VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Quinta-feira, 30 de Agosto de 2018

Natural

Óptimo resultado obtido na Grécia, que acaba por ser algo que me parece perfeitamente natural. Como escrevi depois do frustrante empate no jogo da primeira mão, considero o Benfica muitíssimo superior a este PAOK e portanto a goleada obtida esta noite não foi mais do que a expressão normal dessa superioridade, e aquilo que já deveria ter acontecido no primeiro jogo. Levaram esta noite aqueles que já mereciam ter levado há uma semana.

 

 

O onze titular teve o regresso do Salvio e reservou-nos a novidade do Seferovic na frente de ataque. O que, face às opções disponíveis e ao sub-rendimento do Ferreyra nos últimos jogos, até acabou por não ser uma surpresa assim tão grande. A nossa entrada no jogo foi francamente má. Logo na primeira jogada um mau passe do Seferovic originou um contra-ataque que terminou com uma falta do André Almeida mesmo sobre o limite da área e um cartão amarelo. Durante os minutos iniciais a nossa equipa foi incapaz de manter a posse de bola e teve grandes dificuldades para lidar com a pressão agressiva dos jogadores do PAOK, que recuperavam rapidamente a bola e causavam perigo nas consequentes saídas para o ataque. Aos seis minutos o golo grego esteve muito próximo de acontecer, e só um desvio do Grimaldo fez com que a bola passasse ligeiramente ao lado. E aos treze, o previsível golo aconteceu mesmo, numa jogada de laboratório em que a nossa equipa foi completamente ludibriada, o que permitiu ao Prijovic limitar-se a empurrar a bola para a baliza. As coisas não pareciam nada famosas, mas num abrir e fechar de olhos tudo mudou. Aos vinte minutos o Jardel empatou num cabeceamento após canto do Pizzi, e seis minutos depois já estávamos em vantagem. O Cervi foi derrubado na área depois de um erro grosseiro do guarda-redes grego (depois da exibição inacreditável há uma semana na Luz alguma vez haveria de regressar à normalidade) e o Salvio converteu o penálti, com a bola ainda a bater no poste antes de entrar. O PAOK acusou muito estes dois golos, que fizeram muito bem à nossa equipa e lhe permitiram começar a jogar de forma bem mais confiante. Ainda passámos por um susto, quando no seguimento de um livre o Odysseas foi obrigado a uma defesa por instinto após um cabeceamento quase à queima-roupa, mas nesta fase já era o Benfica quem mandava na partida, e pouco depois o Seferovic esteve perto de marcar por duas vezes no mesmo lance. Não marcou ele, mas marcou o Pizzi logo a seguir numa das jogadas mais bonitas de todo o jogo. A combinação entre o Grimaldo e o Cervi pela esquerda foi perfeita, o passe atrasado deste último saiu teleguiado para o Pizzi à entrada da área, e este teve tempo para parar a bola e rematá-la direitinha para entrar junto do poste. Jogo e eliminatória praticamente resolvidos.

 

 

Embora no futebol nunca haja certezas, seria precisa uma hecatombe para que o Benfica não estivesse amanhã no sorteio da Champions, e logo nos primeiros minutos da segunda parte as coisas ficaram ainda mais decididas. Segundo penálti a favorecer o Benfica, desta vez a punir uma placagem do Varela sobre o Jardel (pena que cá em Portugal não punam mais vezes este tipo de lances) e mais uma vez o Salvio a converter, desta vez com um remate para o meio da baliza. A partir daqui o Benfica limitou-se a gerir com calma o resultado, ainda que aqui e ali houvesse um sobressalto - levámos com uma bola na barra, e o Odysseas ainda teve que fazer mais uma grande defesa por instinto já perto do fim. Mas da parte do Benfica o interesse era sobretudo ir deixando o tempo correr e gerir o esforço, que têm sido muitos jogos seguidos nesta fase da época, e quase sempre com os mesmos jogadores no onze. A tarefa ficou ainda mais facilitada na fase final do jogo quando o senhor Felix Brych mostrou que não só sabe assinalar penáltis a nosso favor como também é capaz de expulsar adversários do Benfica quando assim se justifica. Uma carga desnecessária sobre o Cervi valeu o segundo amarelo ao Léo Matos e o PAOK ficou reduzido a dez. Uma pena que este mesmo árbitro não tenha aplicado estes critérios naquela inacreditável final da Liga Europa em Turim, frente ao Sevilha. Pode ter-se redimido um pouco neste jogo (não fez mais do que a sua obrigação, ou seja, uma boa arbitragem) mas eu nunca mais vou conseguir esquecer aquela final. No final, uma vitória sem contestação da equipa mais forte e a importantíssima qualificação para a fase de grupos da Champions, para alegria de muitos e desespero e azia de uns quantos.

 

 

O melhor do Benfica neste jogo foi para mim o Cervi. Dá sempre o que tem, mesmo quando as coisas não lhe correm bem. Mas hoje correu-lhe quase tudo bem. Arrancou o penálti que permitiu a reviravolta, o que só foi possível por acreditar sempre no lance e fez a assistência para o terceiro golo, depois de toda uma jogada brilhante entre ele e o Grimaldo. O Grimaldo é também outro dos destaques, tendo estado bem a atacar (o que é habitual) e a defender (o que já não é tão habitual). O Fejsa tremeu um pouco naqueles péssimos minutos iniciais, tendo até feito alguns passes muito maus, mas depois acertou agulhas e foi o pêndulo a que nos habituou. Uma palavra para o Seferovic, que não era titular há muito tempo. Hoje teve a missão de sacrifício de jogar sozinho na frente e mesmo não tendo feito um jogo exuberante, cumpriu. Fez certamente mais do que aquilo que o Ferreyra tem feito nos últimos jogos, lutando com os defesas pela bola e segurando-a na frente de ataque.

 

Está ultrapassada esta etapa decisiva da época. Uma não qualificação poderia afectar de forma extremamente negativa toda a época, sobretudo em termos anímicos. Isto para não falar do enorme rombo em termos financeiros que o falhanço acarretaria. Agora é preciso não pensar que a missão está cumprida com o apuramento. Temos a obrigação de tentar limpar a péssima imagem deixada a época passada. O prestígio do Benfica assim o exige.

tags:
publicado por D`Arcy às 03:44
link do post
De Anónimo a 30 de Agosto de 2018 às 18:23
Boa tarde,
Excelente comentário que eu subscrevo na integra.

Nada a acrescentar, somente dizer que devagar se vai longe. Com calma iremos vencer as batalhas que se aí vêm.
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

#Reconquista

Um

Crer

Proveitosa

Pujante

Deplorável

Firme

Soberba

Complicado

Merecida

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds