VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018

Longe

Num jogo em que o que estava em disputa eram os pontos para o ranking, que nos poderiam também dar o estatuto da cabeça de série depois da queda para a Liga Europa, e o prémio monetário pela vitória fizemos o suficiente para justificá-la, mas continuamos ainda longe das prometidas mudanças no nosso futebol.

 

 

Mudanças houve no ataque para este jogo, onde o João Félix e o Seferovic renderam o Zivkovic e o Jonas. Mais atrás, coube ao Alfa Semedo ocupar a posição do Fejsa. Sem grandes surpresas, já que o Jonas e o Fejsa têm treinado condicionados nos últimos dias. Quanto ao futebol, mais uma vez deitámos metade de um jogo fora. O que jogámos na primeira parte foi uma prova cabal do porquê das más prestações europeias nos últimos tempos e do consequente deslizar pela tabela abaixo em termos de ranking. Foi um compêndio do típico futebol sem objectivo concreto aparente que conseguimos tantas vezes jogar. Muita circulação de bola sem ninguém (acho que incluindo os próprios jogadores) conseguir perceber exactamente a que se destina, com quase nenhum remate ou situação de finalização. Por vezes fico com a sensação de que toda aquela circulação de bola tem como objectivo libertar um jogador mais atrasado no terreno para que a bola lhe possa ser passada com segurança. E depois parece que a equipa está obrigada a fazer sempre a bola passar pelos pés do Pizzi. Eu consigo ser dos maiores fãs do Pizzi quando ele está em forma, mas definitivamente isso não me parece o caso. Só em pouco mais de um quarto de hora acho que contei oito cruzamentos feitos para adversários ou zona de ninguém e outros tantos passes sem nexo. Isto inclui cantos e livres, que pelos vistos têm obrigatoriamente que ser marcados por ele, quase sempre da mesma maneira. Pergunto-me qual é a necessidade de ter sempre o Grimaldo perto da bola para simular que vai marcar para depois ser sempre o Pizzi a fazê-lo. Sempre. Toda a gente sabe que é o Pizzi quem vai marcar os livres que são para cruzar. Será que após cinquenta livres marcados da mesma forma, o adversário ainda estará desconfiado e na dúvida se será o Grimaldo a marcá-lo? O resultado deste futebol monótono que chegou mais uma vez a enervar o público nas bancadas foram duas ocasiões mais perigosas: um livre do Grimaldo que passou muito perto, e um remate do Seferovic perto do final da primeira parte, depois de recuperar a bola numa das raras ocasiões em que resolvemos ir incomodar e pressionar os defesas do AEK. De assinalar também que perdemos o Rafa por lesão, tendo dado o seu lugar ao Zivkovic.

 

 

Para a segunda parte pelo menos a atitude voltou logo um pouco diferente. Houve mais velocidade e agressividade, e a equipa tentou jogar de uma forma mais vertical. Muito por culpa do Grimaldo, que já tinha sido dos mais decididos na primeira parte, e também do Gedson, que melhorou bastante de produção. Mesmo sem deslumbrar, pelo menos começámos a rematar bastante mais (acho que chegámos ao intervalo com meia dúzia de remates feitos, e no final do jogo tínhamos bem mais de vinte). Mas o futebol da equipa só melhorou visivelmente a partir da hora de jogo, altura em que o Pizzi cedeu o seu lugar ao Cervi. Este foi encostar-se à esquerda, o João Félix passou para a direita, e o Zivkovic passou a jogar como interior esquerdo. O lado esquerdo ganhou bastante vitalidade e as triangulações e constantes trocas de posição entre o Grimaldo, o Cervi e o Zivkovic começaram a causar problemas ao AEK, que se mantinha firme na disposição de segurar um empate que não lhes tinha qualquer utilidade. Os gregos apenas por uma vez criaram algum perigo, num pontapé de canto em que conseguiram fazer a bola passar perto do poste num cabeceamento (de notar que numa dúzia de cantos, creio que o Benfica não conseguiu transformar sequer um numa ocasião de remate à baliza). O Seferovic entretanto também se fixou um pouco mais no centro do ataque e quando não era ele a finalizar, servia como boa referência para as entradas dos médios. O suíço teve a maior ocasião para inaugurar o marcador, ao cabecear à barra após cruzamento do Zivkovic, e na fase final do jogo foi dos que mais tentaram a finalização. Para os minutos finais o nosso treinador apostou no Castillo para o lugar do João Félix, mas numa fase inicial o chileno foi ocupar exactamente o mesmo lugar, encostando-se à direita e não jogando no meio para formar uma dupla com o Seferovic. O AEK nesta altura apenas tentava arrastar o empate até final e parecia que o iria conseguir, porque o Benfica rematava muito e acertava pouco. Chegámos a ter uma situação em que o guarda-redes grego ficou fora da baliza durante algum tempo e andou por ali perdido, e não conseguimos que nenhum dos nossos jogadores ficasse em situação de rematar, até que finalmente quando o Grimaldo o fez foi na direcção das mãos do guarda-redes, que entretanto tinha conseguido recuperar a posição. O Gedson ficou isolado após tabelar com o Seferovic, mas o guarda-redes grego conseguiu evitar o golo. A justiça no marcador acabou por acontecer a dois minutos do final, num livre directo superiormente marcado pelo Grimaldo, após uma falta de um jogador grego que lhe valeu o segundo amarelo. Logo a seguir, mais infelicidade para o Seferovic, que viu um grande remate à entrada da área levar a bola a bater na barra e depois no poste, antes de ressaltar para fora. O final chegou com o Benfica como justo vencedor, já que mesmo sem deslumbrar fomos de longe a única equipa que tentou ganhar este jogo.

 

 

O melhor do Benfica foi claramente o Grimaldo. Foi sempre dos mais decididos a ir para cima do adversário e a romper com o futebol de passes laterais sem objectivo que praticámos durante a primeira parte. Creio que quando o nosso lateral esquerdo é, durante largos minutos, o nosso jogador mais perigoso no ataque diz muito sobre o tipo de futebol que estávamos a praticar. O Seferovic também esteve bem e merecia um golo, o Gedson subiu bastante na segunda parte e o Zivkovic também esteve bem, em particular quando passou para interior. Por outro lado, continua a preocupar-me que jogadores indiscutíveis no onze como o André Almeida ou o Pizzi estejam em claro sub-rendimento, sem que daí haja qualquer consequência para eles. Por pior que joguem, a titularidade nunca parece estar ameaçada.

 

Está fechada mais uma campanha na Champions que não correu como desejaríamos. Vamos esperar que pelo menos na Liga Europa consigamos fazer melhor e amealhar mais uns pontos para o ranking. As mudanças no futebol jogado até agora não são visíveis, mas pelo menos desde aí ganhámos todos os jogos e não sofremos nenhum golo. Esperemos que a sequência se prolongue no próximo domingo.

tags:
publicado por D`Arcy às 16:10
link do post | comentar
11 comentários:
De Henrique Teixeira a 13 de Dezembro de 2018 às 18:20
Lamento ter de dizer que este Benfica não está a jogar a ponta dum corno !
O adversário grego a jogar no nosso pobre campeonato talvez estivesse situado na parte inferior da tabela. E mesmo assim as dificuldades que o Benfica teve para lhe ganhar !
Parabéns ao Grimaldo pelo golo magistral e ao Seferovic pelo esforço demonstrado. Dos restantes, Zivkovic e Gedson a espaços não estiveram mal e Cervi trouxe mais dinâmica.
A ala esquerda Grimaldo - Cervi é a que melhor funciona no clube, mas Rui Vitória insiste em embirrar com o argentino!
Valeu a vitória, o dinheiro arrecadado, e o facto do Benfica ser cabeça-de- série.
O resto, foi tudo mau.
De Anónimo a 13 de Dezembro de 2018 às 19:08
Sem querer fazer comparações. As conclusões dos factos quem quiser que as tire.

Com a mesma sorte dos fruteiros tínhamos ganho o grupo. Minha opinião.
Ontem ficaram 2 penalties por marcar e tivemos 2 bolas nos ferros. Factos.

Por comparação, os fruteiros ganharam mais uma vez com muita sorte porque em 3 remates fizeram 3 golos, o guarda redes turco não fez uma única defesa. Nem uma!!!! Facto.

Por coincidência o Vlado também NÃO fez uma única defesa. Porque será? Terá sido culpa do professor?
Já nós fizemos apenas 21 remates.


Os turcos fizerem 16 remates, marcaram 2 golos e falharam um pênalti, ficando MAIS um penalty por marcar. 61% de posse. Factos.

Se fosse o Benfica diziam que tinha sofrido um banho de bola e o prof. um banho táctico.

Isto de falar sobre futebol tem muito de meteorologia, depende muito da força do vento e da sua direcção.

A minha opinião? Acho que fizemos uma 2ª parte brilhante como os fruteiros não fizeram num único jogo contra 3 equipas mais fracas!!!

Boa noite!!!
De D`Arcy a 14 de Dezembro de 2018 às 03:40
O que o Porto faz ou não não é a bitola para eu avaliar a prestação do Benfica. Que a 'maravilhosa' campanha europeia do Porto é uma fraude, empolada por todo o antibenfiquismo rampante que reina na imprensa portuguesa, sem dúvida fomentado pelas pessoas por eles colocadas em lugares estratégicos - basta ver o teor das notícias, em que não falam daquilo que o Porto conseguiu em termos absolutos, mas sim em função daquilo que o Benfica fez (ganharam mais x milhões do que o Benfica, fizeram mais y pontos do que o Benfica - como sempre, o Porto é relativo face ao Benfica) - isso já eu percebi desde a primeira jornada, em que aquele penálti ridículo (o segundo nesse jogo) os safou de uma derrota quase certa. Aliás nem sequer me recordo de alguma vez ter visto uma equipa ser tão descaradamente beneficiada por erros de arbitragem numa campanha da Champions como o Porto tem sido esta época. Em quase todos os jogos houve erros grosseiros, por vezes múltiplos, e1 sempre em seu benefício. E precisou deles todos para vencer o grupo mais fraco da competição, no qual o cabeça de série acabou no último lugar. Eles têm sérios problemas financeiros e precisam de uma boa campanha na Champions como de pão para a boca, por isso achar que isto é uma simples coincidência só com muita ingenuidade.

Em relação ao Benfica, a primeira parte foi simplesmente atroz, e a segunda esteve longe de ser brilhante. Houve outra atitude, mas as coisas só melhoraram mesmo nos últimos vinte minutos, sobretudo porque dez minutos antes deixámos de ter o Pizzi em campo. A continuada e inabalável titularidade de jogadores como o Pizzi ou o André Almeida enquanto continuam a atravessar o actual deplorável momento de forma é para mim um completo mistério. Eu não sou daqueles que criticam o Rui Vitória cegamente, nada me move contra ele e recuso-me sequer a tratá-lo desrespeitosamente por 'professor'. Eu quando escrevo aqui tento fazer uma análise racional daquilo que vejo. E sempre que vir o Benfica jogar como jogou ontem durante largos períodos de tempo, direi sem rodeios que jogámos mal.
De E Pluribus Unum a 14 de Dezembro de 2018 às 10:17
Caro Benfiquista anónimo das 19:08 h, é evidente que sou obrigado a concordar com o seu comentário.
Por uma razão: é que o mesmo assenta em factos verdadeiros.

Mas, também é verdade que a nossa equipa apresenta défice de organização, joga de forma lenta e denunciada, é pouco ou nada acutilante no ataque às bolas "aéreas" na área adversária, e mesmo até em situações defensivas nas nossas próprias grande e pequena áreas; é verdade também que, exceptuando Haris Seferovic rematamos fraco, fraquinho, quase ao nível do que rematam as mulheres, que damos sempre e em todos os jogos demasiado espaço e tempo ao adversário para que este pense e execute o seu jogo a seu bel-prazer, etc,etc,etc,....
É também verdade que levamos porrada de forma covarde em todos os jogos, e nem PIAMOS NEM CHIAMOS. É levar e calar, porque a ordem da figurinha que faz de presidente é para CALAR E ESTAR QUIETINHO, RESIGNADOS E DE CÓCORAS??!

Qualquer apitador faz o que quer e muito bem lhe apetece contra o Benfica e a direcçãozeca de AUTÊNTICA MERDA que temos a tudo assiste IMPÁVIDA E SERENA, que é a "atitude" dos MEDROSOS E COVARDES, etc,etc,etc,,,,,,....

Para que serve o "Capitão" do Benfica se nem é capaz de questionar e confrontar os apitadores com a BRUTALIDADE E VIOLÊNCIA com que os adversários / INIMIGOS "mimam" os nossos jogadores?!

Que saudades de Humberto Coelho, Ricardo Gomes, António Veloso, etc,etc,etc,...

Só temos gajos AMANSADOS, RESIGNADOS, PASSIVOS, enfim, INCAPAZES EM ABSOLUTO de defenderem o Benfica.
Essa é que é a realidade dos factos, e essa realidade foi introduzida no Benfica pelo MANSOLA E COVARDOLA l.f.vieira que, ou é mesmo muito burro e muito inocente ou então é um VERDADEIRO VENDEDR DA BANHA DA COBRA, pois anda a iludir os Benfiquistas com a "RECONQUISTA" quanto todos vemos que o Benfica anda desde o inicio deste campeonato a jogar contra 16 (DEZASSEIS) adersários/INIMIGOS, e o oporco corrupto e at´
e o seu escravo /vassolo riporting de alvLADRA "jogam" sempre contra 10 ou 11 amiguinhos mais três ou quatro "amigões" ( os apitadores disfarçados de árbitros e os VARs domesticados).

Esta é que é a REALIDADE dos factos.
Enquanto os Benfiquistas não tiverem CORAGEM, FORÇA E DETERMINAÇÃO para denunciarem e combaterem abertamente toda esta situação - e neste momento com este presidenezeco e esta direcçãozeca estamos a anos-luz de de lá chegar -, poderemos correr e saltar que o "campeonato" está mais que formatado para ser entregue numa bandeira giagante carregada pelos apitadores ao oproco corruptus.
Em todas - repito, TODAS- as jornadas até agora efectuadas neste campeonacozeco viciado e vigarista, o oporco teve como seu melhor jogador o apitador e bandeirinhas corruptos disfarçados de árbitros.
Não sei, sinceramente, se o próprio bimbo da bosta mais o reinaldo RELES seriam capazes de roubar tanto!!!!

Perante tudo isto, os nossos "dirigentes" nem sequer são capazes de EXIGIREM PUBLICAMENTE E EM FORÇA a demissão do andrade-de-ouro fontelas gomes da presidência do Conselho de Arbitragem, e/ou denunciarem toda esta PATRANHA à UEFA e pedirem árbitros ESTRANGEIROS

Uma VERGONHA este presidentezeco e esta direcçãozeca.
Vão reclamar para o dito Conselho de Arbitragem desse andrade-de-ouro fontelas gomes?!?! Mas que INOCENTES!! Isso é como a vítima de um roubo ir fazer queixa ao polícia da esquina que viu tudo, mas que " está feito" com o ladrão!!!!!

QUO VADIS meu Benfica, com essa VARA DE INCAPAZES E MEDROSOS COVARDES QUE ASSALTARAM A TUA MAIS ALTA CADEIRA DO PODER!!??????!!!

O que também me parece é que esses "dirigentes" não amam sequer o Benfica, eles amam é os TACHOS ENORMES que têm no Benfica.

VERITAS FILIA TEMPORIS.

BENFICA BENFICA BENFICA... sempreeeeeeeeeeeeee acima de tudo e de todos.
De Ruben Valle Santos a 14 de Dezembro de 2018 às 17:59
Comentar em função do FêQêPê?!
Não é dar-lhe importância que eles não têm?
O que interessa é saber se o Benfica está bem ou mal.
E está mal, mesmo mal.
O FêQêPê. que vá...
De E Pluribus Unum a 15 de Dezembro de 2018 às 16:09
Assino por baixo.
Benfica sempreeeeeeeeeeeeeeeeee o nosso AMOR PARA A ETERNIDADE.
De Anónimo a 14 de Dezembro de 2018 às 22:56
Olá D´Arcy.

Tive apetite e vim aqui com todo o prazer de rever os teus acertivos artigos e também os comentários dos benfiquistas que aqui vêm. Infelizmente fiquei com menos remorsos de não ter cá vindo últimamente, já que verifico que o blog está muito pouco frequentado.
Quero que saibas que gostei e concordo inteiramente, como disse, com as ideias que expuseste não só no artigo como no comentário que fizeste sobre o Oporco e demais assuntos.
Queria, no entanto, sem discordar, que me irritei profundamente com o Gedson, em especial na 1ª. parte, com a atitude lenta, amiudada e de passes demasiados molengos e erradamente curtos que passou a vida a fazer. Na segunda parte, também me irritou um pouco, especificamente no lance em que o guarda-redes contrário ainda não tinha recuperado o seu lugar na baliza e ele, veja-se, caminhou para trás com a bola, com miúdas rubiengas, embrulhado, enfim....., quando o Grimaldo se apressou a rematar, já apanhou, sem culpa própria, o guarda-redes na baliza e a recolher a bola na boaaaaa.....

De resto foi todo o mau que se viu, é todo o mal que passamos o tempo a ouvir nas televisões da boca de nojentos comentadores, toda a podridrão usufruida pelo Oporco e os lagartixos renascidos (desde que o NOVO disse que diria 20 vezes....se necessário fosse !!!!!). Estás, infelizmente, mais que certo, até os senhores que têm na Uefa têm tudo concertado. Claro, depois também têm de compensar com os prejuizos apalavrados do Glorioso. Horrível, até nos dá vómitos, só de pensar que somos nós os corruptos e judiciários, aiiii..., meu DEUS, porque não fazes que os outros, mesmos os mais íntimos, nos entendam quando falamos desta trampa.

Enfim, esperemos melhores tempos, mesmo que seja só para o ano.

GLORIOSO SEMPRE ATÈ MORRER.


De E Pluribus Unum a 15 de Dezembro de 2018 às 16:16
Glorioso e amado SPORT LISBOA E BENFICA ATÉ MORRER, E MESMO PARA ALÉM DA MORTEEEEEEEEEEEEEEEEEE.

BENFICA BENFICA BENFICA, MEU QUERIDO E AMADO BENFICA FOREVER AND EVEREEEEEEEEEEEEEEE
De Francisco Pereira a 14 de Dezembro de 2018 às 22:58
Olá D´Arcy.

Tive apetite e vim aqui com todo o prazer de rever os teus acertivos artigos e também os comentários dos benfiquistas que aqui vêm. Infelizmente fiquei com menos remorsos de não ter cá vindo últimamente, já que verifico que o blog está muito pouco frequentado.
Quero que saibas que gostei e concordo inteiramente, como disse, com as ideias que expuseste não só no artigo como no comentário que fizeste sobre o Oporco e demais assuntos.
Queria, no entanto, sem discordar, que me irritei profundamente com o Gedson, em especial na 1ª. parte, com a atitude lenta, amiudada e de passes demasiados molengos e erradamente curtos que passou a vida a fazer. Na segunda parte, também me irritou um pouco, especificamente no lance em que o guarda-redes contrário ainda não tinha recuperado o seu lugar na baliza e ele, veja-se, caminhou para trás com a bola, com miúdas rubiengas, embrulhado, enfim....., quando o Grimaldo se apressou a rematar, já apanhou, sem culpa própria, o guarda-redes na baliza e a recolher a bola na boaaaaa.....

De resto foi todo o mau que se viu, é todo o mal que passamos o tempo a ouvir nas televisões da boca de nojentos comentadores, toda a podridrão usufruida pelo Oporco e os lagartixos renascidos (desde que o NOVO disse que diria 20 vezes....se necessário fosse !!!!!). Estás, infelizmente, mais que certo, até os senhores que têm na Uefa têm tudo concertado. Claro, depois também têm de compensar com os prejuizos apalavrados do Glorioso. Horrível, até nos dá vómitos, só de pensar que somos nós os corruptos e judiciários, aiiii..., meu DEUS, porque não fazes que os outros, mesmos os mais íntimos, nos entendam quando falamos desta trampa.

Enfim, esperemos melhores tempos, mesmo que seja só para o ano.

GLORIOSO SEMPRE ATÈ MORRER.


De Dias Pereira a 15 de Dezembro de 2018 às 02:39
Boa noite.
É um desânimo completo ver esta equipa a jogar futebol...
Quando se pensa que já se chegou ao fundo e que, em função disso, as coisas terão necessariamente que melhorar, eis que nos revelam mais um degrau na direcção descendente...
Jogámos com um adversário paupérrimo - que se competisse no nosso primeiro escalão seria um potencial candidato aos últimos lugares... - que, ainda por cima, se apresentou desfalcado e desmoralizado pela miserável campanha realizada nesta fase de grupos, e, mesmo a jogar diante do nosso público, fomos inequivocamente incapazes de realizar uma exibição minimamente decente e de concretizar um único lance de bola corrida. Valeu Grimaldo... que fez, nos últimos instantes do jogo, um golo que nos poupou a uma maior humilhação.
O nosso futebol foi sempre jogado de forma muito lenta, previsível, sem chama e sem rasgo, com passes e passinhos curtos e lateralizados absolutamente desnecessários e inconsequentes, que terminavam, invariavelmente... em nada! As bolas paradas continuam a render, literalmente, zero, e as situações de finalização acabam, de forma patética, com pontapés sem nexo, força ou direcção, sejam realizados com a cabeça, com o pé direito, com o pé esquerdo, com a nuca... sei lá!
Neste particular seria, contudo, injusto não registar o menos mau desempenho de Seferovic, que cabeceou uma vez à barra e, depois, mais tarde, chutou levando a bola à barra e ao poste, no mesmo remate. Mesmo o autor do golo, Grimaldo, a única situação de finalização que acertou foi a do livre directo, aos 88 minutos.
A equipa anda completamente perdida em campo, em termos tácticos, mas também está psicologicamente de rastos, animicamente débil, descrente e desanimada, e percebe-se, pela sua postura e relacionamento, que já não acredita em si nem em quem a dirige. E Rui Vitória também já não esconde o desânimo por ter percebido que não é capaz de reverter a situação actual. Basta atentar na sua postura no banco, e na linguagem corporal que desenvolve ao longo dos jogos...
Sempre defendi que Rui Vitória não reunia as condições indispensáveis para treinar o Benfica, e o tempo tem vindo a dar razão a essa convicção. O seu ciclo - de continuada degradação da qualidade e consistência do nosso futebol... - teria de ter sido declarado findo, necessariamente, no máximo, no final do primeiro ano de contrato, tais eram as evidências observáveis. Todo o tempo decorrido desde essa data até ao dia de hoje tem que ser considerado tempo realmente perdido a favor da mediocridade do nosso futebol, da perda de prestígio do clube, e do descrédito de sócios, adeptos e simpatizantes...
A situação está a arrastar-se muito, mas mesmo muito, para além do tolerável. Perdeu-se muito recentemente mais uma janela de oportunidades, pelo que prevejo um lento, desgastante e penoso arrastar da equipa até ao final da época, e um dano de consequências trágicas para o clube, com o afastamento, sucessivo, da luta pela vitória nas competições em disputa. E isso, nem o Benfica, nem os benfiquistas, conseguem tolerar...
Vamos ver o que nos trará o futuro imediato. Mas, a avaliar pela amostra este final de ano civil e o mês de Janeiro poderão ser dramáticos. Pode ser que consigamos seguir em frente, para a eliminatória seguinte da Taça de Portugal, se formos capazes de nos superiorizar... ao Montalegre! Sim, porque, a jogar como temos vindo a jogar, será muito complicado vencer Marítimo (F), Braga (C), Aves (F), Portimonense (F), Rio Ave (C), Santa Clara (F), Guimarães (F) e Boavista (C), para além dos três possíveis finalistas da Taça da Liga (Braga, Porto, Sporting). E Fevereiro começa com a ida a Alvalade...
E depois, como já sabemos, os nossos adversários costumam tomar hormonas de masculinidade quando nos defrontam, tornando-se autênticos machos, os árbitros jogam de fralda - para não saírem todos borrados de campo - e o sistema de VAR costuma avariar... ou levantar questões complexíssimas de protocolo!
Vamos acordar, benfiquistas, e impor a nossa presença e opinião!
Viva o Benfica!
Saudações benfiquistas!
De E Pluribus Unum a 15 de Dezembro de 2018 às 16:26
Caríssimo Benfiquista Dias Pereira, infelizmente para mim, e com certeza também para si, você está cheio de razão.

Alguém que faça chegar os seus eloquentíssimos comentários à dulpa de INCAPAZES l.f. vieira e rui vitória.

BENFICA BENFICA BENFICA SENPREEEEEEEEEEEE AD ETERNUMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM O MAIOR E O MELHORRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Distinção

Bomba

Ridículo

Amorfo

Categórica

Natural

Controlo

Respeitinho

Gigantes

Perfeito

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds