VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Domingo, 29 de Abril de 2018

Lamentável

Um resultado lamentável, consequência de uma exibição no mesmo registo. Não há muito que eu possa escrever para explicar ou justificar o que se passou. Perder contra o Tondela na Luz e sofrendo três golos é um resultado que fala por si, de tão mau que é.

 

 

É fácil falar depois, mas a verdade é que quando ouvi a constituição da equipa, ainda fora do estádio, fiquei logo um pouco apreensivo. As nossas exibições desde que ficámos privados do contributo do Jonas têm sido aquilo que se viu, mas quando soube que iríamos jogar sem aquele que eu considero o outro fulcro da equipa (Fejsa) pensei no pior. O Jonas decide, o Fejsa equilibra. Não sei se foi uma questão de precaução pelos amarelos (duvido, porque o Rui Vitória não costuma fazer isso) ou se não estavam em condições de alinhar, mas saber que o Jardel e o Fejsa ficavam de fora diminuiu bastante a minha confiança para este jogo. Até porque o Luisão tem infelizmente a má tradição de regressar sempre bastante mal de uma longa ausência - e isso voltou a verificar-se hoje. Os minutos iniciais como que confirmaram as minhas baixas expectativas, já que com mais de dez minutos passados não tínhamos feito um remate ou sequer criado um lance de perigo. Mas as coisas até pareceram poder endireitar-se, já que no primeiro remate que fizemos, aos doze minutos, marcámos. Foi o Pizzi, após passe atrasado do Rafa. E nos minutos que se seguiram estivemos claramente por cima na partida, tendo o Cervi desperdiçado uma boa ocasião para ampliar a vantagem. Só que se a equipa já não me inspirava muita confiança na defesa, pior foi quando o André Almeida pediu para sair e deu o seu lugar ao Douglas. Imediatamente a seguir, à meia hora de jogo, o Tondela empatou. Tudo começou num mau passe do Cervi na saída para o ataque, que colocou a bola nos pés de um adversário, e depois a bola foi rapidamente colocada na zona central da nossa defesa, onde o Luisão ficou nas covas e o jogador do Tondela aproveitou a cratera existente entre ele e o Douglas para marcar à vontade. Nove minutos depois, a reviravolta completa no resultado. Começa numa displicência do Varela, que demora a aliviar a bola e depois já apertado cede um lançamento perto da nossa área, e no seguimento do mesmo o Luisão perde o duelo aéreo e a bola sobra para a zona do segundo poste, onde mais uma vez está um jogador adversário completamente solto dentro da área (e estava lá mais outro) para marcar. Para quem gosta de bater no André Almeida, reveja este lance - porque eu tenho quase a certeza de que ele não iria marcar o Luisão e deixar dois adversários soltos na sua zona.

 

Fomos para o intervalo a perder e sinceramente, a forma como a nossa equipa reagiu ao segundo golo já me fazia prever o pior. É que naqueles minutos até ao intervalo jogámos como se faltassem dois minutos para acabar o jogo, a querer fazer tudo muito depressa e atabalhoadamente.  Para a segunda parte veio o Salvio no lugar do Cervi, e continuámos a jogar da mesma forma. Mas ainda assim foi o suficiente para criar ocasiões para chegar bem cedo ao empate (é inacreditável o lance em que o Salvio remata para a bancada um centro do Douglas, quando estava sozinho em frente à baliza). Ao fim de alguns minutos deu-se a previsível entrada do Seferovic. O que já não era nada previsível foi a escolha do jogador que saiu - Zivkovic. Eu sei que estou a falar como treinador de bancada, mas dado o facto que era a nossa última substituição, e que o Tondela tinha praticamente abdicado do ataque e se dedicava a acumular gente dentro da área e na zona central, eu teria tirado mesmo o Luisão - ficaria o Samaris como central de emergência. Ou na pior das hipóteses sairia o Samaris mesmo, se eventualmente a esperança fosse que o Luisão pudesse resolver numa bola parada - pouco provável, já que nem nisso o nosso capitão mostrou inspiração. Portanto, tirámos um dos jogadores mais criativos da equipa para reforçar a presença no ataque. Só que não. Nós conseguimos ver os nossos dois avançados mais tempo junto às linhas laterais do que dentro da área - o Seferovic acrescentou exactamente zero ao nosso jogo, o que aliás é o que ele tem feito em todos os últimos jogos em que tem entrado. De qualquer maneira as perspectivas já eram muito más mesmo. Para além de facilitarmos a vida ao Tondela, insistindo frequentemente em tentar entrar pela sobrepovoada zona central com tabelas inúteis, o Tondela nesta fase já se dedicava afincadamente ao antijogo puro, com os jogadores a cair como moscas e a simular lesões, enquanto que a nossa equipa estava em campo sem qualquer rumo. E quando conseguíamos mesmo criar alguma ocasião, estávamos num daqueles jogos em que não havia maneira da bola entrar. Para acabar de vez com quaisquer ilusões, a dez minutos do final do jogo e em mais um lance com participação do Luisão, que perde o lance e se deixa ultrapassar infantilmente pelo adversário dentro da área, o Tondela fez o terceiro golo, conseguindo assim marcar três golos em quatro ocasiões criadas (a outra só não deu golo porque o Varela fez uma boa defesa). O Salvio ainda conseguiu atenuar o resultado já no período de descontos, mas a derrota estava selada.

 

Não há obviamente destaques, nem vou escolher bodes expiatórios. Quando perdemos em casa contra o Tondela é porque toda a gente, mas toda mesmo, esteve muito abaixo daquilo que é exigível. A exibição da nossa equipa hoje literalmente não teve ponta por onde pegar.

 

É uma forma muito triste de nos despedirmos quase de forma definitiva do título de campeão nacional. E pior ainda, agora é o segundo lugar que está em sério risco. Com a perda do Jonas, parece que perdemos também completamente o rumo. Não voltámos a fazer uma exibição consistente, e de forma inacreditável deitámos fora o objectivo do penta com duas derrotas consecutivas em casa depois de, se a memória não me falha, uns dois anos sem perder na Luz. Foi tudo muito mau, e quem gere o nosso futebol terá que analisar isto e retirar as devidas conclusões.

tags:
publicado por D`Arcy às 10:42
link do post | comentar
65 comentários:
De E Pluribus Unum a 29 de Abril de 2018 às 11:37
Lamentável?! Isso é muito pouco. Foi ABSOLUTAMENTE MISERÁVEL. VERGONHOSO. O que vimos foi a antítese do Glorioso SPORT LISBOA E BENFICA.
A mim não me admira nem surpreende, pois há já muito tempo que venho a alertar para este FUTEBOLECO EFEMINADO da nossa equipazeca que esse proto-treinador rui DERROTA implantou na equipa.

Diz o INCOMPETENTÍSSIMO - apenas competente nas suas crendices -, que foi uma crueldade o que se passou no jogo!!!!!!

Crueldade, CRUELDADE A SÉRIO é os BENFIQUISTAS e o BENFICA, que são uma e a mesma coisa, terem de aguentar esta inacabável BANHA DA COBRA que este proto-treinador tem apresentado uma vez por semana. ainda bem que é apenas uma vez por semana pois não há mais nada para jogar, senão a CRUELDADE ainda seria mais INTENSA e DOLOROSA.

A EQUIPA NÃO CORRE, NÃO PODE COM A BOLA, PARECEM MENINAS A REMATAR À BALIZA, NA ÁREA ADVERSÁRIA NÃO CONSEGUE EFECTUAR UM CABECEAMENTO PERIGOSO, etc,etc,etc, de depois de tudo isto, ainda comete o acto MASOQUISTA de OFERECER GOLOS - neste jogo foram cinco ofertas, tendo o adversário apenas aproveitado três -, aos adversários.


Presidente AMORFO, MOLE, MANSO, MEDROSO, INCAPAZ, VAIDOSO, etc,etc,etc,.... e equipa e proto-treinador a ser CLONES PERFEITOS do que faz de Presidente.

QUE TORTURA devem estar a viver os VERDADEIROS BENFIQUISTAS, aqueles que de facto vivem o BENFICA todos os dias das suas vidas, e não apenas nos noventa minutos do jogo da equipa principal!!!

A mim o que me safa, é que consegui encontrar no fundo da minha ALMA ABSOLUTAMENTE BENFIQUISTA, a ideia/força de que o meu querido SLBENFICA está muito mas muito acima de qualquer vitória ou derrota, sejam elas na Europa ou cá na "paróquia" dominada pelos corruptos do oporco e seus obedientes vassalos de alvaLADRA.

Para terminar: RUAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
RUAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
RUAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
RUAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

com os catedráticos em INCOMPETÊNCIA, LAXISMO, PALERMICE, ETC ETC ETC, que são INDIGNOS de envergar o MANTO SAGRADO VERMELHO.

BENFICA ACIMA DE TUDO E DE TODOS, SEMRPEEEEEEEEEEEEEEEEE
De Anónimo a 29 de Abril de 2018 às 12:21
Não estou nada de acordo. Não jogámos mal, perdemos foram muitas ocasiões para marcar, algo que acontece muitas vezes no futebol.

Sem o nosso melhor marcador lesionado era de esperar. Com ele em campo, só ele marcava 3 ou 4 golos e toda a gente falava numa exibição gloriosa. Enfim… adeptos de futebol.

De D`Arcy a 29 de Abril de 2018 às 12:40
Não jogámos mal? Conceder três golos em quatro ocasiões frente a uma equipa como o Tondela é jogar bem? Defender também faz parte de jogar bem futebol, pelo menos daquilo que eu ainda me lembro.
De Anónimo a 29 de Abril de 2018 às 15:51
Repito, não jogámos mal. Tivemos mais do que ocasiões para golear.
A defesa meteu água? Meteu! Mas se tivéssemos marcado 2 ou 3 nas ocasiões que tivemos (e houve logo ao princípio um penalty flagrante por marcar) eles não marcavam. Isto é, os erros não aconteciam como aconteceram.
É o mesmo filme de sempre. Falhas golos… perdes!
De Francisco Rodrigues a 29 de Abril de 2018 às 17:08
Como diria o asno: "goleámos por 2 a 3".
O Glorioso Benfica morreu em 93/94. Essa foi a sua última página dourada. A partir daí foi e será sempre em queda livre.
De Ruben Valle Santos a 29 de Abril de 2018 às 13:33
Lamento mas discordo desse seu ponto de vista.
Ele, o ponto de vista, é adequado a caso de uma derrota normal e inabitual modo de jogar, de entrega ao jogo.
Ora, não foi o que aconteceu, porque há antecedentes. E largos antecedentes:
. a inacreditável campanha na Champions de onde se saiu sem se ter conquistado um único ponto e apenas com um desamparado golito festejado.
. o adeus à Taça da Liga e bem assim à de Portugal, de forma envergonhante.
. a treta de futebol praticado, mais próprio de futsal de trazer por casa, apenas com Jonas a mascarar as coisas.
. o Sun Tzu a rebolar-se na campa de ira por ver os seus ensinamentos tão impropriamente aplicados.

Houve uma premissa que o Rui Vitória nunca percebeu e que é essencial, embora não seja de Sun Tzu:

Aconselhavam os antigos romanos "si vis pacem, para bellum", ou seja, "se queres paz, prepara a guerra". Mudando o que deve ser mudado, é o que RV ainda não aprendeu.

Espero que já não lhe seja dada oportunidade de aprender no Benfica...
De E Pluribus Unum a 29 de Abril de 2018 às 14:10
jÁ VI QUE ÉS TIPO LAGARTINÓIDE: jOGAR FUTEBOL OU O JOGO DA MACACA É A MESMA COISA.
É por causa de adeptozinhos assim que esta equipazeca EFEMINADA faz de cada jogo um pior jogo do que o anterior.

De facto há muito pouca exigência no Benfica e DOSES INDUSTRIAIS de resignação.

L.V. de Camões, o maior poeta português de todos os tempos, já dizia há cerca de 500 anos:
"UM FRACO REI FAZ FRACA A FORTE GENTE".

Aí está o Benfica do totó amorfo l.f.vieira e os seus apoiantes como este anónimo.

BENFICA ACIMA DE TUDO E DE TODOS. SEMRPEEEEEEEEEE
De Anónimo a 29 de Abril de 2018 às 11:54
Caro D'Arcy,

Este ano abstive-me de comentar. Desde que o Benfica foi entregue aos Afonsos desta vida, a blogs como o Guachos, ao José Marinho e tantos na esperança outros que venderam a alma ao Diabo, sempre tive uma pequena esperança que os nossos jogadores conseguissem fazer um milagre.

Vamos ser claros. O Benfica só não ganha este título por culpa única e exclusivamente a Luis Filipe Vieira - o Deus Sol ! E Rui Vitória só não tem a culpa total porque não lhe deram as mesmas condições que já deram a outros. E nestes 3 anos, Rui Vitória já provou que não é o treinador que o Benfica precisa. É um facto que ganhou mais, no mesmo tempo, que o catedrático da Amadora. Mas isto para nós, Benfica, não chega. O que não vejo em Rui Vitória é a garra, discernimento e discurso que leve o futebol do Benfica a um novo patamar. É um Homem com classe e cultura mas falta-lhe qualquer coisa. Como disse há 3 anos, aquando de um vergonhoso post aqui colocado por um escriba deste blog, amigo do JJ, tinhamos de dar a Rui Vitória. Esse tempo foi dado e a conclusão que chego é que Rui Vitória não serve. Para mim só há 2 treinadores portugueses capazes : Paulo Fonseca e Leonardo Jardim.

Luis Filipe Vieira e a sua entourage, quiçá acossados com os constantes casos que deviam envergonhar todos os Benfiquistas, nunca entenderam que este ano o Benfica podia colocar os nossos rivais ( merda de gente ) no fundo. Um está intervencionado e o outro, bem o outro nem sabemos bem como está. Em vez de apetrechar a equipa, seguiu uma lógica de fanfarronice pensando que resolve tudo com a prata da casa ou com os Luisões desta vida ( obrigado Luisão mas já chega ). Nunca soube agir porque está enterrado até ao tutano nos casos de emails e outras noticias plantadas por parte dos nossos rivais e imprensa avençada. Mas em vez de reagir com firmeza agiu sempre com receios. Com paninhos quentes quando devia arrancar o tumor pela raiz. Nas TVs somos representados por seres abjectos ( tirando o Alves e o Calado por vezes ). Na nossa direcção albergamos sportinguistas e, pasme-se, um individuo que fez parte do Apito Dourado. A nossa estrutura dispensa Benfiquistas competentes e estes são substituidos por lagartos. Nada que se estranhe. Aliás, estou convencido que LFV por estes dias vai festejar o título de um dos clubes onde é sócio.

É tempo dos Benfiquistas acordarem. Dar o Benfica aos sócios. Estou farto de ver o Benfica ser tratado como uma Empresa. Para ter betão em farta como LFV quer temos primeiro de consolidar o nosso domínio. Ser uma presença constante na Europa e ser um clube respeitado não só desportivamente mas também ao nível dos valores. Este ano foi um ano horrível. Não só por causa do futebol, mas também pelas noticias que todos os dias surgem e que parecem não ter fim. Este não é Benfica que devia orgulhar os meus filhos e os meus futuros netos. Não vai ser fácil a mudança. LFV e os Afonsos, quais filhos da puta, têm tudo minado. O Benfica deixou de ser um clube democrático. Os Estatutos foram alterados para que perpetuem no poder e cabe-nos a nós, Benfiquistas sérios e honrados, alterar este estado de coisas.

Nas modalidades amadoras é o que é ! O nosso rival principal gasta que se farta e este ano parece que vai levar a dele avante. Não penso que devemos acompanhar esta loucura. Mas no próximo sábado em Alvalade vamos ser humilhados outra vez. Ricardinho vai ser apresentado antes do jogo com o Benfica. Na cara dos sócios do Benfica ! Querem humilhação maior ! E se os schrecks ganharem o jogo a festa vai ser completa.

Não me contento, contrariamente aos schrecks, com o segundo lugar. É-me indiferente o lugar que fique desde que não seja primeiro. No SLB somos assim. Ganhamos 4 anos seguintes, mas a perda do campeonato deste ano é como se não ganhássemos nada há 50 !

Viva o Benfica !
João Coelho
De E Pluribus Unum a 29 de Abril de 2018 às 14:22
Grande BENFIQUISTA, com tua licença, faço minhas as tuas palavras.
SAUDAÇÕES da Águia Real e Eterna.

BENFICA SEMPRE, ACIMA DE TUDO E DE TODOS.
De Anónimo a 29 de Abril de 2018 às 15:22
ipsis verbis!
De Anónimo a 30 de Abril de 2018 às 04:10
Aplauso!!
De antonio fonseca a 29 de Abril de 2018 às 12:01
Bom dia,

Comentário fidelissimo sobre o que se passou ontem no nosso estádio.

Vergonha é o que eu tenho para acrescentar ao comentário do moderador.

Inacreditável que em dois jogos no nosso campo, a ilusão do penta foi por água abaixo. Quando tudo apontava para que o mesmo acontecesse veio ao de cima a miserável exibição da nossa equipa e consequentemente o adeus ao penta.

Também sobre as substituições iniciais tenho a dizer que me deixou surpreso por tal acontecer. De facto como D`Arcy diz os dois elementos que entraram pouco ou nada adiantaram. Nas substituições operadas no jogo, a sair não poderia ser o Zivkovic. Eu que não tenho por hábito comentar as opções do técnico, aqui tenho que dizer que ele esteve mal.

Se optou na primeira situação por resguardar Jardel e Fesja, errou e vejamos o que se passou com os viscondes do lumiar que tendo jogadores á bica, não prescindiu deles no jogo em Portimão.

Com este resultado o título foi-se, o segundo lugar está em perigo, e vejamos se vamos parar ao 4º.

Foi uma época miserável, salvando-se a conquista da supertaça, mas isso é pouco para uma equipa com a ambição da nossa.

Este resultado veio agradar aos nossos rivais (azuis e verdes) e a todos os antibenfiquistas que pululam por esse pais, porque os verdadeiros devem estar amargurados como eu estou.

Saudações benfiquistas
De Dias Pereira a 29 de Abril de 2018 às 12:36
Boa noite.
Embora se possa considerar que a derrota desta tarde é surpreendente – porque aconteceu em casa, com um adversário imensamente inferior em termos de valor, e num contexto onde NUNCA poderia acontecer… – tenho de ser honesto e dizer que, para mim, este cenário não era assim tão pouco possível.
Só não vê quem não quer, mesmo, ver: o nosso actual futebol é, além de muito pobre, exasperantemente lento, inconsistente, ineficaz e incapaz de reagir ao que quer que seja. Só assim se explica a miserável, repito, MISERÁVEL, época que fizemos, com seis derrotas em outros tantos jogos na Champions (com esses colossos como o Basileia, o CSKA e, mesmo, o actual Manchester United, como adversários…), com a eliminação prematura na Taça de Portugal e com a não qualificação para a fase final da Taça da Liga, e com exibições horripilantes na nossa principal competição, mesmo com adversários que pagam a sua época com o salário de um dos nossos craques
Espero que se feche este ano, sem mais demoras, um ciclo que já se deveria ter fechado no passado recente; na pior das hipóteses, no final da época passada, quando fomos tetracampeões quase à força, empurrados pelos deméritos dos nossos adversários.
E espero que esse ciclo se feche de cima a baixo!
Ou seja, espero que Luís Filipe Vieira perceba que foi o principal culpado por este crescendo de mediocridade e de fracassos (e não apenas no futebol!...) e que tenha a hombridade de dar lugar a quem seja capaz de fazer mais e melhor – o que, convenhamos, não será muito difícil. E que leve consigo essa plêiade de sumidades financeiras e empresariais, mais os doutos causídicos e legalistas que gravitam à sua volta, de maneira que o Benfica possa voltar a ser gerido por quem é do Benfica, por quem ama e sofre com o Benfica e com os seus fracassos e, por isso mesmo, é capaz de se revoltar, de se emocionar e reagir emotivamente, como, aliás, é apanágio dos que perseguem continuadamente as vitórias e não se ficam, impávidos e serenos, com as derrotas e com a falta de êxitos.
Espero, ainda, que Rui Vitória vá continuar a semear este futebol medíocre, lento, amorfo, inconsistente, incapaz e ineficaz, que trouxe para o Benfica, num qualquer outro clube, de preferência para bem longe das nossas vistas, e onde não nos incomode muito.
E espero, por fim, que quem venha para o clube tenha a lucidez suficiente para perceber que muitos dos que andam por aí a vestir o Manto Sagrado estão a conspurcá-lo de forma despudorada, seja porque não têm suficiente gabarito moral, técnico, táctico e físico para o vestir, seja porque, pura e simplesmente, estão deliberadamente determinados em não dar o litro dentro de campo. E não é só no futebol…
Se houvesse entre nós mais sócios e adeptos verdadeiramente exigentes, e menos manuéis a aplaudir toda a trampa com que nos temos deparado, dentro e fora dos recintos de jogo, o Benfica estaria, muito certamente, num plano diferente deste em que nos encontramos presentemente. Tivemos todas as condições para isso, mas o que vimos foi um eclipse continuado da defesa dos interesses do Benfica e um downgrade permanente, ao nível dos recursos, tudo isso aplaudido, constante e bacocamente, por quem mais não fazia do que rotular de maus benfiquistas (e “talibans”!) aqueles que viam o que ninguém, com os olhos abertos, poderia deixar de ver…
Quo vadis, Benfica?
Saudações benfiquistas!
Viva o Benfica!
(28/04/2018, 22:45 horas)
De E Pluribus Unum a 29 de Abril de 2018 às 14:36
Comentário NOTÁVEL. Pleno de VERDADE.
Parabéns, grande BENFIQUISTA, e que outra gente, GENTE A SÉRIO E DE BENFIQUISMO INULTRAPASSÁVEL, apareça no nosso amado Clube para poder colocá-lo no lugar que é seu por direito próprio: O Lugar de CAMPEÃO e de MAIOR REFERÊNCIA DO DESPORTO EM PORTUGAL.

BENFICA SEMRPE SEMPRE SEMRPEEEEEEEEEEEEEEEEEEE ACIMA DE TUDO E DE TODOS.
De António Matos a 29 de Abril de 2018 às 12:54
Um novo GABINETE DE CRISE precisa-se urgentemente.
A 1.ª medida a ser tomada, se é que ainda vai a tempo, é a de evitar que a preparação da próxima época, seja feita como esta, em cima dos joelhos, na retrete, enquanto se aliviavam os intestinos.
Basta recordar a forma como foi tratado o tema “guarda-redes”, para ficar com uma ideia do amadorismo e laxismo reinante.
A contratação de 2 jogadores, sem ritmo e até sem qualidade, a poucas horas do fecho de mercado, é mais um episódio lamentável e demonstrativo da leviandade e incapacidade de quem dirige o clube. Mas a culpa do fracasso lamentável e vergonhoso (v. campanha da LC), em que se vai traduzir o exercício desportivo prestes a terminar, não é apenas da “estrutura”, uma “estrutura” tantas vezes gabada, mas cuja fragilidade está à vista de todos.
A culpa é também dos benfiquistas complacentes e apáticos, que aceitam todas as incongruências de quem dirige, sem levantar cabelo e que apenas erguem a voz, aos consócios que vivem mais intensamente o clube, chegando ao cúmulo do despropósito, de os considerarem rivais disfarçados.
A manter-se a linha de orientação traçada - redução do passivo e aposta na formação -, preparemo-nos para uma longa travessia do deserto.

De Dias Pereira a 29 de Abril de 2018 às 20:53
Caro António Matos</i>,
Boa noite.
Porque também sempre o tenho dito, revejo-me na sua afirmação:
A culpa é também dos benfiquistas complacentes e apáticos, que aceitam todas as incongruências de quem dirige, sem levantar cabelo e que apenas erguem a voz, aos consócios que vivem mais intensamente o clube, chegando ao cúmulo do despropósito, de os considerarem rivais disfarçados.
Esses manuéis que passaram o tempo a branquear a miserável gestão desportiva - e não só!... - que Luís Filipe Vieira, Domingos Soares de Oliveira e seus pares, e Rui Vitória, e a sua equipa técnica, vêm fazendo nos últimos (largos...) tempos, estiveram, objectivamente, a ajudar a afundar o Benfica, e a malbaratar a fé e a crença da nação benfiquista.
Quem, à falta de argumentos, se limitou a rotular e a insultar aqueles que apenas estavam a ver o que estava à vista de todos, bem pode agora, depois desta época miserável, entreter-se em ir barrar a passagem desses maus benfiquistas em direcção ao Marquês.
Aceito, ou melhor dizendo, tolero, idiotas; mas não aceito, nem tolero, gente hipócrita e mal intencionada.
É preciso que todos os benfiquistas se unam e remem todos na única direcção que me parece correcta, que é a de devolver o Benfica aos benfiquistas, depurando-os de tantas sanguessugas e de gente que se serve do Benfica, sem propriamente o servir.
Se a nossa voz - a sua, como a de tantos outros benfiquistas genuínos que aqui costumam participar, como o E Pluribus Unum - se fizer ouvir, e se a nossa força se fizer sentir, talvez ainda haja esperança para o Benfica, aquele que me fez apaixonar por si, um dia, já bem distante.
E nesses tempos - talvez porque em situações despropositadas, como esta que hoje vivemos, a força dos benfiquistas se fazia efectivamente sentir - gente que tivesse conduzido o Benfica a uma situação destas, não tinha outra coisa a fazer do que colocar o lugar à disposição e/ou afastar-se... antes de ser afastada pelos sócios.
Saudações benfiquistas!
Viva o Benfica!
De Dias Pereira a 30 de Abril de 2018 às 00:10
Boa noite.
Quero pedir desculpa pelo facto do texto que aqui deixei (29 de Abril de 2018 às 20:53) ter ficado todo em formato negrito. Um erro no uso da linguagem de formatação foi a causa disso.
As minhas desculpas ao D'Arcy e a quem visita este blog.
Saudações benfiquistas!
Viva o Benfica!
De António Matos a 30 de Abril de 2018 às 11:49
Caro Dias Pereira,

Enquanto alguns benfiquistas, continuarem a confundir “crítica” com “ingratidão”, vai manter-se o "status quo" vigente, i.e. dificilmente aceitarão, que se ponham a descoberto os defeitos de LFV e de RV.
Os do presidente, porque não só salvou o Benfica de uma morte anunciada, como conseguiu revitalizá-lo.
Os do treinador, porque ganhou 2 campeonatos, nos seus dois primeiros anos.
Vamos aguardar os próximos acontecimentos. Mas receio que se empatarmos ou vencermos em Alvalade, o "laissez faire, laissez passer" vai continuar.
“Quartel-general no Seixal, está tudo bem, nada está mal”

Saudações benfiquistas.
De Ruben Valle Santos a 29 de Abril de 2018 às 13:17
FATAL COMO O DESTINO

Só não me afectou mais, porque há muito tempo estava a ver o filme,
Mas vi muitos benfiquistas completamente atordoados. Rui Vitória não tem perdão.
Já por várias vezes escrevi que, mesmo nos tempos em que ganhava, jamais gostei da forma de jogar que o homem introduziu no Benfica.
Trata-se de um futebolzinho de treta, mais próprio de futsal, que gasta o tempo a dar toquitos na chincha, com passes para os lados e para trás, sem a menor noção do que é jogar em profundidade.

Como se isto já não bastasse, tudo é feito devagar, devagarinho e parado, que é para os meninos não se estafarem e o treinador não cansar a cabeça com processos de elaboração mental.
Enquanto houve, Jonas encarregou-se de, para os mais distraídos, disfarçar as coisas. Mas o dia da chamada à realidade tinha de chegar. Chegou!

Rui Vitória conseguiu algo que vai ser extremamente difícil de igualar. Nem nos piores anos do clube aconteceu, quanto me lembro.

Rui Vitória não fez um único ponto na Champions, onde apenas marcou um golito – fazendo com que o Benfica de lá saísse humilhado – perdeu sucessivamente Taça da Liga e Taça de Portugal e, cereja em cima do bolo, agora alienou todas as hipóteses de chegar ao campeonato, com nova humilhação, esta na própria casa, frente ao Tondela!

De que está RV à espera para se ir embora, por sua iniciativa, desamparando a loja? Que vá estudar Sun Tzu, porque o que aprendeu é manifestamente insuficiente.
Salvou-se a dignidade com que o povo benfiquista saiu de todo este lamentável processo. Dignidade que não se vê noutras bandas.

Para o ano há mais. Sem o professor de ginástica, espero!
De Anónimo a 29 de Abril de 2018 às 14:52
Já o disse noutros blogues e vou dize lo aqui tambem.
Não foi o desinvestimento na equipa que se perdeu o penta.
Num campeonato normal com arbitros isentos vares isentos equipas que nao abrissem pernas aos corruptos sem estorilgates sem alianças e ataques ao Glorioso sem c.s. manipulada por cofinas e afins,o SLB seria penta nao tenho duvida nenhuma.
A causa da perda do campeonato está na direção que NUNCA soube responder à altura dos ataques que sofria diariamente de tudo e todos.
Nunca ninguem desta direção fez ponta de corno para defender o clube.
Por isso srs. Presidente e srs diretores façam mea culpa e venham a publico pedir desculpa a todos os benfiquistas.
De TONE RIVUS a 29 de Abril de 2018 às 16:51
Ora, até que enfim, alguém aqui vem esclarecer a verdadeira causa do fracasso do Benfica neste ano: - "Nunca ninguem desta direção fez ponta de corno para defender o clube." E assim sendo eu perguntarei: de que adianta então a grandeza do Clube quando não sabe ou não consegue defender-se dos ataques de autênticos vermes e de gente criminosa que os vai lançando á descarada? Porque, também estou convencido, nunca existiu época tão fácil para ganhar praticamente tudo com uma perna ás costas e, enquanto não formos por essa vertente, cada vez mais difícil vai ser. Querem guerra, não há que saber, é encarar a guerra e combater a sério.
De Anónimo a 29 de Abril de 2018 às 19:45
Essa tese até pode ter o seu quê de verdade mas a Champions este ano mostra o que o problema é mais profundo.
De E Pluribus Unum a 29 de Abril de 2018 às 20:53
A PORCARIA da equipa B é a mesma merda e laxismo da equipa A. Tudo com baldes e vassouras a VARRER as ruas de Lisboa.
Só MALANDROS e MANSOS neste Benfica do BATATOLA MEDROSO E INCAPAZ l.f.vieira.
Estão a 4 pontos da descida. Uma VERGONHA.
Nada falta a esses PARASITAS. Melhor, falta-lhes a VONTADE DE TRABALHAR E DEFENDER o Maior e Melhor clube de Portugal, o Glorioso e Inigualável SPORT LISBOA E BENFICA.

BENFICA ACIMA DE TUDO E DE TODOS, SEMPREEEEEEEEEEEEEEEEEEE.
De joao menezes a 29 de Abril de 2018 às 21:32
o que eu acho e que devíamos pensar muito bem o que não foi feito este época para sermos campeões porque eu sei que isto dos emails dos vouchers e tudo propaganda para destabilizar o benfica mas a estrutora que dava títulos anda já alguns anos a tirar investimento a equipa do benfica como e possível nos começarmos a época com varela svilar e julio cesar e alto o grande paulo lopes na baliza depois os centrais luisao por muito respeito que tenho para ele ele já não pode jogar no benfica neste momento esta e a verdade Jardel ruben dias muito bem agora lisandro fraco muito fraco ou seja muitos tiros no pes falta de um plantel de qualidade que desse corpo ao penta agora o rui vitoria tem culpa tem que ser mais ambicioso e pedir os jogadores que precisa porque este plantel e fraco muito fraco
De Redpower a 30 de Abril de 2018 às 03:22
Jonas, Jonas, Jonas... tudo se explica pela ausência do Jonas. E a prestação vergonhosa na Liga dos campeões? E a eliminação precoce da taça da liga e taça de Portugal? O Jonas não estava nessas alturas? Enfim, dizer que a falta de Jonas explica tudo é tirar responsabilidade de quem a tem! Tirem-se ilações porque há muito tempo que não me lembrava de um Benfica tão fraquinho, essa é que é a verdade! E não é de agora, foi praticamente ao longo de toda a época!

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Cinzenta

Frustrante

Lamentável

Desnecessário

Desilusão

Estrelinha

Paciência

Incontestável

Difícil

Serenata

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds