VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Segunda-feira, 15 de Abril de 2019

Firme

Marcámos quatro golos pelo terceiro jogo consecutivo e conquistámos uma vitória sem discussão frente ao Vitória de Setúbal. Mas mais uma vez deu para sair da Luz com a sensação de que o resultado poderia e deveria ter sido bem mais dilatado.

 

 

Cinco alterações na equipa e regresso ao onze que neste momento se poderá considerar o base, com o Florentino a formar a dupla do meio campo com o Samaris. De resto nenhuma surpresa nos restantes escolhidos. Era impossível desejar um melhor início de jogo: decorrido um minuto, e sem que qualquer jogador do Setúbal tivesse sequer tocado ainda na bola, já o Benfica a tinha colocado dentro da baliza adversária. Cruzamento da direita do Félix e desvio do Rafa para o poste mais distante, com a bola ainda a tocá-lo antes de entrar. Não tenho a menor dúvida que foi um resultado directo deste golo madrugador, mas o Setúbal acabou por jogar sem o esperado autocarro na Luz. Isto só proporcionou mais espaços para o Benfica atacar e estivemos sempre por cima no jogo, antecipando-se que um novo golo acabaria por surgir com toda a naturalidade. O Rafa e o João Félix jogavam a um bom nível e criavam sucessivos problemas à defesa do Setúbal, o Florentino era quase inultrapassável no meio campo, e as respostas do Setúbal quase que se resumiam ao Éber Bessa andar a tentar cavar faltas, que desde que fossem no nosso meio campo eram imediatamente aproveitadas para despejar a bola para a área. Antes da meia hora, ocasião soberana para chegarmos ao segundo golo, quando o VAR assinalou um penálti claro por corte com a mão de um remate do João Félix, mas o Pizzi na marcação permitiu a defesa ao guarda-redes. Não desistiu o Benfica, que continuou a criar ocasiões para marcar. O Rafa (por duas vezes na mesma jogada) e o João Félix (cabeceamento por cima) estiveram perto, até que aos trinta e seis minutos o Rafa voltou mesmo a marcar. foi num lance estranho e aos repelões, que começa num pontapé para a frente que um defesa do Setúbal falha a interceptar, a bola seguiu para o Seferovic, e depois a tentativa de passe para o João Félix foi cortada por outro defesa. Mas os defesas do Setúbal acabaram por se embrulhar e não conseguir afastar a bola, que sobrou para o João Félix assistir para o Rafa na esquerda marcar com um remate cruzado. Com o segundo golo tudo parecia muito bem encaminhado, mas apenas três minutos depois o Setúbal reduziu numa boa jogada e a equipa ficou algo nervosa, sendo os minutos que se passaram até ao intervalo o pior período do Benfica no jogo.

 

 

Felizmente a fase má do Benfica resumiu-se a esses poucos minutos, porque a equipa regressou do intervalo mais composta e à procura de novo golo da tranquilidade, não permitindo ao Setúbal grandes ocasiões para sequer incomodar o Vlachodimos. E nem demorou muito tempo até que o terceiro golo surgisse. Foram pouco mais de dez minutos, e surgiu de forma simples, rápida e letal. Uma intercepção fantástica do Florentino deixou a bola no Pizzi, que progrediu pela direita e cruzou para a área, onde surgiu o João Félix na marca de penálti a finalizar com um remate de primeira que não deu qualquer possibilidade de defesa. Uma finalização fabulosa para um golo muito bonito. O Setúbal nunca baixou os braços, mas a partir daqui fiquei com a sensação de que o jogo, mais golo menos golo, estaria decidido a nosso favor. Mesmo considerando os esforços titânicos por parte do árbitro de serviço para enervar a nossa equipa e inclinar o campo. A resposta do Setúbal continuava a ser sobretudo a tal estratégia de despejar todo e qualquer livre para a área, com uma honrosa excepção. O nosso antigo jogador Hildeberto progrediu da esquerda para o meio e desferiu um grande remate cruzado, que teria certamente acabado em golo não fosse uma grande defesa do Vlachodimos. O Benfica tinha o jogo controlado e chegou com naturalidade ao quarto golo já à entrada do último quarto de hora. Combinação entre o Rafa e o Seferovic, com o suíço a marcar com um remate cruzado muito colocado para o segundo poste. Grande trabalho do Seferovic a controlar a bola com um toque e a finalizar imediatamente no segundo toque. Tudo resolvido e o Benfica a aproveitar para algumas poupanças, trocando o João Félix pelo Taarabt. A estratégia do Setúbal de despejar livres para a área acabou por resultar já perto do final, quando o VAR descortinou um penálti cometido pelo Rúben Dias que lhe valeu um amarelo (confesso que no estádio não vi nada e ainda não vi uma repetição do lance). O Setúbal reduziu, o Benfica ainda teve tempo para trocar o Seferovic pelo Jonas e nos poucos minutos que restavam o brasileiro ainda conseguiu desperdiçar de forma incrível o possível quinto golo. Boa jogada do Benfica, cruzamento perfeito do Taarabt na esquerda que foi encontrar o Jonas completamente sozinho à entrada da pequena área, e o cabeceamento saiu inacreditavelmente ao lado.

 

 

Melhor em campo para mim o Rafa, com dois golos e uma assistência, acompanhado de muito perto pelo João Félix, que fez o contrário - duas assistências e um golo. O Rafa viu um amarelo neste jogo que o deixa de fora no próximo, por uma suposta simulação na área onde até me pareceu que foi mesmo tocado. Ao menos assim estará 'limpo' para a fase final da época. Gostei também bastante do Florentino, que neste momento me parece ser o parceiro ideal para o Samaris no meio campo.

 

Mais um adversário ultrapassado e é cada vez menor a distância a separar-nos do objectivo final. O Benfica mantém-se assim firme no topo da tabela, para grande tristeza dos habituais 'líderes à condição'. Segue-se a segunda mão da Liga Europa, onde imagino que o Bruno Lage voltará a fazer rotação do plantel e poupará alguns dos titulares na Liga. Independentemente de quem jogar, espero que a nossa equipa consiga continuar a deixar-nos orgulhosos.

tags:
publicado por D`Arcy às 12:02
link do post
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

#Reconquista

Um

Crer

Proveitosa

Pujante

Deplorável

Firme

Soberba

Complicado

Merecida

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds