VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Segunda-feira, 29 de Abril de 2019

Proveitosa

Foi uma jornada muito proveitosa para as nossas cores. Ao intervalo do jogo em Braga a perspectiva não era a mais favorável, mas uma grande segunda parte inverteu o rumo dos acontecimentos e permitiu-nos regressar de Braga com a liderança isolada e aquela pequeníssima margem de erro que tínhamos ido conquistar ao Porto recuperada.

 

Nenhuma surpresa no onze. Cumprida a suspensão, o Rafa regressou à titularidade apesar da boa conta que o Cervi tinha dado de si na jornada passada. Confesso que o empate inesperado do Porto não me tinha dado qualquer tipo de euforia, e pelo contrário, me deixou mais nervoso sobre a capacidade que teríamos para aproveitar isso. E ao fim de poucos minutos jogados, esse receio em nada se aliviou. Numa espécie de déjà vu de alguns dos piores jogos da era Lage - a segunda mão da Taça em Alvalade e a segunda mão da Liga Europa em Frankfurt - a nossa equipa entrou pouco confiante no jogo, retraída e lenta a sair nas transições que são a imagem de marca dela. O Braga foi uma equipa agressiva e a pressionar bem dentro do nosso meio campo, causando-nos muitas dificuldades. Houve muito pouco Pizzi durante a primeira parte (acho que só para aí à meia hora de jogo percebi que ele realmente estava em campo) e o Benfica naturalmente ressentiu-se muito disso. Por muito que o critiquem, a verdade é que quando o Pizzi joga bem toda a equipa sobe muito de rendimento, e quando ele está em dia não tudo se torna mais difícil. Samaris e Florentino muito metidos dentro do nosso meio campo a significar uma quase ausência da pressão alta que a nossa equipa costuma exercer sobre os adversários e que os condiciona muito. A forma macia como o Benfica estava a jogar ficou bem expressa no lance do golo do Braga. Começa com a bola a ser perdida numa simulação do Seferovic, que tentou arrancar uma falta no meio campo do Braga. Depois quase não houve oposição séria ao Fransérgio, que correu com ela metade do campo e nem sequer em grande velocidade - responsabilidades maiores para o Florentino, que o foi acompanhando parecendo ter receio de fazer uma falta. O Ferro falhou o desarme e depois quando o Rúben o tentou, já com o Fransérgio quase em cima da baliza, cometeu penálti. Golo do Wilson Eduardo e um problema sério para o Benfica resolver, porque a continuar a jogar da mesma forma claramente seria muito difícil, se não impossível, dar a volta a este resultado.

 

 

Felizmente a segunda parte foi completamente diferente, para melhor. É que só deu mesmo Benfica desde o apito para o reinício. Fomos uma equipa completamente transfigurada que se instalou no meio campo adversário e onde o Pizzi surgiu finalmente ao seu melhor nível. Logo nos primeiros minutos o João Félix esteve perto do empate, mas uma grande defesa do Tiago Sá desviou a bola para o poste. Mas a forma como o Benfica jogava agora fez até desaparecer o nervosismo pela desvantagem, porque o golo do empate acabaria inevitavelmente por surgir. Apareceu ao fim de um quarto de hora, num penálti do Pizzi depois de uma falta sobre o João Félix. E cinco minutos depois, novo penálti, desta vez por mão na bola a um remate do Pizzi. Novamente o mesmo Pizzi a converter sem tremer, e Benfica na frente para gáudio do mar benfiquista que se deslocou a Braga. Sem dar tempo ao adversário para sequer recuperar dos dois golpes, bastaram mais três minutos para acrescentar um terceiro golo à conta e começar a acabar com as esperanças que os nossos inimigos depositaram neste jogo. Canto do Pizzi na esquerda e ao segundo poste o Rúben Dias, a meias com um defesa do Braga, cabeceou com sucesso. Pouco depois o Braga lançou o Dyego Sousa para o jogo e ao apostar mais declaradamente no ataque expôs-se de forma fatal às transições do Benfica. Por via disto, no último quarto de hora podemos até dizer que o Benfica ficou a dever a si próprio uma goleada por números pouco usuais, porque foram várias as ocasiões desperdiçadas para ampliar a vantagem. Numa das mais flagrantes, o Seferovic infelizmente mostrou que a pouca inspiração na finalização que teve no último jogo se prolongou para este, pois permitiu a defesa a guarda-redes quando estava completamente isolado e com tempo para fazer tudo depois de um passe do Rafa. Mas na sequência do lance o Braga foi pouco lesto a afastar a bola e permitiu a recuperação ao Rafa, que depois foi por ali fora como se fosse um jogo na Playstation, passou por todos os que lhe saíram ao caminho e à frente do guarda-redes finalizou com um remate rasteiro e colocado para junto da base do poste. E apesar do grande golo, por respeito ao seu anterior clube não festejou.

 

 

Uma das chaves para este jogo foi o aparecimento do Pizzi, que ainda veio bem a tempo de se tornar o homem do jogo. Dois golos, mais uma assistência, a participação constante no carrossel do ataque. O João Félix não marcou mas gostei bastante do seu jogo, já que foi sempre um dos mais inconformados. Tal como o Rúben Dias. Bom jogo também do Rafa, coroado com aquele golo brilhante para fechar a tarde em festa.

 

Esta era uma das jornadas em que os nossos inimigos mais apostavam para regressar à liderança. No final adormeceram e saiu-lhes o tiro pela culatra, acabando por ser o Benfica a ganhar uma pequena margem de manobra, sendo o desespero deles cada vez mais visível. Mas isto está muito longe de estar entregue. É necessário o Benfica da segunda parte de hoje em todos os jogos até final. Já na próxima jornada vamos receber uma espécie de clube satélite do nosso adversário directo, que tudo fará para agradar à casa mãe e que já nos tirou três pontos este ano. Não há margem para facilitismos.

tags:
publicado por D`Arcy às 00:28
link do post
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Brindes

Caro

Descolorida

Uff!

Pormenores

Resposta

Aberração

Retranca

Bis

Manita

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds