VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Quarta-feira, 25 de Outubro de 2023

Equívocos

Um confronto entre uma equipa com uma ideia sólida de jogo, que soube implementar, e um Benfica sem ideias nenhumas. Já saí do estádio há uma hora e vim para casa, e neste momento continuo sem perceber exactamente qual era o objectivo do Benfica no jogo. Ganhou a melhor equipa, de forma natural e merecida, e o Benfica ficou não só com a continuidade na Champions praticamente excluída mas também com a própria continuidade nas provas europeias seriamente comprometida.

1.jpg

Este Benfica é, neste momento, uma manta de equívocos. Na forma como vejo as coisas, da época passada para esta perdemos três jogadores que eram absolutamente fundamentais na forma como jogávamos e também tínhamos capacidade para pressionar alto o adversário (e nem vou incluir o Enzo na lista): Grimaldo, Gonçalo Ramos e Florentino. Os dois primeiros não foram adequadamente substituídos, como aliás ficou espectacularmente demonstrado no jogo desta noite. Não tenho palavras para classificar a exibição do Jurásek, repetidamente batido no um para um com os adversários por insistir em entrar à queima em qualquer jogada, e incapaz de dar a profundidade por aquele lado que o Grimaldo dava. Quanto ao Ramos, o único avançado do plantel com características semelhantes a ele está emprestado ao Famalicão, temos um avançado que em condições normais seria a terceira escolha no Benfica a ter que ser titular quase indiscutível, e gastámos vinte milhões num avançado que não tem absolutamente nada a ver com o Gonçalo Ramos, muito mais posicional e que me parece que quando inserido no nosso modelo de jogo terá extremas dificuldades em adaptar-se e a render aquilo que se espera de um investimento desta monta. Já o caso do Florentino, para mim é simplesmente um incompreensível suicídio táctico da parte do nosso treinador. A forma como passa de um dos jogadores mais utilizados a época passada para praticamente proscrito esta época é um mistério para mim, ainda para mais quando é dolorosamente evidente a falta que faz ao equilíbrio táctico da equipa. Esta noite apresentámo-nos com o Aursnes na sua posição de origem no meio, mas que face à rotina quase que já parece uma posição nova, e com o João Neves ao seu lado. Na esquerda regressou o João Mário e o Neres jogou na direita, já que o Di María não recuperou a tempo de participar neste jogo. A primeira parte foi de relativo equilíbrio, mas deu para perceber que a Real Sociedad estava suficientemente tranquila no jogo e não abdicava de jogar o futebol com que mais se sente confortável. Cada uma das equipas teve um golo anulado, o do Benfica surgindo ainda numa fase inicial do jogo quando o Rafa conseguiu fugir pela direita e colocar a bola para uma finalização do Musa ao segundo poste. Foi anulado por fora de jogo do Rafa, mas é capaz de ter sido a única vez durante todo o jogo em que fomos capazes de fazer um passe em condições para as costas da defesa adversária de forma a solicitar a velocidade do Rafa. Eles jogaram sempre com a equipa bastante subida, mas a nossa qualidade de passe foi quase sempre deplorável e nunca conseguimos explorar esse aspecto. O nosso futebol foi sempre, repito-o, sem ideias. Tudo aos repelões, sem objectivos visíveis e parecendo estar à espera de uma qualquer inspiração individual súbita, ao contrário do futebol apoiado e com muito boa ocupação de espaços por parte de uma equipa muito compacta do nosso adversário. Ainda assim, o nulo ao intervalo era aceitável para aquilo que as duas equipas produziram em termos atacantes.

3.jpg

Ao intervalo o nosso treinador mexeu na equipa com duas substituições de uma vez, e borrou completamente a pintura. Se as coisas já não estavam bem na primeira parte, com as alterações ficaram ainda piores. É certo que a saída do João Mário era quase uma certeza depois daquilo que fez na primeira parte - lento, a perder todos os lances divididos ou em velocidade, a não soltar a bola com rapidez quando o devia fazer, e a optar quase exclusivamente por passes para trás. Isto quando esteve em jogo, porque a maior parte do tempo passou ao lado dele. Mas fazer entrar o Kokçu para jogar como médio mais recuado é uma coisa que não faz qualquer sentido. Para quê utilizar o único médio defensivo que temos no plantel, de forma a tentar ganhar uma luta a meio campo que se estava a revelar já desequilibrada, quando podemos meter um número dez nessa posição? O Aursnes entretanto passou para a esquerda, de forma a ir cumprindo a sua obrigatoriedade de fazer pelo menos três posições por jogo. A outra alteração foi a troca do Musa pelo Cabral, com os resultados esperados. O brasileiro também passou completamente ao lado do jogo e nunca representou qualquer incómodo para os defesas bascos, já que nem sequer os conseguia pressionar. Os resultados foram quase imediatos, a Real Sociedad tomou conta do jogo e passou-se a jogar quase sempre dentro do nosso meio campo, com o Benfica a passar a maior parte do tempo a cheirar a bola. Dada a forma como nós, de forma quase exasperante e atípica, continuávamos a permitir aos bascos receber a bola e jogar entre as nossas linhas média e defensiva, era uma questão de esperar por um golo que acabaria quase de certeza por vir. E chegou mesmo com dezoito minutos decorridos, pouco depois do Benfica ter trocado o Jurásek pelo Bernat. O golo surgiu pelo outro lado da defesa, que estava completamente descompensada e permitiu que um adversário entrasse completamente à vontade na área - isto depois de terem andado a jogar com demasiado à vontade mais uma vez entre linhas à entrada da área, fazendo a bola viajar da esquerda até ao outro lado - para ficar um para um com o Bah, ganhar a linha de fundo e colocar na zona frontal da baliza para a finalização. Não tenho vergonha de admitir que apesar de ainda termos meia hora de futebol pela frente, pensei imediatamente que o jogo já estava perdido. Na fase final do jogo o Benfica até tentou, com muito mais coração do que cabeça, chegar ao golo, mas raramente conseguiu deixar a Real Sociedad em apuros - um livre cruzado da esquerda do Kokçu foi o único lance que me ficou na memória. A entrada do Tiago Gouveia ainda conseguiu agitar um pouco as coisas (saiu o Neres) e perto do final ainda houve tempo para o fétiche Chiquinho, saindo o Bah para permitir finalmente ao Aursnes fazer a inevitável terceira posição.

2.jpg

Impossível fazer destaques numa exibição destas. Poderia elogiar a entrega de alguns dos jogadores (curiosamente, achei que foram sobretudo os miúdos formados no clube quem mais se evidenciou nesse aspecto) mas em termos de qualidade futebolística foi tudo muito pobre.

 

Temos a época europeia praticamente lixada, depois de uma segunda parte que deve ter sido das piores exibições que me lembro de ver o Benfica fazer em casa. O nosso treinador continua a mostrar uma teimosia sem precedentes e difícil de compreender, na qual se continuar a persistir poderá trazer-lhe ainda mais dissabores. Somos neste momento uma equipa sem um plano de jogo definido, sem um onze-padrão estabelecido, com vários jogadores que nem sequer estarão rotinados a uma posição porque continuam constantemente a mudar de posição não só de jogo para jogo mas até mesmo durante um único jogo, e a anos-luz da qualidade e competência que o ano passado mostrávamos por esta altura. Não sei quando é que tencionam arrepiar caminho, mas cada dia que passa é um dia a menos para o fazer.

tags:
publicado por D'Arcy às 00:52
link do post | comentar
28 comentários:
De Pedro Qwara a 25 de Outubro de 2023
Gostei da Real Sociedad, fez-me lembrar o Benfica da época passada.
E Pluribus Unum!
De BI-CAMPEÃO EUROPEU a 25 de Outubro de 2023
Gostava imensamente mais que o Benfica jogasse com a mesma qualidade e profissionalismo que a Real Sociedade.

Eu só consigo gostar do SLBENFICA. Mais nada.

Viva o Benfica, sempreeeeeeeeeeeeee
De BI-CAMPEÃO EUROPEU a 25 de Outubro de 2023
VERGONHA!!!! Esta equipazeca é uma autêntica fraude. é a cópia perfeita do seu "treinador" que é uma fraude ainda maior!!!!

Não correm, não lutam, não sabem marcar ninguém, são frágeis fisicamente mais parecendo uma equipa feminina, dão todo o espaço e tempo do Mundo aos adversários para estes jogarem a seu bel-prazer, etc,etc,etc,... em garra e atitude e profissionalismo estão a anos-Luz de distância dos jogadores e do treinador do fc-penalty!!!!!!

Benfica - Benfica, não, salvo seja, digo antes, esta equipazeca que "representa" o Clube, está transformada num conjunto de novos-ricos, parasitas, bons vivants, com ordenadões de autênticos privilegiados, etc, etc,etc,.... que apenas mereciam ter no estádio a "apoiá-los" os polícias, bombeiros e a estruturazona do futebol que têm!!!!

Leiam o que diz Víctor Serpa de A Bola, que não sendo Benfiquista, também não é anti-Benfiquistas e é dos poucos jornalistas que estão no Desporto com seriedade e muito saber, e depois tirem as vossas conclusões.

Quero dizer que sobre o que disse acima excluo o grande João Neves, o Anatoliy Trubin e o António Silva, embora este no lace do golo sofrido devesse ter sido mais assertivo e tentar cortar a linha de passe em vez de ficar a "jogar com os olhos" como os seus restantes oito colegas!!!!

A equipa mais cara e mais apoiada em tudo de Portugal, e na Europa do Futebol Profissional é uma desgraça vergonhosa, sendo que cá na paróquia da tugolândia vê-se em palpos de aranha para ganhar a qualquer equipazeca, mesmo até ao "colosso" Lusitânia dos Açores da 4ª Divisão portuguesa!!!!!!!

Eu já disse neste espaço de Benfiquismo que este treinador é um embuste, uma fraude, que está a estragar e a desvalorizar todo o plantel de jogadores, pois não é capaz de lhes dar ANDAMENTO EUROPEU e não sabe fazer uma verdadeira equipa!!!!

Temos, como diz Víctor Serpa, um conjunto desconjuntado de jogadores sem táctica, sem força, sem velocidade, sem nada. Mas para compensar essas deficiências têm vaidade a bazófia para dar e vender!!!!!

Para sábado será que ganharão ao"colosso" Casa Pia?!?! Será que terão mais de 40 mil Benfiquistas nas bancadas?! Nem 100 merecem esses pseudo jogadores profissionais, com as exclusões que já referi atrás.
Um vassoura e um balde e que vão limpar as ruas da bela capital Lisboa, ou em alternativa que entreguem os seus chorudos ordenados à Fundação Benfica para esta prosseguir a sua Obra Social.

A seguir ao Casa Pia vamos a Chaves e depois recebemos o clubeco de alvaLIDL. Com esta equipazeca de matrecos em que só três jogadores são jogadores a sério, e com esse arremedo de treinador, esse tal de shmidt com ares de superioridade alemão, o riporting de alvaLIDL vai comer essa euipazeca desse schmidt com a mesma facilidade com que o fez a Real Sociedade nesta jornada 3 da Liga dos Campeões!!!

Rui Costa, deixa de ser sonso e anjinho e contrata um treinador a sério, duro, exigente ao mâximo e conhecedor do futebol moderno.
Temos uma "equipa técnica" tão grande e não se vê futebol nenhum!!!!
Qualquer equipa da terceira divisão é mais bem comandada do que esta equipa desse pacóvio scmidt.
Ostracizou o Florentino, só agora reparou no Tiago Gouveia e mesmo assim só lhe dá uns trocos de minutos para jogar!!!
Enfim, Rui Costa, manda esse alemanhão de terceira ir apanhar percebes para o estuário do Sado.

Com esse "hiper-treinador" somos candidatíssimos a não ganhar nenhum jogo nesta Liga dos Campeões!!!!
É esse o resultado de um conjunto de indivíduos que fazem que treinam e que trabalham, como nos provam os "grandes" jogos que fazem.

Esse conjunto de "jogadores" precisava era de fazer uma recruta de 3 ou 4 meses com o sérgio coacção do fc-penalty para saberem o que era treinar, trabalhar, e depois correr e lutar a sério nos jogos!!!!!

Acima de tudo, Viva o BENFICA, sempreeeeeeeeeeeeeeeeeeee.. mas o VERDADEIRO Benfica.

P.S. Que apareça o imbecil pacóvio do costume, que a estas horas (01:48) deve estar a dormir um sono profundo - tal como o scmidt e os seus "jogadores" - , a dizer para eu tomar o medicamento!!!!!
Ele há cada PALERMA!!!!!!!
De Anónimo a 25 de Outubro de 2023
Toma o medicamento e duplica a dose.
De Anónimo a 26 de Outubro de 2023
Tu é que tens que tomar o medicamento...
Imperioso demitir o treinador sob pena de perdermos tudo esta época!!!!
De D'Arcy a 26 de Outubro de 2023
Sim. 'Imperioso' demitir o treinador, claro. Treinador campeão e a um ponto do primeiro lugar. Podemos aproveitar que o Veríssimo está de regresso à equipa B e voltar a fazer uma segunda volta com ele ao leme. Depois para a próxima época contratamos outro treinador, que despedimos em Dezembro quando os adeptos resolverem que sim. E vamos buscar outra vez o Veríssimo.
De Anónimo a 26 de Outubro de 2023
Vais dar-me razão...
Está completamente perdido nos seus equívocos e fantasmas..perdeu o balneário quando criou a guerra com o Vlacho e, taticamente é uma nódoa...apresenta um sistema de jogo rígido que resultou no ano transato porque tinha jogadores para esse sistema; este ano mantém o sistema com jogadores completamente inaptos e inconsequentes.
De D'Arcy a 27 de Outubro de 2023
Discordo completamente. O Benfica esta época tem sobretudo apresentado falta de consistência. A equipa ainda não está segura de si mesma. Já vi o Benfica jogar muito bom futebol esta época, aliás na maior parte dos jogos da Liga isso aconteceu. Em quase todos eles fizemos uma primeira parte de muito bom nível, chgando ao intervalo em vantagem e com várias ocasiões desperdiçadas. E depois até começamos bem as segundas partes, sofremos um golo contra a corrente do jogo e aí a equipa perde o controlo. O que demonstra falta de confiança. O único jogo que perdemos foi reduzidos a dez, e de forma completamente injusta, porque mesmo em inferioridade numérica fomos claramente a melhor equipa e acabámos por sofrer um golo num lance fortuito, quando instantes antes o Neres tinha ficado perto de marcar um dos golos da época ao acertar na barra. E é só por isso que não estamos em primeiro, com um pleno de vitórias. O único jogo menos conseguido do Benfica na Liga foi contra o Estoril.

Na Champions, perdemos com o Salzburgo num jogo em que sofremos dois penáltis e tivemos uma expulsão madrugadora, e mesmo assim podemos considerar o resultado injusto, porque o Benfica voltou a mostrar muito mau aproveitamento das ocasiões que construiu, que foram mais do que suficientes para justificar outro resultado. Depois, perdemos em casa do vice-campeão europeu, com uma má segunda parte. Num campo onde nunca na nossa história conseguimos ganhar. Isto é motivo para entrar em desespero? Finalmente, perdemos com a Real Sociedad num jogo em que sim, fizemos uma segunda parte deplorável. A Real Sociedad não é uma equipazeca qualquer, e o Benfica teve contra si a ansiedade das duas derrotas iniciais, sabendo que este jogo era decisivo. Correu mal, é natural ficarmos insatisfeitos, mas lenços brancos? Despedir o treinador? Mas está tudo louco?

Não há ninguém como os próprios benfiquistas para dar tiros nos pés, criar a sua própria instabilidade e fazer o clube implodir por auto-sabotagem. E é por isso mesmo que a comunicação social vai lançando faúlhas e tentando fomentar a instabilidade, porque sabe perfeitamente que muitos de nós mordemos o isco e vamos na conversa. Quem aterrasse agora aqui, pensaria que o Benfica estava numa crise profunda, que jogava muito pior do que os seus adversários e que a época estava perdida. A realidade? Mas já viram o Porto ou o Sporting jogar esta época? Já viram a quantidade de jogos péssimos que fizeram e que ganharam quase sem saber como, por margens mínimas? Estamos a um ponto do primeiro lugar, e a equipa que vai à nossa frente está farta de jogar mal, e só está nesse lugar porque foi escandalosamente (não há outro termo, porque sem isso não teria ganho esses jogos) beneficiada em dois jogos, sendo que se o que se passou em Faro tivesse sido com o Benfica teríamos luto decretado e uma exposição não só ao Conselho de Arbitragem como até ao Secretário de Estado do Desporto por parte dos rivais (continua)
De D'Arcy a 27 de Outubro de 2023
A época europeia está a correr mal? Definitivamente. São coisas que acontecem de vez em quando, em que tudo o que parece poder correr mal, corre. Mas estar a pedir a cabeça do treinador? Estar a assobiar os nossos próprios jogadores em nossa casa - como ouvi na terça fazerem ao Jurásek ou ao Cabral? Não contribuo para essa causa. Podem não ser jogadores ao nível daqueles que vieram substituir, são certamente jogadores diferentes, mas são nossos, defendem as nossas cores, e não vejo em que é que ajuda causar-lhes ansiedade e instabilidade. Estão a fazer o trabalho dos outros, e é por isso, repito, que na comunicação social estão constantemente a testar as águas. O Trubin ainda nem tinha calçado as luvas e já estavam a colocar em causa a qualidade dele (vai fazer tanta, mas tanta gente ter ataques de amnésia que me vai dar um prazer enorme). Antes de jogar, eram só notícias sobre o facto dele nunca mais se estrear, assim que se estreou eram notícias sobre ser demasiado cedo, porque não estava pronto para a titularidade. Para se notar a diferença de tratamento, o sueco do Sporting ainda não tinha feito um jogo oficial, tinha marcado um golo em quatro jogos de pré-época, e já andavam a fazer notícias sobre ele ser o 'melhor avançado do campeonato português' - não estou a exagerar, é só irem ver a imprensa da altura. É comparar com o que se escreve e diz sobre qualquer reforço do Benfica. É assim que se reforça a confiança de uns, e se mina o terreno para outros.

Eu posso discordar de certas ideias e opções do Roger Schmidt, é natural, todos nós somos um pouco treinadores de bancada e temos a mania que sabemos melhor. E faço as minhas críticas com base em meras preferências pessoais; são opiniões, mas não me iludo a pensar que sei mais ou melhor do que ele. Mas não me passa pela cabeça a saída dele, e seria necessário algo muito extremo para alterar a minha opinião no que a isto diz respeito. Na minha opinião seria uma opção desastrosa para o Benfica.
De Henrique Teixeira a 27 de Outubro de 2023
Parabéns, Grande Benfiquista D´ARCY. Disse tudo aquilo que eu também penso, só que não sei expressar-me assim tão bem.

VIVA O BENFICA:
De AP a 27 de Outubro de 2023
É incompreensível como tantos benfiquistas, ou supostos benfiquistas, querem transformar o Benfica num novo Sporting ...
Querem instabilidade, mudem-se para lá ...
De Nick Name a 27 de Outubro de 2023
Cá está a conversa da "estabilidade". É sempre esta conversa que precede o despedimento. Eu preferia que em cez de estabilidade se falasse em competência. O treinador é competente? Está a orientar bem a equipa? Estamos a gostar do futebol que a equipa apresenta? Estamos a perceber as decisões que ele toma e as escolhas que ele faz? É isso que interessa. Se o treinador é competente, que continue, se não é, que saia, Essa história da "estabilidade" é paleio de pacóvios e nada mais.
Jå escrevi que não só favorável ao despedimento de Schmidt neste momento. Mas uma coisa é certa: algo que tem que mudar e depressa. Caso contrário, uma coisa vos garanto: é que não é com a treta da "estabilidade" que vão convencer os adwptos a engolirem mais exibições lamentáveis como as recentes contra o Inter, o Estoril e a Real Sociedad.
De Miguel B. a 29 de Outubro de 2023
Tem toda a razão.

Eu pessoalmente prefiro olhar a factos concretos. E os factos concretos que apontou dão a resposta necessária para uma tomada de decisão, que pode ser a do despedimento.

Depois há outros factos...em função do que fez em boa parte da época anterior merece uma oportunidade? Sem dúvida que merece. Merece a oportunidade até ao momento limite mínimo indispensável para não estarmos longe da frente. Portanto, não pode ser dada continuamente se os resultados se mantiverem. Ontem, com Casa Pia, por exemplo, o jogo foi miserável, com resultado miserável que nos faz ficar longe da frente.

Depois de ser feita a análise ao futuro? O treinador será capaz de segurar o barco? Eu diria que não...estamos neste registo desde o jogo com o Porto da época passada.

Admito que a abordagem em cada pessoa seja diferente e que umas pensem que o melhor será manter o treinador e outros, como é o meu caso e o seu, presumo, que entendem que o despedimento do treinador é a melhor solução para o Benfica.

No fundo é o Benfica que interessa, quer a que admite o despedimento ou aos adeptos da estabilidade, que eu também não gosto da nomenclatura.

Não gosto, não me levem a mal, porque eu gosto do Benfica. E só quero os melhores do momento no nosso clube.

O momento...nem mais que o momento e a gestão de expectativas que esse momento gera e que nos catapulta em frente. O acreditar, o estar feliz, o regressar com um sorriso a casa depois de um jogo. Ou com uma lágrima no olho porque fizemos de tudo para ganhar e não foi possível...

A vida é feita de mudança,, alguém dizia. Se for preciso o treinador sai, qual é o problema? Não sai mal concerteza...sai com títulos, e com o bolso cheio e ele vai à sua vidinha.

O Benfica fica.

O Roger não é o Benfica. É apenas um mero funcionário do nosso que tem a "difícil" tarefa de por o melhor plantel do campeonato, de longe, de ganhar e já agora de jogar bom futebol. Nós agradecemos.

Eu pessoalmente não acredito que nas vossa empresas mantivessem por muito tempo funcionário assim.

O que agrava a coisa. O Benfica é muito mais que uma simples empresa. O Benfica é a chama imensa que nos conquista, gerido como uma empresa.

A estabilidade, aí a estabilidade...diriam muitos que deixaram que um tal de Salazar tomasse conta do país transformando o Senhor Presidente do Conselho no próprio país.

Tudo era tão estável, não era? Mexer para que? Para criar instabilidade? Mate-se Humberto Delgado esse malandro que ousou a mudança.

Ou de alguém que veio de Santarém, numa chaimite, para derrubar a estável ditadura que tão bem fazia ao país. O que lhe chamar? Um traidor...esse Senhor...

Ou o bate palmas ridículo na Coreia do Norte ao seu grande líder, tal como o seu pai..

Precisamos de verdadeira estabilidade. Estabilidade de resultados. Voltar a ser feliz a ver o nosso clube jogar futebol. Vestir o manto sagrado com orgulho muito seu.

As papoilas são .saltitante. A nossa águia voa. A roda da bicicleta do nosso símbolo rola.

Eu só quero o melhor e entendo que o melhor.seria.mudar de treinador. Não tem competência imediata, nem se vislumbra competência para o futuro. Então o que lá está a fazer?

Nota: acham normal ainda não terem ouvido daquela boca uma frase em português? Eu não....lamento...e não me chamem nacionalista porque com o decorrer do texto já.perceram que não o sou.










De Nick Name a 26 de Outubro de 2023
Veríssimo? SOCORRO, tudo menos isso!
Agora fora de brincadeiras: concordo que não é o momento de demitir o treinador, dado que os resultados na Liga são razoáveis apesar da mediocridade do futebol exibido, mas não iludamos a realidade: os adeptos estão cada vez mais contra o treinador (vaias e lençis brancos no fim do jogo) e é evidente que ele perdeu o balneário. Se a Liga começar a correr mal depois desta catástrofe na CL, não vai ser o título conquistado na época passada que vai salvar Schmidt da contestação. Quem esteve no estádio terça sabe que o ambiente é cada vez mais pesado e ao mínimo deslize na Liga vai tudo correr muito mal.
Ou seja: despedir o treinador ainda não, mas o tempo para ele começar a mudar as coisas está a acabar. E mais uma vez: Veríssimos é que não, nem na brincadeira é bom falar disso.
De Anónimo a 26 de Outubro de 2023
Não ligue meu caro, imperioso vem de imperial…
De Anónimo a 25 de Outubro de 2023
Só queria esclarecer, para aqueles que são mais reçentes nestas discussões, que este anda a repetir após cada jogo a mesma lenga-lenga há ANOS. É um indivíviduo que não é na realidade um adepto do Benfica (por mais vivas que dê), mas sim um caso psiquiátrico e social. Deve ser tratado como tal, e respeitado, não vale a pena estar a dar-lhe resposta, muito menos no estilo dele.
De Anónimo a 25 de Outubro de 2023
Concordo contigo. Nem consigo ler nada do que ele escreve. Passo logo à frente.
De BI CAMPEÃO EUROPEU a 25 de Outubro de 2023
Coitados. Dois dois burros, e por isso deveis estar contentes e felizes com mais essa vergonha .
Tanto o burro 1 como o burro 2 teriam de nascer mil vezes para serem um décimo do BENFIQUISTA que eu sou.
Acéfalos e apedeutas.

Benfica, só BENFICA.Maia nada.

De Anónimo a 25 de Outubro de 2023
Esse tal que se intitula de 'Bi-Campeão Europeu', é de fato um caso de psiquiatria crónica, que se esconde por detrás de um pseudónimo, para insultar tudo e todos. É a vergonha deste blog!...
Por mais juras de amor que faça ao Benfica, ele não passa de um intrujão antibenfiquista!...
Já nem o consigo ler......
De Nick Name a 25 de Outubro de 2023
Que desilusão! O resultado não corresponde ao que se passou, já que a Real Sociedad foi muito superior como equipa. Estive no estádio e o ambiente no fim fez-me pensar nos últimos jogos de Vitória e Lage. Schmidt começa a ser um treinador a prazo, porque ninguém percebe o que ele quer e, pior ainda, se calhar nem ele percebe. Há algum piloto no avião? Duvido, tenho a impressão que o piloto teve um ataque de pânico e deixou os comandos.
De Anónimo a 25 de Outubro de 2023
Todos dizem que temos melhor plantel que o ano passado. Tenho as minhas duvidas.
E dava jeito que que se mexessem em campo, independentemente da qualidade que tem, ao ritmo que jogam são presa facil para os adversários, e inerentemente não conseguem progredir no tereno. O resultado foi que os passes que não falharam foram para os lados e para trás porque eram permitidos pela outra equipa. As bolas longas, mesmo que alguém do Benfica as apanhava era logo desarmado pela lentidão com que se mexia.
De Anónimo a 25 de Outubro de 2023
Caros benfiquistas.
Há puco a dizer em relação ao que está escrito no post.
Acompanho a estranheza em relação à não utilização do Florentino seja em contexto de liga dos campeões, de campeonato nacional ou de taça de Portugal. Escrevi aqui antes do primeiro jogo da LC que o Florentino tinha sido uma peça fundamental nessa competição na época passada e mantenho essa opinião.
O nosso treinador disse antes do jogo de ontem que uma das principais tarefas de um treinador é a preparação mental dos jogadores. Ontem vi uma equipa sem garra, sem alegria, sem poder de reação, uma equipa que joga pior a cada jogo que passa. Assim sendo, o nosso treinador está claramente a falhar nessa sua função!
De Luís Manuel a 25 de Outubro de 2023
Olá D'Arcy, e obrigado pelo post, com o qual concordo.

Uma equipa é sempre a imagem do seu treinador, e neste momento a equipa do Benfica é o Roger Schmidt desta época e de muitos jogos na época passada: uma equipa desnorteada, sem ideias, sem fio de jogo, confusa, muitas vezes perdida em campo. Custa-me dizer isto, mas custa-me mesmo, porque neste momento a verdade é esta: qualquer treinador das 7, 8 equipas nos lugares da frente do campeonato português é muito melhor treinador do que Schmidt.

Não sei de quem é a responsabilidade pela vinda de jogadores banais a preços exorbitantes para ocuparem posições-chave (falo de Cabral, Jurasek e Tengsted, por exemplo). Se foi do Schmidt, do scouting do Benfica ou de quem quer que tenha sido, é necessário que essas pessoas sejam responsabilizadas.

Não é preciso perceber-se muito de futebol para se ver que qualquer equipa precisa de um jogador como o Florentino (que temos) e de um substituto à altura (que não temos) para a posição 6. O João Neves não será um Enzo, mas pode muito bem fazer essa posição, e é um desperdício vê-lo a tentar fazer de 6, tal como é uma lástima ver o Kokçu nas posições em que o Schmidt, teimosamente, o põe a jogar. Um dos jogadores mais caros da história do Benfica tem jogado de forma banal por culpa exclusiva do jogador. Ontem entrámos com 10, porque o João Mário, outro dos fetiches do treinador, continua numa forma imparável. Não percebo como é que se tem o Gonçalo e o Tiago Gouveia no banco e mesmo assim é sempre, sempre o João Mário a jogar. O João Mário fez dois meses bons na época passada, e desde que chegou foi apenas isso. Percebo por que razão o treinador lagarto não se importou um caracol com a saída dele. Um caracol seria mais rápido que o João Mário em campo. As substituições feitas ao intervalo foram um golpe de mestre. O Musa, com todas as limitações, dá muito mais à equipa que o Cabral e dá muito mais que fazer às defesas contrárias. Entrar o Kokçu para 6 é a mesma coisa que mudar do mau para o pior. A entrada do inevitável Chiquinho, com o Florentino no banco, foi para o Schmidt compor o ramalhete. Vi o Braga, o Lille, o Salzburgo, o PSV e o Copenhaga a jogarem, e acho que ontem teríamos perdido contra qualquer uma destas equipas. Termos perdido ontem apenas por 0-1 foi uma sorte.

Também concordo: os jovens da nossa formação foram os que estiveram melhor em campo (ninguém supera o miúdo Neves na sua entrega ao jogo), mas também gostei do Otamendi e do Trubin. Alternativa ao Bah não existe, mas de certeza que na equipa B temos lá pelo menos alguém que possa concorrer com ele - o João Tomé, por exemplo. o Henrique Araújo não será melhor que o Cabral e o Tengsted juntos?

Avizinham-se jogos muito importantes, e a sensação que me dá é que o Schmidt vai ser comido de cebolada em todos eles. A qualificação para os oitavos da CL já foi, e vai ser quase impossível chegarmos à Liga Europa. Ganharmos o campeonato, da maneira como o Schmidt está a orientar a equipa, vai ser muito, mas mesmo muito difícil - quando poderia ser um objectivo perfeitamente ao nosso alcance. Ao contrário do chavão que o nosso treinador repete até à exaustão nas conferências de imprensa (a propósito: como é que é possível dizer, na conferência de imprensa pré-jogo, que os nossos jogos mais importantes são contra o Porto?! Contra o Porto?!...), nós não temos de aceitar isto.
De Miguel B. a 25 de Outubro de 2023
O princípio do fim de Bruno Lage foi ter cedido à pressão de ter de colocar Weigl na posição de Florentino.

E foi o fim de Jesus que o dispensou sem mais a favor de uma teimosia em manter Weigl...

Sem Florentino o Benfica perde toda a solidez e equilíbrio. Viu-se no ano passado: o Benfica perde o norte quando Florentino quebrou fisicamente... felizmente havia Neves mas a equipa nunca mais foi a mesma.

Está teimosia com Florentino é inacreditável e injusta.

Inacreditável porque os argumentos para a sua retirada da equipa baseiam-se no medo. No medo de deixar no banco um de três jogadores com características mais ofensivas: Aursnes, Kocksu ou Neves. Nenhum deles equilibra a equipa entre a defesa e o ataque nem lhe garante recuperação de bola. Florentino foi só o jogador com mais recuperações de bola precisamente...na Champions.

Injusta, porque não é merecida. E que o afeta emocionalmente. Ele precisa de ter a confiança do treinador, ele precisa que apostam nele e precisa de se sentir importante.

E para ganhar essa confiança precisa de jogar e precisa de saber que vai contar no próximo jogo. Caso contrário não vai render.

Está maldade que lhe fazem é absolutamente nojenta. Não gosto que os jogadores sejam tratados assim, ainda para mais um miúdo da casa. O Florentino esconde-se, não reclama, é daqueles que personagens fracos como Laje, Jesus e Schmith podem deixar de fora que não ouvirão uma palavra...nem dele nem dos media.

O Florentino merece jogar porque na equipa não há melhor que ele na função que faz e que tanta falta faz.

O Florentino também vale 40 milhões se o colocarem a jogar repetidamente

O Florentino tem de ser protegido pelos adeptos porque é dos nossos e é o elo mais fraco para treinador e dirigentes. Não o fariam com João Neves?

O Benfica ganhou campeonatos com ele.

O Benfica não joga nada sem ele e não ganhará campeonatos....


De AP a 26 de Outubro de 2023
Caro benfiquista,

Nem mais!
De Redpower a 25 de Outubro de 2023
Estou a ver o fantasma de Basileia... E a jogar assim ele vai chegar. Não vale a pena bater no ceguinho falando no futebol paupérrimo que jogamos, mas temo um descalabro a nível mental. Já vi este filme e não acaba bem.

O pior é que nem se pode apontar falta de empenho. Quem prestou atenção à linguagem corporal dos nossos jogadores, percebeu a frustração por não conseguirem contrariar o adversário. Uma total incapacidade de tomar conta do jogo, de dar uma réplica.

Oxalá me engane, mas as perspetivas não são boas, e desenganemo-nos se pensamos que é só na Liga dos campeões. A jogar assim, mesmo cá dentro vamos passar mal.

De qualquer forma, lá estaremos a apoiar, sempre!

VIVA O BENFICA!
De Luís Manuel a 26 de Outubro de 2023
Peço desculpa. Onde se lê, no meu comentário:

'Um dos jogadores mais caros da história do Benfica tem jogado de forma banal por culpa exclusiva do jogador' - leia-se 'treinador'.

Gosto muito do Kokçu, acho que tem enormes potencialidades e está a ser totalmente desaproveitado. Quanto ao Florentino, a ausência dele abre espaços para a equipa contrária. Quando lhe foi dada confiança, na época passada, foi sempre o tampão do nosso meio-campo. Tem debilidades? Terá. Mas na posição que ocupa não vejo melhor no plantel que temos.
De Anónimo a 26 de Outubro de 2023
Caro D’Arcy
O relato do jogo é fiel! Mas este tem sido o nosso futebol esta época, excepto, digamos, o jogo na Luz com o Guimarães!
Sou um mero sócio do Glorioso e de treinador só de bancada.
Todavia, joguei futebol amador há mais de 30 anos. O futebol hoje não é o daquele tempo, onde jogava num pelado. Mas tirando este aparte, é, de facto, um caso de estudo o que se tem passado com a equipa do Benfica esta época, mas no último terço da época passada já havia alguns indícios de que algo não estaria bem, derrota na Luz com o Porto e em Chaves, apesar de termos sido prejudicados pelo árbitro… mas a conquista do campeonato desviou o foco.
Os casos Vlachodimos e Ristic, e mesmo o da época passada com o Henrique Araújo nunca foi bem explicado. Também este ostracismo ao Florentino, com todos os números que ele apresentou a época passada é deveras inquietante…
Todos temos a noção de que a primeira volta da época passada teve o efeito Enzo. O Enzo saiu e começamos a notar que a táctica em campo já não funcionava da mesma forma. Mas Grimaldo, Ramos e na parte final o João Neves mascararam os problemas que já se notavam: a táctica não encaixava com as características dos jogadores em campo.
Esta época os que saíram não foram devidamente substituídos e cometeram-se erros indesculpáveis numa estrutura altamente profissional.
A vitória na Supertaça veio mascarar. Não quisemos ver que nesse jogo fomos dominados na primeira parte. A vitória na Luz com o Porto para o campeonato continuou a adiar o problema.
Mas veio Salzburgo e tudo ficou a descoberto. Não foi nada que eu não esperasse.
A equipa não joga como colectivo! Os jogadores jogam cada um para si! Não há um fio condutor de jogo e na frente não há quem pressione os defesas no inicio da construção do jogo - papel notável do Ramos a época passada. Insistir com o João Mário a titular é jogar com menos um. O que se está a fazer ao Aursenes é desumano, já se vê o estado físico em que se encontra.
Mas o que me preocupa para o futuro é que a equipa começou a época há três meses e a condição física é deplorável…
Por fim: passar mais uma vergonha de zero pontos na Champions é confrangedor; não marcar um golo em três jogos é dramático…
Não gosto deles, mas os jogadores do Benfica e o treinador deviam ser obrigados pelo Presidente a verem o jogo de ontem do Porto na Bélgica… o Antuérpia não é pior equipa que o Salzburgo a jogar contra nós na Luz…
Sócio há 30 anos, hoje mais Benfiquista que ontem!

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Fevereiro 2024

Janeiro 2024

Dezembro 2023

Novembro 2023

Outubro 2023

Setembro 2023

Agosto 2023

Maio 2023

Abril 2023

Março 2023

Fevereiro 2023

Janeiro 2023

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Fevereiro 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Consistência

Revolução

Medíocre

Atrás

Superioridade

Confortável

Rasgos

Degradante

Cruel

Tenacidade

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds