VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Domingo, 24 de Maio de 2015

Dobradinha

1.jpg

A melhor equipa de hóquei portuguesa, que fechou hoje a época sem sofrer uma única derrota em competições nacionais, conquistou a décima quinta Taça de Portugal da nossa história e garantiu a segunda dobradinha das modalidades, depois do voleibol. Neste momento está até ainda em aberto a perspectiva de um, julgo que seria inédito, poker de dobradinhas nas modalidades de pavilhão, já que o basquetebol já venceu a taça e lidera por 2-0 a final do playoff da liga, e o futsal já venceu também a taça e lidera por 1-0 a meia-final do Campeonato Nacional. Mesmo que tal não venha a acontecer, nunca é por demais salientar o excelente trabalho que tem sido feito nas nossas modalidades, faltando agora apenas que o andebol consiga melhorar o desempenho e acompanhar as restantes.

 

A taça de hóquei foi ganha perante um adversário complicado, que passou o jogo quase todo enfiado dentro da baliza, com um guarda-redes sobre-humano (e que se calhar tomou alguma coisa estranha dado o estado alterado em que estava) e em quezílias constantes porque era a única forma que lhe poderia dar alguma hipótese de sacar um resultado. Não deu. A lógica acaba por imperar a maior parte das vezes, independentemente das estratégias que o adversário utilize. E a lógica dita que o Benfica é muito melhor do que o adversário de hoje. Por mais arruaças que tentem provocar e mau perder que tenham.

publicado por D'Arcy às 23:04
link do post | comentar
5 comentários:
De Luís Manuel a 25 de Maio de 2015
D'Arcy, muito obrigado por este post. Nem imaginas a alegria que tive por esta tão merecida conquista!! Que maravilha ver esta grande equipa de hóquei conquistar uma dobradinha que nos fugia há tantos anos! O hóquei foi sempre uma das modalidades de eleição do Benfica, e nos últimos anos, com a conquista de títulos internacionais e nacionais, a modalidade está cada vez mais forte, sólida e vitoriosa. Estas vitórias não surgem do nada e não são obra do acaso. Muito obrigado a todos - jogadores, treinadores, secção, direcção. Que grande orgulho em todos, e todos os benfiquistas devem estar muito, mas muito orgulhosos e felizes. Quando me lembro dos terríveis anos do final da década de 90, e dos primeiros anos deste século, em que as nossas modalidades estiveram quase a desaparecer, as nossas modalidades que são - também- o coração do Benfica, e agora vejo como está o hóquei, o voleibol, o basquetebol (força, rapazes, está quase !!), o andebol (esta equipa fez um grande trabalho, tem todas as condições para evoluir muito na próxima época, e aqui lhe deixo uma palavra de apreço e agradecimento), o atletismo... Mais uma vez, isto não é obra do acaso. Obrigado a todos, atletas, treinadores e dirigentes, por estas alegrias que nos têm dado.

Quanto ao jogo de hoje... subscrevo inteiramente o teu segundo parágrafo, e não é preciso dizer mais nada :)

Muito obrigado a toda a equipa de hóquei em patins do Benfica!
De Manuel Afonso a 25 de Maio de 2015
Subscrevo por inteiro a Análise do D'Arcy e o comentário do Luís Manuel.

Acrescentaria apenas o conselho a todos os Benfiquistas para ouvirem com atenção os comentários ao jogo no A Bola TV.
Um exemplo absolutamente inequívoco e cristalino do que é anti-Benfiquismo primário, e que todos nós deveremos lembrar sempre que nos passar pela cabeça, cruzes credo, comprar o pasquim ordinário do ordinário Serpa.
De AJorge a 25 de Maio de 2015
Depois não se esqueçam da rapaziada do basquetebol, que ainda estão na luta! O Glorioso não é só futebol!
De Manuel Arons Carvalho a 27 de Maio de 2015
Uma retificação importante: o Benfica não tem 15 Taças de Portugal ganhas mas apenas 14. Mas tem 23 campeonatos nacionais conquistados e não apenas 22 como a Federação diz no site e a nossa Direcção, infelizmente, tem permitido, "errando" no número que coloca nas camisolas, apesar de avisada sobre a questão. O presidente da secção de hóquei aludiu ao caso aquando da festa do título nacional, mas sem consequências práticas.
O que se passa é que, em 1962, a Federação resolver chamar Taça de Portugal ao Campeonato Nacional para o diferenciar das restantes modalidades e pensando assim dar-lhe outra visibilidade. Mas o campeonato foi igualzinho aos anteriores, em poule , a duas voltas (a única diferença foi a realização de uma finalíssima entre Benfica e Oeiras, que ganhámos, pois as duas equipas terminaram empatadas em pontos e empataram os dois jogos entre si). No ano seguinte (1964/64), a mesma coisa. A prova chamou-se Taça de Portugal mas foi realizada em poule a duas voltas, ganhando o Malhangalene . Até que a Federação resolveu voltar à denominação anterior em 1964/65 - Campeonato Nacional - mas com a mesmíssima forma de disputa: poule em duas voltas. Até hoje. A Taça de Portugal, essa, só se iniciaria em 1975/76.
No futsal, nos dois primeiros anos (1990/91 e 1991/92) de atribuição dos títulos de campeão nacional, a prova chamava-se Taça Nacional e nem por isso - e bem - Sporting e Santos da Venda Nova deixam de ser considerados os campeões nacionais.
É altura de colocarmos verdade na história dos Campeonatos Nacionais (temos 23 e não 22) e das Taças de Portugal (temos 14 e não 15).

Manuel Arons Carvalho
De AJorge a 30 de Maio de 2015
Não se esqueçam de actualizar o blogue. Entretanto vencemos a Taça da Liga e o Benfica é tetracampeão de basquetebol!

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Confrangedora

Doloroso

Inequívoca

Tristeza

Deplorável

Descanso

Cumprido

Entradas

Regresso

Inadmissível

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds