VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Sábado, 16 de Setembro de 2017

Miserável

De regresso de férias voltei a ver um jogo do Benfica, e mais valia não o ter feito. Uma exibição simplesmente miserável perante uma equipa que eu considero ser das piores do nosso campeonato, e uma consequente inaceitável derrota. 

 

 

Nem sequer conseguimos tirar partido de um golo madrugador que nos colocou em vantagem logo aos sete minutos de jogo para conquistar os três pontos que eram uma exigência absoluta. Agora que o jogo terminou até pode ser difícil de acreditar nisto, mas garanto que quando saímos para intervalo, face ao que tinha visto durante a primeira parte, disse para mim mesmo que seria muito difícil vencermos o jogo e que o mais provável seria mesmo uma derrota. Não é que a primeira parte tivesse sido um desastre absoluto (isso estava reservado para a segunda), porque até criámos mais uma ou outra ocasião para marcar, enquanto que o Boavista foi inofensivo. Mas com o resultado a manter-se na diferença mínima, e dada a insegurança da nossa defesa (hoje com a novidade do Rúben Dias no lugar do Lisandro) nos últimos jogos, as perspectivas não eram as melhores. E uma segunda parte simplesmente desastrosa confirmou isso mesmo. Neste momento uma equipa que jogue contra nós necessita de três ou quatro situações para nos marcar dois golos, e assim que o Boavista chegou ao empate tudo começou a ruir. O empate surge num lance digno de futebol dos distritais, em que uma molhada de jogadores do Benfica, a defender um lançamento de linha lateral, se comporta como se fossem os Keystone Cops (há sempre o Google para quem não perceber a referência) e é incapaz de afastar a bola, ficando depois a assistir enquanto um jogador adversário passa a direito pelo meio de todos eles e remata cruzado para o golo. 

 

Depois disto o Benfica apenas criou real perigo numa ocasião, através de um remate do Jonas. E se o primeiro golo sofrido já tinha sido ridículo, o que dizer do segundo? Um livre directo marcado a uma boa distância da baliza, com a bola a seguir direita às mãos do Varela, que de alguma forma consegue colocá-las de forma a que a bola batesse nelas e seguisse para dentro da baliza. Um frango daqueles que vai figurar em todas as compilações de lances anedóticos que se fazem no final das épocas. A partir daqui então foi o desnorte total, que aparentemente afectou também o banco. O Pizzi anda em sub-rendimento desde que se lesionou, e com isso sofre a equipa e a sua capacidade para construir lances de perigo. Em desvantagem, o nosso treinador teve a reacção de pânico habitual nestas situações em que se começa a lançar avançados para dentro do campo. O problema é que não basta tê-los lá; é necessário servi-los em condições. E certamente que retirar do campo um dos criativos da equipa (Zivkovic) não ajudará em nada a alcançar esse objectivo - para mim esta opção, embora já a antecipasse, foi muito difícil de aceitar. O que eu vi foram praticamente zero ocasiões de golo criadas desde que o Boavista se colocou em vantagem, porque passámos a jogar aos repelões e quase sem explorar as alas (o Grimaldo era o único que ainda ia fazendo um esforço, porque até o Rafa, que ao início até estava a conseguir furar pela direita, agora aparecia quase sempre no meio). Perdemos, naturalmente, e desconfio que se neste momento o jogo ainda não tivesse acabado ainda por lá andaríamos sem sucesso a tentar marcar um golo.

 

De uma forma objectiva: perdemos, durante o defeso, três jogadores de altíssimo nível. O Ederson concedo sem discussão que é insubstituível, mas se era impossível arranjar de imediato um guarda-redes do mesmo nível, impunha-se pelo menos encontrar uma opção que nos garantisse mais tranqulidade, sobretudo se o Júlio César não está em boas condições. Já na defesa, e como o afirmei na altura, parece-me que o Jardel e o André Almeida, obviamente não sendo a mesma coisa, conseguem pelo menos no imediato fazer as posições sem demasiados sobressaltos. O problema é que depois não há mais opções. Ainda por cima se ficamos sem o Fejsa, que quando joga vai tapando buracos e disfarçando algumas lacunas na defesa. O Filipe Augusto, lamento ter que estar a reafirmá-lo, não é para mim uma opção válida ao Fejsa (para mim nem teria lugar no plantel, e vou continuar a dizer que para isto preferia o Pêpê que foi emprestado ao Estoril). Não me parece que seja coincidência que assim que o Fejsa e o Jardel se lesionaram (situação agravada por uma lesão do Pizzi da qual ele parece ter regressado a jogar a um nível manifestamente inferior ao que apresentou no arranque da época) o rendimento da equipa tenha caído a pique. 

 

A equipa de futebol do Benfica atravessa nesta altura, no que diz respeito à qualidade de jogo, uma situação que me parece apenas comparável à que vimos no arranque da era Rui Vitória (este resultado terá equivalência à derrota que na altura sofremos contra o Arouca, com a agravante de não nos podermos sequer tentar justificar com graves erros de arbitragem). Na altura, depois de muito sofrimento, apenas a conseguimos ultrapassar com muita união e foco nos objectivos. É a isto que nós benfiquistas temos que apelar agora.

tags:
publicado por D`Arcy às 21:08
link do post | comentar
17 comentários:
De antonio fonseca a 16 de Setembro de 2017 às 21:41
Boa noite,

Totalmente de acordo com o comentário do moderador. E inconcebível que estando a ganhar (o mais difícil é meter um golo no Bessa) embalámos para uma exibição medíocre.

Os nossos adversários na segunda parte parece que tinham asas nas botas e os nossos devagarinho e sem imaginação.

De facto estamos a atravessar uma fase baixa, com alguns jogadores em sub rendimento. O Pizzi está com um rendimento bastante inferior a época passada.
O Rui Vitoria deveria dar uma oportunidade ao Krovinovik, afim de melhorar o rendimento do meio campo.

Espero que a situação melhore porque a ir como vai os dragartos vão distanciando-se e o caminho torna-se mais difícil.

Saudações benfiquistas.
De M.Lopes a 16 de Setembro de 2017 às 22:15
Vergonhoso, nada mais a dizer. Falta de investimento, este ano que deveria ser para deixar os nossos rivais de rastos, não, fazemos o contrário. Faz me lembrar o fcpê logo a seguir ao tri do Vitor Pereira. Quem é o Filipe Augusto, Rafa, Varela... enquanto um empresário "mandar" vamos emprestando André Horta...

FORÇA BENFICA
De lawrence a 16 de Setembro de 2017 às 22:44
Já é recorrente depois de marcar um golo começar a correr para trás.
Assim como é recorrente entrar o Rui aos 70 minutos.
Assim como é recorrente taparem o Pizzi e o Jonas e a equipa deixar de jogar à bola.
Acabei de ler no mais visitado blogue Benfiquista um proeminente postador culpar os jogadores do descalabro.
Que forma tão enviesada de sacudir as gotas do capote de quem nada fez para montar uma equipa competitiva para esta época!
E é assim que com "papas e bolos se enganam os tolos"!
E haja Catedral cheia, muitos Redpass, cachecóis, camisolas e outros artefactos vendidos que há muita gente para alimentar!
De Luís Manuel a 16 de Setembro de 2017 às 22:48
Olá D'Arcy, e obrigado pelo teu post.

Nada a dizer relativamente à tua análise. Não estamos a jogar bem, ponto. Houve saídas de jogadores importantes que não foram devidamente colmatadas. Algum azar nas lesões de jogadores importantes. Já estamos com bastante atraso relativamente aos nossos adversários. O menos mau? Ainda estamos no início do campeonato e o atraso é recuperável, embora muito difícil, porque é evidente que a jogar assim estamos a dar oxigénio a esses adversários. Portanto, é como dizes no último parágrafo: temos de nos unir e concentrarmo-nos nos nossos objectivos. Em momentos igualmente difíceis já conseguimos dar a volta por cima, e temos de remar todos para o mesmo lado. Por isso é que não entendo que haja um grupo de indivíduos que, antes do jogo, na chegada da nossa equipa ao hotel, tenha ido lá para apupar os nossos jogadores. Grande incentivo, de facto. Não precisamos de "gente" dessa. Fiquem em casa ou vão para o raio que os parta. Obrigado a todos os nossos que, no estádio, foram incansáveis no apoio ao Benfica, mesmo quando estávamos a perder. Olhar em frente e acreditar que vamos dar a volta, todos juntos.

Força, Benfica !!
De zezinha a 16 de Setembro de 2017 às 23:00
Uma equipazinha à imagem de L.F. Vieira. Frágil, amorfa, lenta,etc.
É uma vergonha não ganharmos um único lance de cabeça na área adversária. Jogadores covardes que apenas fazem figura de corpo presente e não disputam as bolas, não saem dos seus lugares e praticamente não saltam mais de cinco centímetros.
Este Benfica e este treinador deviam competir num campeonato de mulheres.
Poderia ser que assim marcassem um ou outro golo nos cantos a seu favor.
O guarda-redes parece um palito ou um fio de sapateiro. Tem mãos de seda e o frango que deu não é virgem da parte dele. Já na equipa B chegou a sofrer golo igualzinho ao que permitiu e que foi um frangalhão quase do tamanho de um avestruz.

Que se pode esperar de um clube que em vez de um Presidente tem um indivíduo amorfo que se julga dono e senhor do Benfica?!?!

Em seis jornadas já se foram cinco pontos. Não fora o milagre contra o Portimonense e já teriam "voado" sete pontos!!!!!

Com as condições que o Benfica tem e sendo o clube que é, com toda a sua grandeza e prestígio, é muito difícil, diria mesmo que é impossível arranjar um treinador que consiga fazer pior do que o que está a acontecer.

Porque não joga Samaris?!?! Porque foi André Horta ( bom jogador e enorme Benfiquista) empandeirado para o SC Braga?!

Enfim, vários tiros nos pés foram e estão a ser dados, o que virá a ser determinante para vermos o penta-Campeonato por um canudo.

Não está o senhor Presidente a querer ir na moda do triste futebol feminino e colocar lá uma equipa do Benfica?!?!
Pois que aproveite e dê umas saias a cada um destes jogadores e já tem equipa ao menos para lutar para não descer.

Enfim, uma vergonha e uma desilusão para todos os Benfiquistas, é o que se tem visto praticamente desde o início da época.

Estamos a tempo, se todos arregaçarem as mangas e se transformarem em homenzinhos, de reverter esta situação negativíssima em que por laxismo nos deixamos cair, e honrarmos e dignificarmos o nosso manto sagrado.

Pensando bem, estamos ainda no início da prova e ainda dependemos apenas de nós próprios.

Falta apenas que as mulherzinhas enfermas e fragilérrimas se transformem em verdadeiros homens e atletas capazes de ganharem o penta-campeonato.


Acima de tudo e todos só um, o BENFICA.
De TiagoLive a 17 de Setembro de 2017 às 01:42
Miserável foi a sabotagem que fizeram este ano ao Benfica , de nao poder lutar de igual para igual com os nossos concorrentes directos , e ja começou na epoca passada com a saida do Guedes numa altura importante , que era so uma das mais valias ,e que curiosamente foi a partir dai que começamos a perder pontos para o porto do Nuno Espirito Santo(esse grande treinador) porque começou apostar se no Rafinha ''o Inconsequente'' a espera do Valorizar para mais uma bela negociata do sr Mendes.

Miserável foi que nao contente com isso ainda foi preparar-se para vender 4 jogadores da nossa defesa , sim porque Grimaldo tambem ia nao fosse a lesão.

Miserável é ver que nao contente com isso ainda vende o nosso unico ponta de lança , o nosso poste aquele que deu nos o Tri em Alvalade e que o unico que esteve disponivel para dar-nos o tetra , nao descansou enquanto nao vendeu um dos 4 avançados.

Miserável é que saiu Renato , Guedes , Lindelof , Semedo e vieram Danilo , Felipe Augusto , Pedro Pereira , Hermes e Felipe Augusto - este é o nivel miserável dos reforços.

Miserável é dizer que se vai apostar na formaçao mas à primeira oportunidade vao todos embora ,e ainda trazem mais um coxo emprestado para tapar o Buta e ainda um emprestado brinca na areia para tapar ainda mais o lugar ao Diogo Gonçalves , que ja por si , estava tapado por Salvio e Rafa.

Miserável é ouvir dizer que os jogadores nao querem jogar ou correr e ver que acabam as pilhas em 10 minutos e termos um Benfica Lab que dizem que é um centro de alto Rendimento e vejo os jogadores de braços abertos a discutirem uns com os outros porque nao procuram a bola. , e olho para o que era Seferovic quando chegou e o que está , assim como Pizzi , assim como Cervi, ou Jonas e muitos outros que passam a vida entre 1 2 jogos e a enfermearia.

Miserável é saber que esta epoca podiamos ser penta e fazer os dragartos imploidirem pela presssao que teem em cima deles que fazem de tudo para investirem como loucos ou manter os melhores porque ainda por cima so um vai á champions e nós vendemos ao desbarato e nem nos reforçamos!! Como a querer dizer NAO QUEREMOS o PENTA!!!

Miserável é aumentarem o Red Pass quando deviam querer os estadios cheios!! e iludem-nos a dizer que vamos lutar pelo Penta!!

Miserável vai ser o treinador e jogadores é que vao ser enxovalhados!! quando sao os menos culpados !!

Miserável foi este jogo porque nao temos um 6 aos ANOS! sem ser Fejsa nem centrais quando o melhor é Jardel e anda sempre lesionado , e Lindelof ja saiu e a defesa está velha , qualquer portimonense com 10 na luz manda no meio campo do Benfica e depois admiram-se ? e depois acham que todos os problemas estão no Lisandro , quando é so o melhor central disponivel que temos agora!!

Se Rui Vitória for campeão com este plantel é o melhor treinador do mundo!!

De cyber a 17 de Setembro de 2017 às 01:42
Uma equipa medíocre com um futebolzinho igualmente medíocre e previsível. O A tal estrutura a falhar em toda a linha com uma politica para o futebol profissional absolutamente amadora. O ano passado podíamos ter sido ultrapassados em mais do que uma ocasião por um dos nossos rivais e tínhamos na equipa o Lindelof, Nelson, Mitro e Ederson. O que esperar este ano? Não se fazem omeletes sem ovos!!
De Dias Pereira a 17 de Setembro de 2017 às 05:04
A nossa realidade presente estava anunciada há muito, muito tempo. Só não via quem não queria...
É verdade que se desinvestiu. Que se vendeu desbragadamene e a preços de saldo. Mas também é verdade que, no ano passado, mesmo tendo no plantel aqueles que no defeso vendemos (ao preço da uva mijona!... comparativamente ao seu real valor), só conseguimos ser campeões porque os nossos adversários falharam sempre as diversas tentativas de ultrapassagem que lhes proporcionámos. Essa é que é a verdade!
Ou seja, mesmo com Edersson, Nelson, Lindelof e Mitroglu na equipa, nunca jogámos um futebol convincente nem seguro, acabando por vencer a Liga com uma ponta (muito) grande de sorte, e ajudados pelo demérito dos nossos adversários mais directos.
Isto serve para dizer que, apesar de todos as estatísticas quererem fazer de Rui Vitória um grande treinador, ele não é, realmente, nada disso. As evidências mostram que, apesar dos dois anos de casa, RV não pôs a equipa a jogar futebol, não lhe deu uma identidade nem a consolidou em termos tácticos, e não lhe acrescentou (boas) rotinas de jogo nem a dotou de jogadas estudadas que pudessem resultar em mais-valias. O nosso futebol continua a ser - ou hoje ainda está pior do que antes?... - assustadoramente macio, lento, pouco criativo e objectivo no ataque, com muitos toques de calcanhar que em nada resultam, a não ser em perdas de bola que permitem contra-golpes maioritariamente perigosos. Por outro lado, na saída para o ataque desde a defesa, e quando pressionada, a equipa remete-se, invariavelmente, a uma progressão no sentido da nossa baliza, para depois sair dali um chuto lá para a frente, onde os defesas contrários, sempre mais rápidos e voluntariosos que os nossos atacantes, ganham a bola para saírem para o ataque. A este cenário acresce o ridículo das nossas bolas paradas, de saldo nulo, e o sufoco que são as situações em que temos de defender esses lances, quando beneficiam o adversário. E, mesmo quando parecem não oferecer qualquer perigo, arranja-se sempre forma de comprometer... como foi hoje com o frango monumental do Varela!
Em suma, um treinador que está há dois anos no clube, que tem a vantagem de ter sido campeão nesses dois anos, não consegue por a equipa a jogar de forma diferente daquela a que se tem assistido? Só existe uma única conclusão possível: é incompetente e, como tal, não serve para o Benfica. Obrigado, RV, e até à próxima!

Caro D'Arcy, é completamente inconsequente quando apenas nos lamentamos e cingimos a esse lamento a nossa intervenção. É preciso dar o passo seguinte, sob pena de estarmos - mau grado a boa intenção de nos unirmos todos numa só entidade... - a comprometer realmente o futuro, imediato e mediato, por darmos cobertura à mediocridade, já comprovadamente incapaz de nos garantir os sucessos almejados.
Saudações benfiquistas!
De Nuno Azevedo a 17 de Setembro de 2017 às 10:57
O que mais me chateia é que somos uma equipa nos últimos anos que não consegue aproveitar lances de bola parada. A quantidade de cantos que vao para a mao do guarda redes é absurda!!
De Henrique Teixeira a 17 de Setembro de 2017 às 11:13
No Benfica acontecem coisas estranhas:
Nunca percebi as razões de época após época vermos a equipa fustigada por ondas de lesões muitos superiores à dos nossos adversários. A excepção aconteceu no ano em que Rui Costa regressou ao clube.
Não consigo perceber o que passou pela cabeça do presidente, ao vender os melhores jogadores do bloco defensivo e não ter adquirido ninguém com qualidade para os substituir, assim como não percebo ter-se vendido o melhor ponta de lança e não se ter adquirido ninguém com as suas características.
Será que o presidente acredita em sol na eira e chuva no nabal?
Não entendo a presumível passividade do treinador em não ter exigido reforços com qualidade. Será que também acredita em milagres?
Sendo alvo dos maiores ataques desde que há memória por parte dos principais adversários, sabendo-os empenhadíssimos em nos impedir de chegarmos ao penta e sabendo-se que só o 1.º lugar dará acesso à liga milionária, não se compreende que se tivesse desinvestido assim na equipa. "Quem não semeia não pode colher".
Desta vez o presidente, que tantas vezes já elogiei, merece justas críticas.
Também me custa perceber como não foi apresentada uma queixa à UEFA, pela vergonhosa arbitragem que nos ajudou a conduzir à derrota contra o CSKA!
Eu sei o que estou a sofrer e, como eu, milhares ou milhões de benfiquistas.
Resta-nos pedir superação e Alma Benfiqusta aos jogadores, esperar por deslizes dos adversários que também lutam pelo título, e pedir aos que podem para que encham os estádios de vermelho.
O actual quadro é negro, mas ainda pode tornar-se cor-de-rosa.
Às vezes o impossível transforma-se em possível.

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Absurdo

Controlo

Tranquila

Desconcentração

Cinzenta

Frustrante

Lamentável

Desnecessário

Desilusão

Estrelinha

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds