VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Domingo, 19 de Outubro de 2014

Difícil

Vitória difícil e suada de uma equipa de segundas escolhas no horrível relvado da Covilhã, que nos permitiu carimbar a passagem à eliminatória seguinte da Taça de Portugal. O cenário chegou a complicar-se, mas alguns toques de classe do Jonas acabaram por evitar males maiores.

 

 

O nosso treinador não foi nada meigo no que diz respeito a poupanças: foram dez os habituais titulares que ficaram de fora, nem tendo sequer feito a viagem até à Covilhã. Apenas o Artur manteve a titularidade, e daí para a frente tudo novo, com vários jogadores a estrearem-se como titulares e alguns deles a fazerem os primeiros minutos da época. A coisa até nem começou mal, pois logo na primeira jogada o Ola John entrou na área pela esquerda, foi puxado, e do respectivo penálti resultou o primeiro golo, marcado pelo Jonas. Poderíamos ter uma oportunidade para um jogo descansado, em que os menos utilizados pudessem jogar com pouca pressão a aproveitar para mostrar algum serviço ao mesmo tempo que acumulavam alguns minutos nas pernas. Mas a nossa defesa 100% renovada de hoje (André Almeida, César, Lisandro e Benito), seja por falta de ritmo ou de jeito, resolveu fazer um 'best of' daquilo que tínhamos visto durante a pré-época, e meteu água por todos os lados. Particular destaque para o Benito, autor de uma exibição desastrada e cujo erro grotesco teve como consequência directa o golo do empate do Covilhã, obtido aos nove minutos de jogo. O golo motivou o adversário e a partir daí vimos um jogo feio, em que os jogadores pareciam ter dificuldades em lidar com o relvado (ou escorregavam, ou controlavam mal a bola), quase não conseguimos ligar dois ou três passes seguidos, e em que o mau futebol parecia beneficiar sobretudo o Covilhã, certamente mais habituado a lidar com cenários destes. De positivo, uma jogada em que o Pizzi vê o Taborda negar-lhe o golo quase por acaso, depois de um centro do Bebé, e a estreia do Gonçalo Guedes na equipa principal. De negativo, a lesão do Ola John que permitiu essa mesma estreia, e o segundo golo do Covilhã já quase sobre o intervalo, no seguimento de um livre em que a bola foi cair no espaço entre os dois centrais, onde estava um adversário completamente livre de marcação.

 

 

A segunda parte não foi muito melhor no que diz respeito à qualidade do futebol apresentado. O Covilhã pareceu recuar um pouco mais no terreno e o Benfica teve (ainda) mais posse de bola. Foi bom que o empate tenha chegado ainda com poucos minutos decorridos, porque acalmou a equipa e evitou que entrássemos demasiado cedo em ansiedade, com o consequente chuveirinho sem critério para a área que se adivinhava que pudesse acontecer. Um passe magnífico do Cristante, longo e por alto para a desmarcação do Jonas nas costas da defesa, acabou com a finalização do brasileiro de primeira, sem deixar a bola cair no chão para um bonito golo. Depois do empate o domínio do Benfica acentuou-se ainda mais e o jogo passou a disputar-se quase exclusivamente no meio campo do Covilha, ainda que não assistíssemos propriamente a um sufoco, já que ocasiões de golo eram poucas. O golo decisivo acabou por surgir a vinte minutos do final, e curiosamente numa jogada de contra-ataque. Após uma subida do Covilhã à nossa área, o Artur teve um raro momento em que soltou a bola rapidamente para o contra-ataque. A bola foi conduzida pelo Gonçalo Guedes pela direita, foi entregue ao Pizzi na zona frontal da área, e depois uma tabela com o Jonas deixou o brasileiro novamente em posição privilegiada para marcar, assinando assim um hat trick na estreia como titular. Nos minutos finais o Covilhã ainda tentou pressionar para chegar novamente ao empate, mas sem conseguir causar grandes calafrios. A melhor ocasião de golo foi mesmo para o Benfica, já a fechar o jogo, quando o Gonçalo Guedes se isolou pela esquerda mas falhou por pouco a oportunidade de assinalar a estreia com um - provavelmente por ter sido pouco egoísta e ter perdido algum tempo a pensar se seria possível servir um colega no meio.

 

 

Homem do jogo, sem qualquer discussão, o Jonas. Marcou os três golos e dá para perceber simplesmente pelo toque de bola que é um jogador com qualidade. Para já leva quatro golos em um jogo e meio, o que é um óptimo cartão de visita. Gostei de ver o Gonçalo Guedes estrear-se na equipa principal. Não se pode dizer que tenha brilhado, mas não pareceu acusar qualquer nervosismo e cumpriu. Não gostei da exibição dos dois laterais da equipa, demasiado faltosos e desastrados. O Benito, em particular durante a primeira parte, foi um desastre e o erro que resultou no primeiro golo adversário foi muito mau (provavelmente também foi consequência do mau relvado, mas mais um motivo para não abordar o lance de forma tão descontraída). O Bebé não aproveitou a oportunidade, e estragou diversas jogadas na altura de centrar, depois de ter feito tudo bem para ganhar a linha de fundo. Apesar da assistência para o terceiro golo, não gostei particularmente de ver o Pizzi a fazer de Enzo. Pode ser que com o tempo se adapte melhor e evolua. O Derley também teve um jogo pouco conseguido.

Passou-se a eliminatória e pouparam-se quase todos os jogadores para o decisivo encontro com o Mónaco - para mim é decisivo no que diz respeito à continuidade nas competições europeias, porque uma derrota deverá com quase toda a certeza significar que nem para a Liga Europa iremos. Portanto podemos considerar que a missão foi cumprida, apesar dos sobressaltos.

publicado por D'Arcy às 00:05
link do post | comentar
12 comentários:
De Águia IMPERIAL a 19 de Outubro de 2014
Como é que é possível uma equipa do BENFICA, mesmo apresentando uma espécie de 2ª linha, tenha tanta dificuldade em ganhar um jogo contra um clubezinho semi-profissional duma POBRE 2ª Divisão??!!
Sim, porque até os Nossos craques da equipa B, ganharam com maior das naturalidades ao Sp. Covilhã. Sei bem que o jogo foi no Centro de treinos do BENFICA no Seixal, mas, ganhar ao Covilhã tem de ser OBRIGATÓRIO em qualquer lado e em qualquer circunstância.
O melhor do jogo para mim foi a CONFIRMAÇÃO da qualidade superior do Nosso Jonas. O que mais me tem surpreendido pela negativa é o Tiago-Bebé, jogador de quem eu esperava muito, tal como do Jonas, mas que ao contrário deste, tem até agora defraudado todas as minhas espectativas.

Quanto ao mais, o Covilhã apenas mostrou vontade, CACETADA e SIMULAÇÕES - além de super-agressivos, os moços caíam muitíssimo bem - sendo que estas duas últimas características são bem o "cartão de visita" do futeboleco PORCOguês, exponenciada ao limite quando qualquer equipa, pequena, média ou grande defronta o Nosso ENORME SPORT LISBOA E BENFICA.

Venha o próximo que este, embora com alguma dificuldade para além do admissível, já passou.
Para mim, o ENORME BENFICA, com todo o seu potencial a TODOS OS NÍVEIS, tem a TOTAL OBRIGAÇÃO de ganhar as duas principais PROVAS em Portugal, Campeonato Nacional e Taça de Portugal. O resto é conversa.
Quem não pensar assim e não tiver essa EXIGÊNCIA, não tem de certeza absoluta MENTALIDADE DE VERDADEIRO BENFIQUISTA.

Nunca devemos RELAXAR nem viver à custa das Glórias passadas.
Em cada jogo que se faça, temos de mostrar a Nossa FORÇA, DETERMINAÇÃO, QUALIDADE SUPERIOR E PODER como Equipa e como Clube Maior e Melhor de Portugal que somos e que queremos ser para sempre.

Por isso mesmo é que digo que somos Enormes mas podíamos ser ainda MAIORES, se quem Nos dirige tanto a nível de Clube como de equipa tivesse a mentalidade que tinha a ESTRUTURA que Nos levou a ser CAMPEÕES EUROPEUS duas vezes seguidas, com mais Finais a serem também atingidas e contra colossos como Barcelona, Real Madrid, Inter de Milão, M. United, etc,etc,etc,..

Gabam demasiado o J. Jesus. Para mim não passa de um treinador mediano, que teve a sorte de entrar no BENFICA num período em que o Clube por mérito, neste campo sim, por mérito do actual Presidente L.F. Vieira estava a sair do "coma" e a reorganizar-se, beneficiando como nunca outro beneficiou de condições e jogadores para ganhar muito mais do que aquilo que o fez até aqui.
Nada me diz, nem ninguém me garante que com outro treinador de maior qualidade a todos os níveis, não tivéssemos ganho mais campeonatos e quiçá, até uma prova Europeia.

Infelizmente este treinador J.Jesus, pode ser muito dedicado, muito trabalhador, mas tem um discurso e mentalidade completamente à Alverca ou à Felgueiras.
Nos embates com as equipas médias/grandes da Europa, devido a essa mentalidade de clubecos menores, entramos nos jogos já a "perder" por 1 ou 2 a zero.

Um exemplo de exigência e mentalidade: O riporting de alvalixo, com menos recursos do que o Nosso BENFICA bate-se de igual para igual e tem sempre a MENTALIDADE de querer ganhar as provas onde participa.
Ainda hoje ganhou LIMPINHO, contra o porco corrupto na pocilga deste, mesmo tendo de jogar também contra o ex-super-drogão jorge sousa que apareceu em campo com o apito na boca coadjuvado por bandeirolas que estratégicamente deixaram passar foras-de-jogo a favor do porco, dando dessa forma o EMPURRÃOZINHO DA ORDEM a ver se esse clubeco repelente e repugnante passava à próxima eliminatória.
Hoje garanto-vos que durante os 90 minutos desse jogo, não fui do riporting, pois isso é IMPOSSÍVEL, mas estava a torcer para que eles ganhassem o jogo.

Para terminar, digo que só um BENFICA A SÉRIO, poderá ganhar no Mónaco e em Braga, que são as duas "prendas" que temos já a seguir.
Com MENTALIDADE À VERDADEIRO BENFICA as vitórias serão Nossas.
De outra forma chegarão os lamentos e os protestos.

VIVA O BENFICA, Sempreeeeeeeeeeeeeeeeeeeee
De Henrique Teixeira a 19 de Outubro de 2014
Quando vi a constituição da equipa fiquei muito receoso, porque as equipas de 2º plano, em jogos a eliminar, quando jogam contra os grandes, nomeadamente em casa, lutam tanto que até parece que têm mais jogadores em campo.
E não tem sido raro os pequenos clubes eliminarem os mais poderosos.
Acho que Jorge Jesus arriscou em demasia e mesmo ganhando não nos poupou a sustos, que não deviam ter acontecido. Como se costuma dizer "Quem brinca com o fogo queima-se" Eu só fiquei aliviado com o apito final do árbìtro e, como sempre, fiquei muito contente com a vitória.
De resto, o que se pasou em campo já foi devidamente escalpelizado pelo D´Arcy, com a sua reconhecida competência.
De antonio fonseca a 19 de Outubro de 2014
Bom dia,

Sobre o jogo tudo dito e bem pelo moderador.

Pela positiva destaco a exibição do Jonas e do Gonçalo.
Pela nagativa: Benito e pricipalmente Bebe (jogador sem classe para a nossa equipa) e a teimosia de JJ que quasi ia comprometendo a continuidadede na prova.

Saudações benfiquistas
De Manuel Afonso a 19 de Outubro de 2014
Se eu fosse o treinador não teria entrado em campo com aqueles jogadores. Achei um risco elevadíssimo.
Ainda bem que não sou, porque o treinador a sério teve toda a razão.
E teve toda a razão não só por termos ganho, mas porque, e discordando quase em absoluto da opinião do D'Arcy em relação ao jogo, caso raro, e ao contrário das minhas melhores espectativas, dominamos o jogo de fio a pavio, não só na segunda parte, e merecemos inteiramente a qualificação, que nem sequer me pareceu assim tão difícil difícil de atingir como se tem pintado por aí.

E acho que fizemos um bom jogo contra as minhas melhores espectativas por variadíssimos motivos:

- O adversário, não sendo um portento do futebol nacional, é uma equipa rotinada e a jogar numa liga extremamente competitiva.
- O relvado era péssimo e as suas dimensões mínimas. Dois factores que condicionam muito quem quer jogar futebol.
- Entramos em campo com jogadores sem qualquer ritmo competitivo.
-Entramos em campo com uma equipa sem o mínimo de rotinas de jogo.
- Dos 10 jogadores de campo, 10 não estavam sequer no clube na época passada.
- Os 3 jogadores que entraram, juntos somavam 0 minutos de jogo pela equipa principal.
- Os 13 jogadores de campo que evoluiram no relvado da Covilhã, juntos somavam, com muito boa vontade, 450 minutos de jogo pela equipa principal.
- Exceptuando os veteranos Artur e Jonas, o jogador mais velho em campo tem 26 anos, e 6 são sub-21.

Somando tudo isto, acho que os nossos atletas estiveram muito bem. É evidente que ouve erros individuais. É evidente que ouve dificuldades nas movimentações colectivas. É evidente que a equipa foi melhorando com o andar do jogo.
Agora dadas as circunstâncias acho justo que os adeptos se foquem no que aconteceu de positivo, em vez de se focarem no negativo, particularmente num ou outro erro individual de jogadores que acabaram por ter prestações positivas.

E as coisas positivas até devem ter sido bastantes, considerando que acabamos o jogo com 67% de posse de bola, o dobro dos remates, o dobro dos cantos, o dobro dos ataques, e vendo bem as coisas, só permitimos ao adversário duas oportunidades para marcar golo.

Resumindo, parabéns ao treinador, que ao demonstrar total confiança nos jogadores do plantel menos utilizados, particularmente por não ter no banco os habituais titulares para resolverem se a situação se complicasse, lhes dá uma grande injecção de moral, e aos próprios jogadores que corresponderam.
De FranciscoB a 19 de Outubro de 2014
Discordo da sua apreciação relativamente ao Benito, sobretudo no lance do golo - jogada rápida de contra-ataque, c/ AAlmeida a dar demasiado espaço ao exremo esq., , César a colocar em jogo Traquina e Benito longe do autor do golo por estar em movimento de rotação compensatório - quem falta na compensação é o "Allan" John, mas a jogada é mt rápida e os passes do Covilhã todos bem medidos - há mt mérito da equipa q marca o golo...

Tb não concordo c/ a apreciação do Pizzi; fiquei agradavelmente surpreendido - se é verdade q está mt longe da qualidade de Enzo há q referir q Enzo é um dos melhores jogadores do mundo na sua posição - o Pizzi não é digno de lhe apertar os atacadores mas quem é q o é? - No entanto, Pizzi tem "bons pés", é + afoito no ataque e tem > capacidade de concretização do q o Enzo... naturalmente fica a anos luz em capacidade defensiva, sentido posicional e na consciência do q se deve fazer em cada "momento do jogo"...
De moleculasdeamor a 19 de Outubro de 2014
Jonas muitooooo bom!
Guedes é um jogador à JVP, tem muito boa leitura de jogo e remata bem, mas não é de fintinhas...
Cristante 6 milhões???, não percebo, mas posso vir a perceber como o Talisca ;)
Bebé??? Este jogador deve ser um atleta só para situações em que vamos jogar em contra ataque, porque doutra forma não vejo...
O Pizzi tem potencial.
De ÁGUIA GENIAL a 19 de Outubro de 2014
GANHAMOS E PASSAMOS, OS TITULARES DESCANSARAM E OS QUE NAO TÊM JOGADO TANTO TIVERAM MINUTOS E GANHARAM RITMO.
É CONTINUAR A GANHAR TODOS OS JOGOS.

FORÇA BENFICA!
De Luís Manuel a 19 de Outubro de 2014
Olá D'Arcy.

Foi realmente demasiado arriscado entrar com uma equipa daquelas. Creio que até se justificaria, se pelo menos tivéssemos 3/4 jogadores no banco que pudessem dar outras garantias caso o jogo corresse mal - e às vezes até pode correr, como se viu ontem. Mas pronto, passámos e é o que interessa. Concordo com a tua análise ao jogo. Tenho muitas esperanças no Jonas e no Gonçalo Guedes, e até mesmo no Cristante, quando jogar devidamente acompanhado.

Vai ser difícil contra o Mónaco mas, se jogarmos coesos e com determinação, temos todas as condições para fazermos um bom jogo e ganhar, que é o resultado que nos interessa, e acredito que é possível.

Saudações Benfiquistas.
De Luís Manuel a 19 de Outubro de 2014
Já me esquecia, e peço desculpa pelo off-topic, mas... muitos parabéns à nossa equipa de basquetebol e ao nosso treinador Carlos Lisboa pela conquista da 12ª Supertaça, a terceira consecutiva! Estivemos tantos e tão injustos anos a passar a travessia do deserto no basquetebol, pelo que nunca é de mais saudarmos a conquista de cada troféu. Muito obrigado a todos, jogadores e treinadores, que são o orgulho de todos os Benfiquistas!
De Águia IMPERIAL a 21 de Outubro de 2014
Só aqui venho dizer que se é verdade o que o pasquim "rascord" hoje noticia, dizendo que l.f.vieira e o corrupto biimbo da bosta apertaram as mãos, então eu digo que esse tal que faz de Nosso Presidente é mesmo um ESCARRO, um verdadeiro CORNO MANSO, que não tem nem memória, nem DIGNIDADE nem BENFIQUISMO. Cumprimentar o Maior INIMIGO que o Nosso BENFICA conheceu em 110 anos de história e que tudo fez e faz para destuir e banalizar o Nosso Clube??!!!
Esse vieirita GOZA com os verdadeiros BENFIQUISTAS e só engana os TÓTÓS. tODA A VIDA FOI gozado e humilhado - ELE E O nOSSO CLUBE, mais ainda com esse patêgo a fazer de Presidente - e agora ainda por cima vai todo contentinho e com o rabinho a abanar cumprimentar esse REPELENTE E REPUGNANTE CORRUPTO bimbo da bosta??!!
Oh vieirita dos pneus, TENHO NOJO DE TI. A ser verdade essa notícia do "rascord", dá-me vómitos ver-te a Presidente do Maior e Melhor clube de Portugal.
O ÚNICO que conseguiu até agora calar o BOSTA corrupto foi o "rapazito" bRUNO DE cARVALHO, PRESIDENTE DO RIPORTING, MUITO MENOR QUE O benfica, MAS QUE DIZ AS COISAS DIRECTAMENTE E NÃO TEM MEDO DO BOSTA E MOSTRA QUE NÃO TEM MEDO NEM DENTRO NEM FORA DOS RELVADOS. Nós temos um fracote a Presidente que NUNCA DEFENDEU SEQUER UM ADEPTO DO BENFICA, que permitiu todo o tipo de roubos ao clube e que quase mataram o Nosso AIMAR e esse palerma que faz de presidente nem uma ACÇÃO EM TRIBUNAL APRESENTOU contra esseclubeco repugnate de azul às riscas. Esse indivíduo não se sente, por isso não é grande coisa. Não tem sangue vermelho. O que quer é que não chova para o lado dele e quem quiser que se arranje.
Enfim, embora disfarçado, não passa de mais um SERVIÇAL E UM VASSALO do bimbo da bosta.

QUE VERGONHA.

BENFICA.SEMPREEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Confrangedora

Doloroso

Inequívoca

Tristeza

Deplorável

Descanso

Cumprido

Entradas

Regresso

Inadmissível

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds