VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Sexta-feira, 12 de Fevereiro de 2021

Mais

É verdade que foi contra uma equipa da segunda liga. Mas era uma meia final da taça e gostei do que vi. Vi mais Benfica, vi futebol de ataque com um rendimento mais constante durante quase todo o jogo e com muito melhor atitude, que nos permitiu nem sequer abanar quando o Estoril, completamente contra a corrente, se colocou em vantagem, ou continuar em busca de mais golos mesmo depois de já termos dado a volta ao marcador. A maior crítica que posso fazer à equipa é mesmo a falta de eficácia, porque a eliminatória poderia ter ficado facilmente resolvida já ontem.

1.jpg

Meia dúzia de alterações para este jogo: Helton, Diogo Gonçalves, Gabriel, Pizzi, Rafa e Pedrinho foram escolhas para o onze inicial. Desde o apito inicial que vimos um assalto do Benfica à baliza do Estoril. O jogo era quase todo disputado não no meio campo do Estoril, mas sim no último terço do campo, onde os jogadores adversários se acantonavam junto e dentro da sua área enquanto que o Benfica ia procurando chegar cedo ao golo. Mas também de para perceber cedo que a finalização não estava num dia particularmente inspirado, com as ocasiões a sucederem-se e a bola a não entrar. O Darwin isolou-se depois de um excelente passe do Pedrinho mas deixou que o guarda-redes lhe saísse aos pés; depois foi o Rafa a isolar-se e a rematar cruzado com a bola a passar rente ao poste, e logo a seguir, depois de ficar mais uma vez em frente ao guarda-redes (grande passe de calcanhar do Pedrinho) picou-lhe a bola por cima e esta foi embater na barra. Estávamos nós a ver quando é que a bola finalmente entraria na baliza do Estoril quando, perto dos vinte e cinco minutos, o Estoril subiu ao ataque pela primeira vez (e se não foi a primeira vez que passou do meio campo, andou lá perto) e quando nada o fazia prever, marcou. A bola viajou da direita para a esquerda, o Everton não conseguiu chegar-lhe de cabeça, e depois voltou a ser cruzada na direcção contrária para aparecer o desvio quase sobre a linha de golo. Obviamente que fiquei irritado com o golo, mas dado o que tinha visto até então nem sequer fiquei preocupado, porque a nossa superioridade era tão evidente que seria quase impossível não ganharmos o jogo. Felizmente não abanámos e continuámos no mesmo registo, a carregar em cima da baliza adversária em busca do golo. Remates do Pedrinho e do Pizzi não levaram a melhor direcção, e depois foi o guarda-redes do Estoril quem, já perto do intervalo, negou o golo ao Darwin com uma grande defesa - toda a jogada foi excelente, com a bola a viajar desde a nossa defesa até à ponta direita, onde o Diogo Gonçalves fez (mais) um grande cruzamento para o cabeceamento fulminante do nosso avançado. Mas na sequência desse mesmo pontapé de canto o Darwin marcou mesmo. O canto foi marcado pelo Pedrinho na direita, o Gabriel conseguiu o desvio de cabeça na zona do primeiro poste, e o Darwin surgiu solto junto à baliza para desviar de cabeça. O empate ao intervalo acabava por ser um mal menor, mas ainda assim um resultado extremamente injusto para aquilo que se passou na primeira parte.

3.jpg

Regresso para o segundo tempo no mesmo registo, sempre em cima do adversário, embora já sem empurrar tanto o Estoril para dentro da sua área. O acerto (ou falta dele) na finalização é que, infelizmente, também parecia andar mais ou menos no mesmo registo. O Rafa, depois de mais um excelente passe do Diogo Gonçalves na direita, desperdiçou nova grande ocasião com uma finalização disparatada de pé esquerdo quando ficou em posição privilegiada no interior da área. Logo a seguir, tripla troca no Benfica que incluiu renovação total do meio campo: Weigl, Taarabt e Seferovic para os lugares do Gabriel, Pizzi e Pedrinho. A pressão do Benfica intensificou-se e o Seferovic acabou por invalidar uma jogada em que o Everton se iria isolar, ao resolver tocar na bola quando estava em posição irregular. Logo a seguir, o suíço aproveitou uma atrapalhação e mau passe da defesa do Estoril para contornar o guarda-redes e atirar ao poste já de um ângulo muito apertado. Continuava a só dar Benfica e o golo que consumaria a reviravolta parecia ser apenas uma questão de tempo, o que veio a verificar-se. A jogada começa na esquerda com o Everton, que vem para o meio e consegue fazer um bom passe para o Rafa no interior da área. Combinação com o Darwin, a bola regressa ao Rafa que escorrega na altura do remate e faz a bola sobrar para o Seferovic, que finaliza com um remate cruzado a não dar qualquer possibilidade de defesa. Faltavam pouco mais de vinte minutos para o final, mas o Benfica não quis ficar por aí e continuou a procurar mais golos. O terceiro surgiu dez minutos depois, numa transição rápida (coisa rara para nós nos dias que correm). Um alívio longo do Otamendi sobre a direita levou a bola até ao Seferovic sobre a linha do meio campo. Um toque de cabeça a amortecer a bola permitiu novo toque de cabeça do Taarabt para a frente, que com isso ultrapassou a linha defensiva do Estoril, numa rara situação em que esta se encontrava subida no terreno. Depois o marroquino progrediu até à área e fez o passe na altura certa para o Darwin finalizar facilmente em posição frontal. Nos minutos finais ainda assistimos a uma ténue tentativa de reacção do Estoril, mas à parte um cruzamento/remate que obrigou o Helton a aplicar-se, não houve motivos para grande preocupação.

2.jpg

O Darwin destaca-se pelos dois golos, mas podia ter feito outros tantos. O Rafa seria o melhor em campo se não tivesse desperdiçado tantos golos. Gostei muito do jogo que o Diogo Gonçalves fez. Foi muito participativo na direita e fez vários cruzamentos muito bem medidos que levaram bastante perigo - não fosse o desacerto do colegas na finalização e poderia perfeitamente ter acabado o jogo com algumas assistências feitas. O Pedrinho fez uma boa primeira parte, mas apagou-se na segunda. Boa entrada do Taarabt no jogo.

 

A eliminatória ficou muito bem encaminhada, mas podia já estar completamente resolvida. Face ao volume de ocasiões criadas, se tivéssemos marcado o dobro dos golos não chocaria. Mas o importante foi mesmo as melhorias que voltámos a ver neste jogo. Um rendimento mais constante, sem quebras acentuadas, sobretudo da primeira para a segunda parte. Um futebol mais incisivo no ataque, uma atitude competitiva melhor da parte de cada jogador em termos individuais, e uma boa mentalidade que permitiu que o golo adversário, completamente injusto, não tivesse qualquer efeito na equipa. Pode-se sempre argumentar que o adversário é do escalão inferior. Sim, mas isto é precisamente o que eu espero ver o Benfica fazer contra um adversário mais fraco. Um dos problemas do Benfica tem sido precisamente não ser capaz de exercer essa superioridade no campo quando defronta uma equipa teoricamente inferior. Ver isto acontecer já é, pelo menos, um passo dado na direcção da normalidade.

tags:
publicado por D`Arcy às 10:33
link do post | comentar
9 comentários:
De Anónimo a 12 de Fevereiro de 2021
Caro Bi- Campeão, está a ver, hoje consegui ler com toda a atenção, e, repito, com toda a atenção, o seu comentário.
Devo dizer-lhe que estou totalmente de acordo com o que o Sr. escreveu, quer no que toca às simulações feitas por adversários, a isso até o nosso treinador se reportou, quer ao favorecimento que os árbitros emprestam designadamente ao FCPorto, quer ainda à inoperância e ausência de reacção por parte de quem dirige a comunicação do Benfica.

Mas assim sim, sem "gritarias" sem ofensas a ninguém que seja das nossas cores. Aos outros, por mim está à vontade. Força nisso. Agora aos nossos? Francamente.

Espero que entenda este meu desabafo, e viva o Benfica.
Saudações Gloriosas.

Ass: Ogamaras
De BI-CAMPEÃO EUROPEU a 12 de Fevereiro de 2021
Caro Ogamaras, fico contente com o teor do seu comentário. Não por procurar mérito algum naquilo que escrevo - porque para mim, o importante é "ACORDAR" E DEFENDER o nosso querido SLBenfica -, mas porque vejo nele, o emergir do Benfiquismo que existe em toda a sua pessoa.

Eu não procuro ofender ninguém do Benfica, muito menos o Benfica, pois, como aqui já disse, estaria a ofender milhões de pessoas que amam o Clube, das quais eu próprio faço parte, pois o BENFICA Glorioso e Inigualável somos TODOS nós Benfiquistas.

Reconheço que utilizo adjectivos nada simpáticos para caracterizar o comportamento de certos dirigentes do nosso Benfica, mas para mim chamar medroso ou covarde a alguém que o demonstra ser, e que toda a gente é capaz de ver, não é um insulto, é sim uma forma contundente de chamar a atenção para o incumprimento dos seus deveres, de quem tem a OBRIGAÇÃO de defender sempre e em qualquer lado e circunstância, a Dignidade, a Grandeza e a Honorabilidade do Benfica.

Quem não for capaz disso não pode de maneira nenhuma estar ao leme do Maior e Melhor Clube de Portugal.
Estarei errado?! Não sei. No entanto penso que não, embora isso seja apenas e só a minha opinião.

Se não defendermos o Clube - refiro-me concretamente à Direcção e ao seu Presidente, pois quanto aos Sócios/Adeptos, esses defendem-no sempre -, o nosso Benfica caminhará inexoravelmente para a banalização, para a belenensização, etc,etc,etc, e passará a ser um mero actor secundário no futebol em Portugal.

Há uma grande frase filosófica que diz: "
A culpa do mal que existe no Mundo, mais do que ser de quem o pratica e exerce, é daqueles que, tendo todos os poderes para o impedir, permitem com o seu comportamento omisso que esse mal aconteça, sempre e cada vez mais."

Ora, se nós Benfica temos de jogar sempre contra 14 (CATORZE), se os nossos adversários/INIMIGOS jogam sempre com 14 (CATORZE) a favor deles, se a nossa equipa não é respeitada em campo pelos apitadores, se é maltratada e até muitas vezes desprezada e humilhada, etc,etc,etc,.... e os nossos dirigentes perante todos estes factos verdadeiros se mantêm MUDOS, CEGOS E SURDOS, não sendo capazes de mexer uma palha que seja em defesa intransigente do ÚNICO Clube SÉRIO que existe neste pobre país, onde medram clubecos com a "cultura" da vigarice dentro e fora dos relvados com jogadores autenticamente simuladores e caceteiros covardes, então pergunto eu, para que servem uma Direcção e um Presidente à sua cabeça?!?!
Sendo assim, servem para nada, e apenas se servem eles próprios do nosso querido SLBENFICA!!!

Eu, e todos os milhões de Benfiquistas, o que mais queremos é um BENFICA SÉRIO. MAS SÉRIO, FORTE, ENORME, GLORIOSO, DIGNO, etc,etc,etc,.. capaz de fazer respeitar a sua Grandeza e Prestígio, como o Maior e Melhor Clube de Portugal.

Para isso precisamos de Homens a sério, inteligentes e com "eles" no sítio, na Cadeira do Poder do Benfica.
Numa palavra, precisamos de VERDADEIROS BENFIQUISTAS.

Quanto ao mais... Viva o Glorioso e Inigualável SPORT LISBOA E BENFICA. ad eternummmmmmmmmmmmm

BENFICA BENFICA BENFICA........... Sempreeeeeeeeeeeeeee

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Exemplar

Madrugadora

Pouco

Inconsistência

Confrangedora

Arrasador

Sofrível

Solidez

Escasso

Profundidade

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds