VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Terça-feira, 30 de Dezembro de 2014

Enzo

enzo-perez-benfica.jpg

Muito obrigado por tudo o que fizeste enquanto defendeste a camisola do nosso clube. Obrigado pela garra, pela classe, e pelo enorme prazer que foi ver-te jogar com a águia ao peito - não demorou muito até que te tornasses num dos meus jogadores preferidos (se não mesmo o preferido) no Benfica. Tenho pena de te ver sair, mas no futebol o que fala é o dinheiro e benfiquismo é para quem está na bancada. Não há insubstituíveis, e assim como tu rapidamente fizeste esquecer o Witsel acredito que em breve outro conseguirá ocupar o teu lugar. Boa sorte para o resto da tua carreira, e cuidado com o degrau à saída.

publicado por D`Arcy às 00:13
link do post | comentar
19 comentários:
De Luis A. a 30 de Dezembro de 2014 às 00:57
Porra, podiam pelo menos ter vendido pelo preço da cláusula de rescisão. Terá a renovação do título ficado mais longe por 25M?
De pge a 30 de Dezembro de 2014 às 01:53
Ficará a pertencer ao leque dos meus ídolos de sempre. Adoro tudo neste gajo. A classe, aquela alma tão caracteristica argentina, e depois aquele "una mierda" durante o mundial.
O certo é que não ha muitos jogadores com a sua idade a valer estes montantes. Só prova o jogador que é.
Desejo tudo de bom, que será completamente merecido.
De Antonio Matos a 30 de Dezembro de 2014 às 11:25
Enquanto não aparecer um Abramovich , que ponha cobro a este círculo vicioso, a sina do Benfica vai continuar a ser a de desinvestir na equipa de futebol, ano após ano. Somos uma espécie de viveiro/oficina, dos clubes ricos da Europa. Contratamos jogadores jovens, para moldar e vender e velhos e desgastados, para ir aguentando a nau. Desta forma, nem com Jesus e o resto da Sagrada Família, reconquistaremos a hegemonia do futebol português.
De Carlos a 30 de Dezembro de 2014 às 12:14
"...cuidado com o degrau à saída." Tiro Certeiro.
De M. Lopes a 30 de Dezembro de 2014 às 14:27
Tantos milhões que já entraram no nosso clube e o que nos valeu a nós, cada vez mais individados enquanto alguns a encher os bolsos. Agradecer o quê, um jogador que troca o Glorioso por um clube de média dimensão, se fosse um Real, United ou Bayern ainda vá, agora Valencia...

Força BENFICA!
De l.rodrigues a 30 de Dezembro de 2014 às 14:29
"como tu rapidamente fizeste esquecer o Witsel " que rapidamente fez esquecer Ramirez... A verdade é que o Benfica/Jesus tem conseguido arranjar sempre um jogador de excelência para aquela posição. Mas... a meio da época? Não sei...
De Taintedlove a 30 de Dezembro de 2014 às 14:38
Enzo acabou de concluir o ciclo! Como o fizeram anteriormente Xavi Garcia, Witsel e Matic. Todos eles pareciam insubstituíveis, mas não o foram. Só mesmo jogadores da estirpe de Eusébio e Coluna são insubstituiveis, e mesmo esses, se jogassem nos nossos dias, não sei se o seriam. Todos os atrás referidos foram/são atletas acima da média, jogadores de eleição, mas que com maior ou menor dificuldade, serão esquecidos (em sentido figurado, pois o Pantera Negra e o Monstro Sagrado serão sempre lembrados), como outros grandes jogadores que passaram pelo nosso clube.
Qualquer clube português é obrigado a aceitar a venda de activos, quando os valores envolvidos o justificam. E quando a unidade é a dezena de milhão de Euros, não há muito a fazer: é vender, realizar a mais valia, e aplicar parte da verba obtida, na aquisição de 4 ou 5 promessas, na esperança de que pelo menos uma delas se torne numa nova venda de milhões.
Não há volta a dar!
Daqui a um mês estaremos a lamentar a venda do Gaitan ou do Salvio. Daqui a um ano, será a vez do Talisca ou de outros quaisquer, e o ciclo volta a ter início...
De antonio fonseca a 30 de Dezembro de 2014 às 15:25
Boa tarde,

Mais um jogador com classe que passa pelo clube.
É certo que nesta 2º passagem foi efectuada com mais sucesso.
Neste momento ficamos mais pobres em relação ao contributo para a equipa. Espero que quem lhe suceder seja tão ou mais competente como ele foi.
Boa sorte para a sua nova etapa.

Saudações benfiquistas
De Joao Coelho a 30 de Dezembro de 2014 às 17:36
Retirado do Ontem Vi-te no Estádio da Luz ...
=====================================

Desde o final da época passada - ou seja, de há 6 meses para cá - esta Direcção conseguiu o notável feito de destruir totalmente um plantel campeão, impedindo assim a esperada continuidade e sucesso repetido que nos permitissem começar a mudar o ciclo do futebol português, atingindo a tão ambicionada hegemonia.
Foi o Rodrigo, foi o Oblak, foi o Markovic, foi o André Gomes, foi o Cardozo, foi o Siqueira, foi o Garay. Agora foi o Enzo e preparem-se porque Janeiro ainda nem sequer chegou - pelo menos mais uma pérola vai à viola.
E esta malta continua a aplaudir este estado de coisas. Uma Direcção que nos endividou brutalmente, que ainda não pagou NADA do que construiu, que tem 3 Campeonatos em 12 anos, que sempre que ganha um Campeonato destrói totalmente o plantel campeão, que MENTE descaradamente aos benfiquistas.
Aplaudir o quê, como, por que razão? A não ser que se seja vendido, lambe-botas, um calhau da rua, um poste de electricidade, comida para peixe ou o cérebro do Emplastro, só se pode DESAPOIAR isto.


Dito na Comunicação Social ...
=========================

«Este é o último ano em que precisamos de vender jogadores» - LFV, Agosto de 2013.

«Enzo só sai pela cláusula» - LFV, Agosto de 2014.


Retirado do Ontem Vi-te no Estádio da Luz
===================================

FOR DUMMIES: COMO VENDER UM JOGADOR NUCLEAR EM JANEIRO, ARRISCANDO GRAVEMENTE O LADO DESPORTIVO POR UMA CALAMITOSA GESTÃO FINANCEIRA, NÃO CUMPRINDO A PROMESSA FEITA EM AGOSTO E AINDA ASSIM PASSAR A IDEIA DE QUE FOI UM NEGÓCIO EXTRAORDINÁRIO E IRRECUSÁVEL
1. Em Agosto dizer que o jogador «x» nunca sairá do Benfica senão pela cláusula, dando assim uma ideia de boa gestão e irredutibilidade na liderança.
2. Em Novembro começar a colocar na imprensa desportiva a ideia da inevitabilidade da saída do jogador «x» no mercado de Inverno.
3. Em Dezembro, através do lacaio Guerra na Benfica TV e demais lacaios em blogues e murais pessoais de facebook, conseguir ter diariamente lacaios a defender a ideia de que não só a venda será fabulosa, visto que há soluções no plantel que colmatem a ausência do jogador «x», como extraordinário, mas mesmo inacreditável, foi conseguir manter o jogador em Agosto.
4. Em Dezembro/Janeiro colocar na imprensa notícias que denotem o «mau comportamento» do jogador «x». Ou porque «força a saída», ou porque «o jogador exigiu montantes impossíveis ao Presidente», ou porque o jogador «x» «faltou à promessa que havia feito em Agosto de se manter por mais um ano», ou porque manter o jogador «x» pode «desestabilizar um balneário que se pretende unido», ou porque já se notavam «problemas com o treinador».
5. Em Janeiro meter a circular os contornos do negócio, justificando a venda abaixo da cláusula. Geralmente, criando a ilusão de que, com o extra em possíveis objectivos cumpridos, o jogador acabará por render ao clube o valor exacto da cláusula, fazendo esquecer aos adeptos que a diferença entre sair pela cláusula ou sair por valores abaixo da cláusula é a diferença entre ser um bom líder que controla o momento de saída do jogador «x» tendo em conta as necessidades desportivas do clube ou ser um mau líder que, tendo afundado o clube em dívidas, não controla o momento de saída do jogador «x» e apenas aceita aquilo que lhe derem a aceitar.
6. Vender o jogador, não sem antes fazê-lo passar pela Benfica TV fazendo juras de amor ao clube e agradecendo ao Presidente «ter feito todos os possíveis» para que ele ficasse, assumindo «x» que a opção foi exclusivamente sua e que estava na altura «de procurar outras experiências profissionais».
7. No final do ano, se a equipa conquistar algum título, dar uma entrevista explicando o fabuloso negócio - mais um! - e regozijando pela notável estratégia com que o clube é liderado; se não houver título, também porque foi vendido um jogador nuclear numa fase nuclear da época, culpar os adeptos críticos da liderança, justificar o fracasso com erros arbitrais e prometer para o ano seguinte uma equipa capaz de vencer a Champions League.
De Manuel Afonso a 30 de Dezembro de 2014 às 21:12
O Enzo acabou por ser um profissional digno. Neste sentido merece os meus agradecimentos como qualquer outro profissional digno que ajude o clube a atingir os seus objectivos.
De resto toda a gente sabe que de insubstituiveis está o inferno cheiro, e que as teorias calamitosas a propósito de insubstituiveis nunca se revelam verdadeiras.

Do ponto de vista do negócio é evidente que se trata de mais uma operação excelente. Daquelas que, atendendo ao que falta disputar nesta época, só um presidente toldado do juízo poderia recusar.

Aos papagaios do passivo, os que não têm a inteligencia suficiente para perceber que ao passivo compare-se um activo, os que acham que 2+2 são 2000, logo que era possível o Benfica chegar aos 200M de proveitos, aos 400M de activos, partindo da situação de ruína económica em que se encontrava sem recorrer a capitais externos, ou seja, endividamento, os que não percebem nem querem perceber que nesta fase, para o Benfica ter equilíbrio financeiro tem que vender jogadores todas as épocas, por favor, concorram às próximas eleições autárquicas. Estou certo que acabariam com a austeridade, com a dívida e com o deficit em duas penadas e ainda arranjariam dinheiro para que Portugal fosseo primeiro país deste mundo a colonizar Marte.

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

#Reconquista

Um

Crer

Proveitosa

Pujante

Deplorável

Firme

Soberba

Complicado

Merecida

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds