matar sempre que possível qualquer jogada do Benfica à nascença recorrendo à falta. O Gonçalo Guedes em particular, nesta fase inicial, sofreu faltas sucessivas (fora as que nem assinaladas foram) sem que houvesse mais do que o tradicional aviso aos jogadores adversários. O nervosismo do Benfica ficou patente num disparate do Pizzi, que se deixou desarmar à sobre a linha do meio campo e permitiu que um adversário seguisse isolado para a baliza, valendo-nos o Ederson, que com duas defesas evitou o pior. Só ao fim de uns bons vinte minutos é que o Benfica começou a assentar melhor o seu jogo, insistindo sobretudo pela direita devido às acções do Nélson Semedo (o Salvio estava num daqueles dias em que baixa a cabeça e corre com a bola, e só a levanta para ver a baliza). E antes da meia hora o azar do primeiro golo foi compensado com a sorte do golo do empate. Remate do Nélson Semedo ainda de fora da área, com a bola a embater no Guedes e a desviar para entrar junto da base do poste do lado oposto. Se o Benfica já estava a passar para cima do jogo, então depois do empate só deu mesmo Benfica. E começou o desperdício, com as ocasiões desperdiçadas a começarem a acumular-se - só o Mitroglou teve duas ocasiões soberanas para marcar e em ambas nem acertou com a baliza.

 

A segunda parte foi ainda pior. Começou praticamente com um falhanço inacreditável do Salvio, que servido pelo André Almeida conseguiu cabecear à barra quando estava a uns dois metros da linha de golo. O jogo foi de sentido único, com o Marítimo completamente acantonado à frente da sua área e o Benfica a atacar incessantemente na procura do golo da vitória. Mas ou os nossos jogadores não acertavam com a baliza, ou aparecia sempre uma perna ou uma cabeça de um jogador do Marítimo a desviar a bola, ou o guarda-redes fazia defesas inacreditáveis quando parecia impossível não ser golo. Depois aconteceu o velho estereótipo destes jogos, em que a equipa que está a jogar para o pontinho e não faz absolutamente nada para ganhar, no primeiro ataque que faz na segunda parte (não estou sequer a falar no primeiro remate, mas sim no primeiro ataque, porque mostraram as estatísticas dos ataques pouco depois do golo e o Marítimo na segunda parte tinha um ataque) chega ao golo. Num canto (que surgiu na sequência de um alívio horrível do André Almeida, que fez um balão para dentro da própria área) um defesa do Marítimo conseguiu cabecear no meio do Lindelöf e do André Almeida e fazer o golo (desconfio que os que tanto gostam de criticar os bloqueios que o Benfica faz nos cantos desta vez fiquem calados sobre o 'bloqueio' que o Ederson sofreu nesse lance). Faltavam nesta altura vinte e um minutos para o final do jogo, e o cenário era negro. Ainda assim o Benfica conseguiu desperdiçar de forma inacreditável mais algumas ocasiões para marcar, como por exemplo pelo Rafa (tinha entrado para o lugar do Salvio) ou pelo Jiménez (que entrou para o lugar do André Almeida, ficando o Cervi a fazer todo o corredor esquerdo). Não me agradou a forma mais atabalhoada como o Benfica procurou o golo nos minutos finais, mas também é preciso ter em conta que de qualquer forma praticamente já não houve jogo nos últimos quinze minutos. Os jogadores do Marítimo passaram obviamente a cair que nem tordos. Eram frequentemente atacados de cãibras, queimavam tempo em todas as reposições ou interrupções, enfim, fizeram o seu trabalho dado que o tempo corria a favor deles, e já se sabe que nestas coisas o crime compensa quase sempre. Por isso quando os nossos jogadores tinham a bola tentavam frequentemente saltar demasiados passos no processo ofensivo e resolver de forma demasiado rápida, individual e atabalhoada.

 

Nem vou fazer destaques positivos ou negativos hoje. Ganhamos como equipa, perdemos como equipa. Se há algumas coisas de que nos devemos queixar hoje é sobretudo da inacreditável falta de eficácia no ataque, e da forma disparatada como entrámos no jogo. É uma derrota impensável e injusta, mas tudo isto faz parte do jogo. Fiquei com a sensação de que a equipa fez tudo o que podia para vencer, mas há dias que correm assim e em que a bola parece que não quer entrar. O importante agora é corrigir o que se fez mal e olhar em frente para os próximos jogos. E sobretudo ignorar a canzoada que andava há meses à espera de um resultado destes, porque nos próximos dias vão ladrar muito.

tags:
publicado por D`Arcy às 03:04
link do post | comentar
16 comentários:
De Águia Real e Eterna a 3 de Dezembro de 2016 às 05:30
Fim de semana ESTRAGADO. A culpa da nossa equipa fica-se apenas pela metade, pois, mais uma vez e para não variar tivemos de jogar contra 14 (CATORZE). Direi até mais, jogámos contra 15 (QUINZE), porque até a sorte esteve praticamente 100% contra o nosso BENFICA.
No entanto não deixo de assinalar as fragilidades da nossa equipa, principalmente nos lances defensivos quando a bola é mandada para a nossa área, para a cabeça dos adversários. Somos muito pouco convictos e agressivos no ataque à bola. Ontem provou-se mais uma vez - o segundo golo do marítimo na sequência de um canto -, que não foi apenas por AZAR que empatámos 3-3 na Turquia depois de estarmos a ganhar por 0-3.
A nossa equipa é frágil do ponto de vista físico-atlético. A nossa equipa é a MELHOR em termos técnicos, qualidade de passe e recepção de bola, etc,etc,etc,.. mas "fica-se" perante os adversários quando estes apresentam um jogo mais PORCO, AGRESSIVO E INTIMIDATÓRIO, etc,etc,etc,..
Tivemos alguns jogadores em rendimento apenas médio, casos de Gonçalo Guedes e Pizzi, só para citar dois dos mais destacados craques do Benfica.
Claro que tivemos o AZAR TODO. O marítimo foi três vezes à baliza do Benfica e marcou dois golos. NÃO PODE SER. Nenhuma equipa consegue ser Grande e candidata a ganhar TUDO em Portugal e não só, se sofre dois golos quando o seu adversário apenas vai duas vezes à sua baliza. FRÁGEIS a defender, pois concedem todas e mais algumas facilidades aos adversários. E temos um grande guarda-redes, o melhor presentemente a actuar em Portugal, senão as nossas dores ainda seriam maiores.
O marítimo apresentou-se como uma equipa BANALÍSSIMA, mestre na "arte" de JOGAR PORCO, BATER COVARDEMENTE com o beneplácito do apitador vasco santos corrupto do porco, e campeoníssimos na "qualidade" da SIMULAÇÃO e queima de tempo. UMA VERGONHA. Este campeonatozito é pequeno de mais para o nosso Benfica.
Já no jogo anterior - BENFICA vs moreirense - ganhámos 3-0 também a jogar contra 14 (CATORZE). ainda o jogo estava em 1-0 e um caceteiro do moreirense agarrou-se de tal maneira à cabeça do nosso sálvio dentro da pequena área dos forasteiros que parecia que a queria encostar aos pés do argentino, ou quem sabe, enterrá-la mesmo na relva. O apitador de frente não apitou nada. Ninguém diz nada. Roubar o BENFICA é a coisa mais fácil de se fazer neste país. Nem os comentadores do Benfica nas diversas televisões têm COLHÕES E BENFIQUISMO para defender o Benfica. Ai e tal, quando a falta foi cometida o jogo ainda estava parado, e portanto o árbitro só errou em n~~ao mostrar o cartão amarelo - PARA MIM SERIA VERMELHO - ; não senhor, o árbitro também errou porque teria de mandar repetir a marcação do livre, pois quando este foi batido o nosso jogador estava já impossibilitado de disputar o lance. Uma TRISTEZA certos Benfiquistas nas TVs que não têm nem conhecimentos, nem argumentos, nem colhões, nem nada para defenderem o MAIOR E MELHOR Clube de Portugal.
No jogo desta sexta-feira, o apitador deixou fazer tudo contra o Benfica. Marcou e remarcou faltas e faltinhas inexistentes contra o Benfica. Perdoou 2 (DOIS) penalties ao marítimo, um sobre Pizzi e outro sobre Sálvio. A acabar, Mitroglou é nítidamente EMPURRADO junto ao bico da grande área adversária e o FILHO DE UMA GRANDE PUTA PÔDRE do escarrola com duas patas vasco santos fez VISTA GROSSA.
E nós BENFICA continuamos alegremente e passivamente a deixar que estes COPRÓLITOS e grandes filhos da puta tudo façam para nos impedir de conquistarmos o TETRA-CAMPEONATO.
vÁ LÁ QUE AO MENOS TIVEMOS lUISÃO A DIZER" fomos parados de várias maneiras diferentes".
Quero ver se a Direcção e Presidente entendem o que quer dizer o nosso Capitão, e começam a AGIR. AGIR COM FORÇA E DERTERMINAÇÃO. E os Adeptos e Sócios também.
É que não é com "ANJINHOS", e muito menos "ANJOLAS" que alguma vez o nosso querido BENFICA será Tetra-Campeão Nacional, apesar de ser em TUDO muito melhor do que a concorrência.
Cinco e trinta da manhã e ainda não consegui dormir. tUDO POR CAUSA DE UMA EQUIPA foleira QUE SÓ SABE SIMULAR, dar pau E CORRER COMo LABRÊGOS, e de um APITADOR CORRUPTO a quem eu desejo TUDO DO PIOR PARA A SUA VIDA.
À grande PUTA que DEFECOU esse coprólito.

BENFICA BENFICA BENFICA. Semrpeeeeeeeeeeeeeee
De Luis Agostinho a 3 de Dezembro de 2016 às 07:11
Depois do que vi no estádio do bessa, de um lagarto de Peniche chamado Fábio veríssimo, e do que vi no Funchal (já ando nisto há uns anitos e só me lembro de uma arbitragem deste calibre no ano passado para a taça no WC do metro do campo grande e de um boi Jorge do porto) desta encomenda também vinda do porto....os dirigentes do Benfica têm de mudar a sua política de "contenção verbal" pois estão a "ser comido de cebolada". Isto foi uma encomenda para ressuscitar moribundos.
De antonio fonseca a 3 de Dezembro de 2016 às 11:09
Bom dia,

Derrota injusta, as inúmeras oportunidades criadas e desperdiçadas, aliadas a um desacerto total em toda a equipa com excepção do Ederson levaram a mais um descalabro. Sem ter feito uma boa exibição, antes pelo contrário a equipa entrou em campo demasiado descontraída, com demasiada lentidão nos processos pensando que a vitória estava certa.

Foi uma fraca exibição contra uma equipa que mais não fez que dar cacetada, fazendo anti jogo primário tudo isto com o beneplácito dum arbitro do porto sem categoria para apitar um jogo com a responsabilidade deste.

A actuação desastrada do arbitro não desculpa a má exibição global da equipa e consequente derrota, num jogo que era impensável perdermos.

Espero que este jogo sirva para alertar os jogadores para a concentração dos jogos difíceis que aí veem .

Saudações benfiquistas.
De Francisco Pereira a 3 de Dezembro de 2016 às 13:19
Olá D' Arcy

Estou de acordo, em parte, com o teu artigo mas, para meu gosto, estás demasiado santinho.
Mais uma vez não entendi a substituição do Cervi pelo Carrilho ou por lá quem fosse. Mais um vez achei que ele estava a jogar muito bem e a ganhar muito bem a linha de fundo de onde enviou algumas bolas para golo. Mas, não és santinho por essa razão.
Pareceu-me que estava tudo combinado, que já estava a ser um embaraço para os novos dirigentes da arbitragem as poucas cedências de pontos do Benfica.
Lembrei-me ontem que, num jogo que decidia, hà muitos anos, o apuramento de Portugal para o Mundial, contra a Alemanha, perto do fim, a substituição do Rui Costa não se chegou a fazer porque o árbitro achou que ele andou demasiado devagar para a linha lateral. E, estúpidamente, mostrou-lhe, exageradamente o cartão vermelho. Portugal ganhava e assim acabou por ceder o empate e ser impedido de ir ao Mundial referido.

Como vês, foste santinho demais.

Vamos acreditar que estas roubalheiras estudadas não se irão repetir.

VIVA O BENFICA.
De marco rijo a 3 de Dezembro de 2016 às 14:19
Perdemos por culpa própria, na minha opinião entrámos com sobranceria e alguma arrogância que se manifestou na apatia e erros infantis dos jogadores.
E após estarmos a perder, não conseguimos dar a volta , sei que não há equipas invenciveis, mas esta derrota veio na pior altura , com a Champions e derby para breve, fico com alguma expectativa como vão correr os jogos.
Penso que o Luisão deve descansar um bocado e dar o lugar ao Jardel .
O que se passa com o Zivkovic ,porque ele ainda não joga ..??
O Carrilho não encarilha nada..!!
Terça -Feira logo se vai vêr como a equipa vai reagir.
Devo ainda dizer que fiquei bastante zangado com a derrota e com a maneira como perdemos , estou desiludido com a exibição, pois se perder aconteçe no futebol, pelo menos queria ver mais atitude
De Luís Manuel a 3 de Dezembro de 2016 às 17:05
Olá D'Arcy,

Obrigado pelo teu post, com o qual concordo por inteiro.

Custa mesmo muito perder assim. Verdade que não entrámos bem, mas depois reorganizámo-nos e encostámos o Marítimo à sua grande área, de onde não saiu mais durante o resto do jogo, com a excepção de um ataque, que deu canto. E nesse canto sofremos o golo. É um golpe duro e qualquer equipa se ressente, com apenas 20 minutos para se jogar. Mesmo assim, ainda que não da melhor maneira, a nossa equipa nunca baixou os braços. Portanto, nada tenho a apontar à atitude dos nossos jogadores, antes pelo contrário. Foi pena a falta de eficácia na concretização, mas às vezes é assim, nem sempre as coisas correm bem nesse aspecto. E contra uma equipa que deu pau a torto e a direito, logo na primeira parte, com o beneplácito deste árbitro tirado da cartola, e que entrou pela estratégia que referiste nos últimos 20 minutos, é difícil fazer com que haja "jogo". Joga-se sempre mais com o coração. Faço votos para que o Marítimo se bata sempre assim contra todos os candidatos ao título, tenho a certeza que o fará. E que tenha sempre um defensor bondoso do seu lado, ajuda bastante.

Este jogo já é passado. Agora é seguir em frente, recuperar energias e concentrarmo-nos no próximo.

Força, Benfica!!
De Águia Real e Eterna a 3 de Dezembro de 2016 às 19:20
Luís Agostinho, estás com mil por cento de razão.
O APITO DOURADO A AZUL ressuscitou na Madeira e FEZ UM GRANDE SERVIÇO.
De Águia Real e Eterna a 3 de Dezembro de 2016 às 19:48
Luís Agostinho, estás com mil por cento de razão.
O APITO DOURADO A AZUL ressuscitou na Madeira e FEZ UM GRANDE SERVIÇO.
O Benfica em Portugal para ser CAMPEÃO tem de ser dez vezes melhor do que oporco corrupto e riporting de alvaLADRA. Para ser TETRA-CAMPEÃO tem de ser VINTE VEZES melhor do que esses dois clubezecos REPUGNANTES E REPELENTES. Ontem na Madeira, apenas conseguimos ser quatro ou cinco vezes melhor e isso infelizmente não chegou para ganharmos o jogo.
Andamos a encher todos os estádios de futebol, a alimentar a, como agora gostam de dizer, INDÚSTRIA DO FUTEBOL, ms cntinuamos a ser os MAIS ROUBADOS E ESPEZINHADOS deste pobre e corrupto Portugal.
Além disso os nosso grandes jogadores, Gonçalo Guedes, Pizzi, Franco Cervi, etc,etc,etc, são os que mais PORRADA COVARDE levam dentro dos relvados, e não se vê um ÚNICA VOZ dos directores a DENUNCIAR ESSA covardia e anti-jogo E A EXIGIR o seu fim. O andré silva do fócorrupo do oporco não leva nem um vigésimo da porrada que leva o nosso Gonçalo Guedes.
Essa é que é a verdade. Ser jogador do Benfica e jogar em Portugal contra CACETEIROS PROFISSIONAIS disfarçados de jogadores de futebol é uma actividade de GRANDE PERIGOSIDADE.
Infelizmente vê-se que os nossos jogadores estão "treinados" para levarem e CALAREM. Não vejo isso em parte mais nenhuma do Mundo. Qualquer jogador do Real Madrid, Barcelona, Man. United, Juventus, Bayern, etc,etc,etc, que leve um décimo da porrada que levam os nosso jogadores, discutem, protestam e revoltam-se contra os AGRESSORRES COVARDES e contra o árbitro que tal prática permite. Podiam dar dezenas de exemplos, mas não é preciso porque todos sabem que é verdade.
No nosso BENFICA a política é COMER E CALAR. Penso que as ORDENS do "AGACHAMENTO" perante todas estas afrontas partem de cima da estrutura, e por isso temos o resultado dessa prática: Quanto mais nos CALAMOS MAIS COMEMOS. Quem se fica e quem se agacha fica cada vez MAIS PEQUENO E MAIS FRACO.

Quanto ao Rui Vitória queria saber qual é o Dec. Lei que o "OBRIGA" a retirar sempre o FRANCO CERVI do jogo, mesmo quando este é o MELHOR E MAIS APLICADO jogador do Benfica em campo, e o que tem uma verdadeIra ALMA DE ÁGUIA.

Na minha opinião, e voltando-me para os principais responsáveis do BENFICA, ou essa gente muda de agulha e se fazem mesmo HOMENS A SÉRIO, EXIGENTES, DETERMINANTES, ACTUANTES EM DEFESA DO BENFICA e da VERDADE NO DESPORTO, ou então será de todo impossível o BENFICA, o nosso querido SPORT LISBOA E BENFICA alguma vez conseguir ser TETRA-CAMPEÃO NACIONAL.

Esta APITADORAGEM FOI UMA ENCOMENDA. Só nos enviam APITADORES CORRUPTOS DO PORCO. Ele são os artures soares dias, os jorges sousas, os manueis monteiros, os vascos santos, etc,etc,etc, e mais seriam se mais houveram. Enfim, tudo PORCOS MONTES DE MERDA com duas patas ao serviço do anti-BENFICA, e nós CALADINHOS, APÁTICOS, INERTES, FRACOS E RESIGNADOS à espera que sejam o DIVINO ESPÍRITO SANTO mais o S. Vicente (Padroeiro de Lisboa) a EMPERTIGAREM-SE E A DEFENDEREM O NOSSO BENFICA.

Penso que o nosso Enorme e Glorioso Clube merece muito mais. Merece MUITÍSSIMO MAIS, de todos nós, a começar por aqueles que mais e maiores responsabilidades têm na vida do Clube: O seu Presidente e toda a sua Direcção.

A ver a BANDA PASSAR e deixar "correr a festa", não é DIGNO de quem tem o PRIVILÉGIO e a RESPONSABILIDADE de dirigir os destinos do nosso BENFICA.

É ASSIM QUE EU PENSO. TENHO A CERTEZA QUE MUITOS MILHÕES ESTARÃO DE ACORDO COM ESTA LINHA DE PENSAMENTO.

BENFICA BENFICA BENFICAAAAAAAAAAAAA Sempreeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee o Maior e o Melhorrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr
De Luís Manuel a 3 de Dezembro de 2016 às 22:31
Só para acrescentar que tens toda a razão: uma das coisas principais nos próximos dias é mesmo ignorarmos a canzoada, que vai ladrar em força e em uníssono :)
De Manuel Afonso a 4 de Dezembro de 2016 às 12:08
O futebol é um desporto fantástico. Único na sua imprevisibilidade. Único na sua irrazoabilidade.
E é isto que o torna no desporto mais popular.
Em todas as outras madalidades colectivas, seja o Rugby, o Basquet, o Volei, o Andebol ou o Hoquei, quando uma equipa forte defronta uma equipa mais fraca, e nem precisa de ser muito mais fraca, a questão não é se vai ganhar. É por quantos. E bem que pode estar num dia não, bem que pode o adversário fazer o jogo da sua vida, bem que pode o árbitro errar o quanto queira, que o resultado final é sempre o mesmo. Ganha a equipa mais forte. São assim os deportos jogados com a mão.

Já no futebol, todas as lógicas se podem transformar rapidamente em batatas, algo que acontece frequentemente. Talvez porque tentar enfiar uma coisa dentro de outra utilizando apenas os pés, seja a coisa mais anti-natural do mundo.
Jogar muito mais que o adversário e perder, porque a bola não quer entrar, porque os avançados têm os pés tortos, porque os defesas tropeçam, porque os Deuses decidem embirrar, porque estava a chover, porque o árbitro é ladrão, porque, porque, porque, acontece amiúde no futebol, e tem imensa piada quando acontece aos outros.
Já quando nos acontece a nós...

Mas hoje o palco não é para mim. É para todos os profetas da desgraça que andam a prever a nossa derrota vai para vinte e tal jogos. Afinal sempre tinham razão...

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Desnecessário

Desilusão

Estrelinha

Paciência

Incontestável

Difícil

Serenata

Crença

Evidente

Talento

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds