VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Sábado, 18 de Janeiro de 2020

Estocada

Não foi, longe disso, a final, mas o Benfica esta noite desferiu certamente uma valente estocada na disputa pela conquista do título de campeão desta época. Para tal, venceu em Alvalade e beneficiou da derrota do segundo classificado em casa frente ao Braga, passando agora a ter sete pontos de vantagem sobre o Porto.

 

 

Estou habituado a sair satisfeito da casa do Sporting. Desde a primeira vez que fui a Alvalade ver o Benfica, na já longínqua época de 1988/89 (vitória por 2-0 com golos de Valdo e Abel Campos) que não falho um jogo nosso lá, e foram muitas mais as vezes em que o Benfica saiu de lá com um resultado positivo (não fui verificar, mas acho que então no novo estádio a vantagem do Benfica é ainda mais notória). Somando isto à incrível sequência de resultados positivos do Benfica, em particular nos jogos fora de casa, obviamente que as minhas expectativas eram as melhores para este jogo. Antes do mesmo começar, uma notícia motivadora com a derrota do Porto - isto obviamente que não retirava ao Benfica a obrigação de vencer, mas certamente que deve ter ajudado a confiança saber que no caso de uma eventual derrota a vantagem no topo da tabela manter-se-ia. Para o nosso onze, a minha dúvida era apenas saber qual seria a dupla do meio campo, com três candidatos para duas posições. Ficou o Taarabt no banco e jogaram o Weigl e o Gabriel. De resto, o esperado. O Benfica entrou muito bem no jogo. Durante quase toda a primeira parte o Benfica conseguiu ter sempre uma linha de pressão muito alta, a perturbar a saída de bola do Sporting. Duas situações de perigo logo nos primeiros dois minutos foram um bom mote (remate do Cervi já com o guarda-redes fora da baliza que foi interceptado pelo Ilori e remate do Vinícius que passou pouco por cima). A verdade é que qualidade é coisa que não abunda na equipa do Sporting. Bruno Fernandes, Acuña e Mathieu (e não consigo incluir o grande ausente Coates neste grupo; acho-o péssimo) apesar do peso da idade, são as excepções, mas o resto é quase confrangedor. Mas no meio desta falta de qualidade, ainda assim um jogador como o Doumbia consegue destacar-se por ser ainda pior. É inacreditável que um jogador destes consiga ser titular no Sporting. Acho que só no primeiro quarto de hora deve ter perdido a bola para jogadores do Benfica em posições comprometedoras uma meia dúzia de vezes - quando não era ele, era o Wendel a fazer o mesmo. Os nossos médios caíam em cima dos jogadores do Sporting logo no seu meio campo defensivo e o Sporting revelava grandes dificuldades para construir jogadas. Mesmo assim, tinha a sensação de que o Benfica não estava a jogar com o prego a fundo no ataque, parecendo até que havia aquela atitude que por vezes acontece de achar que mais cedo ou mais tarde o golo acabaria por aparecer. É perigoso num jogo destes. O Sporting, apesar de adeptos e equipa (nem vou falar das claques) parecerem de costas voltadas - acho que poucas foram as vezes que fui a Alvalade e senti uma tão grande resignação da massa adepta, que ficou longe de preencher as bancadas - quereria certamente dar uma demonstração de brio e mostrar que os dezasseis pontos que separam as duas equipas na tabela eram exagerados. E foi quase do nada que o Sporting criou a melhor ocasião de golo da primeira parte: uma bola longa metida pelo Bruno Fernandes ainda do seu meio campo que o Ferro não conseguiu interceptar, permitindo ao Camacho rematar ao poste de ângulo apertado. Estava dado o aviso, mas o cariz do jogo pouco se alterou. O Benfica mais por cima no jogo, ainda que sem criar grande volume de situações de perigo e o Sporting incapaz de pegar no jogo e a responder em situações esporádicas. Pelo Benfica, um remate do Pizzi que foi bem defendido pelo Maximiano para canto, uma bola cruzada pelo André Almeida a que o Vinícius ficou a centímetros de chegar e um remate do André Almeida às malhas laterais foram as melhores situações, e pelo Sporting um cabeceamento do Camacho à figura do Vlachodimos, mas que ainda o obrigou a empenhar-se. Nos minutos finais o Benfica abrandou um pouco, mas achei que o amarelo mostrado ao Gabriel (justo pela reacção, mas num lance em que para variar o sempre impune Bruno Fernandes conseguiu não ser amarelado também, apesar de ter feito falta para isso) teve alguma influência, já que fez com que ele se retraísse um pouco na pressão agressiva que vinha exercendo sobre os médios do Sporting.

 

A segunda parte começou por ser interrompida durante cinco minutos devido ao arremesso de tochas para o relvado por parte das claques do Sporting. Talvez ajude a compreender o porquê do Bruno Fernandes, tendo ganho o sorteio no início do jogo, ter estranhamente escolhido não atacar para aquela baliza na segunda parte, ao contrário daquilo que é tradição em Alvalade. O Benfica veio para a segunda parte com menor intensidade do que na primeira, já não pressionando tão alto. Parecia até que alguém tinha informado os jogadores da derrota do Porto e que portanto até um empate já seria um resultado positivo. O Sporting aproveitou isto para começar a ter melhor saída de bola, e a partir da hora de jogo teve o seu melhor período, conseguindo empurrar mais o Benfica para dentro do seu meio campo. Não me recordo de nenhuma ocasião flagrante de golo (houve um remate mais perigoso do Doumbia de fora da área e um outro do Ilori que acabou por ser mais um passe para as mãos do Vlachodimos) mas durante uns bons dez ou doze minutos o Benfica quase não saiu para o ataque e foi o Sporting quem pressionou mais. As coisas voltaram a mudar quando aos setenta e três minutos o Chiquinho cedeu o seu lugar ao Rafa - que foi mesmo jogar como segundo avançado. O nosso jogo estava a precisar de um desequilibrador como ele, que logo na primeira vez que tocou na bola deixou dois adversários pelo caminho e levou a bola até à area adversária. E não foi preciso esperar muito tempo para o Rafa deixar a sua marca. Aos oitenta minutos, depois de um lançamento lateral a bola foi para dentro da área do Sporting, onde depois de uma série de ressaltos o tanque Vinícius, a meias com o Ilori, deixou a bola no Rafa que finalizou com um remate rasteiro e colocado para o primeiro golo do jogo. Aproveito para dizer que é simplesmente inadmissível que o jogo tenha ficado interrompido durante uns bons três minutos para que o VAR confirmasse a legalidade do golo - a funcionar assim o VAR em nada contribui para melhorar o espectáculo. Ainda faltava muito tempo para o final do jogo, até porque o árbitro deu dez minutos de tempo de compensação (completamente justificados) mas este golo matou completamente o Sporting. Ainda para mais porque todas as substituições operadas pelo Silas falharam rotundamente e ainda pioraram as coisas, enquanto que as substituições do Lage resultaram - para além do Rafa, a entrada do Taarabt para os minutos finais deu ao Benfica uma superioridade bastante evidente no meio campo, remetendo o Sporting para o pontapé para a frente. O Benfica ficou de tal forma confortável no jogo que nem quando foram anunciados os tais dez minutos de compensação deu para me sentir nervoso, mesmo sendo a vantagem no marcador mínima. E claro, deu para fechar com chave de ouro com mais um golo do Rafa. Para reforçar o acerto das alterações feitas pelo Bruno Lage, o Seferovic entrou a três minutos do final e ainda foi a tempo de assistir o Rafa para uma bela finalização de trivela, isto depois de um mau alívio do Ilori.

 

Homem do jogo, evidentemente, o Rafa. É confortável pensar que o Benfica está na posição em que está mesmo tendo estado privado durante meses de um dos melhores e mais desequilibradores jogadores do nosso plantel e da Liga Portuguesa. O Gabriel fez um jogaço, apesar de por vezes me parecer sentir-se tão à vontade que caiu em exageros individuais em vez de soltar logo a bola de forma mais simples. Se calhar não se falou ou falará muito do Weigl, mas eu gostei da actuação dele e achei que esteve muito bem tacticamente. A forma como lê o jogo e ocupa os espaços que deve ocupar foi o motivo pelo qual o contratámos, e tenho enormes expectativas para ver o que poderá fazer quando já estiver mais familiarizado com os colegas (faço desde já o disclaimer que sou parcial em relação a este jogador, que já admiro há anos desde que ele chegou ao Dortmund). Mas para já, vendo o jogo de hoje, quem é que poderia adivinhar que ele só chegou há um par de semanas? Por último, uma palavra para o Rúben Dias: centralão.

 

Os nossos adversários mais directos depositavam enormes esperanças para esta jornada, alimentando a expectativa de verem reduzida a diferença que nos separa para um único ponto (ou na pior das hipóteses para uma diferença que pudesse ser recuperada quando nos receberem). Em vez disso acabam a jornada a sete, e pior do que isso, sem matéria para o insolvente vir perorar e tentar intoxicar a opinião pública. No jogo deles, dispuseram de dois penáltis que se encarregaram de falhar. No nosso, nem sequer um lancezinho para conseguirem chamar à primeira página do Nojo a unanimidade do sempre imparcial Tribunal Dourado. Foi uma boa jornada, obviamente, mas a procissão ainda só vai a meio. Isto está longe de estar resolvido e nós próprios somos o melhor exemplo que sete pontos são perfeitamente recuperáveis. Vão continuar a combater-nos com todas as forças dentro e fora do campo (basta ver as nomeações para os dois jogos de hoje para se perceber quanta força está a ser feita fora do campo). Não podemos relaxar ou perder o nosso foco nem por um instante que seja.

tags:
publicado por D`Arcy às 06:01
link do post | comentar
10 comentários:
De Redpower a 18 de Janeiro de 2020
A diferença entre este Benfica e este Sporting é enorme como o provam os 19 pontos de diferença entre as duas equipas. Foi 2-0 mas podia ter sido mais.

Acho que o D'Arcy se esqueceu de referir que ficou uma expulsão por assinalar ao Luís Phellype por uma entrada violenta.

É difícil de descrever o nojo que o Bruno Fernandes mete. É fiteiro, choramingas e sofre de uma impunidade que é difícil de acreditar. Enfim, espero que vá embora e rápido e que o ponham na linha em Inglaterra.

Quanto ao nosso Benfica, mais uma grande alegria e um obrigado à equipa pelo empenho e pelo grande campeonato que tem vindo a fazer.
Claro que há coisas a melhorar, mas coisas que a meu ver se resolvem. Por exemplo, têm que tirar a pedra que o Gabriel tem na chuteira. Alterna entre o excelente e o fraco, falhando por vezes em situações que parecem as mais fáceis.

Parabéns e obrigado à equipa, é para seguir com esta vontade de vencer.

VAMOS BENFICA!
De Anónimo a 18 de Janeiro de 2020
Segundo informações da Sporttv, o Benfica passou ontem a ter mais vitórias neste novo estádio que o próprio Sporting... Este foi só mais um jogo, importante, sim, mas nada mais que isso. Continuar focados em cada jornada é crucial porque teremos, sempre, de jogar contra 14 (mais o VAR). Ontem, ganhamos por 3-0, tanto foi o tempo que o nosso lance de 1-0 foi verificado que é só quase copia do 1-1 do Porto, onde ninguém teve dúvidas. Rumo ao título!!
De Ricardo a 18 de Janeiro de 2020
Revisto hoje de manha, o tempo de análise do lance do 1º golo do Benfica, foram 04m 20s!!!
Numa jogada tão óbvia....e de facto estranho.

Por incrível que pareça, o macron e todos os outros, continuam passivamente a analisar as atitudes do "melhor" jogador das últimas duas temporadas :) (o Silas deve ter faltado às aulas onde explicam isso).
Se (e só se) sair para a Premier, não faz nem 1/3 das atitudes que tem por cá...

Os viscondes, tudo o que não é marcado a favor deles, seja lançamento, canto, pontapé de baliza e/ou falta....é com cada manifestação de assobios que é deprimente...tal como eles!

17 jogos já passaram...faltam outros tantos...e isto só acaba no fim.

Belo post D'Arcy.
ro
De Henrique Teixeira a 18 de Janeiro de 2020
Jornada extremamente proveitosa. Se no final da mesma a diferença para o Porto se mantivesse nos 4 pontos já seria muito bom, terminá-la com avanço de 7 foi maravilhoso, perfeito!
Mas nada ainda está ganho. Jogos muito difíceis virão e tudo ainda pode acontecer.
A demora dos VAR em validarem golos ao Benfica onde desde o princípio da jogada é logo visível não haver quaisquer irregularidades, como mais uma vez se viu neste jogo, é algo que prejudica imenso o espetáculo e a beleza do futebol. Tenham vergonha.
Bruno Lage cometeu a proeza de levar o Benfica à conquista de 17 vitórias consecutivas fora de casa, feito nunca antes conseguido por alguém no futebol português. Notável. Grande treinador é este jovem de esmerada educação.
Saudações Benfiquistas.
De RedRyan a 18 de Janeiro de 2020
Fui uma boa vitoria. E não precisamos de inventar simplesmente a cada jogo ir fazendo o nosso trabalho. O que se vai passando noutros campos não nos deve importunar porque só teremos vantagens disso se ganharmos os nossos jogos. Espero que a equipa tenha sempre os pés na terra. E sim vão tentar coisas estranhas mas fazendo o nosso trabalho de certeza que podemos chegar ao titulo.
Mais ainda, o exemplo do ano passado serve exatamente para não baixar a guarda na segunda metade do campeonato. Não se trata de um exemplo de outros mas sim nosso o que nos traz ainda mais responsabilidade. Vamos la Benfica
De Anónimo a 18 de Janeiro de 2020
Concordo. O benfica apesar de se mostrar claramente superior a nível individual, não conseguiu ligar o seu jogo de forma fluente como já o fez até com equipas de maior qualidade.
Isso já tinha acontecido com o FCP, em casa, nessa unica derrota no campeonato.
A equipa parece, nestes jogos, ter pouca "agressividade" nos momentos da disputa da bola. Tanto o FCP como o SCP, entraram reconhecendo de que atualmente o SLB é superior, e isso parece inibir os nossos jogadores, e pelo contrário fazer com que os jogadores dos rivais disputem cada bola como se fosse a mais importante do jogo, de forma a equilibrarem o jogo.
Temos de ser mais impiedosos, pressionar com a agressividade, dentro das leis de jogo, e até temos uma optima recordação de exibição nestes moldes, quando na época passada vencemos no Dragão.
Algo a melhorar rapidamente, não basta sermos os melhores na teoria, temos de nos adaptar a cada exigência do jogo.
De Anónimo a 18 de Janeiro de 2020
Oamarelo mostrado ao Phellype em vez do acertado vermelho só dá mesmo para rir.

Para rir também registo no mesmo minuto não haver amarelo para o Wender pela falta antidesportiva e quase violenta que comete, mas o mesmo amarelo ser mostrado ao Cervi apenas e porque não saiu por onde o Sr. Macron queria!
De Luís Manuel a 19 de Janeiro de 2020
Olá D'Arcy, e obrigado pelo post.

Foi uma vitória importantíssima, e estou muito feliz. Não podíamos desaproveitar a derrota do Porto contra o Braga e, mais do que isso, mesmo que o resultado desse jogo tivesse sido ao contrário, tínhamos de mostrar que estávamos firmes e prontos para a luta.

Estes jogos contra os nossos rivais deixam-me sempre num estado de nervos grande, e portanto não consigo ter muita frieza a vivê-los e a avaliá-los. Entrámos muito bem e podíamos ter feito pelo menos um golo na primeira parte, mas também acho que a certa altura tirámos o pé do acelerador e na minha opinião isso nunca se pode fazer. É sempre perigoso, como dizes. O empate nunca seria um bom resultado nestas condições, e um lance fortuito do adversário poderia ter-nos causado dissabores. Aliás, tivemos sorte por aquela bola ter batido no poste. Antes disso já poderíamos e deveríamos ter marcado. No início da segunda parte entregámos o domínio do jogo ao Sporting, e esse remate do Doumbia foi desviado para canto pelo Odysseas - que esteve muito seguro durante todo o jogo, gostei muito da exibição que fez! Retraímo-nos em demasia. Felizmente a entrada do Rafa deu um safanão no jogo, a equipa percebeu que tinha ganhar o jogo e as substituições do nosso treinador foram acertadas. Dois excelentes golos, o segundo foi magnífico, grande assistência do Seferovic, e no primeiro o trabalho do Vinícius a segurar a bola é muito bom também!

Toda a equipa esteve bem. Estivemos ligados, unidos e coesos durante a maior parte do jogo. E só assim foi possível vencer. Muito obrigado a todos ! Concordo com os destaques individuais que fazes. Odysseas, Rúben (que jogo!), Gabriel e Rafa muito bem. Concordo também com o que dizes relativamente ao Weigl, mas para ser sincero teria gostado mais de ver o Taarabt de início, dá outra intensidade ofensiva e mesmo defensiva, na minha opinião. Não percebo como é que as entradas sobre o Gabriel e sobre o Rúben (na nossa pequena área, na segunda parte) não foram devidamente punidas. Percebo por que razão o atento VAR demorou quatro minutos para validar o golo do Rafa. Sousa enervou-se em busca de uma irregularidade e quando enfim desistiu já tinha passado muito tempo. Continua a fazer bem o seu papel.

É isso, muita gente depositava enormes esperanças que este jogo nos travasse. E continuarão a depositar enormes esperanças nos próximos jogos. Temos um calendário muito difícil nas próximas semanas, não podemos nunca baixar a guarda. Foi uma vitória importante mas apenas mais três pontos, como disse o nosso treinador. E gostei de o ouvir. Significa que todos, treinadores e jogadores, sabem que muitas dificuldades nos esperam ainda, a começar pelo próximo jogo em Paços de Ferreira. Temos de continuar unidos e concentrados.

Força, Benfica!
De Sr. do Benfica a 26 de Janeiro de 2020
Depois de uma bela vitória em alvalade, apenas 8 comentários?!
Adeptos foleiros e fracos. Não merecem o clube que têm.

Saudações de um benfiquista de 98 anos.
De BI-CAMPEÃO EUROPEU a 26 de Janeiro de 2020
Paços de Ferreira - SL BENFICA às 17:30 horas de hoje, 26-01-2020.
aPINTOdor: manuel oliveira, mais um SERVIÇAL domesticado e vassalo ao oporco curruptus. NADA DE ADMIRAR.
E a direcçãozinha do Benfica a covardemente fazer que nada acontece nesta ligueca PUTREFACTA para levarem o porcoAOcolo e roubarem o Título ao Benfica!!!

Pior do que isso deixam a que os fruteiros PÔDRES passem a mensagem de que o Benfica é beneficiado, QUANDO NA VERDADE É prejudicado, E ELES FRUTEIROS PÔDRES é que são BENEFICIADÍSSIMOS!!!

A este conselho de aPINTOdoragem só falta mesmo nomear o apinto da bosta para aPINTOdorar os jogos do nosso Benfica e os jogos também do oporco, desde que em dias e horários diferentes.
E o "presidente" que anda sempre de preto e levou os blusões pretos para o Benfica - deve estar a confundir o Benfica com o Penafiel ou a Académica de Coimbra - não faz absolutamente nada de nada a não ser querer que os nossos atletas tenham quatro cabeças e trezentas pernas e joguem e ganhem a duas equipas em simultâneo, o advresário e os aPINTOdores!!!!

Não compreendo como os Benfiquistas se podem rever num IGNARO MEDROSO como esse l.f.vieira.

Tantos PALHAÇOTES nas TV,s a mentirem contra o nosso Benfica e a ofendê-lo deliberadamente, e não se vê ninguém a sentar o cuzinho no banco dos réus por acções criminais interpostas por esse presidentezeco!!!!!!!

Afinal para que ser o Dep. jurídico do Clube?!?!

O BENFICA com GENTE A SÉRIO no seu comando era mais forte, muuito mais forte, ganharia campeonatos com toda a NATURALIDADE e não precisaria de pôr os seus adeptos e sócios a sofrerem até ao fim, sujeitos a desilusões e tristezas.

Exijo no BENFICA um VERDADEIRO BENFIQUISTA, que goste, que ame o VERMELHO e deixe o preto para quem andar de luto.

"sr" vieira, as cores do Glorioso BENFICA são o VERMELHO e o BRANCO, desde 28 de Fevereiro de 1904.

Os blusões com que os nossos jogadores entram em campo devem ser VERMELHOS ou BRANCOS e ter nas costas as inscrições.

S L BENFICA e por baixo Portugal.

O "sr" de Benfiquismo tem ZERO X ZERO = ZERO. O que quer é "negócios" mas só engana os mais SALOIOS.

BENFICA SEMPREEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE O MAIOR E O MELHORRRRRRRRRRRRRRRRRRR

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Lisonjeiro

Incompetência

Sofrimento

Douradinho

Desleixada

Preguiçoso

Consolidação

Estocada

Pasteleiro

Massacre

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds