VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Sexta-feira, 23 de Novembro de 2018

Miséria

Uma miséria de jogo contra o 14º classificado da Segunda Liga, do qual apenas se salva a passagem à próxima eliminatória da Taça de Portugal, arrancada a ferros com um golo já no período de compensação.

 

 

Foi uma equipa com várias alterações aquela que se apresentou frente ao Arouca: Svilar, Corchia, Conti, Alfa, Krovinovic (regresso após dez meses de ausência) e Zivkovic foram titulares, aos quais se juntaram Rúben Dias, Grimaldo, Gabriel, Jonas e Seferovic, num regresso ao 4-4-2 no qual o Krovinovic ocupava a ala esquerda. Mas mesmo todas estas alterações não servem de justificação para mais uma exibição tão pobre, onde voltámos a exibir os problemas e a cometer os erros do costume. Apesar de uma quase avassaladora superioridade na posse de bola, muita falta de ideias sobre o que fazer com ela resultou em muito poucas situações de finalização para o que seria exigível perante um adversário do escalão inferior. Muita circulação de bola lateral e muita falta de verticalidade, chegando a ser exasperante a incapacidade para desequilibrar ou romper a defesa do Arouca. E para não variar, os cada vez mais habituais desequilíbrios defensivos que tiveram mais uma vez como resultado sofrermos um golo na primeira vez que o adversário se acercou da nossa baliza. Uma transição rápida, um adversário a receber de forma inadmissível a bola em posição frontal, entre os dois centrais, e depois a soltá-a para a esquerda para uma finalização colocadíssima sem deixar possibilidades de defesa ao Svilar. Nesta altura passou-me pela cabeça (e tenho a certeza de que não fui o único) aquele jogo com o Gondomar - faz amanhã exactamente 16 anos que se disputou esse jogo, e eu estava na Luz nesse triste dia. O golo foi aos vinte minutos, e só na resposta criámos a primeira verdadeira ocasião de golo, um remate cruzado do Seferovic que passou muito perto do poste. Felizmente ainda conseguimos chegar ao empate antes do intervalo numa transição rápida conduzida pelo mesmo Seferovic pela esquerda, com passe para o Jonas na zona central e finalização deste com um remate forte.

 

 

Mais do mesmo após o intervalo, altura em que aproveitámos para trocar o Krovinovic pelo Rafa. Apesar das boas intenções deste último, que atravessa claramente a sua melhor fase desde que está no Benfica, as ocasiões de golo continuaram a ser muito escassas e a nossa equipa pareceu sempre afectada de uma desinspiração confrangedora. Mesmo a tradicional e expectável substituição do minuto 62, em que trocámos o Gabriel pelo Pizzi (é preocupante que até num jogo como este não conseguimos evitar ter que recorrer a jogadores fulcrais e com mais minutos de utilização como o Rúben, Grimaldo, Jonas ou Pizzi) pouco trouxe de novo e o jogo ia-se arrastando penosamente para um cada vez mais previsível prolongamento. O progressivo maior balanceamento ofensivo do Benfica (sem grandes resultados práticos, diga-se) ia deixando cada vez mais espaços atrás, porque eram cada vez menos os jogadores que se preocupavam em recuar quando perdíamos a bola, e a possibilidade do escândalo acontecer tornava-se assustadoramente real. E só não aconteceu porque o Svilar fez uma defesa espantosa por instinto a um cabeceamento que levava selo de golo, e logo na jogada a seguir um jogador adversário apareceu a finalizar a um metro da linha de golo, mas felizmente acertou mal a tentativa de rematar de calcanhar e a bola saiu fraca e à figura do nosso guarda-redes. O Benfica para os últimos minutos acabou a jogar de forma ainda mais ofensiva, tendo entrado o João Félix para o lugar do Grimaldo e o Zivkovic recuado para lateral esquerdo (houve alguém que ainda hoje é recordado por meter um criativo como o Bernardo Silva a jogar a lateral esquerdo, mas nos treinos, nunca o tentou num jogo a sério). Nem sei se foi realmente opção táctica ou necessidade, porque o Grimaldo levou tanta porrada durante o jogo que pareceu sair com problemas físicos - lá está, nem nestes jogos certos jogadores podem ser poupados e depois estamos sujeitos a isto. Em período de compensação, e quando já estávamos mais ou menos resignados a aturar mais meia hora daquilo, o Rafa lá nos poupou a isso. Cruzamento do Seferovic da esquerda (depois de ter andado várias vezes a tentar fazer cruzamentos da direita, ou seja, com o seu pior pé), tentativa de cabeceamento do Jonas na zona central que levou a bola para a zona do segundo poste, e o Rafa a conseguir antecipar-se à saída do guarda-redes e a colocar a bola na baliza, de ângulo apertado. Uff!

 

 

Melhores do Benfica ainda assim nesta pobreza de jogo: Seferovic, que esteve nos dois golos, com assistência para o primeiro e cruzamento para o segundo - aliás, praticamente os únicos desequilíbrios que o Benfica conseguia criar durante todo o jogo eram quando o Seferovic caía para os flancos, porque caso contrário nunca fomos capazes de os explorar decentemente via laterais/extremos; Jonas, que marcou o primeiro e esteve no segundo e nunca deixou de tentar vir atrás buscar e criar jogo, tendo acabado completamente esgotado; e o Rafa, por ter marcado o golo decisivo e ter ainda assim conseguido agitar um pouco o jogo com a sua entrada. Uma menção ainda para o Svilar, que não teve qualquer hipótese no golo mas cuja defesa provavelmente garantiu que não saíssemos já da Taça.

 

Por mais benevolente que queira ser, por mais optimismo que tente ter, não há outra forma de ver este jogo. Foi mau, demasiado mau contra um adversário deste calibre. Sem querer desrespeitar o Arouca, nós somos muito melhores e temos a obrigação de fazer muito melhor. Até a nossa equipa B, e prejudicada de forma descarada pela arbitragem, conseguiu ir ganhar a casa do Arouca esta época. Não sei se é falta de confiança da equipa, se é o treinador que não consegue fazer passar a mensagem aos jogadores, se estamos com uma quebra de forma, o que quer que seja é certo é que a jogar assim é altamente improvável que possamos terminar esta época com um sorriso na cara.

tags:
publicado por D`Arcy às 03:45
link do post | comentar
9 comentários:
De Anónimo a 23 de Novembro de 2018 às 04:24
MISÉRIA E......................MILAGREEEEEEEEEEE.

O MILAGRE aconteceu aos 81 minutos, quando o nosso jovem guarda-redes Svilar SALVOU o Benfica da eliminação mais que provável com uma defesa à Manuel Galrinho BENTO!

Uma autêntica POBREZA.

Esta equipa não é o BENFICA. Esta equipazeca e este treinadorzeco é o ANTI-BENFICA!!.

Custa-me dizê-lo, mas o meu Benfiquismo obriga-me a estar alerta e a DENUNCIAR sempre toda a INCOMPETÊNCIA que tomou conta do Maior e Melhor Clube de Portugal. Por isso sou obrigado a repetir:

Esta equipa não tem FORÇA. Não ganha um cabeceamento na área adversária. Qualquer adversário, mesmo este da 2ª divisão, corre mais e chuta com mais força do que os nosso jogadores que devem ter uns treininhos de autêntica MERDA.

Livres e cantos a nossos favor são TEMPO PERDIDO. Sempre marcados da mesma maneira, denunciados, e "MANTEIGA" para as defesas adversárias. Talvez de duas em duas PÁSCOAS possamos nós marcar um golito de um pontapé de canto ou livre!!

Que BANALIDADE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

E os nossos "remates" de meia-distância?! Coitados, os nossos jogadores limitam-se a fazer passes aos guarda-redes adversários, pois mal podem com a bola!! Vejo mulheres no futebol feminino a rematarem com mais força e melhor direcção!!!!!!

TODA A MERDDA DE EQUIPA DESTE PAÍSECO MARCA GOLOS A ESTE "Benfiquinha" desse HIPER-FALSO-COMPETENTE rui derrota!!!!

Mas esse IGNORANTE DA BOLA, o "visionário" l.f.vieira, é com esta PEQUENEZ de qualidade e competência, que quer fazer a RECONQUISTA?!

oH L.F.VIEIRA, FAZ UM FAVOR AOS BENFIQUISTAS:
Retorna ao Alverca, que o que tinhas a fazer no Benfica já foi feito.
Muito obrigadinho, mas agora queremos é GENTE COMPETENTE A SÉRIO, para fazer do Benfica realmente uma grande equipa Europeia.
Não te esqueças de levar o "treinador" rui derrota, o teu treinador de eleição!!!!

P.S 1. Estou com muito medo do próximo jogo de terça-feira na Alemanha contra o Bayern Munique.
A jogarmos com esta intensidadezinha própria de um campeonato feminino - típico do rui derrota - e com as avenidas e outras "virtudes" desta equipazinha desse "treinador", temo muito que venhamos de Munique com um SACO CHEIO.

Deus, na sua incomensurável MISERICÓRDIA, queira que não.

BENFICA BENFICA BENFICAAAAAAAAAAAAAA Semrpeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee O MAIOR E O MELHORRRRRRRRRRRRR

P.S.2 A analogia que o grande Benfiquista Dias Pereira faz no post anterior entre a nossa equipazinha e a rã, é infelizmente BRUTALMENTE PERFEITA E VERDADEIRA.
De Anónimo a 23 de Novembro de 2018 às 07:36
Rui Vitória Rua...!!!
De E Pluribus Unum a 23 de Novembro de 2018 às 13:12
Estou absolutamente de ACORDO.
Só os incompetentes gostam dos hiper-incompetentes, pois estes são um refúgio para eles, os incompetentes.

BENFICA Sempreeeeeeeeeeeeeeeeeeee, o Maior e o Melhorrrrrrrrrrrrrrrrrr
De E Pluribus Unum a 23 de Novembro de 2018 às 13:26
Só para dizer que o primeiro comentário de "Anónimo" - que saiu "anónimo" por erro - é do Grande BENFIQUISTA "E PLURIBUS UNUM".

BENFICA BENFICA BENFICAAAAAAAAAAAASempreeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee acima de udo e de todos.
P.S. rua com esse hiper-incomoetente rui DERRRRRROTAAAAAAAAAAAAAAAAAA.

Entregar a equipa do Benfica a esse INCAPAZ é como entregar os comandos de um avião Air Bus 380 a um piloto de avionetas!!!!!!!

Só os mais incompetentes ainda do que esse rui DERROTA é que ainda não viram que este "treinador" - o homenzinho do "chouriço", lembram-se ?!?! - não percebe a ponta de um corno do que é o futebol dos tempos actuais.
Apesar de ter um curso de educação física, deve ser daqueles que pensam que os jogos se ganham com pontapé para a frente e FÉ EM DEUS!!!!

Organização é igual a ZERO X ZERO = ZERO!!!
Não sabem marcar nem livres nem pontapés de canto. A defender, é só AVENIDAS E AUTO-ESTRADAS oferecidas aos adversários.
Não têm intensidade de jogo e não saltam um CARALHO.

São uns pigmeus a jogar na área adversária, principalmente no jogo aéreo!!!

Enfim, esta equipazinha da dupla de incompetenets l.f.vieira-rui DERROTA, está nos antípodas do que deve e em de ser uma VERDADEIRA EQUIPA do Maior e Melhor Clube de Portugal.

VERITAS FILIA TEMPORIS.
De Anónimo a 23 de Novembro de 2018 às 16:26
RV, não deixa de ter razão, quando diz que esta fase deplorável que a equipa atravessa e as reiteradas exibições deprimentes com que somos brindados, não se resolvem com um estalar de dedos.
Com efeito, há moléstias e estados de espírito, que não se ultrapassam com golpes de magia, solucionam-se, isso sim, com outro conhecido “estalar”, o estalar de chicote, vulgo “chicotada psicológica”.
Sem esse revulsivo, não há remédio santo, nem pozinhos de perlimpimpim, que nos livrem desta miséria franciscana.
De Anónimo a 23 de Novembro de 2018 às 19:17
O único miserável és tu um miserável vermelho que nem merece ser tratado por Benfiquista continua que um dia vais ter de marrar com um comboio e depois paras de vez
De E Pluribus Unum a 24 de Novembro de 2018 às 01:47
Ainda há muuitos burros que gostam muito de ser BURROS!!!
Enfim, ninguém tem culpa de ser sub-nutrido da cabeça.
Oh " anónimo" continua a apoiar a INCOMPETÊNCIA TOTAL e depois quando der para o torto e já não houver remédio " EVAPORAS-TE" e fazes de conta que nunca disseste nada de nada.

P.S. Não percebi essa de " és tu um miserável vermelho" !!!!!!!

Explica lá isso melhor. Os VERMELHOS não são, nunca foram nem nunca serão miseráveis.
Os VERMELHOS, vermelho que é a cor do SANGUE E DA VIDA que temos nas veias, serão sempre GLORIOSOS.

O mal acontece não apenas por culpa dos incompetentes, mas muito principalmente por culpa dos "competentes" que deixam os incompetentes " PILOTAR AVIÕES A ATRAVESSAR OCEANOS"!!!

BENFICA Sempreeeeeeeeeeeeeee acima de tudo e de todos.
De Dias Pereira a 24 de Novembro de 2018 às 19:53
Boa noite.
Caminhamos, inevitavelmente, para o único destino possível, anunciado pela factualidade inverosímil do nosso actual futebol.
Por muito que muitos tivessem mascarado a realidade, maquilhando-a de tons agradáveis e prometedores, desde há muito que essas cores são, real e objectivamente, negras e portadoras de maus presságios. Na verdade, não consigo dissociar essa realidade de Rui Vitória. Fomos campeões por duas vezes - nas circunstâncias que todos conhecemos... - vencemos até outras competições, mas nunca jogámos um futebol verdadeiramente dominador, eficaz ou contundente, e dependemos sempre muito mais dos desempenhos individuais, ou dos acasos, do que da nossa organização como equipa. Coleccionámos desilusões inadmissíveis, tanto dentro de portas como lá fora, fosse com adversários de reconhecida valia, fosse com conjuntos inegavelmente mais fracos, e mesmo muito mais fracos...
Como tem sido recorrente, qualquer equipa que seja assertiva, que meta o pé, que pressione, que corra e remate, corre o risco de nos subjugar, quer exibicionalmente, quer no resultado.
O que é verdadeiramente preocupante é que as derrotas em casa com os Moreirenses desta vida não são um caso isolado. É também que as goleadas por 1-0 ou as vitórias por mais remates que o adversário comecem a ser a regra - e não a excepção!... - para justificar a mediocridade do nosso futebol e a falta de resultados. Do mesmo modo que é, também, a mais que comprovada, e reiteradíssima, incapacidade para dobrar qualquer adversário mais empertigado - mesmo na nossa casa! - mesmo que se trate de um pobre Arouca, que luta desesperadamente para se manter na segunda liga do nosso futebol...
Em meu entender - que valerá, eventualmente, pouco, mas que é genuíno, verdadeiramente sentido, e não formatado por qualquer doutrina oficial, situacionista ou oposicionista, nem marcado por qualquer calendário oportunístico... - Rui Vitória foi uma escolha errada para treinar o Benfica. Nada lhe tenho a apontar como homem - embora, na verdade, também não o conheça mais do que me é dado conhecer pela comunicação social - mas, como treinador, parece-me um verdadeiro desastre. Desastre esse que é comprovado pelo que (não) tem feito ao nosso futebol.
Tendo Rui Vitória dado a conhecer o fruto do seu trabalho logo desde que chegou ao Benfica, todo o tempo que por aqui tem permanecido é, objectivamente, tempo a mais. Mesmo que não quisessem tê-lo dispensado a meio da primeira época em que cá esteve, deveriam ter prescindido dos seus trabalhos logo no final da mesma. Um parêntesis para referir que não seria a primeira vez que um treinador campeão seria dispensado, mesmo se esse treinador tinha feito trabalho visivelmente mais capaz do que Rui Vitória. Mas, mesmo que a dispensa não ocorresse no final da primeira época, era absolutamente imperioso que tivesse acontecido no final da segunda época, não só atendendo ao modo como fomos campeões, mas também, e principalmente, à qualidade do nosso futebol. Depois disso, Rui Vitória vai na segunda época para além daquela, sempre com os resultados a baixarem de nível e o futebol a piorar (muito!) de qualidade.
A recente pausa nas competições, nacionais e internacionais, de clubes, teria sido a altura ideal para mudar o que não pode deixar de ser mudado. Infelizmente não se fez o que era imperioso fazer. Creio que pagaremos muito caro isso, quer no plano nacional, quer internacional. Mas as perdas não serão só no plano desportivo. É impossível deixar de ver que a família benfiquista está bastante defraudada com a equipa - e não só!... - e se começa a alhear, aos poucos, dos estádios e pavilhões...
Esta situação, aliada às envolvências que decorrem de toda uma sorte de situações que todos os dias arrastam o nome do clube, e/ou de seus colaboradores, para as primeiras páginas dos jornais e das televisões, têm um efeito erosivo de impacto muito maior do que a direcção e a SAD parecem medir. Era, por isso, imperioso agir de imediato, para travar a situação.
Mas LFV vai trocar de treinador apenas quando der jeito, ou seja, para desviar a atenção de outras coisas...
Uma miséria! Ou melhor, outra miséria...
Viva o Benfica!
Saudações benfiquistas!
De E Pluribus Unum a 26 de Novembro de 2018 às 22:10
Comentário fora do tema deste post:

Acabo de ler uma notícia importante e que me deixou contente, muito contente.
Diz a imprensa que o Bayern de Munique, sim, esse colosso alemão que é dos mais poderosos clubes do Mundo, informa que por exigência dos seus Sócios / Adeptos, o clube apenas vai (re)começar utilizar as cores VERMELHA e BRANCA que são as suas cores próprias desde sempre, deixando de lado a cor AZUL.

Muitíssimo BEM. Apoio e aplaudo com toda a minha força.
Observando isto só tenho uma coisa a dizer:
QUEM ME DERA QUE OS SÓCIOS / ADEPTOS do Benfica fossem como os Sócios / Adeptos do Bayern de Munique!!!!!

Infelizmente não somos! Somos uma CAMBADA DE TANSOS, INCAPAZES E INÓCUOS que admitimos tudo o que o inefável "rei-sol" l.f.vieira, qual Louis XIV de França - O Estado sou eu -, faça o que quer e que a sua sub-nutrida cabeça goste, e AJAVARDE o equipamento do Benfica com respingos de azul e outras indecências!!
A camisola de há dois anos até sobre os ombros tinha umas ridículas listras azuis em vez de listras BRANCAS!!

Agora vemos os blusões com que os nosso jogadores entram em campo serem de uma estúpida cor preta e sem o nome sagrado do nosso Clube Inigualável nas costas!!

Puta que pariu esse ATRASADO MENTAL E LINGRINHAS que faz de conta que é o Presidente do Maior e Melhor Clube de Portugal.

Para esse tanso está mais que visto que ver e sentir diferenças entre Benfica e Alverca, é uma ABSOLUTA INCAPACIDADE!!!


Benfica Benfica Benfica.. Sempreeeeeeeeeeeee acima de tudo e de todosssssssssssssss

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Arraial

Panaceia

‘Feeling’

Pequeno

Miséria

Normalidade

Selado

Horrível

Sem comentários

Cruel

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds